Listas

Nostalgia em duas rodas: 10 motos que fizeram história no Brasil

Saiba quais são as motos que fizeram história no Brasil e deixam saudade até hoje nos puristas apaixonados por duas rodas.

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Motos que fizeram história no Brasil
ANÚNCIOS

Brasileiros também amam motos

A exemplo do amor que os brasileiros têm por carros, há uma grande parcela que tem nas motocicletas sua grande paixão. E a exemplo dos automóveis há muitas motos que fizeram história no Brasil e até hoje arranca suspiros de homens e mulheres país afora. 

Pensando em matar a saúde dos apaixonados por duas rodas a equipe de especialistas do Senhor Carros caiu na estrada atrás daquelas que são consideradas as 10 motos que marcaram época por aqui e literalmente entraram para história. 

Apenas um verdadeiro apaixonado por motos vai conhecer todos os modelos que apresentaremos a seguir. Caso você seja um louco por motocicletas e tem menos de 20 anos, não deixe de conferir a evolução desse tipo de veículo em nosso país. 

É chegada então a hora de conhecer as motocicletas que fizeram história por aqui! Bora?

As 10 motos que fizeram história no Brasil

Conheça agora os modelos de motocicletas que entraram para a história do Brasil por conta de particularidades um tanto quanto específicas. 

10. Yamaha RD 50 1974

Começamos com a famosa cinquentinha da marca dos três diapasões. 

A Yamaha RD 50 foi a primeira moto made in Brazil. Além do pioneirismo a marca japonesa criou uma motocicleta inovadora para a época com baixo custo de manutenção um desempenho mais do que satisfatório para época. 

A moto foi literalmente a base para o desenvolvimento das primeiras gerações das motocicletas produzidas por aqui. 

Yamaha RD 50
Yamaha RD 50 1974

A motocicleta tinha características únicas como sistema de Torque Induction que ajudava a manter a pressão interna no cilindro para que a explosão ocorresse com menor refluxo de mistura, o que aumentava o rendimento do motor e melhorava a queima da gasolina. 

O desempenho e o barulho dessa dois tempos deixa muita gente com saudade. 

9. Honda CG 125 1976

A CG foi certamente a primeira moto que muito brasileiro pilotou. O que pouca gente sabe é que ela assim como o Volkswagen Gol já passou dos 40 anos de idade. 

A pequena motocicleta foi desenvolvida em 1976 especialmente para o mercado brasileiro levando em consideração as necessidades e o poder econômico da época e foi um tiro mais do que certeiro da montadora japonesa.

A Honda CG 125 1976 era robusta e isso por si só já era mais do que suficiente para chamar atenção. 

Honda CG 125 1976
Honda CG 125 1976

Seu motor aguentava o tranco quando era exigido acima de suas capacidades. O câmbio contava com 4 marchas que sem serem rotativas apontavam apenas para baixo e o retorno ao ponto morto era feito apenas no sentido inverso para cima.

Rapidamente foi apelidada de fusca de duas rodas por conta de sua popularidade, baixo custa e confiança que passava aos pilotos. Sem sombra de dúvidas uma das motos que fizeram história no Brasil. 

8. Vespa PX 200E 1986

A vespa PX 200E chamou atenção em seu lançamento em 1986 por conta de sua cilindrada. 

Em testes feitos pela própria montadora a “scooter” conseguiu superar a marca dos 100 km/h algo inimaginável para a época. O que chamou a atenção de muita gente. 

A moto mantinha a tradição dos modelos anteriores com câmbio de 4 marchas engatadas ao girar a manopla esquerda. 

Vespa PX 200E 1986
Vespa PX 200E 1986

Na traseira rechonchuda tampas cobriam o estepe do lado esquerdo enquanto o motor dois tempos ficava à direita da roda. A moto foi um verdadeiro sucesso de vendas no ano de seu lançamento.

