Listas

Ranking das marcas mais vendidas: Top 20 de vendas no Brasil em 2020

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Ranking das marcas mais vendidas

Existem algumas coisas que são difíceis de se discutir e/ou debater. Política, futebol, religião são exemplos mais do que práticos. Mas existe outra coisa onde as pessoas dificilmente concordam: Marca de carros! Com a intenção de trazer clareza ao debate, nós do Senhor Carros fizemos um ranking das marcas mais vendidas de carros no Brasil no primeiro semestre de 2020.

É chegado então o momento de deixar a emoção de lado e ouvir a voz da razão. Como diria o famoso jargão popular: Aceita que dói menos. Confira agora, quais são, atualmente as marcas que mais vendem carro no Brasil. 

ANÚNCIOS

Ranking das marcas mais vendidas: Top 20 de vendas no Brasil

Confira agora o ranking das marcas que atualmente domina o mercado automotivo brasileiro. 

20. Kia

Na 20ª posição do nosso ranking das marcas mais vendidas está a sul coreana Kia. Entre janeiro e Junho, a montadora teve fevereiro como o seu melhor mês de vendas, quando 599 veículos foram emplacados. O modelo mais vendido nesse intervalo de tempo de tempo foi o Kia Sportage. Ao todo durante o primeiro semestre de 2020, 2351 veículos da marca foram vendidas. 

Kia
Kia Sportage

19. Land Rover

Ocupando a 19ª posição do ranking está a inglesa Land Rover. A montadora teve no mês de junho o seu melhor mês de vendas, atingindo a marca de 579 veículos vendidos. O modelo de maior sucesso, foi o Land Rover Discovery Sport que ao todo teve 907 unidades comercializadas. No total, a marca vendeu 2.397 veículos. 

Land Rover
Land Rover Discovery

18. Audi

No 18º lugar, temos a famosa montadora alemã das quatro argolas. O melhor de mês de vendas da Audi foi fevereiro com 760 carros vendidos. O modelo com maior número de emplacamentos, foi o Audi Q3, que contou com 776 modelos comercializados. Ao todo, entre janeiro e junho, a montadora vendeu 2.405 carros. 

Q3
Audi Q3

17. Volvo

Na 17ª posição, temos mais uma montadora alemã que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado brasileiro: A volvo. Da mesma forma que a sua compatriota, Audi, o melhor mês de vendas foi fevereiro, quando 651 unidades foram emplacadas. O modelo preferido dos brasileiros foi o Volvo XC60 que teve 1.092 unidades comercializadas. Ao todo, a Volvo vendeu 2.684 veículos no primeiro semestre de 2020.

Volvo
Volvo XC60

16. BMW

Na 16ª posição temos mais uma marca alemã: A BMW. Amplamente conhecida, a montadora teve em junho o seu melhor mês do ponto de vista comercial com 1.172 unidades emplacadas. O veículo mais vendido foi o BMW X1 com 1.103 unidades comercializadas. Ao todo, a BMW vendeu 4.498 carros entre os seis primeiros meses deste ano. 

X1
BMW X1

15. Mercedes-Benz

E seguimos com as montadoras alemãs. Na 15ª posição temos a marca que vem dominando a Fórmula 1 nos últimos anos, mas sem um reflexo digno no mercado brasileiro. Com brincadeiras à parte, a marca teve em junho seu melhor mês com 1.155 veículos vendidos. O Mercedes-Benz Classe C foi o modelo mais comercializado com 1.107 vendas. No primeiro semestre como um todo a montadora alemã vendeu 4.595 veículos no Brasil.

Classe C
Mercedes-Benz Classe C

14. Peugeot

No ranking das marcas mais vendidas no Brasil em 2020 o 14º lugar é ocupado pela francesa Peugeot. Janeiro foi o melhor mês para a montadora, quando 1298 unidades foram emplacadas. O modelo mais vendido foi o Peugeot 2008 com 1924 unidades comercializadas. No total, a Peugeot vendeu 4.801 veículos nos seis primeiros meses por aqui. 

