Artigos

Os carros para evitar de comprar em 2020. Confira!

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

carros para evitar comprar em 2020

Pensando em trocar de carro? Quais são os carros que você deve evitar esse ano, já se perguntou sobre isso? Sabe-se que a paixão dos brasileiros por carros é muito grande, e como já diria o velho ditado: O amor pode acabar nos cegando, e isso é muito verdadeiro, principalmente quando é adaptado ao universo automotivo, afinal, quando se gosta de algum modelo, existe a grande possibilidade de não se atentar a alguns detalhes que podem ser tornar uma grande dor de cabeça, como ausência de peças, mecânica defasada e valor de seguro, por exemplo.

Foi pensando em te dar uma mão para que você acerte na sua escolha, que escrevemos esse artigo, onde você vai descobrir quais são os carros para evitar comprar em 2020. Confira nossa lista a seguir e nos diga por email o que achou.

ANÚNCIOS

Os principais carros para evitar comprar em 2020. Confira!

Saiba quais são os principais carros para evitar comprar em 2020.

15. Lifan X 60 

Embora conte com um custo-benefício absurdo, com valores partindo de R$ 70 mil, e repleto de equipamentos de série, como câmera de ré, luzes diurnas, Isofix, Central multimídia com GPS, bancos de couro e muitos outros, você pode se perguntar: Mas por qual motivo ele está na lista dos carros para evitar comprar em 2020? 

A resposta é simples. A Lifan possui poucas revendas e o modelo é famoso por manutenções caras. Some-se a isso a pouca liquidez, que desvaloriza o carro no momento da venda e pronto. Temos a receita do desastre. 

Lifan x60
Lifan X60

14. Nissan March 

Embora seja um veículo bem interessante, existem rumores de que o compacto da montadora japonesa esteja com os dias contados, uma vez que a aposta da empresa para o mercado brasileiro é nova geração do Versa. 

Com as chances de sair de linha, e com valores um pouco elevados, partindo de cerca de R$ 51 mil e R$ 65 mil para as versões S.10 e SL1.6, respectivamente, o Nissan March, certamente é um dos carros para se evitar de comprar em 2020.

Nissan March
Nissan March

13. Volkswagen Fox 

Com a chegada do Up e do Polo, o Fox acabou ficando meio perdido no mercado, a montadora alemã, acabou criando um verdadeiro dilema entre os seus apreciadores. 

Atualmente, o Fox é vendido somente em duas versões, a Connect e a Xtreme, com valores na faixa de R$ 51 mil e R$ 56 mil. No entanto, o modernizado Polo, possui valores que partem de R$ 53 mil. 

Além disso, com a provável chegada da nova geração do gol em 2021, há quem diga que o a produção do Fox pode acabar. Por via das dúvidas, o Fox é mais um dos carros para evitar comprar em 2020.

Volkswagen Fox
Volkswagen Fox

12. Mitsubishi ASX 

O Mitsubishi ASX é um exemplo clássico de modelo que estacionou no tempo. Produzido a quase uma década sob a mesma plataforma e mesmo como duas reestilizações, o modelo carrega um design ultrapassado em relação aos seus rivais e até os outros modelos da montadora. 

O motor 2.0 flex não empolga, o acabamento é relativamente simples e o pós-venda é desanimador. Além disso, seus concorrente, como Jeeps Compass e o Volkswagen Tiguan possui valores mais atrativos e são considerados veículos com melhor custo-benefício.

Se o Mitsubishi ASX estava em sua lista de compras para 2020, é melhor você riscá-lo fora.

Mitsubishi ASX
Mitsubishi ASX

11. Chery QQ

O Chery QQ continua com o título de veículo mais barato do Brasil, com preços que se iniciam na faixa dos R$ 25 mil, porém sem alguns itens de série. Embora o valor seja um chamariz, o modelo possui uma estrutura simples e frágil e seu motor 1.0 é considerado fraco e de manutenção complicado.

Apesar da montadora negar, algumas concessionárias, ainda em julho de 2019 afirmaram que o modelo vai ter a produção encerrada,e sua fabricação, que era feita em Jacareí (SP) será ocupada pelos novos veículos elétricos da Caoa Chery.

Sem uma previsão clara de futuro, ao invés de investir em um QQ, é mais vantajoso comprar um compacto seminovo com pouco uso e com itens de série. Dessa forma, o Chery QQ é mais um dos carros para evitar comprar em 2020.

Chery QQ
Chery QQ

10. Fiat Grand Siena 

Embora seja um carro bacana, ele peca principalmente no preço. Partindo de R$ 50 mil com motorização 1.0 e R$ 55 mil na versão 1.4. A questão é que é possível encontrar concorrentes que são mais econômicos, e contam com uma grande variedade de itens de série que não oferecidos pelo sedã italiano. 

