Listas

Prós e contras do Chevrolet Onix: Saiba como é ser dono de um exemplar

Confira todos os prós e contras do Chevrolet Onix e descubra como é ter um exemplar na garagem.

Anúncios

Confira os prós e contras do Chevrolet Onix

É muito comum pessoas gostarem de determinado modelo de veículo. Mas gostar e apreciar é algo totalmente diferente de ter, não é mesmo? Pois bem. Pensando em trazer à tona como é ser dono de um exemplar nós do Senhor Carros vamos te mostrar quais são os prós e contras do Chevrolet Onix

Prós e contras do Chevrolet Onix

O simples fato do hatch ser o líder de vendas no seu segmento há alguns é algo positivo. Mas é impossível não perguntar: Será que o carro está com toda essa moral mesmo? 

A resposta você só descobre lendo o conteúdo a seguir. Bora lá?

Anúncios

Os prós e contras do Chevrolet Onix

Descubra agora quais são os pontos negativos e positivos de ter um Onix na garagem 

Pró: Design estiloso

Impossível não começar exaltando o design do Onix. O modelo passou por uma reestilização no ano passado e conseguiu se descolar de maneira literal das primeiras versões que não agradava a todos. 

Design
Design do Onix é lindo

Hoje os novos exemplares do Onix chamam muito a atenção por onde passam e convenhamos que além de ter qualidade um carro também precisa ser bonito e estiloso não é mesmo?

Anúncios

Pró: Motorização eficiente e consumo de combustível

Já dizia o velho ditado: Nada como matar dois coelhos com uma cajadada só não é mesmo? Esse não é apenas um mas dois pontos altos e positivos na lista de prós e contras do Chevrolet Onix. 

O modelo possui à disposição de seus proprietários duas opções de motor um aspirado e um turbo. Ambos demonstram bom rendimento e com câmbios tanto automático quanto manual de seis marchas apresentam bons índices de consumo de combustível. 

Ter um carro bonito e que bebe pouco é o desejo de muita gente e isso é garantido pelo Onix. 

Pró: Tecnologia

Do ponto de vista de tecnologia não é absurdo algum afirmar que o Chevrolet Onix é disparado o melhor do seu segmento. 

Antes da reestilização o modelo ficava para trás de modelos como Polo e Argo, por exemplo. Hoje a lista de gadgets eletrônicos é extremamente extensa. 

Apenas para se ter um exemplo o modelo possui Wi-Fi próprio com capacidade para conexão de até 7 equipamentos eletrônicos e a conexão pode ser acessada até 15 metros de distância do veículo.

Conectividade
Conectividade e segurança é ponto positivo

Além disso há também carregador por indução, portas USB traseiras, sistema Onstar, sensores de escuridão, sistema Easy Entry e ainda um app capaz de dar a partida e analisar sua forma de conduzir oferecendo opções de melhorias e economia. 

Pró: Segurança

Embora muita gente possa não se lembrar o Chevrolet Onix já ostentou a marca de ser um dos veículos menos seguros do Brasil e em termos de segurança ficava na lanterna dos hatches comercializados por aqui. 

Mas as coisas mudaram. Com a renovação da linha no ano passado a segurança foi elevada a níveis antes vistos entre os hatches brasileiros. 

O Chevrolet Onix conta hoje com 6 airbags sendo dois frontais, dois laterais e dois de cortina. 

Além disso o modelo conta com sistema inteligente de freios e sistema e controle de estabilidade e tração o que literalmente deixa o carro colado no chão em termos de condução. 

Não é à toa que conquistou cinco estrelas no teste de segurança veicular Latin NCAP tanto para adultos quanto para crianças. 

Pró: Baixo custo de manutenção

Dando continuidade a nossa lista de prós e contras do Chevrolet Onix chegamos a um ponto pra lá de positivo o baixo custo da manutenção. 

Independentemente da motorização escolhida pelo proprietário as revisões até os 60 mil quilômetros saem por um valor de aproximadamente R$ 3.100.

Esse valor é muito semelhante ao cobrado em todas as versões do irmão maior Chevrolet Tracker tanto como motor 1.0 ou 1.2. No entanto é preciso lembrar que o “SUV” é montado na mesma plataforma e literalmente custa o que não vale. 

E por falar que não vale o que custa o Chevrolet Onix sigamos para o nosso próximo item. 

Pró: Custo x benefício

E aqui entramos no nosso item final de pontos positivos sobre se ter um Chevrolet Onix na garagem o custo benefício.