2008
Peugeot 2008

13. Mitsubishi

Na 13ª posição temos a japonesa Mitsubishi. A famosa montadora dos três diamantes teve janeiro como o seu melhor mês de vendas, quando 1.291 veículos foram comercializados. O modelo com maior número de compradores foi a L200 Triton, com 3.626 unidades vendidas. Ao todo, a montadora emplacou 6.454 veículos no Brasil durante o primeiro semestre.

L200
Mitsubishi L200 Triton

12. Citroen

Dando continuidade ao nosso ranking das marcas, temos a francesa Citroen na 12ª posição. Para os franceses, até o momento, fevereiro foi o melhor mês de vendas, com 1.922 veículos emplacados. O modelo com maior número de unidades vendidas foi o C4 Cactus, que bateu a marca de 4.953 exemplares. No total, foram 6.892 veículos comercializados só esse ano. 

C4 cactus
Citroen C4 Cactus

11. Caoa Cherry

Na 11ª posição temos mais uma marca Sul coreana. A Caoa Chery teve em março, o mês inicial da pandemia no Brasil o seu melhor patamar de vendas, atingido a marca de 1.927 veículos vendidos. O modelo campeão de vendas foi o Tiggo 5X com 3.958 unidades comercializadas. no primeiro semestre, a montadora vendeu 7.385 veículos. 

Tiggo
Caoa Cherry Tiggo 5x

10. Nissan

Ao chegar no top 10 de nossos ranking de marcas mais vendidas, é possível notar uma grande diferença do ponto de vista numérico. A montadora japonesa que ocupa o 10º lugar teve em fevereiro o seu melhor mês de vendas, quando 8.353 veículos foram vendidos. O modelo mais vendido pela Nissan foi a Frontier, com 3.576 unidades vendidas. No primeiro semestre, a montadora comercializou ao todo 28.801 veículos em todo o país. 

Frontier
Nissan Frontier

9. Honda

Temos aqui uma dobradinha de marcas japonesas. A Honda é uma marca que dispensa apresentações e já é há anos uma velha conhecida que tem a confiança de muitos brasileiros. Seu melhor mês de vendas foi fevereiro, quando 8.722 modelos foram emplacados. O modelo que dominou as vendas foi o HR-V com nada menos do que 13.052 exemplares comercializados. No total, entre janeiro e junho, a Honda vendeu 34.310 carros. 

HRV
Honda HR-V

8. Jeep

A Jeep é uma das marcas em maior ascensão no Brasil, prova disso é a sua oitava posição em nosso ranking das marcas mais vendidas no Brasil. Fevereiro foi o melhor mês para a montadora, que vendeu nada mais do que 10.084 veículos. O modelo mais vendido, foi o Renegade, com 20.711 modelos emplacados até agora. Nesses seis primeiros meses de 2020, a Jeep vendeu ao todo 38.539 carros. 

Renegade
Jeep Renegade

7. Toyota

A Toyota, figura num bacana 7º lugar entre as marcas com maior número carros vendidos, conseguindo uma grande vantagem sobre a Honda, sua principal concorrente. Janeiro foi o seu melhor mês de vendas, quando bateu 15.112 vendas. O modelo mais vendido é o Corolla, que até agora teve 16.982 unidades vendidas. Ao todo, a marca já emplacou 58.801 carros entre janeiro e junho. 

Corolla
Toyota Corolla

6. Renault

A montadora francesa ocupa aqui um honroso e positivo 6º lugar em nosso ranking das marcas e assim como a Toyota, teve em janeiro o seu meu melhor momento do ano, quando vendeu 15.112 veículos. O modelo mais vendido pela marca foi o pequeno notável Kwid, com 23.648 unidades emplacadas. Ao todo, durante o primeiro semestre de 2020, a Renault vendeu 59.960 carros.

