Artigos

Citroen C4 2021: Um verdadeiro crossover entre cupê e SUV

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Conforme o ano de 2020 avança, o mercado automotivo começa a se movimentar e passa a apresentar os lançamentos do ano que vem.

Embora a pandemia causada pelo novo coronavírus tenha afetado os planos das montadoras, economistas já projetam uma retomada e prova disso foi a apresentação do novo Citroen C4 2021.

Citroen C4 2021

De acordo com a Citroen, o modelo tem como missão substituir o Cactus a partir do ano que vem. Como nós do Senhor Carros vamos te mostrar no artigo de hoje, o modelo se tornou um verdadeiro crossover entre cupê e SUV, conseguindo inclusive manter uma pegada Hatch! 

Se você tem planos de comprar um modelo da montadora francesa, então, o artigo de hoje foi feito pra você! Confira!

ANÚNCIOS

Citroen C4 2021: primeiras impressões chamam atenção

A linha 2021 do Citroen C4 mostrou que o “novo” hatch recebeu uma forte inspiração de SUVs que dominam o mercado europeu, algo que também pode ser visto no seu agora concorrente, o Volkswagen Nivus. 

Olhando apenas de forma dianteira, seria possível pensar que toda essa mudança seria apenas uma reestilização do C4 Cactus, mas felizmente, se trata de um projeto totalmente inovador. 

C4 2021
Linhas do Citroen C4 2021 chamam atenção

O Citroen C4 2021 segue a mesma filosofia de outros veículos desta gama, com luzes de condução diurna alinhadas ao limite do capô e faróis alojados aos pára-choques. 

A traseira é área onde é possível observar as várias mudanças, uma vez que o modelo contará com lanternas horizontais divididas entre a carroceria, coluna C e tampa do porta-malas. Algo esteticamente agradável. 

Aliado a traseira, há também, uma queda acentuada do teto, que dá início a formação do spoiler sobre a tampa do porta-malas, uma clara inspiração em modelos como Mercedes GLE e BMW X6. 

Nas laterais, um pequeno hexágono plástico completa o acabamento, enquanto os vincos se incorporam naturalmente aos detalhes da carroceria. 

Traseira C4
Traseira do Citroen C4 2021 se incorpora ao projeto perfeitamente

 E por fim, na parte frontal, o Citroen C4 2021 utiliza um acabamento em preto piano entre o pára-brisas e o teto solar, como forma de passar a impressão de continuísmo do vidro frontal. 

Todas essas alterações estéticas foram feitas porque o visual do “antigo” Citroen Cactus não foi bem aceito, principalmente no mercado europeu. Com isso, a montadora francesa matou dois coelhos com apenas uma cajadada, abandonando a defasada categoria dos hatches médios, e se mantendo na segmento mais crescente no momento, que é o de SUVs compactos e crossovers. 

ANÚNCIOS

Citroen C2 2021: Interior não é tão ousado quanto exterior

Diferente do que vemos no exterior, o interior do Citroen C4 2021 possui uma proposta mais conservadora e totalmente inspirada em seu antecessor, o C4 Cactus atual. 

O interior do novo Citroen C4 conta com a conhecida central multimídia horizontal ainda flutuante, mas agora com integração ao painel por conta do acabamento em black piano que vai desde os botões físicos até a lateral direita do display.

Interior C4
Interior é honesto e funcional

O quadro de instrumentos digital agora possui tela colorida, ao invés do antigo esquema do modelo monocromático. O que mais chamou atenção é o novo volante, que aparentemente é mais fino do que o atualmente utilizado. 

Modelo usará plataforma compartilhada

Como forma de enxugar custos, algo que se tornou comum entre as montadoras é o compartilhamento de plataformas e isso também vai ocorrer no Citroen C4 2021, que fará uso de uma plataforma modular CMP, que também é utilizada pelos Peugeot 208 e 2008. 

ANÚNCIOS

Conjunto mecânico

De acordo com informações fornecidas pela Citroen, o mais provável é que o C4 2021 ofereça os mesmos conjuntos mecânicos ofertados pelo 2008, que traz as opções de um motor 1.2 turbo de três cilindros capaz de gerar 100, 120 e 155 cavalos, além de uma opção 1.5 turbo movido a diesel com 100 e 120 cavalos, com opções de câmbio manual de seis marchas e automático de oito. 

Citroen e-C4 será realidade 

Já de olho nas leis europeias que irão proibir a venda de veículos movidos à combustão num futuro próximo a montadora vai lançar também o e-C4, que é o modelo elétrico do novo Citroen C4 2021. 

e-c4
e-C4 será lançado de maneira conjunta

O modelo eletrificado vem com um motor elétrico capaz de gerar 136 cavalos e 26,5 kgfm. Suas baterias são de 50 Kwh e possui autonomia de até 310 km.

