Listas

Casamento na certa: carros que ficam um bom tempo com os primeiros donos

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

O brasileiro tem uma relação de amor com os carros.

Existem poucas nações tão apaixonadas por automóveis como os brasileiros.

Embora muitos optem por trocar de veículos à rodo, existem modelos que passam um bom tempo com seus primeiros donos.

Enquanto cidadãos de outras nacionalidades ficam com seus carros por longos períodos, o brasileiro geralmente opta pela compra de veículos 0km. 

Apenas para efeito de curiosidade, os estadunidenses passam em média 7 anos com um veículo antes de vendê-lo.

carros que ficam por um bom tempo com os primeiros donos

Aqui no Brasil uma pesquisa semelhante foi feita em 2014 e apontou que os brasileiros na época trocavam de carro a cada 1,7 anos.

Já no Reino Unido o período é um pouco mais extenso alcançando uma média de 3,5 anos. 

Pensando no assunto após um levantamento um tanto quanto curioso, nós do Senhor Carros chegamos a uma lista que mostram carros que ficam ou ficaram por um tempo com os primeiros donos no Brasil.

Para descobrir quais são eles é só continuar a leitura do artigo de hoje. 

Carros que ficam por um bom tempo com os primeiros donos H2 

Confira quais são os 10 carros que atualmente mais ficam com seus primeiros donos por um longo período de tempo.

A lista possui uma série de surpresas. 

ANÚNCIOS

10. Kia Picanto

O Picanto foi pioneiro entre os carros flex com motor de 3 cilindros no Brasil e acabou sofrendo com as taxas de IPI para importação e com a falta de planejamento da própria Kia. 

Kia Picanto
Kia Picanto

Embora tenha sido uma surpresa positiva em termos de qualidade o modelo teve poucas vendas e muita gente acabou passando bom tempo com ele por conta de sua depreciação e por conta de seus atributos. 

Hoje é possível encontrar bons exemplares do Kia Picanto na faixa dos R$ 30 mil.

9. Citroen C4 Lounge

Na época de seu lançamento, o C4 Lounge era um dos melhores sedãs médios disponíveis no mercado brasileiro em termos de valores e equipamentos de série. 

Entretanto a fama da Citroen no pós-venda e os famosos concorrentes da época – Corolla e Civic acabaram minando o carro que rapidamente perdeu valor de revenda. 

Citroen C4 Lounge
Citroen C4 Lounge

Por conta disso, é muito que seus proprietários tenham o modelo até hoje já que se trata de um carro muito bom e que vale relativamente pouco pelo que entrega. 

Nos dias de hoje um C4 Lounge usado em ótimas condições pode ser comprado na faixa dos R$ 40 mil. 

8. Chery Celer Hatchback

Ok… Muita gente não gosta da Chery, mas em algumas situações é preciso avaliar o conjunto da obra como um todo.

O Celer dispunha de um bom pacote para o seu segmento. Amplo espaço interno aliado a um motor 1.5 Flex capaz de render até 133 cavalos com etanol.

O preço também era bastante atrativos.

Chery Celer Hatchback
Chery Celer Hatchback

Mas por falta de ações de marketing da marca e o preconceito natural com a marca as vendas não decolaram. 

Isso naturalmente fez e ainda faz com que o modelo fique por um tempo com os primeiros donos.

Hoje é possível encontrar bons exemplares do Celer na faixa dos R$ 28 mil. 

7. Renault Fluence

O Renault Fluence é outra ótima opção de veículo, mas que infelizmente nunca decolou em vendas. 

O modelo da montadora francesa sempre teve muito amplo espaço, bom desempenho e equipamentos de série. Mas é mais um caso de veículo engolido pela concorrência, além do medo que as revisões da marca causavam nos brasileiros. 

Renault Fluence
Renault Fluence

O modelo que já foi exemplo de custo x benefício hoje está renegado aos seus primeiros donos. Se você busca um sedã seminovo de qualidade o Fluence é uma ótima escolha, sendo possível encontrar bons exemplares na faixa dos R$ 45 mil.

6. Citroen C4 Picasso

Outro exemplo de casamento certeiro com o veículo é o Citroen C4 Picasso. 

Nós do Senhor Carros somos justos e falamos a verdade quando precisa ser dita. A partir do ano de 2017 o C4 Picasso mudou literalmente da água pro vinho. 

Citroen C4 Picasso
Citroen C4 Picasso

O modelo era repleto de tecnologia, amplo espaço interno e muito conforto. Mas acabou sofrendo por conta da cotas de importação limitadas e os problemas crônicos da antiga geração que contava com um motor fraco e um câmbio ruim.

Assim o modelo empacou em vendas e quem comprou vai passar bons anos com ele se não quiser perder dinheiro. O véículo hoje é avaliado na faixa dos R$ 75 mil. 

