Artigos

Esportivos mais baratos do Brasil: Conheça o top 10

Por

Murilo C. 

| Publicado em

Quem gosta de dirigir, certamente já se pegou pensando quão divertido seria dirigir um carro considerado realmente esportivo. No entanto, diferente do que muita gente pensa, não é preciso desembolsar cifras que beiram os milhões para pilotar um esportivo. Foi pensando nisso que separamos uma lista contendo o top 10 dos esportivos mais baratos do Brasil.

Esportivos mais baratos do Brasil

Tem vontade de pilotar um esportivo, mas não quer desembolsar rios de dinheiro? Então, confere o artigo de hoje.

ANÚNCIOS

Os 10 Esportivos mais baratos do Brasil

Confira agora, uma lista mais do que especial com os 10 esportivos mais baratos do Brasil.

ANÚNCIOS

10. Ford Mustang Black Shadow 

Vamos começar pelos valores mais elevados, que ultrapassam as cifras dos R$ 300 mil, mas ainda ficam longe da casa dos milhões. É importante lembrar que com valores entre R$ 200 mil e R$ 300 mil, é possível comprar SUVs com boa performance, mas nossa intenção hoje é fomentar a emoção e a adrenalina. 

O Ford Mustang comercializado no Brasil na versão Black Shadow custa cerca de R$ 330 mil. O valor é alto? Sim, mas seus proprietários afirmam e reafirmam que dirigi-lo vale cada centavo investido. O modelo é equipado com um motor 5.0 V8, com transmissão automática de 10 velocidades, que faz de 0 a 100 em pouco mais de 4 segundos, com velocidade final na casa dos 250 km/h. 

Ford Mustang Black Shadow
Ford Mustang Black Shadow 
ANÚNCIOS

9. Golf GTE 

Depois que o Golf GTI saiu de linha, a Volkswagen manteve por aqui uma versão pouco conhecida, trata-se do Golf GTE, trata-se de um modelo híbrido, o que muitos podem achar estranho, mas acredite, esse carro merece estar na lista dos esportivos mais baratos do Brasil.

Apelidado de esportivo verde, o Golf GTE conta com um conjunto, um tanto quanto interessante. O motor é um 1.4 TSI de 150 cavalos, combinado com outro propulsor elétrico capaz de gerar 102 cavalos. Quando combinamos os dois, temos um resultado de 204 cavalos de potência. 

Em testes de aceleração, o Golf GTE prova que não tem apena suma pegada voltada para economizar combustível. O esportivo verde vai de 0 a 100 km/h em cerca de 7 segundos e atinge velocidade final de 220 km/h. O Valor fica na faixa dos R$ 200 mil, caro? Sim, mas ainda assim, mais barato do que muitas outras opções, além de ser o mais econômico de nossa lista;

Golf GTE
Golf GTE 
ANÚNCIOS

8. BMW 320i Sport 

A BMW 320i Sport passou por uma renovação e continua sendo uma ótima opção para quem busca um desempenho esportivo, mas não quer gastar cifras absurdas. 

O modelo possui uma opção mecânica interessante, contando com um motor 2.0 turbo com 184 cavalos, com transmissão automática de 8 marchas, que faz de 0 a 100 km/h em 7 segundos com velocidade máxima de 240 km/h.

Mas se você ainda busca algo mais poderoso, é possível optar pela versão 330i sport, que possui o mesmo motor turbo 2.0, mas calibrado para entregar cerca de 260 cavalos de potência, atingindo os 100 km/h em pouco menos de 6 segundos e com velocidade final de 250 km/h.

Mas não vamos nos esquecer da proposta desse texto, que é de apresentar “somente” os esportivos mais baratos do Brasil. Nesse caso, seria preciso optar pela 320i Sport que custa R$ 200 mil. 

BMW 320i Sport
BMW 320i Sport 
ANÚNCIOS

7. Volvo S60 T4 

O Volvo S60 T4 usa o mesmo powertrain do reles mortal V40 T4, mas sem sombra de dúvidas é uma opção muito mais nervosa. O modelo conta com um motor 2.0 Drive-E que entrega 190 cavalos e um câmbio de oito marchas. 