ANÚNCIOS

Chegada ao mercado brasileiro

No Brasil, o Citroen C4 Cactus ainda é recente, uma vez que foi lançado no segundo semestre de 2018, tendo “ somente 3 anos de idade”. A montadora ainda não se manifestou sobre seu lançamento por aqui, mas como o país tem se mostrado como um mercado atrativo para SUVs compactos, as chances do Citroen C4 2021 surgirem por aqui são grandes. 

Conclusão

A troca do Citroen C4 Cactus pelo Novo C4 foi estimulada pela baixa aceitação do modelo na Europa. Entretanto, mesmo sem previsões de vir para o Brasil, é notório que o veículo faria sucesso por aqui. 

As linhas do Citroen C4 2021 chamam bastante atenção, e embora os especialistas afirmem que não se deve deixar levar somente pela beleza na hora de comprar um carro, sabemos que gostar do visual do veículo é meio caminho andado para sua compra. 

C4 e e-C4
Citroen C4 2021 e e-C4

Levando em consideração o conjunto estético e mecânico como um todo, as chances do C4 2021 se darem bem, tanto na europa quanto por aqui são grandes. 

E você? O que achou do novo Citroen C4 2021? Gostou? Não gostou? Por quais motivos? Deixe um comentário contado para gente quais são os pontos positivos e negativos na sua opinião. Para nós do Senhor Carros, o seu ponto de vista é muito importante. 

Aproveitando que estamos falando de lançamento que tal saber tudo sobre a novidade da Hyundai para o ano que vem? Trata-se da Santa Cruz, uma picape pra lá de invocada que deve chegar por aqui em breve. Para saber tudo sobre o modelo, é só clicar no botão abaixo! 

 

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Listas

É o fim: Saiba quais são os carros que vão sair de linha em 2020

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Carros que vão sair de linha

Sempre que o ano chega em seu segundo semestre, notícias temerosas surgem no universo automotivo e em 2020 a história não é diferente. Muitos modelos já estão com data marcada para desaparecer. Embora alguns vão ser substituídos por novas gerações, há alguns carros que vão sair de linha. 

Se você escolheu 2020 como o ano para comprar um carro, não feche nenhum negócio antes de ler o artigo de hoje, afinal, comprar um carro que vai sair de linha nem sempre é uma boa idéia. 

Com o objetivo de te manter informado, nós do Senhor Carros vamos te mostrar hoje quais são os carros que vão sair de linha em 2020. Não deixe de conferir. 

Carros que vão sair de linha em 2020: Saiba quais são

Saiba agora quais são os carros que vão sair de linha em 2020

Chevrolet Cobalt

Com o lançamento do Onix Plus, a chevrolet disse que o Cobalt não sairia de linha. 

Até agora, o modelo ainda é comercializado em concessionários, mas de acordo com informações de representantes da marca, as unidades comercializadas são 2019/2020.

Cobalt
Cobalt é cotado para aposentadoria eterna

Assim que os estoques acabarem, o Chevrolet Cobalt chegará ao fim de sua jornada. Seu irmão menor, o Joy Plus (antes chamado de Prisma) ganhou sobrevida e deverá deixar o mercado apenas no fim de 2022.

Ford Fusion

As perspectivas são obscuras para o Ford Fusion. A montadora estadunidense já afirmou que o modelo, que é produzido no México e exportado para EUA e Brasil terá a produção encerrada. 

De acordo com a própria Ford, um substituto direto está descartado, uma vez que a marca vai abandonar o segmento de sedãs médios e grandes para focar em SUVs. A chegada do Bronco é um exemplo disso. 

Fusion
Fim da linha para o Fusion

O modelo ainda segue sendo comercializado nas concessionárias, mas sob a chancela de produção e modelo 2019/2020. 

Hyundai IX35

O Hyundai IX35 pode até não sair de linha em 2020, mas seu futuro é um tanto quanto incerto. 

O motivo do modelo estar na lista dos carros que vão sair de linha em 2020 é sua baixa participação no mercado. 

Além de sofrer derrotas consecutivas para concorrentes de outra marca, o Creta faz concorrência interna direta por ser mais moderno e ter valores semelhantes. 

IX35
Imbróglio jurídico e baixas vendas devem colocar fim na produção do IX35

Embora o modelo 2020 esteja sendo comercializado, e eIxista um contrato de produção entre a Hyundai e a Caoa, a empresa sul-coreana se recusa a renová-lo. 

