Listas

Prós e contras do Jeep Compass: Como é ter o SUV líder do segmento

Conheça todos os prós e contras do Jeep Compass e sinta na pele como é ser proprietário do SUV líder de vendas do segmento por aqui!

por

Murilo C.

Publicado em

ANÚNCIOS

Conhecendo os prós e contras do Jeep Compass

Você já parou para se perguntar quais seriam os prós e contras do Jeep Compass? Aparentemente se trata de um carro perfeito não é mesmo? Relançado no Brasil em setembro de 2016 o SUV mostrou logo de cara que não se tratava de um Renegade melhorado mesmo que fizesse uso de peças compartilhadas com o irmão mais novo. 

Prós e contras do Jeep Compass

Não demorou muito para que o modelo se tornasse o preferido do segmento. A partir de 2017 o Compass se tornou líder de vendas entre os SUVs no Brasil e mantém essa liderança até os dias de hoje.

Esse domínio incomoda muito as marcas concorrentes que inclusive desenvolveram novos modelos e estão trazendo exemplares importados para o Brasil na tentativa de frear esse domínio do Jeep Compass. 

Apenas para exemplificar entre janeiro e novembro mesmo com a pandemia do coronavírus o Compass teve nada mais do que 46.004 unidades emplacadas por aqui. Um número que realmente surpreende. 

Ao analisar esses números muita gente naturalmente conclui que o modelo é diferenciado e extremamente funcional.

Mas será que isso é verdade? Será que ele é o melhor de todos os SUVs do Brasil? E agora vem a melhor pergunta: Será que ele é o modelo ideal para sua rotina?

Pensando em responder todos esses questionamentos fizemos uma lista com todos os prós e contras do Jeep Compass para que no final você seja capaz de responder se o modelo conseguirá atender suas expectativas. 

Bora conferir?

Prós e contras do Jeep Compass: O que modelo oferece afinal?

Para saber tudo o que o Jeep Compass pode te oferecer é só ler o nosso artigo até o fim!

Pró: Design

Para muita gente o design do Compass deveria ser colocado como ponto negativo já que as alterações foram extremamente pontuais e quase passam batidas. No entanto é preciso falar a verdade: O modelo é lindo!

A Jeep optou pela velha e funcional filosofia de que em time que está ganhando não se mexe e manter o Compass todo bonitão como sempre foi. 

Design
Design é sempre ponto alto

Assim em nosso primeiro ponto de prós e contras do Jeep Compass podemos afirmar sem sombra de dúvidas que o design é sim o ponto alto. 

Pró: Diferentes opções de motorização

Algo que precisa ser elencado no Jeep Compass 2021 é que o modelo tem diferentes opções de motorização. Isso permite que o proprietário opte por um motor Diesel ou motor flex. 

Assim de modo total podemos afirmar que antes de comprar o Compass o proprietário pode optar por três tipos de combustíveis diferentes. 

O motor Turbodiesel 2.0 traz a união entre força e potência , com 35,7 kgfm de torque e 170 cavalos. Trazendo à tona a economia que muita gente busca em SUVs. 

Acoplado a essa unidade de potência há um câmbio automático de 9 velocidades acompanhado de um volante com paddle shifts que proporciona conforto e funcionalidade. 

A outra opção de motorização é o motor 2.0 Flex capaz de gerar 166 cavalos de potência com um torque de 20,5 kgfm movido por um câmbio automático de 6 velocidades proporcionando força e conforto para todo e qualquer tipo de aventura. 

Pró: Conforto e amplo espaço interno

Algo que não sai de moda no Jeep Compass é seu amplo espaço interno que naturalmente proporciona muito conforto a todos os ocupantes. 

Conforto
Conforto sempre foi chamariz

O SUV é capaz de levar até cinco adultos todos muito confortáveis e sem nenhum tipo de aperto. Viajar com o modelo é uma excelente experiência pois os pneus e a suspensão parecem deixar todo o caminho mais liso tornando o deslocamento extremamente agradável. 

