Dicas

Guia completo para comprar um carro elétrico: Veja 8 dicas

Confira dicas importantes antes de comprar o seu carro elétrico para utilizar o veículo da melhor forma possível e garantir sustentabilidade ao extremo!

Anúncios

Saiba o que observar antes de comprar seu carro elétrico

Comprar carro elétrico é assunto cada vez mais comum. Fonte: Unsplash.
Comprar carro elétrico é assunto cada vez mais comum. Fonte: Unsplash.

Muitas pessoas têm avaliado a possibilidade de comprar carro elétrico.

Afinal, embora soe meio clichê, já há quem diga a seguinte frase: “carro elétrico, você ainda vai ter um”.

Parece loucura? Sim! 

Mas essa será a realidade da próxima geração: ter um veículo elétrico na garagem, goste você ou não.

Afinal, com políticas de restrição a veículos a combustão crescendo cada vez mais, além de normas severas para emissões, os elétricos aos poucos vão se tornando uma realidade.

Inclusive, recentemente muitas montadoras anunciaram o fim da produção de carros à combustão para essa década. 

Assim, ter um carro elétrico na garagem será algo comum e inevitável no futuro próximo.

Contudo, esse novo normal que aos poucos vem se desenhando precisa de atenção.

A utilização de um veículo elétrico tende a ser como a de um veículo à combustão.

Mas devido à infraestrutura, é preciso levar em conta alguns detalhes, que envolvem carregamento, autonomia, além de manutenção.

Assim, se você está pensando em saltar para o futuro e comprar carro elétrico, a gente sugere que você leia o nosso artigo de hoje.

Nossos especialistas separaram algumas dicas importantes para quem busca entrar no universo da eletricidade.

Logo, se você está considerando comprar um elétrico, tire uns minutinhos do seu dia para a leitura a seguir.

A gente garante: você não vai se arrepender. 

Conheça o carro elétrico mais barato do Brasil

Confira uma lista com os cinco carros elétricos mais barato do Brasil e refina a escolha do seu modelo ainda hoje!

Anúncios

O que é um carro elétrico?

Um carro elétrico é um veículo movido totalmente a energia elétrica.

Ou seja, que não faz uso de nenhum outro tipo de combustível.

Seja gasolina, etanol, diesel, ou hidrogênio.

Veículos elétricos funcionam 100% com eletricidade.

Hoje, basicamente todos os modelos elétricos possuem tecnologia para que sejam carregados em tomadas comuns dentro de casa.

Além das tomadas caseiras, existe a possibilidade de recarregá-los em estações de energia.

Nessas estações o período de recarga é menor. 

Veículos elétricos estão se popularizando, afinal em muitos lugares do mundo começam a vigorar em breve uma série de restrições para veículos a combustão.

8 dicas essenciais para não errar na hora de comprar seu carro elétrico

Agora que você já sabe o que é um veículo elétrico, e os motivos pelos quais eles estão se tornando cada vez mais populares, agora é hora de mais descobertas. 

Muita gente acha que comprar carro elétrico envolve somente a compra.

Contudo, antes de fechar um negócio envolvendo esse tipo de veículo, é preciso levar em consideração uma série de coisas. 

Assim, para te ajudar, separamos algumas dicas essenciais que devem ser levadas em consideração para não errar na hora de garantir o seu elétrico. 

Então, vamos começar. 

Anúncios

8. Defina o uso antes de comprar carro elétrico

A primeira dica para quem deseja comprar um veículo elétrico é definir qual será a utilidade do exemplar para o dia a dia. 

É para ir ao trabalho todo dia? Usar aos finais de semana? Levas as crianças na escola? 

Definir o tipo de uso antes de comprar carro elétrico é importante para escolher o tipo do veículo.

Afinal, há diferentes elétricos tanto em termos de tamanho, espaço interno, autonomia e preços.

7. Faça cálculos antes da compra

Muita gente tem medo de comprar carro elétrico porque acredita que vai ficar na rua sem bateria.

Contudo, a maioria das pessoas não faz ideia de quanto roda por dia. 

Considere que você percorra 40 km todos os dias para ir e voltar do trabalho.

Hoje a maioria dos veículos elétricos possuem autonomia na casa de 300 km.

Ou seja, você vai rodar a semana toda sem nenhum tipo de preocupação em ficar sem carga.

Por isso, é muito importante verificar o quanto você trafega diariamente para escolher os veículos elétricos que vão te atender da melhor maneira em termos de autonomia e tempo de recarga. 

6. Pesquise bastante

Pesquisas extensas valem na hora de comprar qualquer tipo de carro, mas em um elétrico elas são ainda mais importantes. 

