Carro

6 dicas para fazer seu carro durar mais e que economizam na manutenção

Confira as principais ações para fazer seu carro durar mais e que de quebra ainda te ajudam a economizar uma bela grana na hora da manutenção!

Anúncios

Cuidar do seu carro aumenta a vida útil e te faz economizar

Mas, afinal, quais as dicas para fazer o carro durar mais?
Mas, afinal, quais as dicas para fazer o carro durar mais?

Apostar em simples dicas para fazer seu carro durar mais é algo fundamental nos dias de hoje. 

Com veículos 0km e usados cada vez mais caros, é preciso saber usar seu carro. 

Infelizmente ainda é grande o número de pessoas que sabe apenas dirigir, contudo, não sabe cuidar do seu carro de maneira eficaz. 

Cuidar do seu veículo de maneira estratégica é uma excelente maneira de fazer com que ele dure mais. 

Um veículo duradouro e bem cuidado costuma dar menos manutenção e assim, menos despesas para o proprietário. 

Assim, a gente te pergunta: Você sabe o que precisa fazer para seu carro durar mais?

Se a resposta foi negativa, não se preocupe. 

Como a gente sempre te ajuda quando o assunto é universo automotivo, nossos especialistas cá estão mais uma vez. 

Dessa vez, eles prepararam um artigo especial com dicas para fazer seu carro durar mais. 

Então, se você deseja ter um veículo capaz de rodar por muito tempo, precisa conferir o artigo de hoje. 

Bora aprender?

Os carros que mais dão problemas

Conhecer os veículos que causam dor de cabeça aos motoristas é importante antes de fechar negócio. Veja quais os carros que mais dão problemas mecânicos e fuja deles!

Anúncios

6 dicas que fazem seu carro durar mais e trazem economia na manutenção

Você certamente cuida bem dos objetos que tem em casa, não é mesmo?

Toma uma série de cuidados com seus eletrodomésticos e equipamentos eletrônicos para que eles durem o máximo possível. 

No entanto, muita gente não aplica essa lógica aos veículos e isso tende a ocorrer por mera falta de conhecimento. 

Assim, vamos te mostrar agora uma série de dicas para fazer seu carro durar mais. 

Elas são importantes para aumentar a vida útil dos componentes e de maneira simples e funcional, potencializam a duração do seu carro como um todo. 

E como bônus, você ainda vai economizar nas manutenções. 

Então, vamos começar! 

6. Rode sempre com o motor quente

Muita gente se vangloria de ter um carro que roda pouca e está em estado de 0km.

Contudo, quilometragem baixa não significa que o carro é de qualidade. 

Isso porque, o motor precisa atingir uma determinada temperatura para rodar com qualidade. 

É apenas em uma determinada temperatura que os componentes do motor se expandem e atingem condições ideais de funcionamento e lubrificação. 

Assim, usar seu carro de forma contínua para deslocamentos curtos, onde não se atinge uma temperatura ideal apenas acelera o desgaste e aumenta o consumo de combustível. 

Dirigir por menos de 15 minutos não esquenta o óleo do motor e impede uma lubrificação adequada. 

Tem se tornado cada vez mais comum encontrar carro com baixa quilometragem que apresenta mais desgaste do que carros mais rodados. 

Veículos abastecidos com etanol apresentam ainda mais problemas na fase fria, especialmente em regiões com temperatura baixa. 

Logo, se você está no time das pessoas que usa o carro apenas para deslocamentos curtos há duas saídas:

A primeira é se deslocar a pé ou por meio de transportes públicos.

Ou então, ligar seu carro e esperar ao menos cinco minutos antes de sair com ele, para que atinja uma temperatura adequada de uso. 

Muita gente não conhece esse fato e acaba rodando pouco e com o motor o frio, o que acelera o desgaste. 

Anúncios

5. Complete o nível do radiador apenas com água desmineralizada e aditivo

Nada de água da torneira no radiador!
Nada de água da torneira no radiador!