5. Volkswagen Golf Variant

A chegada dos SUVs sacramentou as vendas das famosas e adoradas peruas e um dos casos mais clássicos é o da Volkswagen Golf Variant. 

O modelo é mais um dos que ninguém mais quer ver na frente, mesmo com versões possuindo sob o capô o incrível motor 1.4 turboflex TSI.

Volkswagen Golf Variant
Volkswagen Golf Variant

A perua Golf Variant foi dizimada pela chegada dos SUVs em meados do ano de 2016 e por seu preço na época que ultrapassava os R$ 100 mil. Quem comprou o modelo, certamente ainda o mantém na garagem.

Mesmo modelos seminovos são caros, podendo ser encontrados na faixa dos R$ 85 mil.  

4. Jac T5

O Jac T5 foi a esperança da montadora chinesa no Brasil. Bonito, confortável, espaçoso e repleto de tecnológico o modelo dispunha e ainda dispõe de dois problemas: A grande quantidade de concorrentes e a desconfiança do brasileiro na marca. 

Jac T5
Jac T5

O carro é bom e de acordo com a opinião dos proprietários não apresenta falhas ou problemas. Infelizmente se trata de mais um modelo que vai ficar um bom tempo com os primeiros donos. 

É possível encontrar exemplares dos anos 2015 ou 2016 na faixa dos R$ 50 mil. 

3. Peugeot 2008

O Peugeot 2008 é outro caso clássico muito semelhante ao que aconteceu e ainda acontece com o Citroen C4 Picasso. 

É um modelo amplo e cheio de tecnologia, mas totalmente atrapalhado pelo seu passado de problemas e da ampla oferta de concorrentes. 

Peugeot 2008
Peugeot 2008

Hoje há diversas opções no mercado de SUVs que se destacam mais do que o modelo francês. Assim, ele é mais um caso crônico de carros que os proprietários acabam casando logo após a sua aquisição. 

Entretanto a exemplo dos modelos que mostramos por aqui, o Peugeot 2008 possui qualidade em termos de mecânica e equipamentos de série. Hoje é possível encontrar exemplares do ano 2017 para cá por valores na faixa dos R$ 50 mil. 

2. Mercedes Benz CLA

O Mercedes CLA foi produzido para brigar com sedãs de luxo como é o caso do Audi A3 sedan, por exemplo. 

Com amplas opções de motor e linhas únicos o modelo que não é barato acabou não pegando. O motivo óbvio para isso: seu preço.

Mercedes Benz CLA
Mercedes Benz CLA

Muita gente ao invés de pagar as cifras pedidas pela montadora alemã acabam optando por sedãs de qualidade só que mais baratos, como é o caso do Civic, Corolla, Cruze, Jetta e até mesmo de seu “principal” concorrente o A3 Sedan.

Mas isso não significa que o modelo seja ruim. Muito pelo contrário. No entanto o alto preço até mesmo de exemplares antigos, na faixa dos R$ 150 mil assusta muita gente, até mesmo os acostumados a carros de luxo.

1. Volkswagen Passat

Renovado em 2016 a oitava geração do Volkswagen Passat buscou um aperfeiçoamento estético que agradou muita gente. 

No entanto, o modelo vendeu muito menos do que a montadora esperava. Se você prestar bastante atenção é relativamente raro se deparar com um exemplar rodando nas ruas. 

Volkswagen Passat
Volkswagen Passat

Mesmo com assistência autônoma e muitos itens de série, fica difícil brigar com a concorrência com preços elevados. Geralmente seus compradores passam muito tempo com eles antes de trocar por outras opções. 

Hoje os exemplares com 3 a 4 anos de idade são vendidos na faixa dos R$ 120 mil. Caro não é mesmo?

Conclusão

Ficar muito tempo com os primeiros donos não significa que o carro é ruim. Na maioria das vezes isso ocorre por conta de uma série de nuances que mostramos no artigo de hoje. 

Na sua opinião faltou algum modelo? Se sim, qual é o modelo em questão? Deixe um comentário contando pra gente. 

E se você é um daqueles que não gosta de perder dinheiro na hora de trocar de carro, separamos um conteúdo especial que mostra aqueles que são os melhores modelos para revenda em 2020. 

Para conferir quais são eles é só clicar no botão abaixo!

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Listas

Top 10 carros chineses mais vendidos no Brasil em 2020

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Por muito tempo, o mercado automotivo brasileiro teve apenas marcas consolidadas e que inspiravam confiança nos consumidores.

Entretanto, hoje há muitos carros chineses brigando para conquistar seu espaço. 

Embora muitos ainda olhem de maneira desconfiada para os modelos de montadoras chinesas, é preciso ter em mente que eles chegaram para ficar. 

Carros chineses

Além disso, é importante ressaltar que mesmo em veículos de marcas famosas e antigas, há uma série de componentes e peças chinesas. 