Embora o modelo não seja tão barato ao se comprar um exemplar o proprietário sabe que conta com um ótimo veículo.

Repleto de tecnologia, seguro, econômico e com revisões e manutenções acessíveis contar com um Onix seja para trabalhar ou então para passear com a família é uma ótima opção quando os gastos e valores são colocados no papel e isso sempre deve ser levado em consideração.

No entanto como já dissemos várias vezes por aqui não existe veículo com 100% de aproveitamento e o Chevrolet Onix é mais um caso. Vamos agora aos contras do modelo. 

Contra: Conforto e acabamento interno

Embora o modelo tenha aumentado quase 10 centímetros no comprimento total e mais 3 centímetros de distância entre-eixos o conforto no banco traseiro não é dos melhores. Um adulto com 1,80 vai passar apertado literalmente se precisar viajar na parte de trás do veículo. 

Apesar disso é possível conectar smartphones por meio de entradas USB mas não há saídas de ar condicionado. Algo solicitado por quem usa o modelo para trabalhar como é o caso de taxistas ou motoristas de aplicativos. 

Conforto
Onix é apertado e com acabamentos ruins

Quando falamos de acabamento o Onix deixa um pouco a desejar. Pelo preço que é cobrado não é necessário que se tenha a disposição itens luxuosos mas os plásticos poderiam ter uma qualidade melhor assim como sua disposição. 

Mesmo nas versões Premier onde existe uma notável tentativa de dar requinte ao modelo os acabamentos deixam a desejar. 

Contra: Isolamento acústico

Outro ponto que necessita de melhorias é o isolamento acústico. Tanto em deslocamentos urbanos quanto rodoviários os ocupantes precisam conversar em um tom muito mais alto do que o comum o que é bem estressante. 

A culpa pelo isolamento acústico ruim é fruto da suspensão e da baixa qualidade do plástico usado no acabamento. Nesse quesito o Onix fica atrás de rivais como Fiat Argo e Hyundai HB20.

Contra: Porta-malas pequeno

E para finalizar os contras da nossa lista temos o porta-malas pequeno. Mesmo com o aumento de comprimento a Chevrolet não conseguiu resolver o problema do tamanho do porta-malas. 

Porta-malas
Porta-malas continua pequeno

O compartimento traseiro é muito pequeno e apertado e totalmente incompatível com famílias grandes. 

Conclusão

Depois de analisar nossa lista de prós e contras do Chevrolet Onix te lançamos a seguinte pergunta: O veículo é uma boa escolha para se ter na garagem?

Para responder a esse questionamento é preciso levar em consideração quais são as suas necessidades. Mas é preciso ter em mente que o modelo tem mais itens positivos do que negativos. 

Se depois de ler nossa análise você ainda deseja comprar um modelo para chamar de seu então nossa dica é que você clique no botão abaixo para ter acesso às diferentes formas de comprar um modelo. 

Sobre o autor

Murilo C.

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Em Alta

content

Conheça as 10 melhores motos para comprar em leilão

Confira aqui quais são as 10 melhores motos para comprar em leilão e escolha a que mais combina com você para fazer um ótimo negócio!

Continue lendo
content

Honda Civic 2021: O que há de novo no aclamado modelo

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Honda Civic 2021: O que há de novo no aclamado modelo

Continue lendo
content

Ford F-1000 : A história da Picape Clássica que deixou saudades

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Ford F-1000 : A história da Picape Clássica que deixou saudades

Continue lendo

Artigos

Não faça isso! Coisas que você deve evitar de fazer em seu carro

Saiba quais são as coisas que você não deve fazer em seu carro para mantê-lo sempre funcionando sem nenhum tipo de problemas!

Comprar um carro é o sonho de muita gente.

É o resultado de muito trabalho e esforço e é normal que o novo proprietário queira fazer algumas “melhorias” no veículo, seja ele usado ou novo.

Entretanto, nem tudo o que parece bom deve ser feito:

Existe uma série de coisas que você deve evitar fazer em seu carro.

Foi pensando em te orientar, que nós do Senhor Carros criamos o artigo de hoje!

Se você deseja cuidar do seu veículo de maneira correta e adequada, então essa matéria foi feita especialmente para você!

Coisas que você deve evitar de fazer de fazer em seu carro

Confira agora o que você deve evitar de fazer em seu carro para cuidar dele da melhor forma possível, vamos lá?

