Listas

12 carros nacionais raros que você não sabia que existiam

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Muitas pessoas gostam de histórias de veículos pouco conhecidos.

Então hoje, nós do Senhor Carros resolvemos reunir carros nacionais raros que muita gente não imaginava que existiam. 

Carros nacionais raros
Raridades nacionais no mundo automobilístico pouco conhecidas

A lista de hoje traz carros nacionais raros com configurações de carrocerias um tanto quanto incomuns.

Será que você se lembra de todos eles ou já se deparou com algum ao vivo?

Para responder essa pergunta, você vai ter que conferir a nossa lista.

Partiu?

ANÚNCIOS

12 carros nacionais raros 

Confira agora 12 modelos de carros nacionais raros que muita gente desconhece:

12. Ford Corcel Van II 

Sempre que alguém se depara com um Ford Corcel Van II, acaba confundindo o modelo com a famosa Belina, uma vez que o modelo é baseado nela.

Ford Corcel Van II
Ford Corcel Van II 

O modelo vinha equipado com janelas ou chapas de aço no lugar dos vidros laterais traseiros.

Outra diferença do modelo era a presença apenas dos bancos dianteiros, deixando todo o espaço de trás para transporte de carga. 

A ideia da Ford na época era ter um comercial que fosse leve e compacto para brigar com a primeira geração da Fiorino.

Entretanto, o modelo não foi bem aceito e apenas 504 unidades foram fabricadas entre os anos de 1982 a 1984.

11. Ford Maverick 4 portas

O Ford Maverick é um clássico para os amantes do V8.

Mas esse modelo, que está entre os carros nacionais raros, não é a versão esportiva e sim o sedã, que tinha uma proposta mais luxuosa. 

Por ser mais luxuoso, o “mavecão” de quatro portas tinha mais espaço interno por conta do seu entre-eixos maior.

Entretanto, o modelo não apresentou bons números de vendas e a explicação para isso é simples. 

Ford Maverick 4 portas
Ford Maverick 4 portas

A exemplo do que acontece com muitas montadoras nos dias de hoje, o Ford Galaxie também contava com quatro portas e amplo espaço interno.

Por isso, o Maverick de 4 portas não decolou.

Mas isso não significa que ele não seja um modelo raro. 

10. Simca Jangada

Enquanto o Simca Chambord ganhou até música, a perua da montadora não tinha tantos holofotes apontados para si. 

Simca Jangada

Especialistas afirmam que a Jangada não “pegou” por ter sido lançada somente em 1963.

Ou seja, quatro anos após a estreia do modelo tradicional com carroceria de três volumes.

Por conta disso, a Simca Jangada está entre os carros nacionais raros.

É muito difícil se deparar com um desses.

De acordo com colecionadores, ela é uma verdadeira mosca branca.

9. Chevrolet Chevette 4 portas

Como se sabe, o Chevette deu origem a uma grande família no Brasil. 

Do modelo, nasceram a famosa perua Marajó, a picape Chevy, além da sua variação sedan.

Números da Chevrolet demonstram que a linha como um todo teve mais de 1,5 milhão de unidades produzidas só no Brasil.

Mesmo assim, há espaço para raridades. 

Chevrolet Chevette 4 portas
Chevrolet Chevette 4 portas

Nesse caso, a raridade é o Chevette com quatro portas.

O modelo foi lançado em 1979 e a configuração foi produzida até 1987.

Mas as vendas não foram boas.

Na época, o consumidor brasileiro preferia modelos com duas portas. 

Diferente do que ocorreu no Brasil, o Chevette 4 portas foi exportado para outros países da América do Sul e teve bons números de vendas. 

8. Volkswagen TL 4 portas

Se deparar com um Volkswagen TL nas ruas é algo raro, mas se deparar com um TL de quatro portas é ainda mais raro.

Dizem que é mais fácil ganhar na mega-sena do que ver um exemplar desses ao vivo. 

Esse modelo é presença obrigatória na lista dos carros nacionais raros.

A ideia da Volkswagen era ter um modelo que fosse capaz de substituir à altura o Sedan 1600, apelidado de Zé do Caixão.

Volkswagen TL 4 portas
Volkswagen TL 4 portas

A exemplo do Chevette, o TL de quatro portas também não vendeu bem porque os brasileiros não gostavam de modelos de quatro portas.

