Leilão de Carros

Moto de leilão pode rodar? 4 passos para regularizar

Descubra de uma vez por todas se moto de leilão pode rodar e quais são os caminhos para regularizar uma motocicleta que foi comprada em leilão!

Anúncios

por Murilo C.

Publicado em 24/05/2021

Afinal, moto de leilão pode rodar?

Adquirir um veículo por meio de leilões é uma prática que felizmente vem crescendo. Isso tem acontecido por conta dos preços que são muito mais acessíveis, com isso muita gente conseguiu alcançar o sonho do carro ou da moto própria por meio de um leilão, mas uma dúvida ainda ronda a cabeça de muita gente: afinal, moto de leilão pode rodar?

image
Como e onde comprar moto de leilão

Como e onde comprar motos de leilão

Saiba quais são os passos para participar de um leilão de motos e onde encontrar os melhores exemplares.

Algo importante de se dizer sobre os leilões de motos é que essa é uma modalidade de compra dentro de lei e as motocicletas lá compradas podem ser tanto utilizadas como revendidas. 

Se você está em busca de uma moto para chamar de sua ou para revender e quer pagar um valor bem abaixo da tabela, saiba que um leilão é uma ótima alternativa para você. 

Como sempre fazemos, nosso objetivo é te informar da melhor maneira possível sobre mitos e verdades sobre negociações que envolvam diferentes tipos de veículos. Nesse caso em específico, falaremos das motocicletas. 

Se você tem dúvidas sobre motocicletas e principalmente se moto de leilão pode rodar, então precisa ler o artigo de hoje!

Bora descobrir se moto comprada em leilão pode rodar por aí? 

Anúncios

As vantagens e desvantagens de comprar uma moto de leilão

Uma das principais vantagens de comprar uma moto em leilão sem sombra de dúvidas é o seu preço final. 

Por se tratar de uma modalidade de compra onde a moto possui algum tipo de avaria mecânica ou problema de documentação, existe margem para uma compra pra lá de vantajosa em termos de valor final. 

No entanto, nem tudo pode ser flores em um leilão!

Existe a possibilidade de se deparar com algumas opções de compra que podem não ser muito vantajosas e gerar dor de cabeça para o comprador no futuro próximo. 

Para garantir que o negócio feito em um leilão de motos seja vantajoso, é importante checar com muita atenção a procedência da motocicleta, sua quilometragem, seu estado de conservação, pendência de multas e documentação. 

Todas essas informações estão descritas no edital e podem ser facilmente obtidas por meio de uma leitura atenta e coerente. 

Com isso em mente, é hora de partirmos para o nosso próximo tópico. 

Moto de leilão de pode rodar?

Você deve estar querendo saber: afinal, moto de leilão pode rodar ou não? 

Na verdade, a moto adquirida em um leilão pode ser classificada de duas maneiras e é  isso que irá responder se o veículo pode ou não rodar normalmente por ruas e rodovias.

Uma moto de leilão pode ser classificada como sucata ou como conservada. 

Então, a resposta para a pergunta é: Sim. 

Uma moto de leilão pode rodar, desde que ela esteja conservada para isso! 

Caso a moto arrematada esteja conservada, ela pode sim, rodar normalmente sem nenhum tipo de problemas para o seu novo dono. 

No entanto, dependendo da origem do veículo comprado, é importante se informar se é necessário realizar uma rematrícula no Detran, que como muita gente sabe, é o órgão responsável por regulamentar todos os tipos de automóveis do Brasil.

Ainda é importante que o dono pague o IPVA do ano em questão e todas as pendências burocráticas que houver sobre a moto que foi arrematada. 

Logo, antes de fechar um negócio em leilão, nós do Senhor Carros recomendamos que você saiba qual é a procedência e as pendências da moto para evitar qualquer tipo de problema futuro. 

Caso a moto arrematada seja classificada como sucata, por outro lado, não possui direito a uma nova documentação, sendo assim, impossível de ser utilizada. 

Nesses casos, as motos são vendidas diretamente para desmanches e ferro velho. 

Anúncios

4 Passos para regularizar sua moto de leilão para rodar

Como citamos, participar de leilões de motos é uma das alternativas mais usadas por pessoas que desejam comprar veículos em bom estado de conservação com preços mais acessíveis. 

No entanto, essa modalidade de compra traz muitas dúvidas e a mais comum é: como regularizar uma moto comprada em leilão para poder rodar com ela. 

Se você também quer saber como regularizar uma moto de leilão para poder rodar, confira abaixo os passos para isso!

Passo 4: Verifique toda a documentação

A moto adquirida em um leilão só poderá ser regularizada se no seu documento constar pequena ou média monta. 

Ou seja, danos reversíveis que não comprometem o funcionamento da motocicleta. 

