Carro

Os 20 carros mais econômicos no Brasil!

Confira nossa lista exclusiva com mais de 40 carros entre os mais econômicos do Brasil! Assim, você garante qualidade, conforto e economia. Veja aqui!

Anúncios

por Senhor Carros

29/10/2019 | Atualizado em 05/08/2021

Descubra os melhores carros e também os mais econômicos

Descubra os melhores carros e também os mais econômicos
Descubra os melhores carros e também os mais econômicos

Possuir um carro é desejo de boa parcela dos brasileiros, a facilidade de locomoção, segurança e conforto fazem parte dos atributos desejados em possuir um veículo. Entretanto, há diversos gastos para manter um veículo próprio e estes nem sempre são colocados na ponta do lápis.

Saber sobre o custo de manutenção, seguro e consumo energético ajuda na hora de se planejar para manter um veículo na garagem.

Com base no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV), o Senhor Carros listou “Os 42 carros mais econômicos no Brasil”. Todos os veículos da lista possuem o selo CONPET de eficiência energética. Para poder ostentar tal selo, o modelo tem que ser eficiente, não só comparado a modelos semelhantes da sua categoria (classificação relativa), mas também comparando a todos os demais modelos participantes do PBEV (classificação absoluta).

Escolher um veículo mais econômico pode ajudar muito na conta ao final de todo mês devido a sua eficiência energética.

Então confira a seguir!

Anúncios

42 – Mercedez-benz C180

A Classe C é uma linha de modelos compactos da Mercedes-Benz. Ela é oferecida em versão sedan, touring e coupe.

O C180 tem a capacidade de combustível de 66 litros e, devido ao seu câmbio automático e sua durabilidade, consome uma quantidade menor de combustível se comparado a outros modelos da montadora.

O consumo do Mercedez C180 na cidade é de 10,6 km/l e na estrada é de 14,4 km/l. Seu motor é 1.6-16v, mais bancos dianteiros com rebatimento parcialmente elétrico e efeito memória, quatro lugares e janelas traseiras elétricas.

Com injeção eletrônica de combustível direta, que permite uma queima mais inteligente, o que se reflete tanto em menor consumo e emissão de poluentes, quanto em maior eficiência, assim, permitindo melhor aproveitamento do combustível.

41 – Lexus NX300H

Da versão Luxury, o NX300H possui um consumo de 12,6 km/l na cidade enquanto consome 11,1 km/l na estrada. Sendo um carro híbrido, pode funcionar com gasolina ou eletricidade, e a célula a combustível é apontada atualmente como a mais provável tecnologia para se produzir carros de baixa emissão de poluentes, deixando ele bem econômico, com um consumo energético de 1,81MJ/Km.

Primeiro SUV híbrido da Lexus no Brasil, com o sistema híbrido em ação, a emissão de CO2 diminui em 26% e a redução do consumo de combustível dentro da cidade chega a 52% – segundo o Programa de Etiquetagem do Inmetro – um salto de eficiência em relação ao modelo equipado apenas com o motor a gasolina.

Anúncios

40 – Audi A5 Sportback

Da versão Attraction, o A5 Sportback possui um consumo de 11,0 km/l na cidade enquanto consome 13,4 km/l na estrada com um consumo energético de 1,81MJ/Km.

O motor 2.0 TFSI com versões de 190 e 252 CV, alinhado ao câmbio
S-Tronic de 7 velocidades, garantem a alta potência do Novo Audi A5 Sportback. A aceleração de 0 a 100 km/h da versão de 252 CV é feita em 6,0 segundos e a velocidade máxima é de 250 km/h. Além de todo esse desempenho, o Novo A5 Sportback é tido como um dos modelos mais eficientes de sua categoria, qualificado com selo “CONPET” de eficiência energética do Inmetro.

39 – Chevrolet Spin

Da versão MT LTZ, o Spin possui um consumo de 11,4 km/l na cidade enquanto consome 13,2 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,80MJ/Km.

