Artigos

Por que você precisa conhecer o seguro Auto Pier agora

Descubra tudo o que você precisa saber sobre o Seguro Auto Pier e como aplicar!

Anúncios

Seguro Auto Pier

A Pier é conhecida por oferecer seguro digital para smartphones, já estando bem consolidada no mercado. No início deste ano, contudo, ainda focando em comunidade e experiência do cliente, ela passou a oferecer o seguro Auto Pier. Com bem mais flexibilidade em comparação aos seguros convencionais e bem menos burocracia também. 

A contratação é feita direto pelo app, não há carência, os valores são transparentes e o reembolso é muito rápido. O objetivo é levar o seguro para aqueles que não tem acesso ao produto, com um valor que cabe no bolso e sem fidelização. 

A startup já conta com mais de 15 mil membros e encanta os clientes por estar sempre preocupada com a experiência dos mesmos com seus serviços. Ademais, já são mais de 70 mil pedidos de adesão à comunidade, que são avaliados individualmente, analisando o perfil de risco do usuário

No post de hoje iremos mostrar porque você precisa conhecer esse seguro de carro agora mesmo. Vamos adiante!

Insurtechs e o mercado de seguros

Anúncios

Insurtechs revolucionam o mercado de seguros

Assim como a Pier, diversas insurtechs tem invadido o mercado de seguros e tornado-o muito mais competitivo e com preços que, de fato, cabem no bolso do brasileiro.

Com essa movimentação no segmento de seguros, a indústria, com certeza, passará por grandes mudanças. Principalmente quando a economia do colaborativa cada vez mais em alta, ou seja, com o compartilhamento de automóveis sendo uma das tendências em crescimento.

Novas tecnologias como a inteligência artificial e carros autônomos também são fatores que irão mudar o mercado de seguros. E, neste sentido, as insurtechs parecem mais preparadas para atender os novos consumidores.

Para quem não está familiarizado com o termo, basicamente, insurtech é o nome dado às startups que atuam no mercado de seguros. Assim como outras startups, elas tem o objetivo de fornecer seguros de celulares, carros, residências, etc, de forma mais digital possível, sem burocracia e com preços mais competitivos.

Pier e seu modelo de contratação

Pier e seu modelo de contratação

O grande diferencial da Pier é o modelo de contratação da mesma. O seguro é contratado online e o usuário faz o pagamento mês a mês, sem comprometer o seu limite de crédito. 

O processo é desburocratizado, ágil e bem transparente. Ou seja, comparado às outras seguradoras tradicionais, o seguro Auto Pier é muito mais vantajoso. Também por conta do seu valor, inferior a outros seguros, ele atrai muito membros. Ademais, o reembolso costuma ser muito rápido. Em 80% dos casos, ele acontece em até 5 dias. Enquanto o prazo oficial da SUSEP é de 30 dias. 

O seguro da insurtech chega a ser 6 vezes mais rápido do que os seguros convencionais. 

O valor da mensalidade depende do modelo do carro e do ano de fabricação, e são aceitos apenas carros de passeio até o valor de 50 mil reais. 

Modelo de negócio da Pier

Anúncios

Modelo de negócio da Pier

Para decidir se o seguro Auto Pier é ideal para você, primeiramente, é preciso entender o modelo de negócio da empresa. Basicamente, a Pier é uma seguradora digital que tem como pilar a concepção de comunidade e o foco na experiência do usuário e transparência na relação com o mesmo. 

Para ser um membro da Pier e usufruir do serviço da seguradora precisa solicitar um convite e ter sua entrada aprovada. A avaliação é individual e cada pedido é avaliado de acordo com o perfil de risco do usuário

A startup também tem como objetivo trazer mais leveza para a vida das pessoas que fazem parte da comunidade, descomplicando o processo de contratação de seguros e oferecendo uma experiência muito positiva. 

Em termos de modelo de negócio, a Pier tem a seguinte estrutura: ela recebe até 20% do valor da mensalidade para representação e administração da comunidade. O papel da mesma é controlar a entrada de novos membros, o fluxo de mensalidades e também o risco que a comunidade apresenta. Tudo isso é realizado com extrema transparência. Para isso, os membros contam com uma newsletter mensal que conta tudo o que aconteceu no mês que passou. 

Os outros 20% do valor total da mensalidade é destinado à Too Seguros, que é a empresa parceira da Pier e responsável por garantir que todos os membros que fizeram o pagamento da mensalidade estejam de acordo com a política de reembolso. Ou seja, que saibam que serão indenizado em caso de roubo ou furto. 