Nos dias de hoje pilotar um exemplar desses é voltar no tempo e ficar cheirando óleo diesel por conta da “tecnologia embarcada”. 

7. Yamaha DT 180 1981

Foi a DT que ensinou os brasileiros a andar no meio do mato e não apenas isso. Mostrou também quão versátil uma moto pode ser fora do asfalto! 

A Yamaha DT 180 1981 é uma verdadeira mosca branca nos dias de hoje e são reconhecidas por uma característica única: A balança com suspensão traseira fabricada com tubo de seção circular e não retangular como as DT 180 lançadas depois dela. 

Yamaha DT 180 1981
Yamaha DT 180 1981

Com motor dois tempo e um torque que agrada até os dias de hoje a DT 180 foi fabricada até 1997 e é muito difícil encontrar um modelo que seja original. Os preços atualmente variam. As mais novas podem valer por volta dos R$ 8 mil. 

Já a primeirona, com os tubos redondos podem chegar a custar o dobro. O que a faz literalmente entrar para a história das motocicletas brasileiras. 

6. Yamaha YBR 125 2000

A Yamaha YBR 125 foi um marco na história da fabricante japonesa no Brasil por ser o primeiro modelo popular equipado com um motor quatro tempo. 

A motocicleta se provou um sucesso e rapidamente se tornou o equipamento mais vendido da Yamaha no Brasil sendo o alvo de muito elogios Na época a motocicleta se destacava por possuir um design mais moderno e um motor mais atual que a concorrente Honda CG 125 Titan. 

O grande trunfo do modelo estava na economia e confiabilidade do seu motor monocilíndrico de 124 cm³ de capacidade, duas válvulas com comando simples no cabeçote e com refrigeração a ar. 

Yamaha YBR 125 2000
Yamaha YBR 125 2000

De acordo com a montadora esse motor foi eleito por todas as subsidiárias como propulsor mais compacto, resistente e econômico do mundo. 

Alguns anos após o lançamento muitos motoboys viralizaram ao mostrar os odômetros de suas YBR que já haviam rodado mais de 100 mil quilômetros. Sem sombra de dúvidas é uma das motos que fizeram história no Brasil. 

5. AME amazonas

Aqui temos um exemplar de motocicleta que é oito ou oitenta. Ou você ama ou você odeia não existe meio termo quando falamos da AME Amazonas. 

A AME Amazonas era uma moto enorme que contava com câmbio e motor do fusca. A motocicleta tinha até marcha a ré e na época custava o equivalente a seis exemplares da honda CG 125. 

AME amazonas
AME amazonas

A motocicleta começou a ser produzida em série no ano de 1978 e tinha como intuito atender o público que não podia importar motos por conta de uma proibição de importação veicular que pairava sobre o Brasil. 

Até hoje alguns exemplares desse verdadeiro trambolho podem ser encontrados por aí. 

4. Honda CB 400 1980

A primeira moto brasileira made in Japan foi a CB 400 1980 que vinha desmontada do país oriental e era montada em Manaus. 

A motocicleta chegou ao mercado em um momento um tanto quanto peculiar quando a importação de motocicletas ainda estava proibida. Isso só fez a sede por motos grandes crescer de maneira considerável. 

Honda CB 400 1980

A solução de montagem em Manaus deu alívio a essa escassez e fez com que a moto se tornasse um sucesso praticamente imediato. Um ano depois surgiria uma versão mais luxuosa batizada de CB 400 II. 

A primeira CBzona como foi apelidada e a CB 400 II são itens de desejos até hoje. Uma motocicleta que realmente fez história em cidades e rodovias brasileiras. 

3. Yamaha Fazer 250 2005

Você deve estar se perguntando: Mas o que uma fazer está fazendo em uma lista das 10 motos que mais fizeram história no Brasil?

A resposta é simples: A Yamaha Fazer 250 2005 foi a primeira moto produzida no Brasil a sair de fábrica com injeção eletrônica. Um verdadeiro marco para a época. 