KWID
Renault Kwid

5. Ford

Abrindo o nosso top five, temos a estadunidense Ford, que teve no mês de fevereiro o seu melhor momento até agora, quando vendeu 15.067 carros. O modelo que dominou as vendas foi o Ford Ká, com 29.585 unidades comercializadas. Nesse período de medição, a montadora Norte americana 60.472 veículos. 

Ka
Ford Ka

4. Hyundai

Aqui temos mais uma Sul Coreana dentro do nosso ranking. Somente no mês de fevereiro, a montadora alcançou o número de 16.463 veículos comercializados e como já era de se esperar, o modelo mais vendido foi o HB20, que inclusive, no momento ocupa a vice-liderança de vendas de carros em 2020, com 32.864 unidades vendidas. No total, a Hyundai vendeu 63.302 veículos no primeiro semestre deste ano. 

HB20
Hyundai HB20

3. Fiat

No lugar mais baixo do pódio temos a Fiat. Janeiro foi o melhor mês para a marca italiana quando 25.895 veículos foram vendidos. O modelo mais vendido até agora pela montadora foi a Fiat Strada, com 22.851 unidades vendidas, seguida de perto pelo Argo, que vendeu 22.729 exemplares. No total, a marca já atingiu em 2020 a marca de 109.070 carros comercializados. 

Strada
Fiat Strada

2. Volkswagen

Na vice-liderança do nosso ranking das marcas mais vendidas temos a alemã volkswagen. Conhecida por ser confiável e ter veículos funcionais e relativamente acessíveis do ponto de vista financeiro, a marca teve em fevereiro o seu melhor mês de vendas, com 31.621 unidades vendidas. Como era de se esperar, o Gol foi o modelo mais vendido, com 24.827 exemplares emplacados. No total, entre janeiro e junho deste ano, a marca já comercializou 124.165 unidades. 

Gol
Volkswagen Gol

1. Chevrolet

A GM enfim ganhou novamente a confiança dos brasileiros e isso tem um grande dedo do Onix, que é de longe o líder de vendas desde 2015 e só esse ano já teve 60.271 unidades vendidas. Para a marca norte americana, janeiro foi o melhor mês de vendas, com 35.065 exemplares vendidos. No total, a marca já vendeu 134.344 carros só no primeiro semestre. 

Onix
Chevrolet Onix

Conclusão

Embora a presença de algumas marcas já fossem esperadas em nosso ranking, algumas surpresas inesperadas também fizeram parte da lista. Convenhamos que a Chevrolet já era esperada na ponta por conta do sucesso do Onix, entretanto é bem legal ver marcas como Kia e Land Rover dentro do top 20 e até mesmo a Jeep bem posicionada dentro do top 10. 

Mas agora queremos saber de você. Qual sua conclusão sobre o ranking das marcas mais vendidas? Se surpreendeu? Na sua opinião o posicionamento já era esperado ou você acha que tem alguma surpresa? Deixe um comentário contando, mas não guarde a informação só com você. 

Compartilhe esse conteúdo nas ruas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso a essa lista das marcas mais vendidas do Brasil. 

E já que estamos falando das marcas mais vendidas do Brasil, que tal conferir uma lista dos carros mais icônicos que já rodaram por aqui? Para saber quais são é só acessar o link a seguir:

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Listas

Não feche negócio: 10 Carros 0km que você deve evitar

Não feche negócio antes de ler esse artigo com os 10 carros 0km que você deve evitar de comprar!

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Você já parou para pensar que existem carros 0km que você deve evitar? Parece louco, mas é a pura verdade. Existe uma série de modelos que não devem ser comprados por uma série de motivos.

Pensando em te manter informado nós do Senhor carros separamos 10 modelos de carros 0km que você não deve comprar. As razões são as mais distintas e vão desde incerteza de continuidade até o preço em si. 