Pró: Qualidade de acabamento

Aqui temos um ponto que chama atenção também pela continuidade. 

Desde que chegou ao Brasil o Compass sempre prezou pela qualidade do acabamento à bordo. Desde os tampos das portas passando pelas costuras dos bancos e até os acessórios plásticos: Tudo no SUV é carregado de ampla qualidade. 

Com o passar dos anos essa qualidade se reflete diretamente em conforto. Pois os materiais não sofrem dilatação que trazem à tona uma série de barulhos desconfortáveis. 

Em termos de qualidade o Jeep Compass dá literalmente um banho em seus concorrentes. Talvez seja por isso que ele não perde a liderança de vendas. Não é mesmo?

Pró: Tecnologias autônomas

Algo que merece ser elencado em nossa lista de prós e contras do Jeep Compass é seu alto poderio de tecnologias autônomas. 

O Jeep Compass conta com uma variedade de tecnologias de natureza autônoma para tornar a experiência ao volante mais confortável, inteligente e segura.

Itens como controle de cruzeiro adaptativo, aviso e frenagem automática, comutação automática de faróis, aviso de mudanças de faixa, e sistema Park Assist são alguns exemplos que tornam o modelo mais divertido e seguro de se pilotar. 

Pró: Segurança extrema

Quando o assunto é segurança o Compass também não faz feio. 

Os primeiros itens a serem exaltados no modelo são os 7 airbags estrategicamente posicionados. São 2 airbags frontais, 2 laterais, 2 de cortina e 1 para os joelhos do motorista. 

O monitoramento de ponto cego é outro item de série no Compass algo importante para evitar tanto acidentes quanto incidentes. 

Com bom ângulo de entrada e saída e tração 4×4 é muito comum que condutores se aventurem em estradas de terra. Por isso o Compass conta com um protetor de cárter reforçado que evita problemas estruturais que poderiam se tornar verdadeiras ameaças em termo de segurança. 

O detector de tráfego cruzado também chama atenção com seus sensores posicionados na  parte de trás do Jeep que identificam e alertam sobre a presença de veículos ao sair de vagas perpendiculares, como as vagas de shoppings.

Além de todos esses componentes o Compass conta ainda com sistema de freios ABS, controle eletrônico de tração e estabilidade que atuam de forma conjunta e assistente de partida em rampa e descidas inclinadas. 

Tudo isso permite que o condutor literalmente tenha o carro na mão nos mais variados tipos de situação. Algo que não pode ser ignorado. 

Prós: Conectividade

Assim como está recheado de tecnologia autônoma no quesito conectividade o poder tecnológico do Compass também surpreende positivamente. O SUV tem uma infinidade de gadgets que são impossíveis de serem desconsiderados. 

O primeiro é a central multimídia Uconnect que conta com uma tela de 8.4 polegadas sensível ao toque que pode ser sincronizadas com o Smartphone por meio de Apple CarPlay ou Android Auto. Com isso é possível fazer espelhamento dos mais variados apps e seguir a viagem totalmente conectada. 

Conectividade
Conectividade do Compass é diferenciada

Outro ponto que envolve tecnologia e conectividade é o painel de instrumentos em tela TFT 7’’. Trata-se de um detalhe que mostra a qualidade do Compass. 

Na pequena tela acoplada no painel é possível ter acesso a uma série de funções e informações específicas sobre o carro. 

O Compass conta ainda com um exclusivo sistema de som premium Beats que é equipado com 9 alto-falantes e subwoofer de 506 watts de potência. Esse equipamento tem o poder de executar músicas em alta definição. 

E por fim, ainda falando em conectividade e tecnologia o Compass conta com ar condicionado Digital Dual zone onde passageiros e motorista podem optar por diferentes temperaturas para suas saídas de ar. É literalmente o auge da sofisticação. 