O Cronos, modelo da mesma montadora, parte de R$ 56 mil, equipado com motorização moderna 1.3 e segundo especialistas, muito mais divertido de dirigir. Sendo assim, é melhor considerar o Grand Siena, como carta fora do baralho.

Fiat Grand Siena
Fiat Grand Siena

9. Citroen C3

O Citroen C3 é um verdadeiro sucesso da montadora francesa por contar com um acabamento de alta e qualidade e itens de série realmente interessantes, no entanto, seu futuro aqui no Brasil ainda é incerto. Isso porque a Citroen enxugou a linha e disponibiliza no momento apenas três versões, precisando que se desembolse cerca de R$ 55 mil para o modelo de entrada. A versão top de linha, hoje custa R$ 71 mil.

Com um futuro incerto, e valores elevados, é mais seguro buscar outras opções, até mesmo dentro da própria montadora, como é o caso do Citroen C4 Cactus, considerado mais moderno e divertido de dirigir, com valores partindo de R$ 75 mil. Infelizmente, o Citroen C3 é mais um dos carros para evitar comprar em 2020.

Citroen C3
Citroen C3

8. Ford EcoSport Run Flat 

Muitos brasileiros ainda colocam a estética do veículo antes da usabilidade e isso fez com que a Ford tirasse o estepe da traseira do EcoSport, acrescentando um kit de reparo de pneus do tipo run flat para sua linha 2020. Dessa forma, caso um pneu fure, o proprietário pode rodar no máximo 200 km com uma velocidade máxima de 80 km/h. 

Trata-se de uma inovação que causa um certo receio, afinal, com a ausência do estepe, o cliente pode equipar o veículo, apenas com pneus do tipo run flat, que são bem mais caros que os convencionais. Além disso, substituir os pneus por modelos convencionais não é permitido no caso do EcoSport Run Flat, que não pode rodar sem estepe e pneus convencionais por conta de sua homologação. 

Ford EcoSport Run Flat
Ford EcoSport Run Flat

7. Chevrolet Cobalt 

Com o lançamento do Onix Plus, o Cobalt automaticamente perde grande espaço dentro da linha de veículos da Chevrolet. Embora o modelo permaneça no site da montadora e ainda exista um estoque de carros disponíveis para vendas, concessionárias já afirmaram que o modelo sai de linha em 2020.

Quando os estoques acabarem, o fim do modelo estará sacramentado. Já seu irmão menor, o Joy Plus, ganha sobrevida no mercado. Dessa forma, o Chevrolet Cobalt é mais um dos carros para evitar comprar em 2020.

Chevrolet Cobalt
Chevrolet Cobalt

6. Honda CR-V 

O SUV japonês está longe de ser um carro ruim, muito pelo contrário. Trata-se de um veículo repleto de qualidades, mas o que atrapalha é o seu preço, que parte de R$ 189 mil.

Mesmo com tração integral e motor turbo 1.5 de 190 cavalos, é possível encontrar concorrentes mais potentes com valores mais atrativos, como o Volkswagen Tiguan R-Line, por exemplo. Além disso, sabe-se que o CR-V sofre uma considerável desvalorização no momento de venda, fazendo com que seja colocado na nossa lista de carros para evitar comprar em 2020. 

Honda CR-V
Honda CR-V 

5. Peugeot 208 

O Peugeot 208 é o carro chefe da montadora francesa no Brasil e vai ganhar uma nova linhagem por aqui. O modelo será igual ao europeu que foi lançado em 2019. As vendas devem começar no segundo semestre. 

A atual geração, ainda é fabricada no Brasil, em Porto Real – RJ. Já a nova versão do 208, será produzida em El Palomar na Argentina e será importado para o Brasil, através de benefícios comerciais assegurados pelo acordo do Mercosul. 

Por isso, se você está pensando em comprar o modelo, é melhor esperar pela chegada e lançamento da nova linhagem. 

Peugeot 208
Peugeot 208

4. Hyundai ix35

O Hyundai ix35 é mais um na lista dos carros para evitar comprar em 2020 por conta de seu futuro nebuloso. O SUV da Hyundai tem vendas cada vez mais discretas. Em 2019, não foram emplacadas nem 6 mil unidades. Para piorar a situação, o ix35 sofre concorrência interna direta do Creta, que é menor, porém, mais moderno e com preços semelhantes. 

O Hyundai ix35 só permanece em produção por conta do contrato da Hyundai com a Caoa, e esse é outro ponto delicado, pois a montadora sul-coreana já afirmou que não irá renová-lo. O caso acabou na justiça alemã, em um tribunal em Frankfurt. 