Assim, pesquise não apenas os preços dos veículos, mas também diferentes opções de pagamento, se o negócio envolve carregadores e suporte para instalação elétrica, autonomia, garantia das baterias e claro: suporte pós-venda. 

Além disso, é importante observar também o tipo de plugue utilizado pelo carro elétrico para carregamento.

E por fim, ainda dentro das pesquisas, faça um test drive.

Dirigir um carro elétrico é uma experiência diferente em termos de desempenho e dirigibilidade.

Assim, só feche negócio se o carro realmente te agradar. 

5. Confira todos os aspectos da manutenção

Veículos elétricos têm fama, além de marketing de manutenção mais simples e barata do que veículos a combustão.

Contudo, é importante pesquisar sobre custos fixos de revisões obrigatórias.

Afinal, são as revisões obrigatórias que mantêm a garantia do veículo elétrico valendo. 

Além disso, lembre-se que depois que a cobertura de fábrica acabar, você não vai levar o seu elétrico para manutenção em qualquer oficina.

Ainda existem poucas oficinas independentes com conhecimento técnico para fazer manutenção em veículos elétricos.

Ou seja, as chances de você continuar com revisões e manutenções na concessionária são grandes. 

4. Defina os pontos de recarga antes da compra

Saber onde carregar antes de comprar é fundamental. Fonte: Unsplash.
Saber onde carregar antes de comprar é fundamental. Fonte: Unsplash.

Outro ponto importante antes de comprar carro elétrico é ter uma definição de pontos de recarga antes da compra.

Por isso, mapeie os principais pontos de recarga nos trajetos que você costuma fazer no dia a dia.

Verifique se o plugue do cabo de carregamento do veículo elétrico que você deseja comprar é compatível com determinado eletroposto. 

Além disso, baixe apps especializados em pontos de recarga de veículos elétricos. 

Muitas empresas possuem guias atualizados de carregadores e de monitoramento para avisar se os pontos estão funcionando e se estão ocupados ou livres naquele momento.

3. Compre um Wall Box

É muito importante ter um Wall Box em sua casa ou no trabalho. 

Afinal, esse equipamento garante um carregamento mais rápido do que os realizados em tomadas comuns. 

A maioria dos veículos elétricos já são negociados com esse tipo de carregador incluso.

Por isso, barganhe por um no momento de comprar carro elétrico, pois tem muita concessionária que o tenta vender cobrando à parte. 

Além disso, é importante que você busque uma empresa especializada ou homologada pelo fabricante para instalar o Wall Box de forma adequada em sua casa. 

Ou seja, nada daquele seu eletricista de confiança para esse tipo de instalação, ok?

2. Garanta um carregador portátil

Além do Wall Box é importante que você também tenha um carregador portátil.

Se você roda bastante e não possui uma rotina fixa de quilometragem, é importante ponderar a compra de um carregador portátil.

Afinal, como o nome já diz, esse equipamento nada mais é  do que um carregador pequeno, que inclusive, cabe no porta-malas.

O preço de um carregador portátil gira em torno de R$ 2.500 a R$ 5 mil. 

1. Acostume-se aos poucos

E a nossa última dica é a de se acostumar aos poucos! 

Afinal, o veículo elétrico é um tanto quanto peculiar. 

Antes de tudo, ele não faz barulho.

Assim, é importante ficar atento, pois assim que você apertar o botão “start” o máximo que vai acontecer é a emissão de um sinal na cabine que avisa que o conjunto está funcionando. 

Além disso, é preciso prestar atenção na hora de acelerar. 

Isso porque o torque desse tipo de veículo é instântaneo.

Ou seja, assim que você pisa no pedal, a resposta é imediata e na maioria das vezes é mais brutas do que as do veículo a combustão. 

Por isso, tenha em mente que será necessário um período de adaptação até que você se acostume com o carro elétrico recém-comprado!

Vale a pena comprar um carro elétrico?

Carro elétrico é compra que precisa ser avaliada. Fonte: Unsplash.
Carro elétrico é compra que precisa ser avaliada. Fonte: Unsplash.

Será que vale a pena comprar carro elétrico?

A resposta é: Depende.

Caso sua intenção seja para trajetos curtos, principalmente dentro de grandes centros, o veículo elétrico é uma compra que vale a pena.

Inclusive, pelos benefícios. Afinal, alguns estados concedem descontos e isenção de IPVA o que é interessante.

Afinal, por conta do preço, o IPVA de um elétrico seria muito caro.

Agora, se você tem como objetivo o comprar um elétrico para uso em grandes deslocamentos, principalmente rodoviário, a compra pode não ser tão vantajosa.

Nesse caso, seria preciso observar pontos de carregamento pelo percurso. 

Cada caso é único, e cabe ao futuro comprador analisar cada situação antes de fechar negócio. 

