Siga nas Redes Sociais

Artigos

Já pensou em nunca mais ter que estacionar um carro?

Por

Senhor Carros 

| Publicado em

Para alguns condutores estacionar o veículo pode ser uma tarefa bem complicada, especialmente em vagas apertadas, que hoje são comuns devido ao grande número de carros em circulação. A tarefa não somente toma tempo como também pode gerar prejuízo, pois algumas vezes esbarrões acabam acontecendo.

Com o intuito de facilitar essas situações, foram criados os sistemas de estacionamento automático ou park assist. Já oferecidos em parcela significativa do segmento médio nacional, a tecnologia não é muito familiar a maioria da população e ainda é encarada como novidade no mercado.

ANÚNCIOS

Um pouco da história

A ideia de estacionamento automático é discutida desde o início dos anos 80, mas somente na transição entre os anos 80 e 90 se dispunha de tecnologia e investimentos necessários para o desenvolvimento de tal sistema. A tecnologia foi inicialmente apresentada pela Volkswagen em seu carro conceito Futura IRVW em 1989, que estacionava de forma totalmente autônoma, sem nenhum auxilio do motorista, através de um computador dedicado a essa função em seu porta malas.

No início do século XXI, no ano de 2003, o sistema foi lançado pela primeira vez em um veículo de produção em série no modelo híbrido da Toyota, o Prius. A partir daí ele foi sendo aplicado e melhor desenvolvido pelas montadoras. Hoje em dia, no Brasil, pode se encontrar o park assist nas marcas mais populares do país, como Chevrolet, Ford e Volkswagen. E tende a se estender para outras marcas e modelos.

ANÚNCIOS

Como funciona

Quando for sinalizado ao sistema a intenção de estacionar em uma vaga, o algoritmo do sistema de auxílio de estacionamento irá analisar a partir dos dados obtidos pelos sensores do veículo, possíveis vagas e alertará quando encontrar uma adequada. Então, será traçada pelo sistema uma sequência de manobras controladas levando em conta o tamanho e distância da vaga.

ford_estacionamentoautomatico_item
ANÚNCIOS

Princípio de funcionamento do sistema de estacionamento automático

O método de detecção e cálculo de manobras tende a seguir o mesmo sentido em todas as marcas e modelos, o que muda é o quanto o motorista é necessário neste processo. Nos sistemas mais simples, por exemplo, o motorista deve controlar a aceleração, frenagem e a posição do câmbio e o sistema é limitado a vagas paralelas. Em outros é adicionado a opção de vagas perpendiculares. Já em sistemas mais avançados, cabe ao motorista apenas selecionar a posição da alavanca, deixando o resto das ações por conta do sistema. Já existem modelos completamente autônomos, como alguns modelos da Tesla, que realizam a manobra sem necessidade de auxílio humano.

estacionamento-automatico

Confira neste incrível vídeo o sistema do Ford Focus em funcionamento:

[embed]https://www.youtube.com/watch?v=dDAtVV4zUX8[/embed]

Apesar destes sistemas de estacionamento ainda não estarem disponíveis em veículos populares, categoria mais consumida pelo público brasileiro, existem algumas tecnologias de auxílio a estacionamento, como os sensores e câmeras de estacionamento, que podem ajudar a evitar um esbarrão indesejado e número excessivo de manobras.

Os sistemas oferecidos na maioria dos carros do mercado brasileiro são uma forma de estacionamento conjunto entre condutor e sistema, um auxiliando o outro. Por isso, ainda é importantíssimo que o motorista mantenha foco e atenção nas manobras, pois o excesso de comodidade pode causar distração. Mantendo assim a segurança dos passageiros e pessoas em volta, além de evitar danos ao bolso. Duas situações extremamente desagradáveis.

ANÚNCIOS
ANÚNCIOS

Em Alta