Carros 0km que você deve evitar

Se você está prestes a comprar um carro aqui vai um aviso: Não feche negócio antes de ler o artigo de hoje. Ele pode salvar o seu bolso! 

10 carros 0km que você deve evitar

Conheça agora quais são os 10 carros 0km que você deve evitar. 

10. Mitsubishi ASX

O Mitsubishi ASX é um carro legal que muita gente gosta, mas é preciso dizer que ele parou no tempo. 

O modelo é produzido há dez anos sobre a mesma plataforma e mesmo com reestilizações, ainda tem um design ultrapassado perante aos seus rivais e até mesmo quando comparados a outros modelos da marca. 

Mitsubishi ASX
Mitsubishi ASX

O acabamento é um tanto quanto simples para o seu valor. Além do mais, proprietários afirmam que o motor 2.0 Flex deixa a desejar e o pós-venda tem fama de complicado.Por fim, o preço também um tanto quanto salgado.

Existem outras opções no mercado que são mais espaçosas e mais acessíveis em termos financeiros como é o caso do Jeep Compass e o Volkswagen Tiguan Allspace. 

9. Chery New QQ

O New QQ já não pode mais nem se valer de ser o carro mais barato do país, já que o Moby é agora o detentor desse título. 

O New QQ tem uma estrutura frágil, motor fraco e sua manutenção tem fama de ser complicada. Além disso a montadora já confirmou que 2020 é o fim da linha para o modelo. 

Chery New QQ
Chery New QQ

Tão ruim quanto comprar um New QQ 0km é ter que vendê-lo no futuro. Por isso, se você tem amor ao seu dinheiro não compre os modelos remanescentes nas concessionárias por mais que isso possa parecer um bom negócio. 

8. Volkswagen Fox

Você deve estar pensando: Essa galera do Senhor Carros está louca. O Fox é um carrão! Sim… Não há dúvidas quanto a isso e vamos mostrar porque o modelo está nessa lista. 

O Volkswagen Fox ficou um pouco deslocado na linha da marca depois da chegada do Up e do Polo. O Fox hoje é vendido em três versões que vão de  R$ 51 mi a R$ 56 mil. 

Volkswagen Fox
Volkswagen Fox

Só que o Polo que é muito mais moderno e mais prazeroso de pilotar, tem preço inicial na faixa dos R$ 53 mil.  

Mesmo a versão 1.6 MSI do Polo que sai por R$ 61 mil acaba tendo melhor custo benefício por conta da tecnologia e segurança e novidades estruturais. Além disso, há rumores fortes que o Fox saia de linha já em 2021.

Ter nas mãos um carro obsoleto e fora de linha é prejuízo na certa. Por isso, o ideal é evitá-lo. 

7. Nissan March

Aqui temos um motivo direto para você evitar o Nissan March 0km: 2020 é o último ano do modelo. A Nissan já confirmou que ele sai de linha. 

O modelo já vinha meio esquecido pela Nissan há algum tempo. Além do mais seu preço era um tanto quanto salgado com valores entre R$ 51 mil e R$ 56 mil. 

Nissan March
Nissan March

Seria um negócio muito melhor comprar o sedã que usa a mesma plataforma e tem ainda um porta-malas maior e amplo espaço interno. Isso sem contar que é uma versão com menos desvalorização. 

6. Renault Duster

A reestilização do Renault Duster foi uma verdadeira vergonha e não apenas por isso que ele é mais um dos carros 0km que você deve evitar.

A montadora que estava prometendo mudanças drásticas à SUV fez apenas uma maquiagem no exterior e pouco mexeu no interior e na mecânica, tirando ainda uma das versões mais vendidas que era a 4x4. 

Renault Duster
Renault Duster

A nova versão conta apenas com um tipo de motor o antigo e defasado 1.6. Para o futuro se espera o 1.3 t turboflex que entrega um ótimo custo x benefício em termos de desempenho e consumo. 

