Listas

Saiba quais são 10 carros mais vendidos da Fiat em 2020

Por

Murilo C. 

| Publicado em

carros mais vendidos da Fiat

A conhecida montadora italiana ocupa atualmente a terceira posição entre as marcas que mais vendem carros no Brasil, mas você sabe quais foram os 10 carros mais vendidos da Fiat até agora por aqui?

Após uma minuciosa pesquisa em dados de emplacamento, nós do Senhor Carros trazemos uma lista mais do que atualizada com os carros mais vendidos da Fiat até agora em 2020.

Se você gosta dos carros da marca, tem um modelo ou está pensando em comprar um veículo da montadora, não pode deixar de ler o artigo de hoje. 

ANÚNCIOS

Os carros mais vendidos da Fiat em 2020

Embora pouca gente saiba, a Fiat é uma marca global da FCA – Fiat Chrysler Automobiles, tendo participação em muitas outras marcas, como é o caso da Ferrari, por exemplo. 

O grupo, possui unidades de produção em 40 países e presença comercial em 150 países. a Fiat é uma das empresas automobilísticas com maior tradição e reconhecimento entre os brasileiros. 

Instalada na cidade de Betim em MG desde o ano de 1976, a Fiat possui uma capacidade de produção de até 800 mil veículos por ano. 

A empresa concluiu recentemente, um ciclo de investimento de grande importância na faixa dos R$ 7 bilhões, para modernização da fábrica e ampliação da capacidade produtiva. 

Além disso, a montadora também investe no desenvolvimento de novos produtos, tecnologias, qualidade e capacitação de engenharia para execução de projetos ousados inovadores, como é o caso da Fiat Toro, por exemplo. 

É importante mencionar, que a montadora é uma das que mais leva em consideração a opinião dos clientes na hora de desenvolver novos projetos e realizar modificações em veículos que já estão em linha. 

Dito isso, é hora de seguirmos para aqueles que são os modelos mais vendidos da marca por aqui. Partiu conferir!

ANÚNCIOS

10 Fiat Weekend

Na décima e última colocação da nossa lista está a Fiat Weekend. 

Uma sobrevivente dos velhos tempos a perua que já foi sucesso de venda entre grandes famílias e trabalhadores está literalmente relegada ao esquecimento. 

Há algum tempo que se fala no encerramento de produção do modelo, entretanto, 2020 é dado como o ano de morte da weekend. Até agora, só foram emplacadas 130 unidades, uma verdadeira derrota. 

Fiat Weekend
Fiat Weekend
ANÚNCIOS

9. Fiat Doblo

O Fiat Doblo é outro modelo da montadora que ou você ama ou você odeia, não há um meio termo. 

Seu design um tanto quanto duvidoso divide opiniões, entretanto o modelo é funcional, afinal é capaz de levar um grande número de ocupantes, pode ser utilizado para trabalho e principalmente por pessoas com problemas de mobilidade. 

Fiat Doblo
Fiat Doblo

Com diferentes versões e itens de série, o Doblo teve ao todo 1.610 unidades emplacadas até o final de julho. 

ANÚNCIOS

8. Fiat Grand Siena

Na oitava posição entre os 10 carros mais vendidos da Fiat em 2020 temos o sucessor do Siena. 

O Grand Siena foi a aposta da montadora italiana depois do Linea sair de linha. Entretanto, o modelo não foi e ainda não é páreo para os rivais de peso da categoria. 

Fiat Grand Siena
Fiat Grand Siena

Com motor inferior, itens de série básicos e valores pouco atrativos, e concorrência interna do Cronos, o Grand Siena pode ser mais um na linha de sucessão a ser descontinuado em breve. 

Até agora, foram comercializadas apenas 5.461 unidades.

ANÚNCIOS

7. Fiat Fiorino

Aqui temos um modelo da Fiat totalmente voltado pro trabalho, a Fiorino. Por isso, não é de se estranhar que ela esteja na lista dos mais vendidos da montadora por aqui. 

Fiat Fiorino
Fiat Fiorino

A Fiorino é uma ótima opção de trabalho pelo simples fato de aliar toda a confiabilidade mecânica da Fiat a um amplo espaço de carga, podendo ser utilizada para as mais diferentes finalidades de trabalho. 

Ao todo, foram emplacadas 6.610 unidades da Fiorino. 