Pensando no assunto, nós do Senhor Carros fizemos uma extensa pesquisa, e chegamos àqueles que são os 10 carros chineses mais vendidos do Brasil em 2020. 

Será que você sabe quais modelos estão na lista? Para conferir é só continuar sua leitura! 

Os 10 carros chineses mais vendidos em 2020

Saiba agora quais são os modelos chineses que mais venderam no Brasil até agora. 

10. JAC iEV20

Começamos pelo modelo elétrico da montadora chinesa JAC. 

O modelo, que é hoje considerado o elétrico mais barato Brasil, nada mais é em termos de design do que uma reestilização do antigo Jac J2 que saiu de linha em 2017. 

Com interior bonito e apertado, elétrico chinês consegue levar 4 passageiros de maneira confortável.

JAC iEV20
JAC iEV20

Mesmo com uma autonomia de até 400 km de acordo com a montadora, seu manso motor de “apenas” 68 cavalos sugere que seu uso é apenas urbano.

No entanto, o modelo parece ter agradado a poucos, já que até agora foram comercializadas apenas 18 unidades. 

9. Caoa Chery New QQ

Dentre os carros chineses lançados por aqui, o QQ foi uma verdadeira atração à parte, pois contava com itens de segurança e conforto que só estavam presentes em modelos mais caros e renomados. 

Durante algum tempo, o Chery QQ foi o carro mais barato do Brasil, mas acabou sendo superado por concorrentes como Fiat Mobi e Renault Kwid, por exemplo. 

Hoje esse pequeno notável é uma boa opção para deslocamentos urbanos.

Caoa Chery New QQ
Caoa Chery New QQ

Especialistas não indicam seu uso em longos trajetos que envolvem rodovia por conta de sua leveza, uma vez que pode ter seu desempenho afetado por intempéries do clima. 

Por conta de seu baixo número de vendas, o modelo saiu de linha no final de 2019, mas alguns modelos 19/20 estão disponíveis nas concessionárias da marca. 

Com o passar dos anos, desde seu lançamento em 2011, o modelo foi caindo no esquecimento. Prova disso é que apenas 21 unidades foram emplacadas até agora em 2020. 

8. JAC T50

O JAC T50 é um utilitário esportivo, produzido para brigar com modelos já consagrados por aqui, como Jeep Renegade, Honda HR-V, Nissan Kicks e até mesmo o Hyundai Creta. 

Para brigar com modelos consolidados, o JAC T50 possui preço acessível e uma lista farta de equipamentos para seduzir futuros clientes. 

JAC T50
JAC T50

Mesmo com amplo espaço interno, bom acabamento, itens de segurança, o T50 peca na motorização, que embora seja robusta, uma vez que o modelo conta com um motor 1.5 sob o capô, ele só pode ser abastecido com gasolina.

Ocupando a oitava posição no ranking dos 10 carros chineses mais vendidos do Brasil, foram vendidas somente 69 unidades do JAC T50.

7. JAC T60

Logo em seguida do T50, temos o seu irmão, o JAC T60. 

Análises mostram que o modelo é sim, todo novo, repaginado, mas não tem uma identidade definida. É difícil definí-lo, como um SUV ou um Crossover apenas ao olhá-lo. 

JAC T60
JAC T60

Equipado com muitos itens de série, como central  multimídia e volante multifuncional, além de itens de segurança, mas também peca na questão do motor, que não é Flex, e sim, só à gasolina.

Seu câmbio CVT é pouco preciso, e isso afeta diretamente o desempenho e o consumo. Por conta disso tudo, seus números de vendas são decepcionantes, pois apenas 83 unidades foram vendidas em 2020.

6. Caoa Chery Arrizo 6

O Arrizo 6 é um sedã médio, lançado em junho e que tem o objetivo de brigar com ninguém menos do que Toyota Corolla, Honda Civic e até mesmo Volkswagen Jetta. 

Com um motor 1.5 turbo flex, o modelo possui um câmbio CVT de 9 marchas simuladas, além de uma ampla oferta de acessórios e itens de segurança. 

Caoa Chery Arrizo 6
Caoa Chery Arrizo 6

O recente lançamento chama atenção pelo visual, entretanto, apenas o tempo irá dizer se o Arrizo 6 se dará bem no mercado brasileiro. Nesses quase 60 dias de vida, o modelo apresentou bons números, afinal foram 113 unidades emplacadas. 

5. JAC T40

Depois do lançamento, a JAC fez algumas atualizações no T40 para o modelo de 2020. 

Colocado na categoria de SUVs, ele sofre para roubar qualquer fatia da concorrência.

Assim como seus irmãos de marca que já mostramos aqui, o T40 é repleto de tecnologia e itens de segurança, mas a montadora insiste no erro de não usar um motor Flex.