O modelo é capaz de alcançar os 100 km/h em apenas 7 segundos e alcançar velocidade final de 220 km/h. Seu preço hoje está na faixa dos R$ 190 mil, por isso, faz parte da nossa lista dos esportivos mais baratos do Brasil. 

Volvo S60 T4
Volvo S60 T4 
ANÚNCIOS

6. Audi A3 Sedan 2.0 

O Audi A3 Sedan, em sua versão top de linha, a Ambition, possui um motor 2.0 TFSI capaz de gerar 220 cavalos e equipado com uma câmbio de dupla embreagem S-Tronic com 6 marchas.

Toda essa combinação mecânica, faz com que o modelo da montadora alemã atinja os 100 km/h em menos de 7 segundos e alcance velocidade máxima de 250 km/h. Pelo valor, fixado na faixa de R$ 190 mil, pode muito bem ser considerado mais um dos esportivos mais baratos do Brasil. 

Audi A3 Sedan 2.0
Audi A3 Sedan 2.0 
ANÚNCIOS

5. Mini Cooper S 2.0 

O Mini Cooper é considerado pelos puristas como um kart. Pequeno, baixo e rápido, a versão S 2.0 é montada sobre uma plataforma da BMW, e possui sobre a carroceria um motor B48 2.0 turbo com 192 cavalos de potência, acompanhado de câmbio automático Steptronic com seis marchas e tração dianteira. 

O Mini Cooper S 2.0  é conhecido por sua performance agressiva. O pequeno inglês alcança os 100 km/h antes dos 7 segundos e atinge velocidade máxima de 233 km/h. Com uma suspensão firme e rebaixada, aliada ao seu curto entre-eixos, a tocada com esse modelo é repleta de diversão a adrenalina.

O preço, o faz participar da lista dos esportivos mais baratos, pois custa “apenas” R$ 170 mil. 

 Mini Cooper S 2.0
Mini Cooper S 2.0
ANÚNCIOS

4. Honda Civic SI 

O Honda Civic SI é um modelo muito famoso entre os esportivos e a boa notícia, é que mesmo com a nova roupagem, ele ainda continua à venda no Brasil. Mesmo não sendo tão famoso quanto o Golf GTI, ele é um modelo muito divertido de se pilotar. 

Atualmente, o esportivo japonês é equipado com um motor 1.5 turbo de 208 cavalos, e para agradar os puristas, vem com um câmbio manual de 6 marchas, esse inclusive, é considerado o ponto principal de ser tão divertido. 

O Civic SI alcança 100 km/h em 7.2 segundos e sua velocidade máxima é de 240 km/h. O preço é de cerca de R$ 165 mil. Um dos melhores exemplares da nossa lista dos esportivos mais baratos do Brasil. 

Honda Civic SI
Honda Civic SI
ANÚNCIOS

3. Volkswagen Jetta GLI

Aqui temos uma ótima opção dentre os esportivos mais baratos do Brasil. Renovado, o Jetta é comercializado no Brasil apenas com motores turbo 1.4 e 150 cavalos de potência, algo que convenhamos, não pode ser chamado de esportivo. No entanto, a configuração da linha GLI, merece atenção.

Nesse caso, o modelo é equipado com o mesmo motor da versão anterior, um 2.0 TSI Highline, mas com 230 cavalos de potência. Com transmissão automática de 6 marchas, o esportivo disfarçado de sedã atinge 100 km/h em 6.8 segundo, além de possui velocidade máxima de 250 km/h. Seu preço, hoje está na faixa de R$ 145 mil. 

Volkswagen Jetta GLI
Volkswagen Jetta GLI
ANÚNCIOS

2. Peugeot 208 GT 1.6 Turbo 

O Peugeot 208 GT 1.6 Turbo, um dos esportivos mais baratos do Brasil, infelizmente saiu de linha no Brasil. Mas por conta de sua saída ter sido recente, com um pouco de paciência e garimpo, é possível encontrá-lo, por isso, resolvemos mantê-lo em nossa lista. 

O modelo é uma releitura do GTI Francês que roda na Europa. Aqui, o esportivo produzido em no Rio de Janeiro, mas precisamente na cidade de Porto Real, é equipado com um motor 1.6 turbo Flex, com 166 cavalos à gasolina e 173 cavalos com álcool. 