ANÚNCIOS

6. Fiat Uno

O Fiat Uno já foi sinônimo de carro popular e conseguiu brigar de igual para igual com o Gol, que foi líder isolado de vendas por anos, mas isso ficou no passado.

Após reestilização, o modelo subiu de preço e perdeu o apelo popular. Hoje é possível encontrar diferentes versões do pequeno notável, há até mesmo opção de câmbio automático, quem iria imaginar isso, dez, quinze anos atrás?

Fiat Uno
Fiat Uno

A verdade é que mesmo com alterações, o Uno ainda é bem quisto, mas já não é aquele sucesso de vendas. Até o momento, foram comercializadas 7.274 unidade. 

ANÚNCIOS

5. Fiat Cronos

Na quinta posição dos carros mais vendidos da Fiat temos o Cronos, o sedan possui um maior número de vendas do que o Grand Siena por conta de seus valores, acessórios e versões. 

O modelo conta com a nova motorização firefly que não está presente no seu irmão mais velho, Grand Siena. Entretanto, o modelo não pegou como a montadora esperava e acabou sendo preterido pelos clientes por seus concorrentes. 

Fiat Cronos
Fiat Cronos

Seu números de vendas são relativamente fracos. Ao todo apenas 8.799 unidades foram vendidas em 2020.

ANÚNCIOS

4. Fiat Mobi

Na quarta posição, temos o carro que já foi o mais barato do Brasil. Trata-se do Fiat Mobi. 

O Mobi é a nova opção de popular da Fiat que tomou o lugar do uno e é hoje o modelo considerado de porta de entrada. Entretanto, embora os valores sejam diferentes, ambos acabam fazendo concorrência um para o outro.

Fiat Mobi
Fiat Mobi

Por isso, os números de vendas acabam sendo mais diluídos e não são tão positivos para nenhum dos dois. Ao todo, foram emplacados 20.562 unidades do Fiat Mobi. 

ANÚNCIOS

3. Fiat Toro

A Fiat Toro é uma picape diferenciada no mercado e que se enquadra em uma categoria única, batizada pela própria montadora como SUP – Sport Utility Pick Up.

Por estar “sozinha” a Toro nada de braçada desde o seu nascimento, sendo desde seu lançamento um dos carros chefes de vendas da Fiat. 

Fiat Toro
Fiat Toro

Com diferentes versões e uma variada gama de motorização, a Toro agrada aos mais variados tipos de públicos. Ou seja, seu sucesso não é por acaso. 

Até agora, foram comercializadas 24.034 unidades da Toro.

ANÚNCIOS

2. Fiat Argo

O Fiat Argo é vice líder entre os carros mais vendidos da Fiat em 2020. 

O Hatch recém-criado, foi uma das apostas da montadora para ingressar no competitivo mercado de compactos e aparentemente está funcionando.

Fiat Argo
Fiat Argo

O modelo possui diferentes versões e duas variações de motor – 1.0 e 1.3. De acordo com especialistas o único defeito do Argo é a programação de sua relação de marchas que às vezes se mostra incompatível com o câmbio manual e o motor 1.0

Ao todo, foram vendidas 27.485 unidades do Argo. 

ANÚNCIOS

1. Fiat Strada

E a campeã de vendas não poderia ser ninguém mais do que a Fiat Strada. 

A pequena picape, que acabou de passar por uma remodelação para o ano de 2021 é a menina de ouro da montadora.

Ótima opção para casais sem filhos, solteiros ou para quem precisa de um veículo para trabalho ou passeio.

Fiat Strada
Fiat Strada

Além de ser campeã entre os 0km, donos de estacionamentos e concessionárias afirmam que modelos usados e seminovos são procurados frequentemente por clientes dos mais variados perfis.

No total, 29.415 unidades da Strada foram comercializadas em 2020.

ANÚNCIOS

Conclusão

Embora a Fiat seja uma marca consolidada há muito tempo por aqui, seus números de vendas são inferiores a de outras marcas, como é o caso da Volkswagen, por exemplo. 

Entretanto, os carros da montadora são conhecidos por sua potência e confiabilidade e tem líderes de venda bem estabelecidos em sua categoria, como é o caso da Strada e da Toro.

Entre todos os carros mais vendidos da Fiat, qual é o seu favorito? Deixe um comentário pra gente falando quando é a sua escolha e o porque dela. 