A Chevrolet Spin – MT anda 9,4 km/L com álcool e 13,2 km/L com gasolina, ou seja, se o consumidor tem que ir e vir de um local onde a distância fica por volta de 10 km e o preço médio da gasolina está R$4 ele gastará cerca de R$8 de ida e volta. Mesmo com um motor potente de 1.8 dianteiro transversal, a Spin é um carro bastante econômico para a cidade e estrada.

A Chevrolet Spin possui a injeção eletrônica de combústivel multiponto, tecnologia de ponta que faz o seu trabalho a partir de softwares cada vez mais inteligentes que determinam o comando de distribuição do combustível. Aproveitando de maneira mais eficiente o combustível, favorecendo a potência, sem necessidade de recorrer a material resistente ao combustível.

38 – Chevrolet Cruze Sport6

Da versão LT HB AT, o Cruze Sport6 possui um consumo de 11,3 km/l na cidade e 13,6 km/l na estrada com um consumo energético de 1,80MJ/Km.

Com um motor 1.4 Ecotec Turbo SIDI Flex entrega 150 cv com gasolina e 153 cv com etanol, ambos a 5.200 rpm. Já os torques são de 24,0 kgfm no derivado de petróleo e 24,5 kgfm no produto da cana. Recursos estes que fazem do Chevrolet Cruze Sport6 um veículo de consumo bem adequado para quem deseja um carro econômico e bem equipado.

Acelerador eletrônico e injeção eletrônica multiponto sequencia os benefícios no consumo energético do carro dando a ele uma boa estabiliade, aproveitando a potência do motor deixando o combustivel ainda mais eficiente.

37 – Toyota Corolla

Da versão GLI, o Corolla possui um consumo de 11,4 km/l na cidade enquanto consome 13,2 km/l na estrada com um consumo energético de 1,79MJ/Km.

O motor 2.0 Dynamic Force tem quatro cilindros, 16 válvulas com comando variável inteligente e um novo sistema de injeção direta e indireta de combustível, que oferece mais potência e menor consumo.

Esses sistemas benefeciam o veículo em seu mecanismo, dando proeficiência para mecânica do carro. Mesmo o motor sendo bastante potente, o sistema de injeção elétrica faz com que o motor consuma uma quantidade consideravel de combustível para chamar de “econômico”, já que está em nossa lista.

O Corolla é um veículo com inúmeros recursos, perfeito para todas as vias – cidades, estradas, entre outras – e com estes recursos ele une conforto, segurança e economia de consumo.

36 – Mercedes-benz CLA180

36 - Mercedes-benz CLA180
36 – Mercedes-benz CLA180

Da montadora Mercedez-benz, o CLA180 possui um consumo de 11,2 km/l na cidade enquanto consome 13,7 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,78MJ/Km.

Pois o Mercedes-Benz CLA 180 2018 chega com motor 1.6 Turbo de 122 cv e 20,4 kgfm entre 1.250 e 4.000 rpm, menos que os 156 cv e 25,5 kgfm oferecidos pela versão CLA 200. Assim, essa mecânica essa faz da Mercedes uma excelente montadora.

Já que seu consumo na cidade por L é de 11,2k, e hipoteticamente, digamos que o condutar viva na cidade e vai para o trabalho que fica a 10Km de sua casa, baseado no preço atual do combustível e calculando sua ida e volta fica razoalvelmente econômico financeiramente, cabendo no bolso e ainda dependendo da rota do condutor ficaria ainda mais barato. O CLA 180 é um carro bem detalhado, seguro e completo.

35 – Mini Cabrio

Da versão Cooper S, o Cabrio possui um consumo de 11,3 km/l na cidade enquanto consome 13,7 km/l na estrada com um consumo energético de 1,77MJ/Km.