Seguro de carro da Pier já é realidade

Seguro de carro da Pier já é realidade

O que antes era apenas uma pretensão da Pier, agora é uma realidade. Além de sua atuação já consolidada em termos de seguro para celular, a insurtech começa a atuar com seguros para automóveis também. O piloto passou a rodar esse ano (2020) em Belo Horizonte (MG). 

O seguro Auto Pier está gerando muita expectativa por parte dos clientes. Afinal, a empresa de tecnologia já oferece um ótimo atendimento e desburocratização. Com o seguro de automóveis agora, a proposta é uma cobertura mensal e sem carência com proteção contra roubos e furtos de carros de passeio. Ademais, o cliente contará com assistência 24 horas e mensalidades entre R$27,13 a R$100,11 reais. 

O cofundador da Pier, Lucas Prado acredita que o brasileiro quer pagar um seguro auto, o mercado apenas não oferece preços que caibam no bolso do consumidor. De acordo com Prado, 70% da frota brasileira não possui um seguro hoje. E a Pier quer mudar essa realidade com uma opção mais barata e descomplicada. 

A interface oferecida para o seguro Auto Pier é igual a disponibilizada para os celulares. Assim, é possível consultar os valores e contratar o serviço diretamente pelo site ou aplicativo. Basta informar qual o modelo do carro, a placa, o CEP e o CPF do titular. Em seguida, é realizada uma vistoria 100% digital, com fotos. 

Ressalta-se que a cobertura é apenas para carros de passeio de até 50 mil reais. Além disso, o automóvel deve ter até 15 anos de fabricação. Para carros de aproximadamente 30 mil reais, por exemplo, o seguro fica em torno de R$50 reais mensais. 

A limitação do valor do carro foi estabelecida porque a Pier tem um público-alvo em mente, além da exposição ao risco. O objetivo é focar em pessoas que não tem acesso aos seguros e o recorte de preço se trata de 75% da frota brasileira, segundo o próprio cofundador. 

Seguro autor Pier é descomplicado

Seguro Auto Pier é descomplicado

Essa é uma das maiores vantagens do seguro Auto Pier. Ele não precisa de muita papelada, é desburocratizado e ágil. 

Você consegue conferir o valor do seguro do seu carro em apenas 1 minuto com 3 passos, no próprio site. Ademais, o pagamento é mensal, ou seja, você não precisa comprometer o limite do seu cartão de crédito, pagando mês a mês. Assim, você só paga pelo mês que seu carro estiver com proteção. Além disso, é possível cancelar quando quiser, sem pagar nenhuma taxa. 

É importante mencionar que o seguro da Pier se baseia no comportamento do consumidor, levando em conta tanto o veículo quanto o condutor. Sendo assim, após a contratação, o cliente pode ter variações do preço baseando-se no seu próprio comportamento na hora de dirigir e no valor do seu veículo.

Cobertura do seguro auto Pier

Cobertura do seguro

Em termos de cobertura, a insurtech tem os seguintes termos:

  • Roubo e furto. Caso o seu carro for roubado ou furtado é possível pedir reembolso pelo próprio aplicativo da Pier ou pelo site. Não é preciso ficar preocupado, pois o reembolso é bem rápido. 
  • Reboque. Possui Guincho Nacional. O Carro é transportado até a oficina, concessionária ou qualquer outro local indicado pelo cliente, desde que em até um raio de 200km de onde estiver. Caso o limite seja excedido, você paga pelo adicional. 
  • Pane no carro. Em caso de pane elétrica ou mecânica, ou seja, o carro apagou ou o motor travou, não se preocupe! A Pier envia o carro para um mecânico ou o reboque no local, caso seja necessário. 
  • Pane Seca. Em caso de falta de gasolina, a empresa providencia um reboque para o carro até o posto mais próximo. O combustível, entretanto, fica por conta do cliente. 
  • Troca de pneus. Se o cliente tiver problema com o pneu, a seguradora ajuda a trocá-lo ou reboca até o borracheiro que for mais próximo do local. 
  • Chaveiro. Problema com chave também possui cobertura. A seguradora envia uma ajuda para abrir o carro ou então, fazer uma nova chave. 
  • Guarda do veículo. Se o seu carro tiver algum problema e você não tiver onde deixá-lo, a seguradora guarda-o por uma noite para você.
O que não tem cobertura no seguro auto Pier

O que não tem cobertura no seguro de carro da Pier

A startup é bem transparente quanto aos itens que não tem cobertura no seu seguro auto. E eles são:

  • Danos parciais, totais e a terceiros. 
  • Kit gás, adaptações e acessórios instalados. 