JAC T40
JAC T40

Empurrado com um motor movido somente à gasolina, com um câmbio CVT pouco confiável e reclamações de baixa visibilidade traseira, o JAC T40 é mais um dentre os carros chineses com números ruins de vendas. 

Em 2020 apenas 205 unidades foram vendidas. 

4. Caoa Chery Arrizo 5

O Arrizo 5 é uma versão mais light do Arrizo 6, para facilitar a comparação, podemos exemplificar com as versões da Honda: City e Civic. Recentemente, o modelo ganhou uma versão totalmente elétrica.

O modelo possui o mesmo câmbio CVT de 9 velocidade do seu irmão maior. O motor é 1.5 turbo Flex. 

Caoa Chery Arrizo 5
Caoa Chery Arrizo 5

No quesito tecnologia e segurança, o Arrizo 5 também é completo, mas sua missão de disputar com marcas consolidadas, como Honda, Toyota, Volkswagen, Chevrolet e até mesmo Fiat é um tanto quanto ingrata. 

Mesmo com uma pandemia em percurso seus números de vendas são razoáveis, pois foram vendidas apenas 576 unidades. 

3. Caoa Chery Tiggo 7

O Tigo 7 passou por uma reestilização um tanto quanto pesado para se manter “firme” no mercado de SUV. 

As principais mudanças podem ser vistas no exterior, com a mudança de linhas e no interior, onde ganhou estilo mais retilíneo, painel central, instrumentos de comando e até mesmo acabamentos. 

Caoa Chery Tiggo 7
Caoa Chery Tiggo 7

Com motor 1.5 biturbo, o SUV entrega bom desempenho, além de um amplo espaço interno, bastante confortável para 5 passageiros.

Mas como sabemos, a briga no ramo das SUVs é grande. Ao todo, o foram emplacadas 1150 unidades do Chery Tiggo 7. 

2. Caoa Chery Tiggo 2

Na vice-liderança entre os carros chineses mais vendidos no Brasil em 2020 está o Tiggo 2. 

O modelo segue a linha de muitos exemplares chineses, com alta oferta de tecnologia embarcada, itens de segurança, com excesso de acabamentos em plástico que às vezes deixa a desejar. 

Caoa Chery Tiggo 2
Caoa Chery Tiggo 2

Na questão da motorização, a montadora não repete os erros da JAC, e tem sob o capô uma unidade de potência 1.5 Flex que rende até 115 cavalos com etanol. 

Confortável e com preços acessíveis o modelo não faz feio, já que ao todo foram vendidas 2467 unidades até agora em 2020.

1. Caoa Chery Tiggo 5X

E na liderança do nosso ranking de carros chineses mais vendidos no mercado brasileiro está o Tiggo 5X. 

O Tiggo 5X é de longe o carro chinês com maior aceitação e consequentemente confiança dos brasileiros. A começar pelo seu design, muito mais bonito que os dos outros SUV que compõem a nossa lista. 

Também repleto de itens de série, grande preocupação com segurança e com bom acabamento interno, a mecânica mais requintada explica seus bons números de vendas. 

Caoa Chery Tiggo 5X
Caoa Chery Tiggo 5X

O Tiggo 5X tem sob o capô um motor 1.5 turbo flex, capaz de gerar até 150 cavalos com etanol.

O modelo conta um câmbio automático de dupla embreagem, que proporciona boas trocas, ótimo desempenho e consumo de combustível agradáveis.

Até agora, o Tiggo 5X vendeu a todo 4514 unidades, é quase a soma do número de vendas de todos os outros modelos da lista. 

Conclusão

Quando se fala de carros chineses é preciso ser realista e afirmar que ainda existe um preconceito dos brasileiros com relação a eles. 

Embora modelos com a “nacionalidade” chinesa sejam bons em termos de confiança e funcionamento ainda há muito receio com itens como mão de obra especializada e oferta de peças. 

Algumas montadoras ainda cometem alguns erros grotescos, como é o caso da JAC que em pleno 2020 oferece alguns modelos com motorização apenas à gasolina, por exemplo.

Entretanto, a Caoa Chery vem fazendo a lição de casa, prova disso são seus sedans cada vez mais elogiados e a crescente participação do Tiggo 5X no mercado de SUVs. 

Mas agora queremos saber de você. Na sua opinião, qual é o melhor dentre os carros chineses mostrado nessa lista? Você tem interesse ou coragem de comprar um veículo com origem chinesa? Utilize os comentários para deixar sua resposta. 

E já que estamos falando de veículos oriundos de marchas chinesas que tal conhecer uma nova marca de SUV de luxos que vai desembarcar no Brasil em 2021? Estamos falando da Exeed. para saber tudo sobre ela, é só clicar no botão abaixo! 

Continuar Lendo

Em Alta