Assim, os maiores compradores dessa raridade foram os taxistas. 

7. Volkswagen Brasilia 4 portas

Na nossa lista dos carros nacionais mais raros, também temos outro exemplar da Volkswagen de quarto portas com motor traseiro ar. 

A Brasília de 4 portas é outro carro considerado uma mosca branca.

Das 950 mil unidades produzidas no Brasil entre os anos de 1973 e 1982, um número mínimo de unidades contavam com as portas adicionais. 

Volkswagen Brasilia 4 portas
Volkswagen Brasilia 4 portas

O modelo não fez sucesso no Brasil, mas apresentou bons números de vendas nos países para onde era exportado, como Nigéria, Chile e Venezuela.

6. Willys CJ-6

Pois é. Você certamente nunca tinha visto um Willys que não fosse uma Rural nem uma Pick-up, não é mesmo? 

O CJ-6 da Willys, apelidado de Bernardão, é sem sombra de dúvidas um dos carros nacionais mais raros que existem.

Seu apelido é uma alusão ao seu local de produção, a cidade de São Bernardo do Campo – SP.

Willys CJ-6
Willys CJ-6

O Modelo possuía um entre-eixos 51 cm maior que sua versão tradicional e conseguia transportar até 6 ocupantes. 

5. Willys Itamaraty Executivo

E aqui temos mais um modelo da montadora Willys que merece estar em todas as listas de carros nacionais raros. 

Enquanto o Itamaraty era o sedã de luxo da marca, o Executivo conseguia ser ainda mais sofisticado para época. Com seu entre-eixos alongado, o modelo parecia literalmente uma limusine tupiniquim. 

Willys Itamaraty Executivo
Willys Itamaraty Executivo

Além do amplo espaço interno, que permitia a instalação de mais bancos e consequentemente transporte de um número maior de pessoas, o modelo contava com equipamentos exclusivos como ar-condicionado e barbeador elétrico.

O Willys Itamaraty Executivo teve ao todo apenas 27 unidades fabricadas. O que o torna um veículo extremamente raro. 

4. Kombi picape cabine dupla

Embora muita gente não saiba, a Kombi teve diversas opções de carroceria ao longo de sua história no Brasil. A mais comum e conhecida é a standard, para passageiros ou cargas. 

Além da Standard, outras versões mais inusitadas são o furgão e a picape com cabine dupla.

Kombi picape cabine dupla
Kombi picape cabine dupla

A versão Picape com cabine dupla tinha ainda uma outra particularidade: contava com duas portas do lado direito e apenas uma do lado esquerdo, ou seja, o primeiro carro com três portas foi a kombi picape e não o Hyundai Veloster. 

Esse raro modelo foi produzido entre 1981 e 1985 e teve motores à gasolina e álcool, além de um inédito motor à diesel, mas que apresentou muitos problemas e foi aposentado rapidamente. 

3. Volkswagen Karmann Ghia conversível

O Karmann Ghia cupê não é um modelo muito comum no Brasil, afinal, foram produzidas pouco mais de 23 mil unidades entre 1962 e 1971 e isso faz do exemplar conversível um modelo ainda mais raro. 

Dados da Volkswagen divergem quanto ao número de exemplares produzidos, a divergência é entre 176 e 177 unidades produzidas.

Volkswagen Karmann Ghia conversível
Volkswagen Karmann Ghia conversível

O Karmann Ghia conversível é tão raro, que é mais fácil encontrar um modelo cupê que foi transformado, do que um original de fábrica. Colecionadores afirmam que um modelo em bom estado pode ultrapassar os R$ 100 mil. 

2. Volkswagen Golf 2 portas

Esse modelo foi concebido pela montadora de propósito para ser um veículo raro.

A Volkswagen vendia o Golf da quarta geração apenas com quatro portas, inclusive, na famosa versão esportiva GTI com motor 1.8 turbo de 180 cavalos, mas produzida nas fábricas brasileiros o modelo com duas portas, somente para exportação. 

Volkswagen Golf 2 portas
Volkswagen Golf 2 portas

Até que em 2003, a empresa decidiu fabricar uma série especial, limitada a 99 exemplares e com uma surpresa sob o capô: Um motor 2.8 de seis cilindros aspirados com 200 cavalos e carroceria destinada aos países estrangeiros. 

