Artigos

Fim do motor a combustão: 10 montadoras que vão abandonar a gasolina

Conheça 10 montadoras que darão fim no motor a combustão para apostar nos elétricos!

Anúncios

Fim do motor a combustão se aproxima

Já sabemos que o fim do motor do a combustão está próximo e que o futuro da indústria automotiva é elétrico. Apenas em 2021 uma série de montadoras estabeleceram metas ousadas de eletrificação de seus veículos, sendo que a maioria anunciou que boa parte da linha vai ser híbrida ou totalmente elétrica dentro dos próximos 10 anos. 

image
Beepbeep

Alugue um carro elétrico com Beepbeep

Conheça a Beebbeep locadora de veículos elétricos e dirija um modelo 0 emissão

Por via das dúvidas, é melhor ir preparando a tomada de casa, porque já para o ano de 2025 existem promessas de uma eletrificação grandiosa por parte de fabricantes de luxo e também de empresas generalistas. 

Alie a isso tudo o preço dos combustíveis, sejam fósseis ou não, como o diesel, a gasolina ou álcool e temos cada vez mais um ambiente propício ao para o fim do motor a combustão. 

Se você tem em mente comprar um carro nos próximos cinco anos, nossa sugestão é a de que leia o nosso artigo e espere um pouco.

Bora descobrir quais são as montadoras que estão aderindo à eletrificação?

10 montadoras que decretaram o fim do motor a combustão

Como muita gente já sabe, não é segredo algum que muita gente tem migrado rumo à eletrificação ou à hibridização e com isso acabam por decretar, mesmo que involuntariamente, o fim do motor a combustão.

Mas o que a maioria não sabe é quais são essas fábricas e marcas que estão seguindo rumo à energia elétrica.

Como nosso objetivo é sempre te manter informado sobre o mercado automotivo, separamos agora, as 10 principais montadoras mundiais que prometeram matar o motor a combustão como conhecemos (e gostamos). 

Bora começar? 

10. Renault

Uma das montadoras que mais vêm decretando o fim do motor a combustão é a Renault!

Desencana de Logan, Duster e companhia limitada movida à gasolina ou álcool dentro de duas gerações. 

A montadora francesa já deixou bem claro que não quer mais saber de motor tradicional já há algum tempo. 

O CEO do grupo francês foi mais do que enfático ao dizer que a empresa não vai mais produzir novos propulsores puros a combustão.

Os que existem serão modernizados e atualizados para atender às normas de emissões até que sejam descontinuados, o que não deve demorar para acontecer. 

A meta da montadora é ser a marca mais verde europeia e ter 90% de carros elétricos no mercado global até o final da década.

 Zoe é carro chefe da eletrificação da Renault
Zoe é carro chefe da eletrificação da Renault

Inclusive, todos os lançamentos anunciados até 2025 para o continente europeu terão versões elétricas. 

Dessa maneira, os motores a gasolina e diesel da Renault vão ser substituídos pelos híbridos das famílias E-Tech Hybrid e E-Tech Plug-in. 

Lá fora, esses motores já equipam versões do Clio, Captur, Mégane e do recém-lançado crossover médio Arkana.

Aqui no Brasil, o veículo elétrico mais conhecido da montadora é o Zoe, que inclusive apresentou bons números de vendas recentes. 

9. General Motors

Quem diria que a gigante norte-americana GM que literalmente bebe petróleo faria parte dessa lista, não é mesmo?

Pois bem. Ela é mais uma que está decretando o fim do motor a combustão. 

De acordo com a fabricante, serão investidos cerca de US$ 27 bilhões até o ano de 2025 para o desenvolvimento de nada menos do que 30 novos modelos elétricos. 

Como parte da estratégia de eletrificação está a nova plataforma Ultium de baterias, que servirá a todos os próximos veículos elétricos das marcas do grupo:

Chevrolet, Buick, GMC e Cadillac.

De acordo com a GM, a intenção é de que seus veículos tenham mais de 700 km de autonomia. 

É importante lembrar que recentemente, a montadora lançou a nova geração do Bolt com direito a uma variação crossover e ressuscitou a Hammer como uma picape 100% elétrica.

Além do mais, a empresa tem firmado parcerias com outras fabricantes, como a Honda, para a produção de um crossover elétrico no México. 

8. Nissan

A marca japonesa já avisou que todos os seus lançamentos até 2030 terão versões elétricas. 

E a partir de 2031, a Nissan quer oferecer apenas veículos elétricos na Europa, EUA, China e Japão. Ou seja, mais uma a decretar o fim do motor a combustão. 

A estratégia da montadora japonesa passa também por inovações em baterias, desenvolvimento de ecossistemas elétricos e inovações em termos de processo e eficiência energética. 

O objetivo da montadora é atingir a neutralidade das emissões de carbono até 2050 em produtos e operações.

Na linha de veículos, o destaque atual é o Leaf, que hoje é o carro elétrico mais popular do mundo  com mais de 500 mil unidades vendidas. 

