Listas

Fiat Cronos: Conheça os detalhes do modelo

Conheça todas as especificações do Fiat Cronos e o que o modelo tem a oferecer!

Por

Murilo C. 

| Publicado em

ANÚNCIOS

Fiat Cronos é um bom carro

Lançado em 2018 e com apenas dois anos de idade o Fiat Cronos é um sedã que veio com a missão de ocupar o lugar deixado por antecessores como Siena, Linea e Grand Siena. Em termos de design o modelo se saiu bem mas não fez muito mais do que isso. 

Como se sabe o mercado de sedãs está um tanto quanto empacado. Hoje os brasileiros acabam dando preferência para veículos menores como os hatches ou as grandiosas SUVs. Assim é natural que o Cronos patine quando o assunto são as vendas. 

Fiat Cronos
  • Categoria: sedan
  • Preço médio novo: R$ 69 mil
  • Preço médio usado: R$ 50 mil
  • Versão recomendada: Cronos Drive 1.8 AT: R$ 69.990
  • Consumo médio cidade: 9 km/L
  • Consumo médio estrada: 13 km/L

Mesmo assim o modelo chama atenção e está longe de ser ruim. No artigo de hoje nosso time de especialistas entra em campo para te mostrar tudo e mais um pouco sobre o sedã. Bora conferir?

ANÚNCIOS

Principal aposta do Fiat Cronos é no visual

Executivos da Fiat afirmam que a principal missão do sedã é mudar a percepção que as pessoas possuem da marca e é preciso concordar isso. 

Há tempos que a montadora só oferecia ao mercado modelos com visual ultrapassado e antiquado e isso só começou a mudar em meados de 2016 com a chegada da Toro. 

No ano seguinte o Argo deixou essa estratégia ainda evidente e no momento a cereja do bolo é o próprio Cronos e a mudança do visual da Fiat Strada

Cronos
Fiat Cronos é harmonioso

Com linhas harmoniosas e modernas o Cronos tem o intuito de ser um sedã compacto e funcional ao mesmo tempo mas sem ser careta. Nesse ponto é possível afirmar que os projetistas e designers fizeram um bom trabalho. 

Montado sob a mesma plataforma do Argo a MP-S o sedã possui apenas 36 centímetros a mais de comprimento do que o hatch.

ANÚNCIOS

Espaço interno é ponto positivo

O espaço interno do veículo é um ponto pra lá de positivo. 

No banco traseiro dois adultos e uma criança conseguem viajar de maneira confortável com espaço de sobra para a cabeça e as pernas. Além de ser amplo, o compartimento de bagagem é de fácil acesso e grande volume com 525 litros de capacidade. 

Fiat Cronos conforto
Fiat Cronos é espaçoso e confortável

O conforto interno também é proporcionado pela suspensão que é do tipo McPherson na parte dianteira e semi-independente com barras estabilizadora atrás. 

O único ponto baixo no interior do veículo diz respeito ao ajuste do banco do motorista que mesmo sendo adaptável fica muito elevado o que pode não agradar os condutores mais altos. 

Novidades

A principal novidade do Cronos foi a chegada da versão HGT que é equipado com motor 1.8 e câmbio automático de seis marchas que traz alguns equipamentos de série a mais como quadro de instrumentos de 7 polegadas, ar-condicionado digital e interior com detalhes em preto. 

Por fora as novidades também só estão disponíveis no HGT que conta rodas aro 17’’, spoiler e retrovisores em preto, grade frontal escurecida, maçanetas na cor do veículo e logotipos da marca escurecidas. 

ANÚNCIOS

Motorização 1.3 e 1.8

O Fiat Cronos é comercializado com duas opções de motor um 1.3 e um 1.8. 

O motor 1.3 é um Firefly turbo de 8V capaz de entregar 101 cavalos na gasolina e 109 cavalos com etanol. 

Já o motor 1.8 é o E.torQ Evo de 16V capaz de render 135 cavalos com gasolina e 139 cavalos no etanol. 

Motor
Cronos conta com duas opções de motor

Junto a ambos os motores o cronos dispõe de câmbio manual ou então duas opções diferentes de câmbio automático. O primeiro um GSR-Comfort de cinco marchas e o automático Aisin de seis marchas presente apenas na versão HGT. 