Pró: Acessórios 

Continuando com nossa lista de prós e contras do Jeep Compass outros itens um tanto quanto especiais do modelo são os acessórios disponíveis com as mais distintas utilidades que os clientes podem ter à disposição. 

O friso lateral  é um deles. Sua finalidade é evitar pequenos danos como arranhões e amassados. É um Item importante para quem frequenta estacionamentos e ruas movimentadas.

As pedaleiras esportivas também fazem parte dos acessórios disponíveis aos condutores. Além de bonitas elas são funcionais pois contam com detalhes antiderrapantes trazendo mais firmeza à condução. 

Para quem tem alma aventureira há a opção do suporte de bicicleta para o teto e também de barras laterais sob o veículo. O que aumenta a capacidade de carga e facilita o transporte dos mais diversos tipos de utensílios

E por último mas não menos importante há também o tapete de porta-malas que protege todo o recinto dos mais diversos riscos e arranhões. 

Pró: Pacotes de serviços

E por último mas não menos importante em termos de pontos positivos em se ter um Compass são os pacotes de serviços ofertados no ato da compra. 

O primeiro pacote ofertado é a garantia adicional. Com ela o SUV consegue atingir até 5 anos de garantia. São planos de 12 ou 24 meses adicionais à garantia de fábrica. Trata-se de uma proteção econômica que vale a pena. 

Outra opção bastante interessante são as revisões sob medida. Com esse pacote é possível montar um plano de revisões com descontos e preços fixos. Planos personalizados de duas até dez revisões programadas podem ser diluídas junto ao financiamento do Compass ou no ato do pagamento à vista. 

E por último mas não menos importante é o serviço de proteção de pneus. Como se sabe o Compass é um SUV que se dá bem em todo o tipo de terreno mas os pneus podem sofrer. 

Assim esse serviço garante proteção aos pneus contra avarias e acidentes com reposição garantida e cobertura de 12 meses. 

Contra: Consumo

Depois de conhecer todos os pontos positivos, chegamos à parte negativa da nossa lista de prós e contras do Jeep Compass. E o primeiro ponto como não poderia deixar de ser é o consumo do SUV. 

É importante deixarmos claro que quem compra um modelo não deve estar pensando muito no consumo de combustível mas é algo que não dá para deixar de citar. 

Tanto o motor Diesel quanto o motor Flex apresentam médias não muito positivas de consumo tanto em cidades quanto em estradas. Assim se você está pensando em comprar um Compass tenha em mente que o gasto com combustível pode aumentar. 

Contra: Tamanho do porta-malas

Quem compra um Jeep Compass normalmente está acostumado com espaço por isso reclamações ao redor do porta-malas podem não fazer sentido. 

Embora o modelo seja o campeão dos SUVs seu porta-malas de “apenas” 410 litros pode não ser o suficiente para alguns proprietários. 

Porta-malas
Porta-malas é menor do que a concorrência

Inclusive nesse quesito o modelo perde para alguns de seus concorrentes que possuem porta-malas com mais capacidade como é o caso do Hyundai Creta e o Honda HR-V. 

É um problemão? Claro que não! Mas é importante mencionar, não acha? 

Contras: Peças caras

E por último, temos como ponto negativo o alto valor das peças. Proprietários do Compass afirmam que é muito difícil que o modelo apresente problemas mas quando eles aparecem as peças não costumam ser nada baratas. 

No entanto isso é algo natural e esperado já que estamos falando de um SUV cuja versão top de linha encosta nos R$ 215 mil. Esse é o preço que acaba por se ter exclusividade. 

Conclusão

No universo automotivo não existe veículo que agrade a todos. Isso é um mito que muita gente colocou na cabeça e que aos poucos nós do Senhor Carros estamos desconstruindo ao te mostrar análises detalhadas, humanas e verdadeiras. 