Pois seu motor 1.5 turbo de 136 cv e 22,4 kgfm. É aliado a um câmbio automático de dupla embreagem e sete marchas da Getrag, sem aletas para trocas no volante justamente por formar um conjunto sem pretensões esportivas.

Seu consumo na cidade é de 11,3 km/l e na estrada de 13,7 km/l. Entretanto, seu tanque é de 44Litros de combustível e seu porta-malas é de 215Litros. Então coloquemos uma família grande em um Mini Cabrio para uma viagem longa com o porta malas lotado. Mesmo o seu consumo na estrada ser excelente, devido ao peso que gera mais consumo, quantas vezes você acha que o condutor pararia para reabastecer? Então, o Cabrio é um veículo mais para vias sem muito peso, talvez com somente o condutor.

O modelo é de fato muito incrível, mas é bom pensar em todos os lados. Se deseja o Mini Cabrio, pense bastante no peso que for ingerido e caulcule com precisão os seus gastos tanto na cidade, quanto na estrada e aproveite.

34 – Susuki S-cross

Da versão 4STYLE ALLGRIP, o S-croos possui um consumo de 11,5 km/l na cidade enquanto consome 13,3 km/l na estrada com um consumo energético de 1,77MJ/Km.

É formado pelo motor 1.4 turbo de 146 cv e a transmissão automática de seis marchas com opção de trocas por meio de aletas atrás do volante. O ajuste do motor turbo não é feito para esportividade, e sim para economia. Não espere acelerações bruscas.

Se a dirigibilidade encanta, o consumo deixará o proprietário ainda mais feliz. Em um teste da revista auto esporte, o S-Cross marcou média urbana de 11,3 km/l e impressionantes 18,3 km/l na estrada — que lhe garantem uma autonomia de 860 km na estrada com o tanque cheio.

carro híbrido de leilão

30 carros com menor consumo na estrada

Saiba aqui quais são os modelos de carro que vão te dar menos gasto quando precisar fazer aquela viagem mais longa!

33 – Audi A4 Sedan

Da versão Attraction, o Audi A4 possui um consumo de 11,0 km/l na cidade enquanto consome 14,3 km/l na estrada com um consumo energético de 1,77MJ/Km.

Seu motor 2.0 turbo de 180 cavalos de potência é ótimo, e casa muito bem com o veículo. A potência não é tão impressionante assim, mas este motor 2.0 tem 32,6 kgfm de torque a partir de 1.500 rotações.

O nível de ruído interno do A4 Attraction é adequado para o segmento em que o modelo se encontra. A suspensão lida muito bem com curvas, mantendo a estabilidade. Só que o baixo nível de rotações não ajuda o consumo a ficar impressionante.

Porém, mesmo com sua potência, a sua injeção ajuda a manusea a mecânica de seu consumo e ele continua sendo um excelente carro, que bem arquitetado, pode ser muito econônico.

32 – Chevrolet Cruze

Da versão LT NB AT, o Cruze possui um consumo de 11,5 km/l na cidade enquanto consome 14,6 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,72MJ/Km.

No Brasil o Chevrolet Cruze de primeira geração foi equipado com o motor ECOTEC de 1,8 litros bicombustível de aspiração natural, rendendo 144 cv de potência e 18,9 kgfm de torque quando abastecido com etanol, já o LT NB, vem com a geração mais atual do propulsor LE2, que pertence à família SGE (Small Global Engine), que equipa entre outros o Chevrolet Tracker 2019 e o Buick Encore 2019.

Essa linha inclui ainda motores de três cilindros, tendo ainda versões 1.0 (Opel), 1.2 e 1.5, sendo esta última a bordo do Chevrolet Equinox 2019, que no Brasil tem somente motor 2.0 Turbo e custa a partir de a R$ 144.490.

Possuindo uma injeção eletrônica direta de combustível o Cruze se equilibra em sua mecânica e economiza bastante combustível, fazendo o veículo durar muito, com um bom cuidado do condutor.