Ignorar o amaciamento do motor

Ainda tem muita gente que ao comprar um carro 0 km acredita que amaciar o motor é algo desnecessário, mas muitas montadoras, trazem no manual do proprietário orientações para melhor funcionamento do motor e uma delas e não abusar de muitas velocidades nos primeiros quilômetros de uso. 

Dessa maneira, o motor não é exigido em demasia, até que seus componentes se ajustem, permitindo assim, um nível ideal de funcionamento, o que promove aumento da performance e diminui o consumo de combustível. 

De modo geral, cuidados específicos de velocidade máxima, nível de RPM, e trocas de marchas tendem a perdurar até que o veículo atinja seus primeiros 3.000 km. 

Limpar peças plásticas sem o produto adequado

Aqui temos um erro muito comum que faz parte das coisas que você deve evitar de fazer em seu carro.

Como se sabe, muitos modelos possuem muitas partes de plástico. Painel, alavancas de seta e farol, câmbio, puxadores de porta, cobertura do freio de mão e por aí vai. Nada mais natural do que limpá-las, para deixar o carro limpo e bonito, não é mesmo? 

No entanto, para esse tipo de limpeza, deve-se optar por produtos adequados, tais como álcool isopropílico, sabão neutro ou detergente neutro. O uso de produtos inadequados pode manchar, ressecar e favorecer trincas e quebras nessas peças. 

Instalar engate em modelo não autorizado

Embora muita gente não saiba, há modelos de veículos que não podem receber engate para reboque. Embora essa prática seja mais amena nos dias de hoje, houve um tempo em que quase todo mundo tinha um engate instalado em seu carro. 

Alguns lançamentos modernos, como o Onix Plus, o Onix e o Tracker são exemplos de carros que não podem ter o engate instalado. 

Nesse momento você deve se perguntar: Como saber se meu carro pode ou não receber engate? A resposta é simples, basta ler o manual do proprietário. Nele estará mais do que claro se o veículo pode ou não receber a instalação desse tipo de dispositivo. 

Então, se seu novo carro não estiver apto a receber um engate traseiro, não faça esse tipo de instalação. 

Subir no  para-brisas

Pode ser por brincadeira ou até mesmo pensando em manter o carro limpo, para limpar o teto. Independentemente de qual for sua intenção essa é mais uma coisa que você deve evitar de fazer. 

Todo veículo é minuciosamente projetado, e embora pareça ser um local forte e resistente, a região do para-brisas é mais frágil e sensível do que aparenta ser, por isso, em hipótese alguma, suba no para-brisas. 

Acionar todos os vidros elétricos ao mesmo tempo

Acionar todos os vidros elétricos ao mesmo tempo é um erro muito comum pela maioria dos proprietários de veículos, mas que deve ser evitado. Essa prática, pode evitar danos ao sistema elétrico, além de diminuir a vida útil dos fusíveis. 

Além disso, outra orientação dessa natureza, é nunca acionar um dos vidros elétricos pelo interruptor do motorista enquanto um passageiro estiver abrindo ou fechando o mesmo vidro no sentido oposto. 

Essa prática, que muitas vezes pode ocorrer durante uma brincadeira pode sobrecarregar o maquinário responsável por subir e descer o vidro e travá-lo, fazendo com que o vidro permaneça travado, sem poder ser aberto ou fechado.

Aplicar graxa nos parafusos da roda

Muitas pessoas pensam que passar graxa ou qualquer outro tipo de lubrificante para remover parafusos ou porcas de fixação pode ser uma boa ideia, mas não é. 

Manuais do proprietário e mecânicos alertam que graxas e lubrificantes devem ser totalmente removidos dos parafusos ou porcas antes de serem apertados, pois podem causar danos, além do risco da roda se soltar com o carro em movimento. 

Além disso, a aplicação de graxa e lubrificantes podem fazer com que as porcas da roda sejam apertadas de maneira excessiva, o que pode resultar em danos aos parafusos ou do próprio disco da roda. 

Em ambas as ocasiões, essa “lubrificação” pode resultar em acidentes com ferimentos graves e fatais. É mais uma das coisas que você deve evitar de fazer em seu carro. 

Permitir uma pane seca

Através de simples pesquisas é possível encontrar reportagens de especialistas que não recomendam que se rode com o tanque na reserva para que se evite a tão temida pane seca. 

De acordo com especialistas, essa prática pode fazer com que resíduos acumulados no fundo do tanque se desloquem, chegando até os bicos injetores, causando uma série de falhas de funcionamento no motor, após o tanque ser reabastecido. Além disso, também há uma questão de segurança, afinal, ficar com o carro parado em qualquer lugar que seja, pode aumentar o risco de um assalto. 