Atualmente o ix35 é o único automóvel montado na fábrica operada pela empresa brasileira em Goiás. Se você tinha planos de comprar esse SUV, é melhor você escolher outro modelo. 

Hyundai ix35
Hyundai ix35

3. Honda Fit 

A nova geração do Fit foi apresentada no último salão de tóquio e tem previsão de chegada no Brasil nesse segundo semestre. Embora tenha sido completamente reformulado, o utilitário mantém foco no aproveitamento de espaço e praticidade. 

O novo modelo, terá motor turbo, com três cilindros e injeção direta. o câmbio será um CVT automático. Uma versão híbrida também é esperada. Por isso, não é hora de comprar um Honda Fit, pois você provavelmente ficará com um mico nas mãos. 

Honda Fit
Honda Fit

2. Volkswagen Space Fox

A perua da montadora alemã nunca conseguiu substituir à altura suas antecessoras, a Santana quantum e a Parati. Seu motor sempre foi considerado fraco para o peso total da carroceria. 

Sua produção era feita na Argentina e seu fim foi confirmado oficialmente. Com preços partindo de R$ 66 mil, a perua se despede com uma versão de acesso com motor 1.6 com câmbio manual ou automático. 

Embora nunca tenha sido uma boa compra, agora, mais do que nunca, a Space Fox é um dos carros para evitar comprar em 2020.

Volkswagen Space Fox
Volkswagen Space Fox

1. Mitsubishi Lancer 

Já faz tempo que o sedã médio japonês está ameaçado de extinção, mesmo com uma atualização recente em Taiwan, o modelo não se firma no mercado brasileiro. 

No ano de 2019, suas vendas foram pequenas e mesmo com 10 anos de estrada, o Lancer fica desatualizado perante aos seus rivais. Essa ausência de novidades, aliada às baixas vendas levantam dúvidas sobre a sobrevivência do modelo por mais tempo, o fazendo figurar na lista dos carros para evitar comprar em 2020.

Mitsubishi Lancer
Mitsubishi Lancer

Gostou? Continue lendo abaixo!

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Listas

É o fim: Saiba quais são os carros que vão sair de linha em 2020

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Carros que vão sair de linha

Sempre que o ano chega em seu segundo semestre, notícias temerosas surgem no universo automotivo e em 2020 a história não é diferente. Muitos modelos já estão com data marcada para desaparecer. Embora alguns vão ser substituídos por novas gerações, há alguns carros que vão sair de linha. 

Se você escolheu 2020 como o ano para comprar um carro, não feche nenhum negócio antes de ler o artigo de hoje, afinal, comprar um carro que vai sair de linha nem sempre é uma boa idéia. 

Com o objetivo de te manter informado, nós do Senhor Carros vamos te mostrar hoje quais são os carros que vão sair de linha em 2020. Não deixe de conferir. 

Carros que vão sair de linha em 2020: Saiba quais são

Saiba agora quais são os carros que vão sair de linha em 2020

Chevrolet Cobalt

Com o lançamento do Onix Plus, a chevrolet disse que o Cobalt não sairia de linha. 

Até agora, o modelo ainda é comercializado em concessionários, mas de acordo com informações de representantes da marca, as unidades comercializadas são 2019/2020.

Cobalt
Cobalt é cotado para aposentadoria eterna

Assim que os estoques acabarem, o Chevrolet Cobalt chegará ao fim de sua jornada. Seu irmão menor, o Joy Plus (antes chamado de Prisma) ganhou sobrevida e deverá deixar o mercado apenas no fim de 2022.

Ford Fusion

As perspectivas são obscuras para o Ford Fusion. A montadora estadunidense já afirmou que o modelo, que é produzido no México e exportado para EUA e Brasil terá a produção encerrada. 

De acordo com a própria Ford, um substituto direto está descartado, uma vez que a marca vai abandonar o segmento de sedãs médios e grandes para focar em SUVs. A chegada do Bronco é um exemplo disso. 

Fusion
Fim da linha para o Fusion

O modelo ainda segue sendo comercializado nas concessionárias, mas sob a chancela de produção e modelo 2019/2020. 

Hyundai IX35

O Hyundai IX35 pode até não sair de linha em 2020, mas seu futuro é um tanto quanto incerto. 

O motivo do modelo estar na lista dos carros que vão sair de linha em 2020 é sua baixa participação no mercado. 

Além de sofrer derrotas consecutivas para concorrentes de outra marca, o Creta faz concorrência interna direta por ser mais moderno e ter valores semelhantes. 

IX35
Imbróglio jurídico e baixas vendas devem colocar fim na produção do IX35

Embora o modelo 2020 esteja sendo comercializado, e eIxista um contrato de produção entre a Hyundai e a Caoa, a empresa sul-coreana se recusa a renová-lo. 