Yamaha Fazer 250 2005
Yamaha Fazer 250 2005

A sonda da injeção deixava a moto muito mais esperta do que sua principal concorrente da época a Honda Twister. Além disso a queima de combustível era mais linear o que tornava a motocicleta um tanto quanto econômica. 

A Yamaha Fazer foi e ainda é uma ótima moto que pode ser utilizada na cidade e na estrada sem nenhum tipo de problema. 

2. BMW GS 650 2010

Aqui temos mais um exemplar que pode parecer estranho em nossa lista mas sua presença é totalmente explicável. Como muitos sabem a BMW sempre foi uma marca reconhecida mundialmente que zelou e ainda zela pelo seu nome. 

Por isso foi uma verdadeira surpresa quando a montadora anunciou que produziria uma motocicleta fora do território alemão. Pois bem o lugar escolhido para a produção foi o Brasil e o modelo em questão foi GS 650. 

BMW GS 650 2010
BMW GS 650 2010

Esse comportamento mais brando foi a porta de entrada para muitas outras motocicletas passassem a ser produzidas por aqui! 

1. Suzuki Burgman AN 125 2005

Lançado em 2005 o scooter Suzuki Burgman AN 125 foi um verdadeiro desbravador desse segmento motociclístico no Brasil e por muito tempo liderou como o exemplar mais vendido dentre os outros. 

Apelidado de burgminha o scooter ajudou a dar luz a uma legião de scooters no país como o Yamaha Neo, o Honda PCX e o Honda Elite.

Suzuki Burgman AN 125 2005
Suzuki Burgman AN 125 2005

Renovado em 2011 e sendo rebatizado de Burgman i, o modelo saiu de linha por conta da incompatibilidade do novo sistema de freios ABS e CBS que são obrigatórios para todas as motos zero km produzidas ou importadas para cá. 

Conclusão

Embora sejam consideradas por muitos como um veículo perigoso as motocicletas realmente despertam tanta ou ainda mais paixão do que os carros e certamente possuem um lugar especial no coração de muitos brasileiros. 

Prova disso é que o número de motocicletas é maior do que o de carro sem 45% das cidades das brasileiras. Portanto seja para passear ou para trabalhar o brasileiro também gosta das motocicletas. 

Na sua opinião faltou alguma modelo dentre as motos consideradas históricas por aqui? Se sim deixe um comentário falando qual é o modelo. A partir de sua participação novos artigos podem ser criados! 

E depois de conhecer as 10 motos que fizeram história no Brasil que tal saber quais são os exemplares mais baratos do Brasil? Para saber quais são as motocicletas mais baratas que rodam por aqui é só clicar no botão abaixo:

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Artigos

As 20 melhores SUVs no Brasil em 2020

por

Senhor Carros

Publicado em

| Atualizado em

Existem modelos de SUVs que serão lançados em 2020, com grandes melhorias e alto conforto. Os utilitários são carros de um segmento bastante cobiçado mundialmente, e com o avanço da tecnologia, os novos modelos de 2020 recebem poderosos recursos para a melhoria de seu desempenho e mecanismo. 

Confira agora a lista dos 20 melhores SUVs no Brasil em 2020! 

20 - Chevrolet Tracker 

O Tracker é um SUV bastante conhecido da GM. Bem como, possui grande renome e ótimos resultados no mercado. Em 2020, logo ele terá uma versão com grandes melhorias que serão bem nítidas ao comprador em potencial. Ainda mais, seu porta-malas, que era de 306 litros, passará a ser 360 litros, um grande aumento de espaço, além do mais, também terá acréscimo de comprimento e entre-eixos razoável, aumentando a comodidade dos passageiros.