5. Citroen

A exemplo do que ocorre com o Nissan March, o Citroen C3 parece ter sido abandonado pela montadora francesa. 

O modelo que é repleto de itens de série e preços relativamente acessíveis era um chamariz para diferentes perfis de consumidores. Mas seu futuro no Brasil ainda é incerto. 

Citroen
Citroen

Seguindo o padrão atual do mercado automotivo de crossover, o C4 Cactus deve ganhar as ruas ano que vem e com isso modelos mais antigos tendem a cair no esquecimento ou até mesmo saírem de linha.

Embora a Citroen não confirme há fortes rumores de que o C3 está próximo de ser descontinuado. 

4. Fiat Grand Siena

O Fiat Grand Siena é mais um entre os carros 0km que você deve evitar. 

O modelo possui valor de entrada na faixa dos R$ 50 mil equipado com motor 1.0 e custa cerca de R$ 56 mil com motorização 1.6. No entanto existe outro sedã da mesma marca e com custo X benefício muito mais atrativo.

Fiat Grand Siena
Fiat Grand Siena

 Estamos falando do Cronos. Que embora parta de valores na faixa de R$ 58 mil vem equipado com o moderno motor 1.3 FireFly muito mais econômico e com melhor dirigibilidade sem contar os diversos itens de série. 

O Siena é um modelo ultrapassado que dificilmente vai passar por um processo de renovação. Por isso deve ser evitado. 

3. Lifan X60

O Lifan X60 tem um custo x benefício melhor que muitos outros veículos que são concorrentes. Além disso parte de uma faixa de R$ 70 mil, muito mais em conta que seus concorrentes EcoSport e Tracker por exemplo.

Lifan X60
Lifan X60

O Lifan X60 também vem recheado de opcionais de série. Mas então por que ele é um carro a ser evitado?

Simples: Existem poucas concessionárias e o modelo tem fama manutenção cara e complicada. Além do mais o modelo tem uma liquidez ruim o que o desvaloriza muito mais do que seus rivais. Triste não é mesmo?

2. Fiat Doblò

o Fiat Doblò é mais um caso de carros que não devem ser comprados 0km. 

Na verdade, modelo é uma verdadeira incógnita. Trata-se de um projeto antigo e sem nenhum tipo de renovação com um motor antigo e pouco eficiente. Além do mais o modelo só possui opção de câmbio manual e acabamento extremamente simplório.

Fiat Doblò
Fiat Doblò

O Doblò é um carro que serve para trabalhar e também para famílias que tenham algum ente portador de necessidades especiais. O modelo é muito mal visto no mercado automotivo e tem grande desvalorização.

Além do mais anualmente o Doblò é colocado na lista dos carros que podem deixar de ser produzidos. Por isso não recomendamos. 

1. Chevrolet Tracker

O Tracker vem sendo amplamente elogiado e isso é correto, afinal o modelo é muito bom e tem muita qualidade. Entretanto não se trata de um modelo que deve ser comprado 0km. 

A justificativa são: preço, plataforma e comparação com um veículo da mesma marca.A versão de entrada do Tracker parte de R$ 85 mil. Já a versão top de linha do Onix Plus custa R$ 80 mil.

Chevrolet Tracker
Chevrolet Tracker

O Tracker e o Onix Plus usam a mesma plataforma e o mesmo motor. Enquanto o Tracker vem pelado, por R$ 5 mil a menos o Onix Plus vem completão.

Assim, se você está pensando em comprar um Tracker 0km reveja com calma e dê valor ao seu suado dinheiro. 

Conclusão

E na sua opinião? Além dos modelos que mostramos aqui tem mais algum modelo que não deve ser comprado 0km? Se sim, deixe um comentário pra gente contando qual é o modelo.

Depois de conhecer os modelos de carros 0km que você deve evitar, que tal conhecer modelos baratos que são exemplos de segurança? Para isso, é só clicar no botão abaixo!

Continuar Lendo

Em Alta