O imbróglio é tão grande que está sendo analisado no tribunal de justiça de Frankfurt na Alemanha. Pela nossa experiência na área, é muito provável que 2020 seja o fim da linha para o IX35. 

Volkswagen Fox

O Fox pode até ganhar sobrevida e sobreviver mais um ano, mas se isso ocorrer, os modelos provavelmente serão comercializados como 2020/2021. 

A sobrevivência do pequeno hatch está atrelada ao seu desempenho comercial. Em 2019 o modelo foi o 19º carro mais vendido por aqui com mais de 38 mil unidades emplacadas. 

Fox
Vendas podem sacramentar a produção do Fox

O problema é que seus emplacamentos vêm sofrendo quedas constantes. É importante lembrar que a SpaceFox já foi descontinuada exatamente por conta de seu fraco desempenho de vendas. 

Gerações que sairão de linha em 2020

A exemplo de alguns carros que vão sair de linha em 2020, há também as gerações que estão se despedindo para dar lugar às suas sucessoras, que terão apenas seus nomes, mas que na prática serão totalmente diferentes. Bora saber quais são?

Renault Duster

Conforme já mostramos aqui, o novo Duster passou por algumas alterações que são fáceis de serem notadas, mas que deixaram a desejar. 

O carro foi sim, e é considerado pela montadora francesa como uma nova geração, mas só de olhar, é possível encontrar muitas semelhanças com a geração anterior. Além disso, a motorização é sem sombra de dúvidas o ponto fraco dessa “renovação”

O novo Renault Duster conta apenas com uma opção de motor, o “defasado” 1.6 Sce de 120 cavalos. 

Duster
Nova geração do Duster é semelhante à anterior

O aclamado motor 2.0 aspirado saiu de linha e o substituto natural, que seria o 1.3 turbo ainda não deus as caras por aqui. Algo que pode atrapalhar as vendas. 

Chevrolet Tracker

O Tracker é mais um modelo que terá sua geração renovada. 

O modelo que antes era fabricado e importado do México passou por idas e vindas no mercado brasileiro e agora tenta se firmar de uma vez por todas como um SUV competitivo e atrativo. 

Além do visual renovado, as versões mais básicas do novo Chevrolet Tracker trazem sob o capô um motor 1.0 turbo flex de 3 cilindros, capazes de render até 116 cavalos de potência e câmbios manual ou automático de 6 marchas. 

Tracker
Chevrolet Tracker mudou da água pro vinho

Já as versões superiores, são equipadas com um inédito motor 1.2 turbo, também de três cilindros, flex, mas somente com câmbio automático de 6 velocidades. Sem sombra de dúvidas um “plus” para enfrentar a concorrência. 

Peugeot 208

Considerado o “carro chefe” da montadora francesa no Brasil, o 208 vai ganhar uma nova geração incrível. 

O modelo será igual ao europeu que foi lançado no ano passado. A exemplo de muitos outros veículos, o novo 208 teve seu lançamento e vendas atrapalhados pela pandemia do novo coronavírus. 

A geração atual do 208 é fabricada na fábrica de Porto Real no RJ, mas o novo será produzido na Argentina, na fábrica da montadora na cidade de El Palomar e será importado para o Brasil com os benefícios comerciais assegurados pelo Mercosul. 

208
Peugeot 208 passou sofreu mudanças profundas

O hatch é parte importante dos planos da Peugeot para aumentar a participação no mercado automotivo brasileiro a partir de 2021.

Honda FIT

A quarta geração do Honda Fit foi apresentada na última edição do Salão do Automóvel de Tóquio e é esperada aqui no Brasil ainda no segundo semestre de 2020. 

Embora tenha sido totalmente reformulado, o modo mantém o foco no aproveitamento do espaço interno e praticidade no interior do habitáculo. 

Além da renovação estética, o Fit conta com novidades no motor. Pela primeira vez, o modelo será equipado com uma unidade 1.0 turbo de três cilindros e injeção direta associado a um câmbio CVT. 

Honda Fit
Honda Fit passou por alterações mais do que necessárias

Já no mercado europeu, o Fit da nova geração terá uma versão híbrida, movida por um motor 1.5 à combustão movido a gasolina e outro elétrico. 

Agora queremos saber de você. Qual é o seu modelo preferido entre os carros que vão sair de linha de 2020? Deixe um comentário contando pra gente. 

E depois de descobrir quais são os modelos de carros que vão sair de linha em 2020 que tal conferir uma lista com aqueles modelos que mais se destacaram na última década? Para isso, é só clicar no botão a seguir.

Continuar Lendo

Em Alta