Chevrolet Tracker

19 -  Renault Duster

Mesmo com alguns problemas em modelos passados, o Renault Duster terá uma tremenda atualização prevista para posteriormente no primeiro semestre de 2020. Ainda mais, seus pontos fortes em relação à comodidade sempre serão o entre-eixos e o seu porta-malas, que ajudam a comportar com ótimo conforto 5 pessoas. O entre-eixos é um dos maiores do mercado de SUVs, com 4,67 m de comprimento, enquanto o porta-molas comporta 478 litros, por isso, o Renault Duster é um dos melhores SUVs de 2020.

Renault Duster

18 - Citroën C5 Aircross

Sabemos que os veículos da Citroën tem forte uso de tecnologia, do mesmo modo, o novo C5 Aircross da montadora francesa terá um conjunto de qualidades que fazem deste carro ser um dos melhores SUVs de 2020. Antecipadamente, o que mais atraí nesse modelo, além de seu belo design similar ao Cactus, é o seu grande porte e tamanho incrivelmente adequado. Com três bancos adaptados na traseira sobre trilhos, que podem ser deslocados 15 centímetros para frente ou para trás, sem nenhum problema. Em suma, para completar, uma das principais coisas que chamam atenção neste utilitário em relação a conforto e comodidade é seu grande porta-malas, de poderosos 580 litros de comporte.

Citroën C-5 Aircross

17 - Audi Q3 

O novo modelo Q3 da Audi já passou por testes aqui no Brasil (confira) e tem previsão para lançamento após março de 2020. O novo SUV da marca alemã ganhou novos recursos que o encareceram e o faz entrar em conflito com grandes modelos do mercado. Assim como o C5 Aircroos, o Audi Q3 também possui o sistema de reposicionamento dos bancos traseiros de até 15 centímetros, o carro tem um grande porta e um ótimo acabamento interno, seu porta-malas varia de 530 a 675 litros. Sem sobra de dúvidas esse modelo será um dos melhores SUVs em 2020.

Audi Q3

16 - Land Rover Defender 

Após ter parado a fabricação em 2016, o Land Rover Defender volta com tudo esse ano. O modelo clássico e tradicional tem previsão de chegada no mercado nacional ainda no primeiro semestre de 2020. O SUV terá motorização apenas para combustível a gasolina, mas um dos principais destaques da nova geração do Defender, que o fazem ser um dos melhores SUVs de 2020 é a sua proposta. Com duas versões, ele terá capacidade para comportar 7 pessoas em uma delas, o Defender 110. Com autonomia e conforto, o Defender está causando bastante ansiedade para o mercado deste segmento.

Land Rover Defender

15 - Mercedes-Benz GLB

O novo Mercedes-Benz GLB chega no mercado para encarar a forte concorrência, o carro sempre teve ótimos recursos, e ele vem agora com um ótimo design robusto em formas quadradinhas. Foi batizado como GLB200, e será oferecido as versões GLB 35 e GLB 250 também, ambos com ótima autonomia e um excelente desempenho. Ele comporta de forma confortável 7 pessoas, com um bagageiro de 560 litros, o GLB200 é um dos melhores SUVs de 2020.

Mercedes-benz GLB

14 - Ford Territory

Desde já, o Territory é um grande e excelente SUV da Ford, com previsão de lançamento no primeiro semestre de 2020. Ele tem recursos bem admiráveis para um dos melhores SUVs de 2020. Em suma, ganhou aumento em seu comprimento, gerando mais conforto para os passageiros, com 4,58 m de comprimento e 2,71 m de entre-eixos tem um porta-malas com razoáveis 425 litros de comporte. O motor será 1.5 Dragon turbo, feito com parceria com a Yusheng.

Ford Territory

13 - Chery Tiggo 8

O novo Tiggo 8 da Caoa Chery sem dúvidas será um dos melhores SUVs de 2020 no mercado nacional, com previsão para maio desse ano, sua proposta é muito boa e consequentemente, terá bons resultados. O carro terá nova motorização de 1.6, mas o que chama atenção no novo veículo é suas principais melhorias, com capacidade para comportar 7 passageiros, são 4,70 metros de comprimento e 2,71 metros de entre-eixos, o Chery Tiggo 8 terá ar-condicionado de duas zonas, teto solar panorâmico e som premium, que fazem parte da versão mais completa, além do mais, o carro terá 5 anos de garantia.