Nissan Leaf: mais de 500 mil unidades vendidas!
Nissan Leaf: mais de 500 mil unidades vendidas!

Além disso, a marca comercializa modelos híbridos com a tecnologia e-Power – sistema em que o motor a combustão abastece o elétrico que movimenta o carro mas não traciona o veículo. 

Há também a famosa van NV200 em sua variante movida a hidrogênio, cujas células de combustível são alimentadas por um motor a etanol.

O modelo começou a ser desenvolvido no Brasil em 2015 e hoje está em testes no Japão. 

7. Volvo

A marca de origem sueca, mas que hoje é controlada pela chinesa Geely, não brinca em serviço quando o assunto é eletrificação e emissão zero. 

Sendo mais uma a decretar o fim do motor a combustão, a empresa já deixou claro que até 2030 só vai vender carros elétricos. 

É isso mesmo. Dentro de nove anos, os carros da marca serão apenas 100% elétricos. 

Atualmente, a Volvo é hoje uma das empresas com maior ofensiva nesse sentido e o Brasil não foi deixado de fora. 

Hoje somos o segundo mercado da Volvo no mundo e contamos com híbridos, híbridos plug-ins e os puramente elétricos. 

Inclusive, os dois novos modelos elétricos da empresa já são realidade.

O XC40 na versão Recharge Pure Eletric já pode ser comprado em concessionárias brasileiras da marca e no ano que vem teremos à nossa disposição o C40 apenas na versão elétrica. 

6. Volkswagen

O projeto de eletrificação da marca que dá fim do motor a combustão foi batizado pela empresa alemã de “accelerate”.

E o projeto está realmente acelerado. 

Até o ano de 2030 a empresa quer ter a participação de mais de 70% no mercado de carros elétricos da Europa. 

Apenas para efeito de comparação, em 2016, essa mesma meta apontava apenas 35%.

Essa mudança de objetivos tem a ver com o próprio ritmo de lançamento que a montadora tem prometido. 

Agora em 2021 serão três os modelos elétricos a ser lançados:

O crossover com tração integral ID.4 GTX; o SUV que mais parece um cupê ID.5 e o utilitário esportivo grandalhão ID.6. 

No ano que vem, será lançado o aguardado ID.Buzz que é considerado a nova geração da Kombi. 

Para mercados onde os combustíveis fósseis ainda devem se manter por um maior período, como é o caso do Brasil e dos EUA e do continente africano, por exemplo, a VW fez uma promessa:

Manterá versões à combustão, mas com configurações híbridas. Isso dá uma sobrevida, mas por tempo curto. 

5. Honda

O plano de eletrificação da Honda vai ocorrer de maneira gradativa e bem pontuada.

Embora a montadora tenha sido mais uma a decretar o fim do motor a combustão, isso vai ocorrer aos poucos. 

A marca japonesa quer que dois terços do seu portfólio seja de modelos híbridos até o fim de 2030. 

Mas a estimativa é que a totalidade de suas vendas seja de carros até 2040 seja apenas de elétricos.

Recentemente a montadora anunciou um investimento equivalente a R$ 225 bilhões nos próximos anos em pesquisas e desenvolvimento de eletrificação.

Esse foi um dos motivos pelo qual a montadora vai sair da F1 como fornecedora de motores ao término deste ano. 

Pelas contas dos japoneses, em 2035 os elétricos vão representar 80% do mercado de automóveis nos mercados da Europa, América do Norte, Japão e China. 

No Brasil a estratégia é recente. 

A marca acabou de apresentar no mercado o Accord renovado em uma versão única e híbrida a e-HEV. 

Além disso, a montadora prometeu mais dois híbridos por aqui até 2023.

Trata-se do crossover CR-V e da próxima geração do Civic. Como mencionado, eles serão comercializados apenas em configurações que combinam motor a combustão e elétrico. 

4. Audi

A exemplo do que foi dito pela Renault, a Audi também já mandou o seu recado: “não vamos mais desenvolver novos propulsores a combustão”

Com isso, temos mais uma montadora que decretou o fim do motor a combustão de maneira reta e direta. 

A marca das quatro argolas tem como objetivo vender apenas veículos puramente elétricos a partir de 2035. 

Migração da Audi para o elétrico já começou!
Migração da Audi para o elétrico já começou!

Além dos diversos veículos híbridos já disponíveis, a marca de luxo já conta com uma linha de elétricos que foi batizada de e-tron que é composta por um SUV, um Sportback e por um cupê esportivo. 

Todos inclusive já estão à venda ou em pré-venda no Brasil. Em 2022 a montadora lançará também o Q4 e-tron.

3. Jaguar e Land Rover

Outra marca de luxo já está em ritmo mais avançado e ousado dentro da eletrificação. 

A Jaguar, anunciou de maneira oficial que terá apenas veículos elétricos já a partir de 2025. 