Realmente, um dos carros nacionais raros que não podia estar fora dessa lista. 

1. Fiat Tempra duas portas

O Fiat Tempra 2 portas é literalmente algo brasileiro, pois foi desenvolvido pela equipe de engenharia da Fiat na cidade de Betim – MG para o mercado automotivo local. 

Entretanto, nos anos 90, o gosto dos brasileiros começa a mudar e a procura por modelos de quatro portas começava a crescer, assim, a versão do Tempra de duas portas teve vida curta, sendo produzida apenas entre 1992 e 1994. 

Fiat Tempra duas portas
Fiat Tempra duas portas

Embora a carreira tenha sido curta, essa carroceria, foi oferecida para várias versões do Tempra, a mais famosa delas, a Turbo, como motor sobrealimentado de 165 cavalos, que deu ao modelo, o título de carro mais veloz do Brasil na época. 

Conclusão

De tempos em tempos variações de carros surgem e em alguns casos, podem se tornar versões raras, como te mostramos hoje. 

Mas diz pra gente, você já viu alguns desses modelos ao vivo? Se sim, qual foi? Deixa um comentário pra gente contando. 

Depois de conhecer essa lista repleta de carros nacionais raros, que tal conferir uma lista com aqueles que são piores carros vendidos no Brasil? Para saber quais são, é só clicar no botão abaixo!

Murilo C.

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Listas

É o fim: Saiba quais são os carros que vão sair de linha em 2020

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Carros que vão sair de linha

Sempre que o ano chega em seu segundo semestre, notícias temerosas surgem no universo automotivo e em 2020 a história não é diferente. Muitos modelos já estão com data marcada para desaparecer. Embora alguns vão ser substituídos por novas gerações, há alguns carros que vão sair de linha. 

Se você escolheu 2020 como o ano para comprar um carro, não feche nenhum negócio antes de ler o artigo de hoje, afinal, comprar um carro que vai sair de linha nem sempre é uma boa idéia. 

Com o objetivo de te manter informado, nós do Senhor Carros vamos te mostrar hoje quais são os carros que vão sair de linha em 2020. Não deixe de conferir. 

Carros que vão sair de linha em 2020: Saiba quais são

Saiba agora quais são os carros que vão sair de linha em 2020

Chevrolet Cobalt

Com o lançamento do Onix Plus, a chevrolet disse que o Cobalt não sairia de linha. 

Até agora, o modelo ainda é comercializado em concessionários, mas de acordo com informações de representantes da marca, as unidades comercializadas são 2019/2020.

Cobalt
Cobalt é cotado para aposentadoria eterna

Assim que os estoques acabarem, o Chevrolet Cobalt chegará ao fim de sua jornada. Seu irmão menor, o Joy Plus (antes chamado de Prisma) ganhou sobrevida e deverá deixar o mercado apenas no fim de 2022.

Ford Fusion

As perspectivas são obscuras para o Ford Fusion. A montadora estadunidense já afirmou que o modelo, que é produzido no México e exportado para EUA e Brasil terá a produção encerrada. 

De acordo com a própria Ford, um substituto direto está descartado, uma vez que a marca vai abandonar o segmento de sedãs médios e grandes para focar em SUVs. A chegada do Bronco é um exemplo disso. 

Fusion
Fim da linha para o Fusion

O modelo ainda segue sendo comercializado nas concessionárias, mas sob a chancela de produção e modelo 2019/2020. 

Hyundai IX35

O Hyundai IX35 pode até não sair de linha em 2020, mas seu futuro é um tanto quanto incerto. 

O motivo do modelo estar na lista dos carros que vão sair de linha em 2020 é sua baixa participação no mercado. 

Além de sofrer derrotas consecutivas para concorrentes de outra marca, o Creta faz concorrência interna direta por ser mais moderno e ter valores semelhantes. 

IX35
Imbróglio jurídico e baixas vendas devem colocar fim na produção do IX35

Embora o modelo 2020 esteja sendo comercializado, e eIxista um contrato de produção entre a Hyundai e a Caoa, a empresa sul-coreana se recusa a renová-lo. 

O imbróglio é tão grande que está sendo analisado no tribunal de justiça de Frankfurt na Alemanha. Pela nossa experiência na área, é muito provável que 2020 seja o fim da linha para o IX35. 