O Chevrolet Cruze é um sedan médio apresentado pela General Motors na edição de 2008 do Salão de Paris. O preferido das Mulheres pela pesquisa da Revista (O Poder Feminino) de janeiro de 2016.

31 – Audi A3 Sedan

31 - Audi A3 Sedan
31 – Audi A3 Sedan

Da versão Attraction, o Audi A3 possui um consumo de 11,7 km/l na cidade enquanto consome 14,2 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,72MJ/Km.

Equipado com o moderno motor 1.4 turbo com injeção direta de combustível, ele gera 122 cv e tem torque máximo de 20,4 mkgf, disponíveis entre 1.400 e 4.000 rpm. 

A potência do seu motor – 1.4 – agrega em mantê-lo econômico já que gasta menos combustivel, porém um veículo com o motor 1.4 econômico é agregavel para vias urbanas e também para cidade, e como estamos falando do Audi A3 Sedan, falamos de economia em ótimas vias com uma bela aparência e um excelente conforto.

E sua injeção direta de combustível ajuda na economia do veículo, proporcionando queima de combustível inteligente e não emitindo poluentes, deixando mais eficiente gerando mais energia com uma queima bem organizada.

30 – Mini Cooper

Da versão S, o Cooper possui um consumo de 11,9 km/l na cidade enquanto consome 14,4 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,68MJ/Km.

O Mini Cooper 2019 emprega a série B de motores da BMW, composto pelos propulsores B38 1.5 TwinPower Turbo e B48 2.0 TwinPower Turbo. O primeiro entrega 136 cv e 23,5 kgfm. Já o segundo tem duas versões, sendo uma de 192 cv e 28,5 kgfm no Cooper S e 231 cv com 32,5 kgfm no John Cooper Works. Esta série de motores são excelentes componentes do tipo Dianteiro, Transversal, Turbo e Gasolina que proporciona um excelente consumo deixando o modelo bem econômico.

Sem contar que sua injeção elétrica de combustível é direta, que ajuda ainda mais no consumo energético do veículo reduzindo o seu consumo e administrando de forma precisa cada detalhe do combustível consumido.

29 – Honda Civic

Da versão TOURING, o Civic possui um consumo de 11,8 km/l na cidade enquanto consome 14,4 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,68MJ/Km.

Civic Touring tem um 1.5 turbo de 173 cv a 5.500 rpm, com  22,4 kgfm entre 1.700 e 5.500 rpm. Injeção elétrica direta, Câmbio automático continuamente variável (CVT), sete marchas simulada, sua nota no Inmetro é B. 

Na cidade, com o modo Econ ativado, foram registrados médias de 13 km/l com gasolina (o sedã não é flex; um de seus únicos pontos negativos, dependendo do preço dos combustíveis). Então, relativamente falando, o Civic Touring é um veículo econômico devido aos seus mecanismos, principalmente pela Injeção Direta. 

28 – Nissan New March

Da versão 10 Conforto, o New March possui um consumo de 12,9 km/l na cidade enquanto consome 15,0 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,57MJ/Km.

Assim como no modelo anterior, o compacto será oferecido nas motorizações 1.0 16V e 1.6 16V – esta segunda fabricada no mesmo complexo de Resende (RJ) onde o modelo é produzido. O motor 1.0 16V entrega 74 cv a 5.850 rpm e torque máximo de 10 mkgf a 4.350 rpm com etanol ou gasolina no tanque. Já o 1.6 16V chega aos 111 cv a 5.600 rpm independente do combustível escolhido.  

O motor beneficia a economia do consumo de combustivel, se tornando uma das peças principais para se encaixar em nossa lista. Tanto o 1.0, quanto o 1.6 são excelentes armazenadores de combustível, sem beber muito e rodando o suficiente para o conforto e para o bolso do condutor.