Visando diversão, o câmbio é manual, com seis marchas e sua embreagem é dura, uma característica de modelos esportivos. O Hatch francês atinge os 100 km/h em pouco mais de 7 segundos e possui velocidade final de 220 km/h. Pouco antes de sair de  linha, o modelo custava cerca de R$ 85 mil.

Peugeot 208 GT 1.6 Turbo
Peugeot 208 GT 1.6 Turbo
ANÚNCIOS

1. Renault Sandero RS 2.0 

E aqui temos a opção mais acessível dentre os esportivos mais baratos do Brasil. A Renault foi buscar em sua divisão de Alta Performance um pacote realmente funcional, para trazer à tona um Sandero que fosse realmente agressivo. 

Embora o RS 2.0 possa parecer visualmente com um Sandero clássico, o modelo recebeu uma série de modificações estruturais e mecânicas, com a finalidade de ser considerado um esportivo de verdade. 

O modelo com até mesmo com modos de condução, que alteram o funcionamento do motor, um F4r 2.0 que gera 125 cavalos à gasolina e 150 cavalos com álcool. O Hatch alcança 100 km/h em oito segundos e possui velocidade máxima de 205 km/h.

Renault Sandero RS 2.0
Renault Sandero RS 2.0 

Gostou? Compartilhe ou continue lendo!

ANÚNCIOS

Artigos

Os carros que mais perderam valor em 2019. Confira!

Por

Senhor Carros 

| Publicado em

como avaliar um carro usado
Os carros que mais perderam valor em 2019

Em 2019 tivemos muitos carros novos no mercado e consequentemente, vários que já estavam no mercado perderam seu devido valor e se tornaram os carros mais desvalorizados de 2019. 

Confira agora o artigo completo sobre os carros que mais perderam valor no último ano!

19 – Ford Ecosport

O Ecosport é conhecido no mercado nacional, fabricado pela montadora Ford, um veículo que tem grande força no mercado. Porém, em 2019, o Ford Ecosport teve baixas vendas e foram relatados problemas como porta-malas pequeno e apertado, espaço restrito e acabamento inconsistente. O Ecosport é o primeiro da lista dos carros mais desvalorizados, com uma depreciação de – 13,57%.

carros mais desvalorizados
Ford Ecosport – Senhor Carros

18 – Jac T50

Fabricado pela Jac, o T50 é um carro pouco conhecido em nosso mercado, e ele se torna um dos carros mais desvalorizados de 2019, pois, houverem diversos relatos de problemas com o veículo. Tais como volante pesado, problemas na direção, desempenho ruim, conforto baixo e falta de qualidade nos equipamentos. O Jac T50 é o 18º carro da nossa lista dos mais desvalorizados com depreciação de -13,25%.

carros mais desvalorizados
Jac T50 – Senhor Carros

17 – Suzuki S-Cross

O S-Cross é um carro belo e chamativo fabricado pela Suzuki, o acabamento interno é incrível, mas não foi o suficiente para ele não ficar entre os carros mais desvalorizados de 2019. O consumo do veículo é alto, a suspensão é dura, o preço é bem salgado e diversos problemas podem ocorrer como as portas que não travam automaticamente em movimento, além de peças frágeis, o S-Cross só tem revisões a cada 6 meses também, o que pode ser um problema se o carro for um perpétuo paciente das oficinas. Com -12,26% de depreciação, o Suzuki S-Cross é um dos carros mais desvalorizados do mercado. 

carros mais desvalorizados
Susuki S-Cross – Senhor Carros

16 – Chevrolet TrailBlazer

O Chevrolet Trailblazer é o primeiro de somente dois carros da General Motors em nossa lista. O carro tem um consumo muito alto e diversos relatos apontam que ele possui um acabamento ruim, rolagem da carroceria péssima e porta-malas extremamente pequeno, com tampa pesada e não elétrica. Com -12,10% de depreciação, o Trailblazer da General Motors é um dos carros que mais perderam valor no último ano.

carros mais desvalorizados
Chevrolet Trailblazer – Senhor Carros

15 – Ford Ranger

Fabricado pela montadora Ford, o Ranger é um carro robusto e conhecido no mercado. Se torna um dos veículos mais desvalorizados por diversos fatores, têm assistência técnica ruim, consumo alto, problemas com o sistema de refrigeração, defeitos elétricos e barulhos internos. O Ford Ranger é um dos carros que mais foram desvalorizados em 2019, com -14,70% de depreciação. 