Isso significa que caso o seu automóvel sofra danos parciais e totais, não haverá cobertura e você precisará arcar com os custos. O mesmo para danos a terceiros. 

Ademais, caso você acrescente gás, faça adaptações em seu veículo ou instale acessórios, você não terá cobertura em dos mesmos em caso de roubo, furto, incêndio, etc. 

Por que é importante ter um seguro de carro?

Por que é importante ter um seguro de carro?

Não é segredo para ninguém o quanto carros são caros aqui no Brasil. Na realidade, eles são um dos maiores gastos que os brasileiros têm em suas vidas. 

Sendo assim, a falta de um seguro de carro pode gerar um verdadeiro rombo em seu orçamento familiar e representar um grande prejuízo. Principalmente se o seu carro for objeto de roubo, furto, incêndio ou acidentes que incorrem em perda total do automóvel. 

Ademais, é preciso destacar que a cada ano presenciamos um aumento exponencial em casos envolvendo crimes. Em 2019, foram mais de 178.112 mil ocorrência, com uma taxa de 85,43 (taxa/100 mil), sendo que a cidade de São Paulo é a que lidera o ranking das cidades brasileiras em que mais ocorrem roubos. 

Em relação aos custos com reparos em carros que se envolvem em acidentes, é preciso mencionar que além das peças, também é necessário pagar a mão de obra. E tais serviços têm apresentado uma grande elevação no mercado. Em caso de perda total, por exemplo, a conta não fecha. Ou seja, não vale a pena financeiramente realizar os reparos. É mais barato comprar um carro novo, na maioria das vezes. 

Outro ponto crítico é a falta de peças à pronta entrega das peças, o que significa que seu carro pode ficar um bom tempo parado e você terá mais gastos com transporte, por exemplo, além dos custos com o reparo. 

Por que escolher o seguro auto Pier para o seu carro?

Por que escolher o seguro Auto Pier para o seu carro?

Conforme mencionamos, o seguro auto Pier é mensal. Ou seja, não há obrigação de fidelidade e é possível realizar o cancelamento quando quiser. Assim, não compromete o limite do seu cartão de crédito. 

Ademais, o seguro Auto Pier é 100% digital. É possível ver o preço do seguro diretamente pelo site, realizar a vistoria via aplicativo. E, se precisar tirar dúvidas ou entrar em contato por qualquer motivo, é só chamar pelo próprio aplicativo. 

Os seguros da Pier foram contratados por mais de 15.000 pessoas em todo o Brasil. Há diversos relatos de clientes que estão completamente satisfeitos com o seguro, tendo uma reputação “Ótima” no site Reclame Aqui, nota 8.1 e resolve 100% das reclamações. Além disso, 70% dos reclamantes afirmam que voltaria a realizar negócios com a empresa.

Ressalta-se também que o seu carro fica protegido por um seguro que é 100% regulamentado pela SUSEP ((órgão responsável pelo controle e fiscalização dos mercados de seguro no Brasil) e por uma das empresas mais inovadoras do mercado. A Pier, é claro, uma insurtech (startup na área de seguros) que disponibiliza serviços com o melhor atendimento e tecnologia possível para seus clientes. 

O seguro auto da Pier foi desenhado de maneira a caber no bolso do consumidor. Neste contexto, você pode utilizar a assistência técnica todo mesmo. E, em caso de roubo ou furto, não é necessário pagar a franquia para receber o reembolso.

Após enviar a documentação, o reembolso é recebido muito rapidamente. Já foram mais de R$4.3 milhões de reais de valor pago em reembolso pela Pier. 

Agora que você já conhece o seguro que cabe no seu bolso, confira nosso Guia para economizar no seguro de carro.

Em Alta

content

8 dicas para economizar em leilões de carros e evitar golpes

Conhecer como leilão funciona é importante para não cair em golpes. Veja dicas para economizar em leilões de carros e compre de forma segura!

Continue lendo
content

Suhai seguro auto: Saiba tudo sobre o melhor seguro do Brasil

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Suhai seguro auto: Saiba tudo sobre o melhor seguro do Brasil

Continue lendo
content

As 29 SUVs para evitar de qualquer maneira

Estes SUVs chamam atenção com seu acabamento externo. Mas, hoje, o Senhor Carros mostrará a você os piores carros do segmento de SUVs , confira!