Consumo

O consumo do Cronos na cidade é o seguinte;

  • Motor 1.3 manual: 8,5 km/litro com etanol e 12,4 km/litro com gasolina
  • Motor 1.3 com câmbio GSR: 8,8 km/litro com etanol e 12,7 km/litro com gasolina
  • Motor 1.8 com câmbio GSR: 8,0 km/litro com etanol e 11,6 km/litro com gasolina
  • Motor 1.8 com câmbio Aisin: 7,2 km/litro com etanol e 10,3 km/litro com gasolina

Já na estrada esse é o consumo médio do Fiat Cronos

  • Motor 1.3 manual: 10,3 km/litro com etanol e 14,8 km/litro com gasolina
  • Motor 1.3 com câmbio GSR: 10,4 km/litro com etanol e 14,8 km/litro com gasolina
  • Motor 1.8 com câmbio GSR: 9,6 km/litro com etanol e 13,8 km/litro com gasolina
  • Motor 1.8 com câmbio Aisin: 9,6 km/litro com etanol e 13,3 km/litro com gasolina
ANÚNCIOS

Versões e preços

O modelo é comercializado nas seguintes versões e preços:

  • Cronos 1.3: R$ 58.900;
  • Cronos Drive 1.3 MT: R$ 61.990
  • Cronos Drive 1.3 GSR: R$ 66.690
  • Cronos Drive 1.8 AT: R$ 69.990
  • Cronos Precision 1.8 AT: R$ 75.490
  • Cronos HGT 1.8 AT6: R$ 78.490

Fiat Cronos HGT e a discórdia da esportividade

E aqui temos a verdadeira semente da discórdia a versão HGT do sedã que é comercializada sob a alcunha de esportivo. 

Na verdade ela pode sim ser chamada de versão esportiva mas apena no design e vamos te explicar o porquê disso. 

O desempenho do motor 1.8 quando abastecido com etanol é bom mas está longe de ser considerado esportivo. 

HGT
Versão HGT é falso esportivo

Existe uma boa oferta de torque em baixas rotações o que garante agilidade no uso diário. Além disso o câmbio Aisin de 6 marchas proporciona trocas rápidas e precisas e fica nisso. 

Quando se pisa com força no pedal do acelerador o sedã não responde tão rápido. De acordo com a Fiat o modelo acelera de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos e atinge velocidade máxima de 196 km/h. 

ANÚNCIOS

Mudança sutil para 2021

De acordo com a montadora o modelo não deve receber nenhuma mudança drástica para 2021. 

Mudança grade Cronos
Cronos deve ganhar mudança na grade frontal como toda linha Fiat

Especulações dão conta de que toda a linha de veículos da Fiat vai sofrer uma mudança na grade dianteira com o intuito de acomodar o novo logotipo da marca que já se faz presente na nova Fiat Strada. 

Conclusão

Agora que você já sabe tudo sobre o Fiat Cronos que tal descobrir como é ter um exemplar na garagem?

Para isso basta clicar no botão a sequir!

Listas

Audi A4 sedan: Confira os detalhes do modelo de luxo

Saiba tudo sobre o Audi A4 Sedan: O modelo desejado por muita gente

Por

Murilo C. 

| Publicado em

Em nova geração o Audi A4 é uma das opções de modelos considerados premium à disposição dos consumidores brasileiros e possui concorrentes de peso no quesito qualidade e precificação. 

O modelo que foi lançado globalmente no ano de 2015 tem apenas só quatro mas já sofreu um processo de envelhecimento pelos saltos dados pelos rivais assim como pelo restante da linha da própria montadora. 

Audi A4

Depois de ter sido deixado para trás o modelo recebeu algumas modificações e ganhou um novo respiro e mais fôlego para continuar na briga pelo seu lugar no mercado. 

Se você é mais um dos apaixonados pelo sedan não pode perder o nosso artigo de hoje. Ele foi produzido especialmente pra sua leitura. 

Audi A4: A história do modelo

Em 1994 a Audi decidiu aposentar o clássico Audi 80 por um novo modelo que dispusesse de linhas mais sofisticadas mas preservando motor e câmbio longitudinal. Foi aí que surgiu o A4. 

O modelo não veio sozinho em sua companhia estava a perua Avant. 

Na época o modelo era feito sobre a famosa plataforma PL45 e com isso entrou diretamente na briga contra suas concorrentes da mesma nacionalidade: BMW e Mercedes. 

Audi A4 foi lançado em 1994
Audi A4 foi lançado em 1994

No ano de 2002 o modelo chegou a sua segunda geração ganhando um estilo mais sofisticado e uma ampla gama de motores: um 2.0 6V, um 3.0 30V, o clássico 1.8 20V e os tradicionais V6 à gasolina ou diesel.

Uma tecnologia que marcou a segunda geração foi o câmbio CVT Multitronic que realmente marcou época e ganhou muita fama. 

A terceira geração foi apresentada em 2004 com linhas mais simplórias e menos atraentes e durou até 2008. Essa geração ficou marcada pelo surgimento do RS4 que tinha motor V8 4.2 com 420 cavalos. 

No ano de 2008 a quarta geração chegou com linhas mais elegantes e herdou os motores 2.0 TSFI e introduziu o câmbio de dupla embreagem S tronic. Também foi a primeira versão a ganhar uma versão alongada: A A4L que era exclusiva para o mercado chinês.

Em 2015 o modelo passou por mais uma reformulação chegando à sua quinta geração. As mudanças foram meramente pontuais. O modelo 2020 segue as linhas lançadas em 2015 com alterações pontuais. 