Volkswagen Fox

O Fox pode até ganhar sobrevida e sobreviver mais um ano, mas se isso ocorrer, os modelos provavelmente serão comercializados como 2020/2021. 

A sobrevivência do pequeno hatch está atrelada ao seu desempenho comercial. Em 2019 o modelo foi o 19º carro mais vendido por aqui com mais de 38 mil unidades emplacadas. 

Fox
Vendas podem sacramentar a produção do Fox

O problema é que seus emplacamentos vêm sofrendo quedas constantes. É importante lembrar que a SpaceFox já foi descontinuada exatamente por conta de seu fraco desempenho de vendas. 

Gerações que sairão de linha em 2020

A exemplo de alguns carros que vão sair de linha em 2020, há também as gerações que estão se despedindo para dar lugar às suas sucessoras, que terão apenas seus nomes, mas que na prática serão totalmente diferentes. Bora saber quais são?

Renault Duster

Conforme já mostramos aqui, o novo Duster passou por algumas alterações que são fáceis de serem notadas, mas que deixaram a desejar. 

O carro foi sim, e é considerado pela montadora francesa como uma nova geração, mas só de olhar, é possível encontrar muitas semelhanças com a geração anterior. Além disso, a motorização é sem sombra de dúvidas o ponto fraco dessa “renovação”

O novo Renault Duster conta apenas com uma opção de motor, o “defasado” 1.6 Sce de 120 cavalos. 

Duster
Nova geração do Duster é semelhante à anterior

O aclamado motor 2.0 aspirado saiu de linha e o substituto natural, que seria o 1.3 turbo ainda não deus as caras por aqui. Algo que pode atrapalhar as vendas. 

Chevrolet Tracker

O Tracker é mais um modelo que terá sua geração renovada. 

O modelo que antes era fabricado e importado do México passou por idas e vindas no mercado brasileiro e agora tenta se firmar de uma vez por todas como um SUV competitivo e atrativo. 

Além do visual renovado, as versões mais básicas do novo Chevrolet Tracker trazem sob o capô um motor 1.0 turbo flex de 3 cilindros, capazes de render até 116 cavalos de potência e câmbios manual ou automático de 6 marchas. 

Tracker
Chevrolet Tracker mudou da água pro vinho

Já as versões superiores, são equipadas com um inédito motor 1.2 turbo, também de três cilindros, flex, mas somente com câmbio automático de 6 velocidades. Sem sombra de dúvidas um “plus” para enfrentar a concorrência. 

Peugeot 208

Considerado o “carro chefe” da montadora francesa no Brasil, o 208 vai ganhar uma nova geração incrível. 

O modelo será igual ao europeu que foi lançado no ano passado. A exemplo de muitos outros veículos, o novo 208 teve seu lançamento e vendas atrapalhados pela pandemia do novo coronavírus. 

A geração atual do 208 é fabricada na fábrica de Porto Real no RJ, mas o novo será produzido na Argentina, na fábrica da montadora na cidade de El Palomar e será importado para o Brasil com os benefícios comerciais assegurados pelo Mercosul. 

208
Peugeot 208 passou sofreu mudanças profundas

O hatch é parte importante dos planos da Peugeot para aumentar a participação no mercado automotivo brasileiro a partir de 2021.

Honda FIT

A quarta geração do Honda Fit foi apresentada na última edição do Salão do Automóvel de Tóquio e é esperada aqui no Brasil ainda no segundo semestre de 2020. 

Embora tenha sido totalmente reformulado, o modo mantém o foco no aproveitamento do espaço interno e praticidade no interior do habitáculo. 

Além da renovação estética, o Fit conta com novidades no motor. Pela primeira vez, o modelo será equipado com uma unidade 1.0 turbo de três cilindros e injeção direta associado a um câmbio CVT. 

Honda Fit
Honda Fit passou por alterações mais do que necessárias

Já no mercado europeu, o Fit da nova geração terá uma versão híbrida, movida por um motor 1.5 à combustão movido a gasolina e outro elétrico. 

Agora queremos saber de você. Qual é o seu modelo preferido entre os carros que vão sair de linha de 2020? Deixe um comentário contando pra gente. 

E depois de descobrir quais são os modelos de carros que vão sair de linha em 2020 que tal conferir uma lista com aqueles modelos que mais se destacaram na última década? Para isso, é só clicar no botão a seguir.

Continuar Lendo

Em Alta