Outro ponto importante nessa questão, é que a pane seca é uma infração de trânsito passível de multa. Ou seja, permitir uma pane seca é sem sombra de dúvida algo que vai pesar no seu bolso. 

Acelerar o carro parado

Uma das principais formas de se refrigerar o motor de um carro é andar com ele, entretanto para que o carro não superaqueça, principalmente quando se está parado no trânsito, as ventoinhas entram em ação. 

Mas se você ficar acelerando o carro parado de maneira desnecessária, nem mesmo as ventoinhas podem dar conta do recado, causando um superaquecimento que pode até mesmo fundir o motor. Isso é com certeza, algo que você deve evitar de fazer em seu carro. 

Dirigir com a temperatura do motor superaquecida

Esse é um erro muito comum cometido por vários motoristas: Dirigir com a temperatura do motor superaquecida. A faixa ideal de temperatura para o bom funcionamento do motor vai de 90º a 110º. O melhor indicador para isso é o termômetro presente no painel. 

Assim que a temperatura ultrapassar esse limite, o recomendado é que se pare o veículo e espero o motor esfriar. Abrir o capô para ajudar no resfriamento é algo que ajuda a baixar a temperatura mais rapidamente. 

Ao abrir o capô é importante observar o nível de água no reservatório. Caso o nível esteja abaixo do normal, então é preciso completá-lo. 

Como citamos anteriormente, o superaquecimento do motor pode trazer danos graves que não são nem um pouco baratos de se resolver. Por isso, fique sempre de olho no indicador da temperatura. 

Colocar água fria no reservatório

Essa é mais uma das coisa que você deve evitar de fazer em seu carro. É natural que se pense que após o superaquecimento é preciso completar o reservatório de água imediatamente, o que não é verdade. 

É preciso esperar que o motor esfrie primeiro e em seguida adicionar água em temperatura ambiente. A água fria pode trincar o cabeçote do motor e até mesmo causar um empenamento ao veículo. 

Retirar a válvula termostática

O superaquecimento do veículo muitas vezes causa um mau funcionamento da válvula termostática. Por conta disso, muitos motoristas acabam por retirá-la e não colocam outra no lugar. Um infeliz, comum e grave erro. 

Essa pequena peça é muito importante no controle de temperatura do carro. Sem ela, mecânicos estimam que a vida útil do veículo pode cair pela metade. 

Colocar óleo demais no motor

Há uma haste no motor que indica em qual ponto ele estará completo cheio. Essa indicação não significa necessariamente que ele está completo, mas que está no nível indicado para uso. 

Caso esse nível seja ultrapassado, o motor pode ficar sujeito a uma série de falhas que podem ocasionar futuros problemas mecânicos. Por isso, se for colocar óleo no motor, cuidado para não exceder o limite. 

Ignorar ou não conhecer os símbolos no painel do carro

Ignorar ou não conhecer os símbolos no painel do carro é mais uma das coisas que devem ser evitadas. 

Eles são importantes para avaliar as condições gerais de funcionamento do veículo e podem variar de acordo com o modelo e a marca. Eles são os principais indicativos de que há algo errado e que precisa de atenção. 

Dica bônus: Sempre leia o manual do proprietário

Embora seja possível ter acesso a informações em fóruns de internet e em conversas com mecânicos de sua confiança, não existe nada melhor para conhecer seu carro do que o manual do proprietário. 

Por isso, a primeira coisa que você deve fazer ao comprar um veículo, seja ele zero km, seminovo ou usado, é ler o manual, combinado?

Agora que você já sabe quais são as coisas que você deve evitar de fazer em seu carro, que tal aprender a cuidar do seu automóvel de maneira especial nessa quarentena? 

Para conhecer quais são os cuidados necessários com seu carro durante a pandemia de coronavírus, é só clicar no botão abaixo! 

Você também pode gostar

content

Renault Duster 2021: Confira as novidades do modelo!

Renault Duster 2021 chega com uma série de itens e acessórios, mas peca na motorização única. Confira as novidades e decepções do modelo!

Continue lendo
content

Descubra quais são os hatches mais econômicos do Brasil

Descubra quais são os hatches mais econômicos do Brasil e economize não apenas na hora de comprar, mas também no combustível!

Continue lendo
content

Grana curta? Compre e venda seu carro na Volanty

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Grana curta? Compre e venda seu carro na Volanty

Continue lendo