De acordo com a própria montadora são esperadas grandes mudanças para o próximo ano. 

O que há de novo no Audi A4?

Como citamos a linha 2020 do A4 não teve grandes mudanças.

O modelo renovou seu visual ficando um pouco mais próximo do que pode ser visto no novo A1. O interior ganhou nova central multimídia de 10,1 polegadas com sistema touchscreen.

Central
Central Multimídia touchscreen é destaque interno

A grande novidade são os modelos derivados elétricos. Na Europa o modelo já conta com seis opções diferentes de motorização turbo com potência entre 150 e 347 cavalos. Dessas, três dispõe de sistema híbrido leve de 12 V. 

Versões e valores

O modelo está disponível no brasil em apenas duas versões de acabamento. Já a versão Avant (perua) aparece em apenas uma configuração. 

As versões e valores do Sedan são as seguintes:

  • Audi A4 Prestige 40 TFSI S Tronic 2020:  R$ 175.990;
  • Audi A4 Prestige Plus 40 TFSI S Tronic 2020: R$ 205.990;
  • Audi A4 Avant Prestige Plus 40 TFSI S Tronic 2020: R$ 219.990.

Como é possível notar todas as versões disponíveis aqui no Brasil contam com a mesma motorização. Como mostraremos a seguir:

Motorização e câmbio são destaques especiais

Debaixo do capô de todas as versões o modelo possui um poderoso motor 2.0 TFSI equipado com coletor de exaustão integrado ao cabeçote, modelo de gerenciamento térmico com válvula rotativa, válvula de alívio elétrico do turbocompressor e dupla injeção de combustível.

O motor é capaz de entregar “meros” 190 cavalos de potência é abastecido somente com gasolina. 

Junto ao motor temos um câmbio automático S Tronic de sete velocidades com dupla embreagem com a chamada função “roda-livre” onde há controle seletivo de torque para cada uma das rodas suplementar o trabalho da tração dianteiro. 

Câmbio
Câmbio de 7 velocidades

O A4 ainda dispõe de um sistema de tração integral permanente que distribui a força para rodas conforme a necessidade. De acordo com a própria Audi esse sistema resulta em mais aderência, controle, estabilidade e consequentemente maior segurança. 

De acordo com a marca o motor 2.0 TFSI dispõe de um método de combustão considerado inovador onde a cilindrada comparativamente maior do motor não é um ponto negativo e sim um pré-requisito. 

Esse novo método com menor fase de compreensão e expansão alongada aumenta a taxa de compreensão foi projetado para solicitações parciais onde as válvulas de admissão fecham mais cedo do que o usual. Isso faz com que haja redução das perdas de aceleração durante a aspiração do ar. 

Com a fase de compreensão mais curta a taxa fica aumentada. Isso significa que nessa fase o motor do A4 precisa comprimir somente uma quantidade semelhante de gasolina utilizada nos propulsores de menor cilindrada. 

Motor TFSI
Motor TFSI é eficiente

Assim na fase de expansão quando o modelo utiliza plenamente seus dois litros de deslocamento o motor acaba por se beneficiar da alta de compreensão. Com isso a pressão de alto nível realizada durante a combustão consegue resultar em um conjunto muito mais eficiente.

Consumo

Na cidade o modelo dispõe das seguintes médias de consumo:

  • Audi A4 2.0 TFSI 2020: 11,0 km/litro abastecido com gasolina
  • Audi A4 Avant 2.0 TFSI 2020: 10,5 km/l abastecido com gasolina

Já na estrada, o consumo médio é:

  • Audi A4 2.0 TFSI 2020: 14,3 km/litro na gasolina
  • Audi A4 Avant 2.0 TFSI 2020: 13,5 km/l na gasolina

Conclusão

Embora seja um modelo mais voltado a um público mais velho o A4 ainda é um carro que desperta muito desejo até nos mais jovens. isso se dá pela qualidade da marca e de toda a tecnologia embarcada em modelos da montadora.

Variant
Audi A4 Avant

No entanto por conta da alta do dólar não apenas o A4 mas como outros modelos da Audi e de concorrentes devem voltar a ser um artigo de luxo. Isso pelo simples fato de um real valer hoje cerca de 5,50 dólares. 

Mas isso não exclui a admiração e o desejo de se ter um exemplar na garagem. Não é mesmo?

Agora queremos saber sua opinião: O que achou do Audi A4? Gostou ou não gostou? Se pudesse teria um exemplar em sua casa? Deixe um comentário pra gente dizendo o quais são as suas impressões do modelo! 

E depois de falarmos de um modelo um tanto quanto exclusivo que tal saber tudo sobre um outro sedan que promete atrair olhares até mesmo dos clientes do próprio A4? Estamos falando do Caoa Chery Arrizo 6. 

Clique no link a seguir e saiba tudo sobre o modelo que tem sido considerado o lançamento do ano entre os sedãs. 

Continuar Lendo

Em Alta