Continue lendo

Listas

Como fazer o financiamento de veículos e quais opções

Saiba como fazer o financiamento de veículos, quais são as opções existentes no mercado e qual o melhor banco a ser escolhido.

Ter um carro é o sonho de muitos brasileiros, e isso não é segredo para ninguém.

Mas e quando não é possível comprar à vista?

Será que é possível realizar o seu sonho sem ter o valor total para compra?

A resposta é sim.

Você pode fazer o financiamento de veículos e comprar o carro que mais combina com você!

Mas antes de se comprometer com um financiamento de veículos, você precisa pesquisar quais são as opções e os bancos com as melhores taxas para essa modalidade.

Vamos lá? Confira qual a melhor forma de financiar um carro para você!

Opções de financiamento de veículos

O financiamento é, com certeza, a alternativa mais escolhida para comprar um carro sem ter o valor total. 

Basicamente, o financiamento de veículos é quando a instituição financeira faz o pagamento total da sua compra e, então, você passa a ter uma dívida com o banco, por exemplo, e não com a concessionária. 

Por meio dessa modalidade, é possível que você dê uma entrada e financie o restante.

Além disso, o número de parcelas permitidas depende de cada banco e o valor da taxa de juros também. 

A boa notícia é que com o financiamento já é possível levar o carro para sua casa, mesmo sem pagar um entrada e nem mesmo a primeira parcela do financiamento.

Isso porque você quitou sua dívida com a concessionária.

Agora sua negociação é com o banco, é um “empréstimo”, por assim dizer. 

Se você deseja comprar um carro de forma rápida, essa é uma boa alternativa.

Como funciona o financiamento de veículos?

Primeiramente, ressalta-se que é o banco que faz o pagamento total do automóvel para a concessionária.

Ao mesmo tempo em que você faz um financiamento com a instituição financeira.

Normalmente, o valor da dívida pode ser parcelado em até 60 vezes. Ou seja, 5 anos.

Ademais, se você tem um bom relacionamento com o seu banco é provável que já tenha um financiamento pré-aprovado em seu nome.

Mas, caso não possua, as própria concessionárias oferecem o serviço por meio de um banco com a qual elas possuem um relacionamento. 

Essa é uma boa alternativa, pois a taxa de juros costuma ser mais baixa e a recompra já fica inclusa no contrato.

Em outras palavras, o financiamento funciona da seguinte forma:

Você solicita o “empréstimo” junto ao banco, o valor é liberado, você realiza a compra e retirada do automóvel na hora e faz o pagamento das parcelas do financiamento junto ao banco de sua escolha. 

Lembre-se que o financiamento é uma boa escolha para quem deseja comprar um carro de forma mais rápida e mantê-lo por, pelo menos, cinco anos.

Consórcio

Na modalidade do consórcio não há pagamento de juros.

Contudo, é necessário aguardar ser sorteado para levar o carro para casa. Ou então, dar um lance e ser contemplado. 

Quem deseja economizar, essa é uma ótima opção.

As taxas são, de fato, atrativas.

Mas, conforme mencionamos, você não leva o carro para casa imediatamente. Você precisa ser contemplado.

Todo mês é realizado um sorteio, e todo mês você paga uma prestação do consórcio.

Mesmo depois de ser sorteado, você continua pagando. 

Se você não tem pressa para ter o veículo, pode escolher uma parcela que cabe em seu bolso e aguardar. Quando tiver um certo montante, pode optar por dar o lance.

Quem der o lance mais alto, retira o carro.

Como funciona o consórcio?

Para iniciar um consórcio você precisa escolher uma administradora e fazer parte de um grupo que também optou por essa forma de financiamento.

O valor do carro fica dentro de uma certa categoria, que equivale a um modelo, como Uno, Corsa, etc. Ou seja, ele corresponde ao modelo que você deseja comprar. 

Depois de assinado o contrato, você inicia o pagamento das parcelas e participa dos sorteios.

Cada mês, uma carta de consórcio é sorteada.

E, se você desejar dar o lance, quanto maior for o valor, maior a chance de ser contemplado. 

O contrato de consórcio pode ser de até 84 meses e as parcelas podem ser pagas por boletos.

Contudo, as prestações podem variar caso o carro do seu interesse aumente ou diminua de preço. 