Comprar carro elétrico em leilão é uma possibilidade

Algo que chama muito a atenção em veículos elétricos é o seu preço.

Hoje eles são muito mais caros que um veículo à combustão.

Contudo, para aqueles que pensam em sustentabilidade e economia a longo prazo, esse alto custo acaba sendo diluído.

Mas a boa notícia é que hoje em dia já é possível comprar um veículo elétrico em leilão.

Como já mostramos por aqui, existem muitas opções de veículos em um leilão de carros e agora os elétricos também estão chegando para serem comprados dessa forma.

Tá a fim de comprar um elétrico para chamar de seu e quer pagar até metade do preço original?

A gente te ensina, mas para aprender, você precisa clicar logo abaixo! 

Comprar carro elétrico em leilão

Carro elétrico de leilão: benefícios e cuidados

Saiba quais são os caminhos, benefícios e os cuidados a se tomar na hora de comprar carro elétrico em leilão para fechar o melhor negócio!

Sobre o autor

Murilo C.

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Em Alta

content

Saiba quais são os 20 piores carros para revenda Chevrolet

Você trabalha comprando e revendendo carroa? Então descubra quais são os 20 piores carros para revenda Chevrolet e evite prejuízos!

Continue lendo
content

Aprenda como consultar se o carro é de leilão de forma gratuita

Aprenda as diferentes maneiras de como consultar se o carro é de leilão de forma gratuita e faça um bom negócio!

Continue lendo

Leilão de Carros

O que fazer depois de arrematar um carro em leilão?

Saiba o que é preciso fazer depois de arrematar um carro em leilão? Conheça todo o procedimento a ser realizado!

Procedimentos para depois de arrematar um carro em leilão

Arrematar um carro em leilão é uma excelente oportunidade, seja para quem busca economia para comprar um veículo, ou então para quem está procurando alternativas diferentes de ganhar dinheiro. Em leilões é possível arrematar um carro, uma moto, uma van, um caminhão e até mesmo imóveis por valores inimagináveis. 

arrematar carro em leilão

Como e onde arrematar carro em leilão

Saiba como e onde arrematar um carro em leilão e compre seu exemplar por até metade do valor de tabela!

No entanto, tão  importante quanto uma compra certeira e segura, é saber como proceder após arrematar o seu veículo por meio de um leilão. 

Pensando em te manter informado sobre o assunto, vamos te mostrar hoje como proceder após comprar um carro em um leilão. 

Diferente do que muita gente imagina, o arremate é só o início do trâmite burocrático que envolve a compra de um bem nos leilões. 

Se você já sabe tudo sobre leilão de carro, quer começar a participar, mas ainda não sabe o que fazer depois de dar o lance vencedor, então a leitura de hoje é obrigatória. 

Vamos lá?

O que fazer depois de arrematar um carro em leilão?

Imagine a seguinte situação: 

Você deseja comprar um carro, mas a grana tá curta. Então, descobre que um leilão veicular possui modelos sendo comercializados por até metade do preço. 

Então, você dedica seu tempo estudando sobre leilões. 

Conhecer os termos, aprende todos os passos para participar de leilões presenciais e online e se sente preparado para comprar o carro dos seus sonhos. 

Você então, vai até o leilão, participa, dá o seu lance e a mágica acontece: você vence a concorrência e seu lance é considerado o vencedor. 

Muito bom! Sem sombra de dúvidas alto mais do que positivo.

Mas e depois de tudo isso, o que acontece?

Como funciona o procedimento para pagamento, regularização da documentação e consequentemente liberação do veículo?

Diferente do que muita gente pode imaginar, existem uma série de passos que devem ser seguidos, para que você possa usufruir do seu carro arrematado em leilão. 

Iremos te mostrar cada um desses passos agora. 

Bora aprender o que precisa ser feito depois de arrematar um carro em leilão?

Pagamento das taxas

O primeiro passo, claramente envolve dinheiro. Mais precisamente os pagamentos das taxas do leilão. 

Algo muito importante de falarmos para você é que para garantir a satisfação de uma boa experiência em um leilão e se resguardar de todo e qualquer tipo de prejuízo é que você leia com muita atenção o edital do leilão. 

E no edital que estão contidas todas as informações que você precisa saber sobre as regras do leilão do qual você irá participar. 

Por meio desse documento, você vai obter informações sobre valores, situação do carro, processo de documentação e muito mais. 

Dessa forma, assegure-se de que essa medida de preparação prévia tenha sido tomada antes mesmo de você começar a dar seus lances. 

Assim que um lance é considerado vencedor e o veículo é arrematado, todos os procedimentos seguem o que está escrito no edital. 

Para o caso do pagamento de valores, normalmente é preciso pagar:

  • 5% de comissão para o leiloeiro ou para a empresa que está organizando os leilões;
  • Taxas de administração;
  • Outros valores, dependendo do tipo de leilão e o organizador. 