Uma meta mais do que ambiciosa, uma vez que o único modelo puramente elétrico da marca é o I-Pace. 

Para alcançar esse objetivo de decretar o fim do motor a combustão, o grupo indiano Tata Motors, dono da Jaguar e Land Rover vai investir R$ 18 bilhões por ano para eletrificar suas linhas. 

Para a marca de utilitários esportivos e 4×4, a eletrificação será completa a partir de 2030. 

Ou seja, não existirão mais os famosos Land Rover a diesel e muita gente vai ter que aprender a lidar com isso. 

A marca terá à disposição do público seis versões elétricas para seus modelos já existentes nos próximos cinco anos, sendo que o primeiro Land totalmente EV será lançado em 2024.

2. Ford

Outra gigante que decretou o fim do motor a combustão optando pela eletrificação foi a Ford. 

A montadora estadunidense quer que toda a sua linha de veículos de passeio seja zero combustão até 2030, mas aqui cabe uma ressalva: na Europa a meta é ter só elétricos até 2026. 

Os comerciais leves como picapes, vans e furgões também não vão escapar da eletrificação. 

A marca planeja que até ⅔ dos seus veículos comerciais sejam elétricos ou híbridos até o fim da década. 

Mustang: clássico a combustão agora elétrico
Mustang: clássico a combustão agora elétrico

Essa eletrificação faz parte do pacote de investimento de US$ 22 bilhões para os próximos quatro anos. 

A fábrica da marca em Colônia na Alemanha já começará a produzir veículos 100% elétricos em 2023. 

É importante lembrar que a marca lançou em 2019 o Mustang Match-E, seu primeiro modelo totalmente elétrico, que deve chegar por aqui ainda esse ano. 

1. BMW e Mini

A famosa marca alemã é mais uma a decretar o fim do motor a combustão.

A promessa é de 25 modelos totalmente elétricos até 2023, fruto de um investimento de mais de 30 bilhões de euros em pesquisa e desenvolvimento em mobilidade elétrica até 2025. 

Daqui a quatro anos, está programado o desenvolvimento de uma nova geração de motores elétricos. 

Entre os novos produtos 100% elétricos temos o novo i4 e o controverso iX. 

Nos próximos anos, a BMW também irá apresentar verões elétricas de modelos famosos como o série 5 e o X1 dentro da meta de ter uma opção elétrica para 90% do portfólio. 

Além disso, outra integrante do grupo bávaro é quem vai ficar 100% elétrica até mesmo antes da marca principal.

A Mini, só terá elétricos a partir de 2030, segundo uma promessa feita pelo próprio presidente da BMW, Oliver Zipse.

A marca britânica comprada pela BMW já tem até o ano de despedida do seu último carro puramente movido a combustão: 2025.

Conclusão

Já sabemos que o fim do motor a combustão é mera questão de tempo. 

Em países de primeiro mundo, veículos elétricos serão uma realidade dentro de um curto espaço de tempo. 

Aqui no Brasil, por conta da suficiência de petróleo e etanol, o esperado é que veículos híbridos sejam uma realidade dentro de um médio prazo, deixando os elétricos para um futuro um pouco mais adiante. 

Agora que você já sabe que o fim do motor a combustão está próximo, queremos te perguntar:

Você já dirigiu um carro elétrico?

Sabia que é possível dirigir um veículo 100% elétrico sem precisar gastar rios de dinheiro?

Ficou interessado? Quer saber mais?

Então clique abaixo e descubra como isso é possível!

Beepbeep

Alugue um carro elétrico com Beepbeep

Conheça a Beebbeep locadora de veículos elétricos e dirija um modelo 0 emissão

Sobre o autor  /  Murilo C.

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Revisado por  /  Samantha Scorbaioli

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Saiba quais são os passos para vender seu carro na Kavak

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Saiba quais são os passos para vender seu carro na Kavak

Continue lendo
content

Como comprar seu veículo na Guariglia Leilões

Saiba quais são os passos necessários para comprar na Guariglia Leilões e descubra como como garantir seu carro ainda hoje!

Continue lendo
content

Como comprar no leilão de veículos apreendidos do DETRAN RJ?

Veja aqui como comprar em um leilão do Detran RJ e adquira um carro ou moto por preço acessível! Indicamos leiloeiras disponíveis.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Você pode fazer isso pelo seu carro se ele estiver parado na quarentena!

Manter seu veículo parado sem nenhum tipo de cuidado durante o período de isolamento, pode causar problemas. Aprenda a cuidar do carro parado na quarentena

Continue lendo
content

Too Seguros: como fazer um seguro?

Não deixe seu carro sem proteção, garanta sua segurança e tranquilidade. Saiba aqui como fazer um seguro na Too Seguros!

Continue lendo
content

Kovi aluguel e compra de carros: como se cadastrar e alugar

Descubra como alugar com a Kovi, empresa especializada em aluguel de carros com assinaturas mensais e semanais para lazer ou trabalho!

Continue lendo