Em outras palavras, a modalidade de consórcio funciona da seguinte forma:

Contrato com administradora, pagamento das parcelas, participação de sorteios ou lance, retirada de veículos por conta do lance ou ao final do pagamento de todas as parcelas. 

Essa é a melhor forma de financiamento para quem não deseja ter o carro com tanta pressa. 

Leasing

Para empresas essa costuma ser a melhor forma de financiar um veículo.

O leasing é uma espécie de aluguel.

Por conta disso, as parcelas são mais baixas.

Contudo, a quando o leasing finalizar é preciso quitar o valor total com a instituição financeira. 

Se você não tem a intenção de permanecer com o carro por tanto tempo essa pode ser uma ótima opção.

Afinal, as parcelas são mais baixas e as taxas de juros também.

Ademais, você tem o carro em mãos rapidamente também. 

Entretanto, é importante destacar que o carro não fica em seu nome, mas no banco.

Afinal, ele não é seu e sim da instituição que fez o leasing.

Ou seja, você pode utilizar o carro, mas caso fique inadimplente, o banco o tomará de volta.

Ao final do leasing, você pode “comprar” ou “vender” o carro para o mesmo. 

Além disso, o leasing não cobra IOF.

Sendo assim, é uma opção atrativa, dependendo da sua necessidade. 

Como funciona o leasing?

Primeiramente, você deve escolher uma instituição financeira para usar o leasing.

Se você já tem um relacionamento com algum banco, pode solicitar o serviço.

É com ele que você acordará o número de parcelas e o prazo final para quitação, escolhendo se quer ficar ou não com o carro. 

Depois de você finalizar o pagamento das parcelas, deverá pagar um pequeno valor para o carro ser seu.

Caso não tenha interesse, você o “vende” para o banco. 

Em outras palavras, o leasing funciona da seguinte maneira: você assina um contrato com a instituição e retira o veículo.

Depois, faz o pagamento das parcelas para o banco.

Ao final, escolhe se deseja “comprá-lo” e passá-lo para o seu nome.

Ou então, “vendê-lo” para o banco. 

Conforme mencionamos, essa modalidade é mais utilizada por empresas.

Mas, nada impede que você, como pessoa física, opte por esse tipo de financiamento.

Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal é realizado por bancos ou por instituições financeiras.

Essa modalidade também é conhecida como crédito pessoal. 

Essa é uma forma de financiamento que também é oferecida por fintechs. 

Primeiramente, você passa por uma análise de crédito, verificando o seu histórico como pagador e suas condições financeiras para comprometer-se com um empréstimo.

Caso você seja aprovado, o valor é transferido diretamente para sua conta bancária informada. 

A diferença das outras formas de financiamento é que com o crédito pessoal, você escolhe o que fazer com o valor emprestado.

Ou seja, você pode utilizá-lo para comprar um carro.

Essa se torna uma boa opção por ter menos exigências.

E, assim, a aprovação é mais rápida.

Como funciona o empréstimo pessoal?

Conforme mencionamos, você precisa procurar uma instituição financeira ou uma fintech para solicitar um empréstimo pessoal.

O valor total do empréstimo e as parcelas dependem do seu perfil e da instituição escolhida. 

Depois da solicitação realizada, você passará por uma análise do seu perfil de crédito.

Será verificado se o seu nome está restrito a algum órgão de crédito, como Serasa ou CPF.

Ou seja, se o seu nome está “sujo na praça”. 

Ressalta-se que algumas empresas não fornecem empréstimos para quem está negativado.

Portanto, se você se enquadra nessa situação, verifique primeiro as condições do empréstimo pessoal da instituição escolhida. 

Em outras palavras, podemos dizer que o crédito pessoal funciona da seguinte maneira:

Escolha do banco ou fintech, análise de crédito, aprovação do empréstimo, compra do carro à vista na concessionária e pagamento de parcelas conforme acordado na contratação. 

Essa é uma boa alternativa para quem está com dificuldade em conseguir outra forma de financiamento.

Além disso, normalmente o montante emprestado costuma ser maior e a quantidade de parcelas ter um prazo maior também. 

Financiamento de veículos no Banco do Brasil

O Banco do Brasil é considerado um dos melhores bancos para fazer o financiamento de veículos.

Por meio dele, você consegue financiar tanto carros novos como usados, desde que tenham até dez anos de fabricação. 

Ademais, não é necessário deslocar-se até uma agência para realizar um financiamento.