O imbróglio é tão grande que está sendo analisado no tribunal de justiça de Frankfurt na Alemanha. Pela nossa experiência na área, é muito provável que 2020 seja o fim da linha para o IX35. 

Volkswagen Fox

O Fox pode até ganhar sobrevida e sobreviver mais um ano, mas se isso ocorrer, os modelos provavelmente serão comercializados como 2020/2021. 

A sobrevivência do pequeno hatch está atrelada ao seu desempenho comercial. Em 2019 o modelo foi o 19º carro mais vendido por aqui com mais de 38 mil unidades emplacadas. 

Fox
Vendas podem sacramentar a produção do Fox

O problema é que seus emplacamentos vêm sofrendo quedas constantes. É importante lembrar que a SpaceFox já foi descontinuada exatamente por conta de seu fraco desempenho de vendas. 

Gerações que sairão de linha em 2020

A exemplo de alguns carros que vão sair de linha em 2020, há também as gerações que estão se despedindo para dar lugar às suas sucessoras, que terão apenas seus nomes, mas que na prática serão totalmente diferentes. Bora saber quais são?

Renault Duster

Conforme já mostramos aqui, o novo Duster passou por algumas alterações que são fáceis de serem notadas, mas que deixaram a desejar. 

O carro foi sim, e é considerado pela montadora francesa como uma nova geração, mas só de olhar, é possível encontrar muitas semelhanças com a geração anterior. Além disso, a motorização é sem sombra de dúvidas o ponto fraco dessa “renovação”

O novo Renault Duster conta apenas com uma opção de motor, o “defasado” 1.6 Sce de 120 cavalos. 

Duster
Nova geração do Duster é semelhante à anterior

O aclamado motor 2.0 aspirado saiu de linha e o substituto natural, que seria o 1.3 turbo ainda não deus as caras por aqui. Algo que pode atrapalhar as vendas. 

Chevrolet Tracker

O Tracker é mais um modelo que terá sua geração renovada. 

O modelo que antes era fabricado e importado do México passou por idas e vindas no mercado brasileiro e agora tenta se firmar de uma vez por todas como um SUV competitivo e atrativo. 

Além do visual renovado, as versões mais básicas do novo Chevrolet Tracker trazem sob o capô um motor 1.0 turbo flex de 3 cilindros, capazes de render até 116 cavalos de potência e câmbios manual ou automático de 6 marchas. 

Tracker
Chevrolet Tracker mudou da água pro vinho

Já as versões superiores, são equipadas com um inédito motor 1.2 turbo, também de três cilindros, flex, mas somente com câmbio automático de 6 velocidades. Sem sombra de dúvidas um “plus” para enfrentar a concorrência. 

Peugeot 208

Considerado o “carro chefe” da montadora francesa no Brasil, o 208 vai ganhar uma nova geração incrível. 

O modelo será igual ao europeu que foi lançado no ano passado. A exemplo de muitos outros veículos, o novo 208 teve seu lançamento e vendas atrapalhados pela pandemia do novo coronavírus. 

A geração atual do 208 é fabricada na fábrica de Porto Real no RJ, mas o novo será produzido na Argentina, na fábrica da montadora na cidade de El Palomar e será importado para o Brasil com os benefícios comerciais assegurados pelo Mercosul. 

208
Peugeot 208 passou sofreu mudanças profundas

O hatch é parte importante dos planos da Peugeot para aumentar a participação no mercado automotivo brasileiro a partir de 2021.

Honda FIT

A quarta geração do Honda Fit foi apresentada na última edição do Salão do Automóvel de Tóquio e é esperada aqui no Brasil ainda no segundo semestre de 2020. 

Embora tenha sido totalmente reformulado, o modo mantém o foco no aproveitamento do espaço interno e praticidade no interior do habitáculo. 

Além da renovação estética, o Fit conta com novidades no motor. Pela primeira vez, o modelo será equipado com uma unidade 1.0 turbo de três cilindros e injeção direta associado a um câmbio CVT. 

Honda Fit
Honda Fit passou por alterações mais do que necessárias

Já no mercado europeu, o Fit da nova geração terá uma versão híbrida, movida por um motor 1.5 à combustão movido a gasolina e outro elétrico. 

Agora queremos saber de você. Qual é o seu modelo preferido entre os carros que vão sair de linha de 2020? Deixe um comentário contando pra gente. 

E depois de descobrir quais são os modelos de carros que vão sair de linha em 2020 que tal conferir uma lista com aqueles modelos que mais se destacaram na última década? Para isso, é só clicar no botão a seguir.

Continuar Lendo

Em Alta