Verificar toda documentação é importante passo para rodar com moto de leilão
Verificar toda documentação é importante passo para rodar com moto de leilão

Dessa maneira, os lotes que possuem grande monta que são as motos consideradas sucatas que apresentam mais de 75% de sua lataria comprometida não podem ter o a documentação regularizada. 

É por causa disso que o primeiro passo é avaliar a documentação do veículo antes de arrematá-lo. 

Passo 3: Faça a inspeção CSV

Depois de analisar a monta do veículo o passo seguinte é a inspeção. 

Um dos principais passos para quem pergunta se moto de leilão pode rodar é obter a regularização da moto  e realizar a inspeção CSV – Certificado de Segurança Veicular. 

É esse documento que declara a aptidão da motocicleta para poder voltar a circular. 

Essa vistoria verificará diversos itens de segurança. Como sistema elétrico, alinhamento, balanceamento e muitos outros pontos. 

Para executar essa importante etapa, você precisa obter uma autorização prévia de vistoria do Detran e levar sua habilitação e documento da moto até um posto especializado em vistorias que seja credenciado pelo Inmetro. 

Passo 2: Preste atenção aos prazos

Quando você arremata uma moto de leilão, a leiloeira que a vendeu é responsável por definir os prazos e as condições para regularização da motocicleta, sendo a responsável por dar início no processo de documentação junto ao Detran e ao antigo proprietário da moto. 

É importante respeitar os prazos
É importante respeitar os prazos

Dessa maneira, é importante que o comprador da moto (nesse caso, você) fique atento aos prazos combinados com a empresa e acompanhe de perto o procedimento de regularização. 

Isso previne a perda de prazos, multas, dores de cabeça e consequentemente prejuízos. 

Passo 1: Autorização do Detran

E o último passo é a Autorização do Detran!

Após a realização da inspeção da moto de leilão e obtenção do certificado CSV, é preciso comparecer ao Detran para dar abertura ao processo administrativo de regularização de documentos. 

O comprador da moto tem a responsabilidade de levar a nota do arremate ao departamento dentro de um prazo fixo de 30 dias. 

É importante saber que o atraso de se levar a documentação solicitada implica em multa de averbação e três pontos na carteira de motorista. 

Para fazer a regularização da moto leiloada, o comprador deve ir até o Detran com os seguintes documentos:

  • Requerimento para desbloqueio de sinistro;
  • Nota fiscal original de compra da moto do leilão que é emitida pelo leiloeiro;
  • Original do Auto de Leilão também emitida pelo leiloeiro;
  • Originais e cópias de documentos pessoais, como RG, CPF e comprovante de residência;
  • Certificado de registro de veículo – CRV;
  • Certificado de segurança veicular – CSV;
  • Laudo de vistoria obtido em Empresa Credenciada de Vistoria – ECV;
  • Comprovante bancário do pagamento da taxa de emissão do CRV – Certificado de Registro do Veículo.

Outro ponto importante de ser dito aqui é que o prazo mínimo para o Detran realizar a regularização da moto de leilão documentada vai de 30 a 90 dias úteis. 

Conclusão

Como você acabou de descobrir, moto de leilão pode rodar sem problema nenhum.

Embora seja uma ótima oportunidade de comprar uma moto por um valor mais acessível, colocar a motocicleta para comprar é um pouco trabalhoso e isso afasta quem não gosta de burocracias. 

Agora que você já sabe que moto de leilão pode rodar e quais são os passos para a regularização é hora de aprender como participar de leilões de motocicleta e onde encontrar comprar a sua. 

Para desbloquear o universo dos leilões de motos, você só precisa clicar abaixo.

Como e onde comprar moto de leilão

Como e onde comprar motos de leilão

Saiba quais são os passos para participar de um leilão de motos e onde encontrar os melhores exemplares.

Sobre o autor

Murilo C.

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Revisado por

Luiza Lamas

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Neo Seguro Auto: como fazer sua cotação e ser um segurado?

Veja agora como fazer parte da Neo Seguro Auto, um seguro inovador que veio para quebrar sua visão de um seguro veicular padrão!

Continue lendo
content

Zurich Seguro Auto: Saiba tudo sobre a seguradora

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Zurich Seguro Auto: Saiba tudo sobre a seguradora

Continue lendo
content

Rox Moto: como alugar e usar?

Está em busca de locação de motos de alta cilindrada? Então, veja aqui como alugar e usar os serviços da Rox Moto e aproveite!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Coronavírus: Como higienizar o carro durante a pandemia

Com os casos de coronavírus crescendo no Brasil e em outros países, alguns cuidados são necessários. Aprenda a higienizar o carro em tempos de pandemia!

Continue lendo
content

Como higienizar bancos de carros: 7 dicas

Confira 7 dicas simples, porém muito importantes, para higienizar bancos de carro e, assim, deixar o veículo limpo e cheiroso por dentro!

Continue lendo