Como você conferiu na lista de prós e contras do Jeep Compass o modelo possui muito mais aspectos positivos e negativos e mesmo com os pontos ruins mostrados aqui o modelo segue na liderança tranquila entre os SUVs mais vendidos do Brasil!

Se você estava pensando em comprar um Jeep Compass e depois de ler nossa análise tenha se decidido por fechar negócio tenha calma! Nós ainda podemos (e iremos te ajudar).

Para isso basta você clicar no botão a seguir para conferir quais são as diferentes maneiras de comprar um Jeep Compass para chamar de seu!

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Listas

É o fim: Saiba quais são os carros que vão sair de linha em 2020

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Carros que vão sair de linha

Sempre que o ano chega em seu segundo semestre, notícias temerosas surgem no universo automotivo e em 2020 a história não é diferente. Muitos modelos já estão com data marcada para desaparecer. Embora alguns vão ser substituídos por novas gerações, há alguns carros que vão sair de linha. 

Se você escolheu 2020 como o ano para comprar um carro, não feche nenhum negócio antes de ler o artigo de hoje, afinal, comprar um carro que vai sair de linha nem sempre é uma boa idéia. 

Com o objetivo de te manter informado, nós do Senhor Carros vamos te mostrar hoje quais são os carros que vão sair de linha em 2020. Não deixe de conferir. 

Carros que vão sair de linha em 2020: Saiba quais são

Saiba agora quais são os carros que vão sair de linha em 2020

Chevrolet Cobalt

Com o lançamento do Onix Plus, a chevrolet disse que o Cobalt não sairia de linha. 

Até agora, o modelo ainda é comercializado em concessionários, mas de acordo com informações de representantes da marca, as unidades comercializadas são 2019/2020.

Cobalt
Cobalt é cotado para aposentadoria eterna

Assim que os estoques acabarem, o Chevrolet Cobalt chegará ao fim de sua jornada. Seu irmão menor, o Joy Plus (antes chamado de Prisma) ganhou sobrevida e deverá deixar o mercado apenas no fim de 2022.

Ford Fusion

As perspectivas são obscuras para o Ford Fusion. A montadora estadunidense já afirmou que o modelo, que é produzido no México e exportado para EUA e Brasil terá a produção encerrada. 

De acordo com a própria Ford, um substituto direto está descartado, uma vez que a marca vai abandonar o segmento de sedãs médios e grandes para focar em SUVs. A chegada do Bronco é um exemplo disso. 

Fusion
Fim da linha para o Fusion

O modelo ainda segue sendo comercializado nas concessionárias, mas sob a chancela de produção e modelo 2019/2020. 

Hyundai IX35

O Hyundai IX35 pode até não sair de linha em 2020, mas seu futuro é um tanto quanto incerto. 

O motivo do modelo estar na lista dos carros que vão sair de linha em 2020 é sua baixa participação no mercado. 

Além de sofrer derrotas consecutivas para concorrentes de outra marca, o Creta faz concorrência interna direta por ser mais moderno e ter valores semelhantes. 

IX35
Imbróglio jurídico e baixas vendas devem colocar fim na produção do IX35

Embora o modelo 2020 esteja sendo comercializado, e eIxista um contrato de produção entre a Hyundai e a Caoa, a empresa sul-coreana se recusa a renová-lo. 

O imbróglio é tão grande que está sendo analisado no tribunal de justiça de Frankfurt na Alemanha. Pela nossa experiência na área, é muito provável que 2020 seja o fim da linha para o IX35. 

Volkswagen Fox

O Fox pode até ganhar sobrevida e sobreviver mais um ano, mas se isso ocorrer, os modelos provavelmente serão comercializados como 2020/2021. 

A sobrevivência do pequeno hatch está atrelada ao seu desempenho comercial. Em 2019 o modelo foi o 19º carro mais vendido por aqui com mais de 38 mil unidades emplacadas. 