Você pode utilizar o próprio app BB para simular as condições disponíveis e escolher a opção que melhor se enquadra em seu perfil e no seu orçamento.

Caso concorde, basta finalizar a contratação enviando os seus documentos. 

Em outras palavras, faça o download do app do Banco do Brasil e realize uma simulação antes de contratar.

Escolha o modelo e marca do seu carro, bem como o valor total que deseja financiar.

Em seguida, envie uma foto (pode ser a Nota Fiscal do Veículo ou o Certificado de Registro do Veículo) diretamente pelo app. 

Então, você escolherá a melhor opção para você e finaliza a solicitação do financiamento.

Você pode acompanhar o status de sua proposta pelo app na opção “Acompanhe sua Proposta”.

O financiamento do Banco do Brasil fornece maior praticidade, pois você realiza o financiamento direto para conta do vendedor.

Além disso, você tem flexibilidade, podendo escolher 1 ou 2 meses por ano para não debitar o valor da parcela.

Ademais, você consegue solicitar o financiamento direto da sua casa, a qualquer hora.

E as parcelas são debitadas direto em conta corrente para que você não corra o risco de esquecer.

Além disso, mesmo que você já tenha um carro financiado com o BB, você pode refinanciá-lo junto ao valor do saldo devedor. 

Financiamento de veículos no Banco Itaú Unibanco

O Banco Itaú Unibanco também é considerado um dos melhores bancos para fazer o financiamento de veículos. 

Assim como no BB, você pode realizar uma simulação e verificar quais são as condições oferecidas para o seu perfil.

Caso você já possua uma conta-corrente no banco,é possível realizar uma pré-contratação diretamente no site.

E então, finalizar o pedido de financiamento do seu veículo com o gerente da sua conta. 

Ou então, ir direto na sua agência para finalizar o pedido.

Ademais, você também pode realizar o financiamento direto em uma revenda ou concessionária que esteja cadastrada no Itaú.

Caso você ainda não possua uma conta, precisará ir até a revenda ou concessionária cadastrada com sua CNH. 

Normalmente, a aprovação ou não da sua solicitação de financiamento de veículo chega em poucos instantes.

Assim, ao saber o valor de cada parcelas e as informações sobre o Custo Efetivo Total (CET), você já pode combinar para retirar o veículo com o estabelecimento escolhido.

Financiamento de carros usados

Conforme mencionamos, o banco BB também realiza financiamento de carros usados. Assim como o Itaú. 

Você pode optar por essa modalidade por meio do CDC e entrar em contato com o seu banco para negociar as condições.

Se você já possuir um bom relacionamento com o mesmo, é provável que já tenha um limite pré-aprovado.

Assim, o processo poderá ser iniciado por meio do internet banking.

E, no caso no BB, por meio do app. 

Nesse tipo de financiamento, as taxas de juros, o valor total a ser financiado e a quantidade de parcelas dependem do seu perfil como cliente e do banco escolhido. Bem como do modelo e versão do veículo. 

Você também pode solicitar um leasing, mesmo que o carro seja usado. Assim como no caso do CDC, as taxas de juros são fixas. 

Ressaltamos, por fim, que todo tipo de financiamento tem suas características positivas e negativas.

A melhor opção depende de sua necessidade e se você já possui ou não algum limite pré-aprovado. 

Realize simulações em diferentes instituições e compare as condições oferecidas.

Pesquise bem e avalie qual a que melhor se enquadra com o seu orçamento.

Verifique não apenas as taxas de juros oferecidas, mas também as condições de pagamento. 

Agora que você já conhece as opções de financiamentos existentes, e que elas também estão disponíveis para carros usados, conheça alguns com os melhores descontos no post abaixo.

Você também pode gostar

content

5 melhores modelos de carro a hidrogênio no Brasil

Veja nossa lista dos 5 melhores modelos de carro a hidrogênio e saiba as novidades dessa tecnologia que promete crescer nos próximos anos!

Continue lendo
content

Carros icônicos do Brasil: Conheça os modelos que deixaram suas marcas!

Muitos modelos fizeram história entre os brasileiros, mas há aqueles que são considerados verdeiros ícones. Saiba quais são os carros icônicos do Brasil.

Continue lendo
content

Como simular e fazer seu financiamento auto Santander?

Saiba quais são os principais passos para simular financiamento auto Santander e aumentar suas chances de aprovação e compra!

Continue lendo