Depois de descobrir quais são os carros mais vendidos da Fiat em 2020 te convidamos para conferir uma matéria especial que fizemos sobre a evolução de um modelo mais do que conhecido da marca: O Uno. Para leitura, é só clicar no botão a seguir.

ANÚNCIOS

Listas

Como fazer o financiamento de veículos e quais opções

Por

Maria Eduarda 

| Publicado em

Ter um carro é o sonho de muitos brasileiros, e isso não é segredo para ninguém.

Mas e quando não é possível comprar à vista?

Será que é possível realizar o seu sonho sem ter o valor total para compra?

A resposta é sim.

Você pode fazer o financiamento de veículos e comprar o carro que mais combina com você!

Mas antes de se comprometer com um financiamento de veículos, você precisa pesquisar quais são as opções e os bancos com as melhores taxas para essa modalidade.

Vamos lá? Confira qual a melhor forma de financiar um carro para você!

Opções de financiamento de veículos

Opções de financiamento de veículos

O financiamento é, com certeza, a alternativa mais escolhida para comprar um carro sem ter o valor total. 

Basicamente, o financiamento de veículos é quando a instituição financeira faz o pagamento total da sua compra e, então, você passa a ter uma dívida com o banco, por exemplo, e não com a concessionária. 

Financiamento de veículos

Por meio dessa modalidade, é possível que você dê uma entrada e financie o restante.

Além disso, o número de parcelas permitidas depende de cada banco e o valor da taxa de juros também. 

A boa notícia é que com o financiamento já é possível levar o carro para sua casa, mesmo sem pagar um entrada e nem mesmo a primeira parcela do financiamento.

Isso porque você quitou sua dívida com a concessionária.

Agora sua negociação é com o banco, é um “empréstimo”, por assim dizer. 

Se você deseja comprar um carro de forma rápida, essa é uma boa alternativa.

Como funciona o financiamento de veículos?

Como funciona o financiamento de veículos?

Primeiramente, ressalta-se que é o banco que faz o pagamento total do automóvel para a concessionária.

Ao mesmo tempo em que você faz um financiamento com a instituição financeira.

Normalmente, o valor da dívida pode ser parcelado em até 60 vezes. Ou seja, 5 anos.

Ademais, se você tem um bom relacionamento com o seu banco é provável que já tenha um financiamento pré-aprovado em seu nome.

Mas, caso não possua, as própria concessionárias oferecem o serviço por meio de um banco com a qual elas possuem um relacionamento. 

Essa é uma boa alternativa, pois a taxa de juros costuma ser mais baixa e a recompra já fica inclusa no contrato.

Em outras palavras, o financiamento funciona da seguinte forma:

Você solicita o “empréstimo” junto ao banco, o valor é liberado, você realiza a compra e retirada do automóvel na hora e faz o pagamento das parcelas do financiamento junto ao banco de sua escolha. 

Lembre-se que o financiamento é uma boa escolha para quem deseja comprar um carro de forma mais rápida e mantê-lo por, pelo menos, cinco anos.

Consórcio

Consórcio

Na modalidade do consórcio não há pagamento de juros.

Contudo, é necessário aguardar ser sorteado para levar o carro para casa. Ou então, dar um lance e ser contemplado. 

Quem deseja economizar, essa é uma ótima opção.

As taxas são, de fato, atrativas.

Mas, conforme mencionamos, você não leva o carro para casa imediatamente. Você precisa ser contemplado.

Todo mês é realizado um sorteio, e todo mês você paga uma prestação do consórcio.

Mesmo depois de ser sorteado, você continua pagando. 

Se você não tem pressa para ter o veículo, pode escolher uma parcela que cabe em seu bolso e aguardar. Quando tiver um certo montante, pode optar por dar o lance.

Quem der o lance mais alto, retira o carro.

Como funciona o Consórcio

Como funciona o consórcio?

Para iniciar um consórcio você precisa escolher uma administradora e fazer parte de um grupo que também optou por essa forma de financiamento.

O valor do carro fica dentro de uma certa categoria, que equivale a um modelo, como Uno, Corsa, etc. Ou seja, ele corresponde ao modelo que você deseja comprar. 

Depois de assinado o contrato, você inicia o pagamento das parcelas e participa dos sorteios.

Cada mês, uma carta de consórcio é sorteada.