carros mais desvalorizados
Ford Ranger – Senhor Carros

14 – Fiat Strada

Fabricado pela Fiat, o Strada é um dos carros-chefe da marca, sendo a mini picape mais vendida da montadora no país. O Strada se torna um dos carros que mais perderam valor devido ao seu alto índice de furto, consumo alto, acabamento ruim, problemas com peças, ruídos excessivos, bancos desconfortáveis, infiltração de água na cabine, entre outros fatores negativos que é possível encontrar em qualquer relato de proprietários do veículo. A depreciação do modelo em 2019 foi de -17,83%.

carros que mais perderam valor
Fiat Strada – Senhor Carros

13 – Peugeot 2008

Fabricado pela montadora francesa Peugeot, o 2008 não é um carro muito favoritado no Brasil, ainda mais com a forte influência dos concorrentes atuais. Ele se torna um dos carros mais desvalorizados devido a fatores negativos como consumo e custo de manutenção altos, o fato de ter somente 4 marchas, porta-malas pequeno e vendas ridiculamente baixas. Consequentemente, o 2008 da Peugeot seria um dos carros com mais desvalorização do ano, e em 2019 foram -18,74% de depreciação.

carros mais desvalorizados
Peugeot 2008 – Senhor Carros

12 – Fiat Grand Siena

Fabricado pela Fiat, o Grand Siena é o sucessor do tão conhecido Siena, famoso pelo seu imenso porta-malas e por ser um dos principais carros populares do país. Em 2019, o Grand Siena foi um dos carros que mais perderam valor devido a fatos negativos como seguro caro, problemas na suspensão, desempenho fraco, alto índice de furto, baixa qualidade do revestimento das poltronas e falta de esportividade. A depreciação do Fiat Grand Siena em 2019 foi de -12,35%.

carros mais desvalorizados
Fiat Grand Siena – Senhor Carros

11 – Renault Sandero

O Sandero é um dos principais carros da Renault e um dos mais vendidos da marca no país. Porém, estes resultados não foram o bastante para ele não se tornar um dos carros mais desvalorizados do mercado, isso se não for um dos três mais desvalorizados. Os motivos principais dele ter sido tão ruim em 2019 foram problemas como motor fraco, suspensão prejudicando o conforto, ausência de itens de segurança e pouco espaço no banco traseiro. O Renault Sandero teve -21,69% de depreciação.

carros que mais perderam valor
Renault Sandero – Senhor Carros

10 – Ford Ka Sedan

O Ford Ka é um dos carros mais vendidos do Brasil, e recentemente ele ganhou uma nova versão, o Ford Ka Sedan. O carro é excelente e também foi um dos principais carros da Ford em 2019, com bons números no mercado. Mas relatos graves apontam o modelo com um consumo alto, acabamento mediano, barulhos internos e problemas com isolamento acústico. Mesmo com ótimos números, o Ford Ka Sedan teve -15,91% de depreciação no mercado em 2019.

carros que mais perderam valor
Ford Ka Sedan – Senhor Carros

9 – Fiat Doblò

É difícil de acreditar que o Doblò da Fiat ainda esteja sendo fabricado, o carro é um dos veículos mais defasados do país e ele tem mais reprovação social do que o presidente da república. Com mal desempenho, isolamento acústico ineficiente, ar-condicionado subdimensionado, barulhos internos e consumo elevado, o Fiat Doblò é um dos carros mais desvalorizados do mercado, com -21,23% de depreciação.

Fiat Doblò – Senhor Carros

8 – Renault Duster Oroch

O Duster é um dos carros mais comercializados da Renault em nosso país, talvez o mais vendido da montadora. Com uma versão recente peculiar, chamada Duster Oroch, o Renault Duster perdeu credibilidade e se tornou um dos carros que mais perderam valor em 2019. Com problemas no combustível, no sistema de climatização, consumo ruim, segurança baixa e nível de óleo do motor muito baixo, o Duster Oroch perdeu muito valor, com -14,73% de depreciação no mercado.

carros que mais perderam valor
Renault Duster – Senhor Carros

7 – Nissan Sentra

O Sentra é um Sedan belíssimo da Nissan, um carro bastante aclamado pelos consumidores, porém, com problemas o suficiente para ser um dos carros mais desvalorizados do Brasil. Com consumo alto, valor de revenda péssimo, peças caras, alto índice de roubo e falta de iluminação nos comandos de vidro das portas, o Nissan Sentra é um dos carros que mais perderam valor em 2019, com -12,04% de depreciação.