Seu consumo na cidade é de 12,9/L, o maior nessa lista até o momento, então o New March realmente é uma excelente proposta da montadora Nissan. Sua mecânica é mpecável e seu consumo na estrada também é de se admirar, sendo 15Km/L, e novamente o maior em nossa lista até agora. O New March é um carro de consumo totalmente econômico e é um ótimo palpite para quem deseja ter um veículo belo na garagem de ótima economia de consumo.

27 – Volkswagen Gol

Da versão (Rodas aro 14), o Gol possui um consumo de 13,3 km/l na cidade enquanto consome 14,4 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,56MJ/Km.

A versão mais em conta do Gol 2019 sai de fábrica com um motor 1.0 litro flex de três cilindros e 12 válvulas, que traz componentes feitos em alumínio, sistema de refrigeração independente para bloco e cabeçote, comando duplo variável de válvulas e sistema de partida E-Flex que dispensa o tanquinho auxiliar de gasolina para partidas a frio.

Ele consegue desenvolver 75 cv com gasolina e 82 cv com etanol, a 6.250 rpm, e torque de 9,7 e 10,4 kgfm, respectivamente, a apenas 3.000 rpm. Junto a este propulsor há um câmbio manual de cinco marchas.

O motor 1.0 do Gol 2019 é bem econômico, sendo um dos mais destacados do segmento e com Selo Conpet de eficiência energética. Rodando em torno de 3.000 rpm na estrada, se obtém um bom rendimento em consumo e força suficiente para manter o embalo nas ultrapassagens.

Sem duvida é o motor mais forte do segmento 1.0. O câmbio MQ-200 de cinco marchas é também muito bom, tendo engates curtos, suaves e precisos, uma marca registrada da Volks desde os anos 80.

26 – Chevrolet Onix

Da versão MT LT, o Onix possui um consumo de 12,9 km/l na cidade enquanto consome 15,3 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,56MJ/Km.

Um veículo excelente para estrada, se for sair para longe com a família ou amigos sugiro escolherem este modelo para o seu conforto, já que seu consumo na estrada é de 15,3 km/l, um número superior a todas outras versões do Chevrolet Onix e além de ser um veículo bastante seguro.


O novo Chevrolet Onix traz uma série de novidades sobre a segurança para motorista, passageiros e para o próprio veículo. Além dos 6 airbags, ele vem com controle eletrônico de estabilidade que auxiliam o condutor na direção do carro.    

Com as tabelas de consumo do Chevrolet Onix fica provado que o carro tem um consumo mediano. Nas versões mais atuais, com mais tecnologia e motores balanceados, há visível melhoria no consumo de combustível do Onix.

Sobre o autor

Senhor Carros

Revisado por

Luiza Lamas

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Esportivos mais baratos do Brasil: Conheça o top 10

Tem vontade de dirigir um carro esportivo, mas não quer gastar grandes cifras? Então confira opções dos modelos de carros esportivos mais baratos do Brasil.

Continue lendo
content

Prós e contras do Chevrolet Equinox: Saiba como o modelo se comporta

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Prós e contras do Chevrolet Equinox: Saiba como o modelo se comporta

Continue lendo
content

Para que serve o seguro DPVAT e como usar?

O DPVAT foi criado para proteger os brasileiros vitimados por acidente de automóvel. Descubra com mais detalhes para que serve o DPVAT!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Top 10 carros mais vendidos da Volkswagen em 2020

No Brasil há muito tempo, a montadora alemã é uma das preferidas dos brasileiros. Conheça o Top 10 carros mais vendidos da Volkswagen em 2020

Continue lendo
content

Comprar Chevrolet Onix Plus: Descubra como fazer um ótimo negócio

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Comprar Chevrolet Onix Plus: Descubra como fazer um ótimo negócio

Continue lendo
content

Pestana Leilões de veículos: Conheça e saiba se é confiável

Conheça a Pestana Leilões de Veículos, toda a sua estrutura e modo de funcionamento e descubra se a empresa é confiável!

Continue lendo