Fox
Vendas podem sacramentar a produção do Fox

O problema é que seus emplacamentos vêm sofrendo quedas constantes. É importante lembrar que a SpaceFox já foi descontinuada exatamente por conta de seu fraco desempenho de vendas. 

Gerações que sairão de linha em 2020

A exemplo de alguns carros que vão sair de linha em 2020, há também as gerações que estão se despedindo para dar lugar às suas sucessoras, que terão apenas seus nomes, mas que na prática serão totalmente diferentes. Bora saber quais são?

Renault Duster

Conforme já mostramos aqui, o novo Duster passou por algumas alterações que são fáceis de serem notadas, mas que deixaram a desejar. 

O carro foi sim, e é considerado pela montadora francesa como uma nova geração, mas só de olhar, é possível encontrar muitas semelhanças com a geração anterior. Além disso, a motorização é sem sombra de dúvidas o ponto fraco dessa “renovação”

O novo Renault Duster conta apenas com uma opção de motor, o “defasado” 1.6 Sce de 120 cavalos. 

Duster
Nova geração do Duster é semelhante à anterior

O aclamado motor 2.0 aspirado saiu de linha e o substituto natural, que seria o 1.3 turbo ainda não deus as caras por aqui. Algo que pode atrapalhar as vendas. 

Chevrolet Tracker

O Tracker é mais um modelo que terá sua geração renovada. 

O modelo que antes era fabricado e importado do México passou por idas e vindas no mercado brasileiro e agora tenta se firmar de uma vez por todas como um SUV competitivo e atrativo. 

Além do visual renovado, as versões mais básicas do novo Chevrolet Tracker trazem sob o capô um motor 1.0 turbo flex de 3 cilindros, capazes de render até 116 cavalos de potência e câmbios manual ou automático de 6 marchas. 

Tracker
Chevrolet Tracker mudou da água pro vinho

Já as versões superiores, são equipadas com um inédito motor 1.2 turbo, também de três cilindros, flex, mas somente com câmbio automático de 6 velocidades. Sem sombra de dúvidas um “plus” para enfrentar a concorrência. 

Peugeot 208

Considerado o “carro chefe” da montadora francesa no Brasil, o 208 vai ganhar uma nova geração incrível. 

O modelo será igual ao europeu que foi lançado no ano passado. A exemplo de muitos outros veículos, o novo 208 teve seu lançamento e vendas atrapalhados pela pandemia do novo coronavírus. 

A geração atual do 208 é fabricada na fábrica de Porto Real no RJ, mas o novo será produzido na Argentina, na fábrica da montadora na cidade de El Palomar e será importado para o Brasil com os benefícios comerciais assegurados pelo Mercosul. 

208
Peugeot 208 passou sofreu mudanças profundas

O hatch é parte importante dos planos da Peugeot para aumentar a participação no mercado automotivo brasileiro a partir de 2021.

Honda FIT

A quarta geração do Honda Fit foi apresentada na última edição do Salão do Automóvel de Tóquio e é esperada aqui no Brasil ainda no segundo semestre de 2020. 

Embora tenha sido totalmente reformulado, o modo mantém o foco no aproveitamento do espaço interno e praticidade no interior do habitáculo. 

Além da renovação estética, o Fit conta com novidades no motor. Pela primeira vez, o modelo será equipado com uma unidade 1.0 turbo de três cilindros e injeção direta associado a um câmbio CVT. 

Honda Fit
Honda Fit passou por alterações mais do que necessárias

Já no mercado europeu, o Fit da nova geração terá uma versão híbrida, movida por um motor 1.5 à combustão movido a gasolina e outro elétrico. 

Agora queremos saber de você. Qual é o seu modelo preferido entre os carros que vão sair de linha de 2020? Deixe um comentário contando pra gente. 

E depois de descobrir quais são os modelos de carros que vão sair de linha em 2020 que tal conferir uma lista com aqueles modelos que mais se destacaram na última década? Para isso, é só clicar no botão a seguir.

Continuar Lendo

Em Alta