Outro ponto importante a ser mencionado que pouca gente sabe é que normalmente, o arrematante, ou seja, o comprador, precisa pagar o lance dado à vista, assim que o martelo é batido!

A nota de compra e venda só é emitida apenas após todos os valores pagos na arrematação do carro. 

Feitos os pagamentos, basta encaminhar os comprovantes para o escritório do leiloeiro para que possam dar sequências nos trâmites para a transferência da posse do veículo ao novo proprietário. 

Ah, e lembra que falamos do edital?

Pois é, nele está contido que se você dar o lance vencedor e não pagar o carro, terá que pagar uma multa. Por isso, não deixe a emoção superar a razão quando estiver tentando arrematar um carro em leilão. 

Regularização dos documentos

Depois de realizar todos os pagamentos necessários pelo veículo arrematado, o passo seguinte consiste na regularização dos documentos. 

O recibo do carro comprado é preenchido com os dados pessoais do comprador mediante cadastro efetuado na plataforma da leiloeira. 

Ou seja, o preenchimento precisa obrigatoriamente ser preenchido no nome do arrematante, não podendo ser preenchido no nome de terceiros. 

Feito isso, os recibos serão então encaminhados ao comitente para assinatura, reconhecimento de firma e liberados ao comprador em um prazo determinado conforme as condições de venda. 

Normalmente essa liberação costuma variar entre 30 a 90 dias, para a transferência padrão como de um carro adquirido por venda direta em loja ou concessionária.

Além do mais, é muito importante relembrar que as regras variam de leilão para leilão. 

Por isso, mais uma vez, reiteramos a necessidade de ler o edital com bastante atenção, pois estamos dando um exemplo convencional de um leilão que recupera veículos oriundos de financiamentos, que são os melhores leilões que existem para se arrematar um carro. 

Avaliações importantes ao arrematar um carro em leilão

É muito importante averiguar as condições do veículo antes de retirá-lo do pátio da leiloeira. 

Isso porque, uma vez que qualquer tipo de anormalidade no veículo em relação ao que consta no edital, dificilmente poderá ser justificada após a retirada do veículo. 

Dessa maneira, vale garantir a presença de um mecânico ou um funileiro de sua confiança, antes de solicitar qualquer tipo de serviço de busca, como cegonha ou guincho para transferência do carro para sua casa.

Esse tipo de medida previne mais gastos no caso de irregularidades presentes no veículo não dispostas nas informações do edital. 

E já que citamos o serviço de cegonha e de guinho, especialmente para quem precise levar o carro arrematado para outra cidade ou estado, é importante contabilizar todos esses gastos e possibilidades antes de determinar e dar lances. 

É isso que caracteriza um bom negócio de um comprador. Afinal, quem não se prepara adequadamente para arrematar um carro em leilão pode acabar gastando mais do que gostaria. 

Lembre-se que é muito importante seguir de maneira rigorosa todos os passos presentes no edital para arrematar e regularizar o veículo comprado em um leilão. 

Caso contrário, o arrematante corre o risco de arcar com mais despesas, como multas, taxas e outras penalidades impostas pelo DETRAN por conta de atrasos na transferência e regularização do automóvel. 

Conclusão

Embora em tese participar e arrematar um carro em leilão seja uma tarefa relativamente simples, trata-se de um negócio que requer bastante atenção. 

Muitos detalhes precisam ser levados em consideração para que um bom negócio realmente seja feito. 

Quem participa de leilões veiculares e acaba se deixando levar pela emoção, normalmente acaba gastando mais dinheiro do que deveria e o negócio passa a não ser tão vantajoso assim. 

Agora que você já sabe o que precisa fazer depois de arrematar um carro em leilão que tal conhecer os passos anteriores à participação nesse tipo de negócio e onde garantir um exemplar para chamar de seu?

Para isso, você só precisa clicar no botão abaixo! 

arrematar carro em leilão

Como e onde arrematar carro em leilão

Saiba como e onde arrematar um carro em leilão e compre seu exemplar por até metade do valor de tabela!

Você também pode gostar

content

Carros que as mulheres amam e odeiam que os homens dirijam

Homens são apaixonados por carros. Mas a verdade é que as mulheres também são. Descubra os carros que elas amam e odeiam que os homens dirijam.

Continue lendo
content

Maserati MC20: Saiba tudo sobre o veículo que também vem ao Brasil

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Maserati MC20: Saiba tudo sobre o veículo que também vem ao Brasil

Continue lendo
content

Prós e contras do Renault Kwid: Como é ter um exemplar em casa

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Prós e contras do Renault Kwid: Como é ter um exemplar em casa

Continue lendo