Chery Tiggo 8

12 - Volkswagen Tarek

O Tarek, da montadora Volkswagen é um utilitário esportivo similar ao Compass,  modelo já começou a ser feito na Argentina, não tem previsão para sua vindo ao Brasil, mas esperamos que ocorra até o final do ano. O carro tem grandes melhorias, com 4,45 metros de comprimento e 2,68 metros de entre-eixos, se o Tarek chegar no Brasil ainda esse ano, com certeza ele será um dos melhores SUVs de 2020 do mercado nacional.

Volkswagen Tarek

11 - Volkswagen Nivus 

Talvez este seja o modelo mais simples desta lista. O Volkswagen Nivus é derivado do antigo Polo, comparando aos outros modelos apresentados aqui, o Nivus se destaca entre os melhores SUVs de 2020 pela sua simplicidade. Com previsão de chegada em abril de 2020, o modelo possui recursos razoáveis e aceitáveis, como sua distância entre-eixos de 2,56 metros e seu porta-malas pouco superior a 300 litros. Nitidamente, este será o SUV mais simples do mercado, o que gerará acessibilidade para diversos nichos de compradores, seu preço previsto está por volta de R$ 70.000. 

Volkswagen Nivus

10 - Audi e-tron

O e-Tron é o primeiro SUV elétrico da Audi, tem previsão de lançamento nacional em maio de 2020. O SUV elétrico faz de 0 a 100 km/hr em 5,7 segundos, segundo a marca, mesmo com mais de 2 toneladas do seu peso total. A autonomia que a marca assegura é de 400 km, terá câmeras ao invés dos espelhos tradicionais, mas para ter essa beleza de SUV terá que desembolsar no mínimo R$ 459.990.

Audi e-Tron

9 - Volkswagen T-Sport

O novo T-Sport da Volkswagen chegará no mercado matando a ansiedade de muitos que aguardam por esse veículo. O utilitário tem um acabamento esportivo muito chamativo, seu comprimento ganhou mais espaço, gerando mais comodidade e conforto para os passageiros. A proposta da VW é um SUV cupê urbano. Dos intens de série do T-Sport 2020 estão: Car Play, Controle de temperatura de três zonas, 480-watt sistema Fender acústica de 12 a cinco alto-falantes, aquecimento e ventilação da primeira fileira de cadeiras e assentos da segunda fila, bancos dianteiros elétricos entre outros incríveis recursos que fazem deste modelo um dos melhores SUVs de 2020 no mercado brasileiro.

Volkswagen T-Sport

8 - Nissan Kicks  

A princípio, o Kicks é um utilitário com grandes resultados da Nissan. O modelo é muito bem equipado e vem com alta tecnologia, ainda mais, com bancos de couro “gravidade zero”, chave inteligente, controle dinâmico de curva e câmera de ré como principais destaques. Ele foi um dos melhores SUVs de 2019, e ainda será em 2020 com grande força no mercado, o Nissan Kicks tem forte potencial e também alta satisfação dos consumidores.

Nissan Kicks

7 - Ford Ecosport

O Ecosport Freestyle Plus vem bem forte para o mercado deste segmento em 2020, o  modelo da Ford traz alta tecnologia e grandes recursos que fazem deste veículo ser um dos melhores SUVs de 2020 no comércio automotivo brasileiro. Além de ter seis airbags, o Ecosport também conta uma bolsa inflável para o joelho do motorista. Com câmera de ré, assistente de emergência, sistema anticapotamento, entre outras tecnologias incríveis deste utilitário que fazem ele ser destaque no ano de 2020.