Nissan Sentra – Senhor Carros

6 – Chevrolet Cobalt

Como foi dito acima no Chevrolet Trailblazer, só há dois carros da GM nesta lista, e o segundo e último é o Cobalt, que desde seu lançamento vem buscando seu espaço no mercado e ficando na balança sem muitos resultados exorbitantes. O carro se torna um dos principais veículos desvalorizados do país devido a sua baixa capacidade de carga, seu acabamento mediano, problemas na direção e na visibilidade traseira. O Chevrolet Cobalt teve -18,61% de depreciação no mercado em 2019.

Chevrolet Cobalt – Senhor Carros

5 – Ford Focus Fastback 

O Fastback é um dos derivados do modelo renomado Focus que não foi bem recebido como esperava. Fabricado pela Ford, o Focus Fastback é um dos carros mais desvalorizados, pois possui peças caras, ruídos anormais na direção, possui somente 4 marchas e o câmbio powershift apresenta várias falhas. Em 2019 ele teve uma porcentagem de -25,99% de depreciação.

carros mais desvalorizados
Ford Focus Fastback – Senhor Carros

4 – Citröen AirCross

O AirCross é um carro moderno e até que bonito, de forma peculiar de se dizer. Fabricado pela montadora francesa Citroën, o modelo se encaixa em nossa lista dos veículos que mais perderam valor no ano passado. Ele possui suspensão fraca, consumo alto, trancos excessivos nas marcas, defeitos elétricos e pós-venda muito ruim. A proposta até que é boa, mas para o mercado brasileiro deixou a desejar, sua depreciação em 2019 foi de -14,48%.

Citroën C-5 Aircross – Senhor Carros

3 – Fiat Weekend

Um veículo que tem nome no mercado brasileiro, mas sempre que atualiza os consumidores ficam atentos. É um carro histórico e antigo, então sempre é bom ficar de olhos abertos em relação ao Weekend, sucessor do Palio, fabricado pela Fiat, já fez muito história em nosso mercado, mas em 2019 se tornou um dos carros mais desvalorizados, com consumo elevado, seguro caro, acabamento ruim, alto índice de furto e pouco espaço traseiro. Ele é um bom carro para o comercio de usados, mas de forma geral, ele teve depreciação no ano passado de -15,47%.

Fiat Palio Weekend – Senhor Carros

2 – Ford Focus

Focus, um dos carros mais bem ranqueados da Ford no mercado brasileiro, com um histórico de vendas surpreendente. Porém, perdeu valor em 2019 e podemos ressaltar alguns pontos dessa queda de aprovação social, como, por exemplo, baixo acabamento nas portas, peças caras, direção pesada, altura do solo ruim e porta-malas pequeno. Mesmo sendo um carro bem avaliado, ele foi um dos carros mais desvalorizados no último ano, com -16,18% de depreciação. 

Ford Focus – Senhor Carros

1 – Fiat Toro

Toro, o veículo que chegou surpreendendo o mercado e os consumidores, criando uma rixa entre os amantes de carros sobre as qualidades e os defeitos do Toro, mesmo passando por isso, em pouco tempo conquistou seu espaço e se tornou um dos carros mais vendidos do país. E podemos supor que o motivo dele ser um dos principais carros desvalorizados do último ano seja: preço altíssimo, problemas elétricos, ar-condicionado insuficiente, consumo alto, problemas na injeção, acabamento ruim, entre outros tópicos ressaltados por proprietários do veículo. Mas como dizemos, há quem goste e quem não goste. Porém, gostando ou não, ele foi um dos que mais perderam valor, com -18,06% de depreciação em 2019.

carros mais desvalorizados
Fiat Toro – Senhor Carros
Continuar Lendo

Em Alta