E, se você desejar dar o lance, quanto maior for o valor, maior a chance de ser contemplado. 

O contrato de consórcio pode ser de até 84 meses e as parcelas podem ser pagas por boletos.

Contudo, as prestações podem variar caso o carro do seu interesse aumente ou diminua de preço. 

Em outras palavras, a modalidade de consórcio funciona da seguinte forma:

Contrato com administradora, pagamento das parcelas, participação de sorteios ou lance, retirada de veículos por conta do lance ou ao final do pagamento de todas as parcelas. 

Essa é a melhor forma de financiamento para quem não deseja ter o carro com tanta pressa. 

Leasing

Leasing

Para empresas essa costuma ser a melhor forma de financiar um veículo.

O leasing é uma espécie de aluguel.

Por conta disso, as parcelas são mais baixas.

Contudo, a quando o leasing finalizar é preciso quitar o valor total com a instituição financeira. 

Se você não tem a intenção de permanecer com o carro por tanto tempo essa pode ser uma ótima opção.

Afinal, as parcelas são mais baixas e as taxas de juros também.

Ademais, você tem o carro em mãos rapidamente também. 

Entretanto, é importante destacar que o carro não fica em seu nome, mas no banco.

Afinal, ele não é seu e sim da instituição que fez o leasing.

Ou seja, você pode utilizar o carro, mas caso fique inadimplente, o banco o tomará de volta.

Ao final do leasing, você pode “comprar” ou “vender” o carro para o mesmo. 

Além disso, o leasing não cobra IOF.

Sendo assim, é uma opção atrativa, dependendo da sua necessidade. 

Como funciona o leasing?

Como funciona o leasing?

Primeiramente, você deve escolher uma instituição financeira para usar o leasing.

Se você já tem um relacionamento com algum banco, pode solicitar o serviço.

É com ele que você acordará o número de parcelas e o prazo final para quitação, escolhendo se quer ficar ou não com o carro. 

Depois de você finalizar o pagamento das parcelas, deverá pagar um pequeno valor para o carro ser seu.

Caso não tenha interesse, você o “vende” para o banco. 

Em outras palavras, o leasing funciona da seguinte maneira: você assina um contrato com a instituição e retira o veículo.

Depois, faz o pagamento das parcelas para o banco.

Ao final, escolhe se deseja “comprá-lo” e passá-lo para o seu nome.

Ou então, “vendê-lo” para o banco. 

Conforme mencionamos, essa modalidade é mais utilizada por empresas.

Mas, nada impede que você, como pessoa física, opte por esse tipo de financiamento.

Empréstimo pessoal

Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal é realizado por bancos ou por instituições financeiras.

Essa modalidade também é conhecida como crédito pessoal. 

Essa é uma forma de financiamento que também é oferecida por fintechs. 

Primeiramente, você passa por uma análise de crédito, verificando o seu histórico como pagador e suas condições financeiras para comprometer-se com um empréstimo.

Caso você seja aprovado, o valor é transferido diretamente para sua conta bancária informada. 

A diferença das outras formas de financiamento é que com o crédito pessoal, você escolhe o que fazer com o valor emprestado.

Ou seja, você pode utilizá-lo para comprar um carro.

Essa se torna uma boa opção por ter menos exigências.

E, assim, a aprovação é mais rápida.

Como funciona o empréstimo pessoal?

Como funciona o empréstimo pessoal?

Conforme mencionamos, você precisa procurar uma instituição financeira ou uma fintech para solicitar um empréstimo pessoal.

O valor total do empréstimo e as parcelas dependem do seu perfil e da instituição escolhida. 

Depois da solicitação realizada, você passará por uma análise do seu perfil de crédito.

Será verificado se o seu nome está restrito a algum órgão de crédito, como Serasa ou CPF.

Ou seja, se o seu nome está “sujo na praça”. 

Ressalta-se que algumas empresas não fornecem empréstimos para quem está negativado.

Portanto, se você se enquadra nessa situação, verifique primeiro as condições do empréstimo pessoal da instituição escolhida. 

Em outras palavras, podemos dizer que o crédito pessoal funciona da seguinte maneira:

Escolha do banco ou fintech, análise de crédito, aprovação do empréstimo, compra do carro à vista na concessionária e pagamento de parcelas conforme acordado na contratação. 

Essa é uma boa alternativa para quem está com dificuldade em conseguir outra forma de financiamento.