Ford Ecosport

6 - Jeep Renegade

Ao contrário dos utilitários apresentados aqui, o Renegade, veículo da Jeep, perde no quesito de bagageiro, com somente 260 litros de comporte. O destaque do veículo vai para sua versão Longitude, contando com um motor 1.8 com até 139 cavalos, ele desloca-se de 0 a 100 km/h em 10,2 segundos. Sua tecnologia também é admirável e destacável para ele ser um dos melhores SUVs de 2020, com bolsa inflável para o joelho do condutor, navegador GPS, freio de estacionamento eletrônico e muito mais. 

Jeep Renegade

5 - Hyundai Creta

A princípio, o Creta é um forte utilitário da Hyundai no mercado nacional, e o que faz deste modelo ser um dos melhores SUVs de 2020 são destaques como: tecnologia, custo-benefício e bagageiro. Com motor 2.0 de 166 cavalos, o Creta leva 9,7 segundos para atingir 100 km/hr. Dessa forma, seu porta-malas comporta 431 litros, vem com seis airbags, piloto automático e tremenda estabilidade. Em suma, além de ter recursos de última geração, como Android Auto e Car Play, banco do motorista refrigerado e saídas de ar no banco traseiro, ele é um grande veículo.

Hyundai Creta

4 - Honda WR-V

Assim como o Volkswagen Nivus, o Honda WR-V é um dos mais simples, comparado a todos desta lista. Dessa forma, ele é derivado do Honda Fit, ainda mais, vem com o motor 1.5 com até 116 cavalos e câmbio CVT de fábrica. Antecipadamente, o que torna este utilitário um dos melhores SUVs de 2020 no mercado nacional é seu destaque na versão EX-L, que conta com seis airbags, consumo médio pouco superior a 12 km/litro com gasolina e fazendo de 0 a 100 km/h em 12,3 segundos.

Honda WR- V

3 - Renault Captur 

A princípio, o Captur é um ótimo utilitário da Renault que tem grande presença no mercado brasileiro, sua versão Intense conta com um motor 1.6 com até 120 cavalos e câmbio do tipo CVT. De antemão, o destaque é do Intense, que torna o Captur um dos melhores SUVs de 2020 com ótimo acabamento interno, custo benefício e tecnologia, com 437 litros de comporte no porta-malas. Em suma, o Captur conta com ar-condicionado automático, câmera de ré, navegador GPS, luzes diurnas em LED, entre outras especificações que fazem deste utilitário um grande destaque.

Renault Captur

2 - Honda HR-V

Antecipadamente, o HR-V da Honda é um dos principais destaques do segmento aqui no Brasil, ainda mais, o modelo tem ótimos resultados e está bem acima no ranking de vendas. Em síntese, o destaque do Honda HR-V que o faz ser um dos melhores SUVs, do mercado é sua versão Touring, que conta com seis airbags, piloto automático, multimídia e controles de tração de estabilidade. Equipado com motor 1.8, o modelo tem 437 litros no porta-malas, banco de couro, GPS, faróis full LED e muito mais.

Honda HR-V

1 - Jeep Compass

O Compass é um dos líderes do mercado, ao lado de seu parente Renegade. Desde já eles dominam o mercado, dando alta credibilidade para Jeep. A princípio, o Compass Sport, equipado com motor 2.0 Tigershark com até 166 cavalos e câmbio automático de seis marchas, vai de 0 a 100 km/hr em 10,6 segundos. Em suma, um dos destaques principais deste modelo da Jeep que faz ele ser um dos melhores SUVs de 2020 é sua tecnologia, que conta com Android Auto e Car Play, multimídia, ar-condicionado automático dual zone, faróis de neblina, limitador de velocidade e muito mais. 

Jeep Compass

————————- Você também vai gostar ————————-
Os 18 Melhores Carros Para Viajar!
Os 42 carros mais econômicos no Brasil. Confira!
Os 20 melhores acessórios para carros

Continuar Lendo

Em Alta