Além disso, normalmente o montante emprestado costuma ser maior e a quantidade de parcelas ter um prazo maior também. 

Financiamento de veículos no Banco do Brasil

O Banco do Brasil é considerado um dos melhores bancos para fazer o financiamento de veículos.

Por meio dele, você consegue financiar tanto carros novos como usados, desde que tenham até dez anos de fabricação. 

Ademais, não é necessário deslocar-se até uma agência para realizar um financiamento.

Você pode utilizar o próprio app BB para simular as condições disponíveis e escolher a opção que melhor se enquadra em seu perfil e no seu orçamento.

Caso concorde, basta finalizar a contratação enviando os seus documentos. 

Financiamento de veículos no Banco do Brasil

Em outras palavras, faça o download do app do Banco do Brasil e realize uma simulação antes de contratar.

Escolha o modelo e marca do seu carro, bem como o valor total que deseja financiar.

Em seguida, envie uma foto (pode ser a Nota Fiscal do Veículo ou o Certificado de Registro do Veículo) diretamente pelo app. 

Então, você escolherá a melhor opção para você e finaliza a solicitação do financiamento.

Você pode acompanhar o status de sua proposta pelo app na opção “Acompanhe sua Proposta”.

O financiamento do Banco do Brasil fornece maior praticidade, pois você realiza o financiamento direto para conta do vendedor.

Além disso, você tem flexibilidade, podendo escolher 1 ou 2 meses por ano para não debitar o valor da parcela.

Ademais, você consegue solicitar o financiamento direto da sua casa, a qualquer hora.

E as parcelas são debitadas direto em conta corrente para que você não corra o risco de esquecer.

Além disso, mesmo que você já tenha um carro financiado com o BB, você pode refinanciá-lo junto ao valor do saldo devedor. 

Financiamento de veículos no Banco Itaú Unibanco

O Banco Itaú Unibanco também é considerado um dos melhores bancos para fazer o financiamento de veículos. 

Assim como no BB, você pode realizar uma simulação e verificar quais são as condições oferecidas para o seu perfil.

Caso você já possua uma conta-corrente no banco,é possível realizar uma pré-contratação diretamente no site.

E então, finalizar o pedido de financiamento do seu veículo com o gerente da sua conta. 

Financiamento de veículos no Banco Itaú Unibanco

Ou então, ir direto na sua agência para finalizar o pedido.

Ademais, você também pode realizar o financiamento direto em uma revenda ou concessionária que esteja cadastrada no Itaú.

Caso você ainda não possua uma conta, precisará ir até a revenda ou concessionária cadastrada com sua CNH. 

Normalmente, a aprovação ou não da sua solicitação de financiamento de veículo chega em poucos instantes.

Assim, ao saber o valor de cada parcelas e as informações sobre o Custo Efetivo Total (CET), você já pode combinar para retirar o veículo com o estabelecimento escolhido.

Financiamento de carros usados

Conforme mencionamos, o banco BB também realiza financiamento de carros usados. Assim como o Itaú. 

Você pode optar por essa modalidade por meio do CDC e entrar em contato com o seu banco para negociar as condições.

Se você já possuir um bom relacionamento com o mesmo, é provável que já tenha um limite pré-aprovado.

Assim, o processo poderá ser iniciado por meio do internet banking.

E, no caso no BB, por meio do app. 

Nesse tipo de financiamento, as taxas de juros, o valor total a ser financiado e a quantidade de parcelas dependem do seu perfil como cliente e do banco escolhido. Bem como do modelo e versão do veículo. 

Financiamento de carros usados

Você também pode solicitar um leasing, mesmo que o carro seja usado. Assim como no caso do CDC, as taxas de juros são fixas. 

Ressaltamos, por fim, que todo tipo de financiamento tem suas características positivas e negativas.

A melhor opção depende de sua necessidade e se você já possui ou não algum limite pré-aprovado. 

Realize simulações em diferentes instituições e compare as condições oferecidas.

Pesquise bem e avalie qual a que melhor se enquadra com o seu orçamento.

Verifique não apenas as taxas de juros oferecidas, mas também as condições de pagamento. 

Agora que você já conhece as opções de financiamentos existentes, e que elas também estão disponíveis para carros usados, conheça alguns com os melhores descontos no post abaixo.

Continuar Lendo

Em Alta