Verificar o nível do sistema de arrefecimento do motor de forma regular é um excelente hábito.

Contudo, completar o nível com água da torneira é uma prática danosa, embora seja relativamente comum. 

Com o passar do tempo isso causa corrosão e entope tubulações, dutos internos e bomba de água, além de diminuir a temperatura de ebulição. 

No manual está bem claro: Use apenas apenas água destilada ou desmineralizada com aditivo recomendado pela montadora. 

Usar água comum formam uma série de resíduos indesejados no sistema do motor. 

O aditivo presente nesses produtos é essencial para evitar a corrosão. 

Além disso, ele ajuda a elevar a temperatura do líquido de arrefecimento, o que reduz as chances do motor ferver. 

Por isso, tão importante quanto avaliar o nível do líquido no reservatório do radiador, é completá-lo de maneira certeira e adequada. 

4. Não trocar o óleo apenas de acordo com a quilometragem

Trocar o óleo do motor e do filtro dentro da quilometragem estipulada no manual do proprietário é algo básico. 

Contudo, muita gente prioriza apenas a distância percorrida e esquece que o óleo possui prazo de validade. 

Ou seja, a hora de trocar o óleo é determinada pelo que vencer primeiro: a quilometragem ou o prazo de validade. 

Após determinado período de tempo, os componentes do óleo se degradam e a capacidade de lubrificação fica comprometida. 

Assim, há elevação de atrito dos componentes internos do motor e consequentemente de consumo. 

Além disso, há outro detalhe:

Em condições severas, como rodar com vias não pavimentadas; com excesso de carga ou sob tráfego congestionado, a quilometragem e o prazo para troca devem ser antecipados.

Contar com um mecânico de sua confiança para te informar sobre os prazos além da quilometragem e data de validade do óleo e do filtro é uma das principais dicas para fazer seu carro durar mais.

3. Não use combustível de procedência duvidosa

Atenção à qualidade do combustível
Atenção à qualidade do combustível

Todos sabemos que o combustível está caro, contudo é preciso muita atenção na hora de abastecer. 

Não usar combustível de procedência duvidosa é mais uma das nossas dicas para fazer seu carro durar mais e economizar. 

Com o objetivo de poupar grana, ainda mais em tempos de combustíveis inflacionados, muita gente acaba abastecendo em postos com preços mais baixos.

Nesse caso, é importante mencionar que preço baixo não é sinônimo de adulteração.

Contudo, vale a pena desconfiar quando os valores praticados estiverem muito abaixo da média do mercado. 

Uma forma de evitar combustíveis adulterados é sempre pedir a nota fiscal para comprovar a compra. 

Essa é uma prática funcional, pois a gasolina batizada seja com solvente, etanol adulterado ou água afetam seriamente a saúde do motor e seus componentes. 

O solvente danifica dutos, vedações e peças emborrachadas. 

Além disso, causam a formação de depósitos de sedimentos no interior do motor acelerando a corrosão de itens.

O resultado é um funcionamento irregular do motor e um aumento de consumo de combustível. 

Dessa maneira, a dica dos nossos especialistas para você acertar no combustível é a seguinte:

Busque sempre “postos com bandeiras”, tais como BR Petrobrás, Shell, Ipiranga e que apresentem testes e análises dos combustíveis aos clientes. 

Lembre-se que na maioria das vezes, o barato sai caro!

2. Amacie o motor do seu carro

Existe muita gente que compra um carro 0km e acha que amaciar o motor é algo do passado.

Isso sem contar aqueles que sequer sabem o que significa amaciamento do motor. 

Contudo, a maioria das marcas traz no manual do proprietário a orientação de não abusar do acelerador durante os primeiros quilômetros de uso.

Durante o amaciamento, o motor não é tão exigido até que os componentes internos se ajustem até que ele atinja o nível operacional ideal. 

O nível de operação consiste no aumento da performance e redução no consumo de combustível. 

Mas, como amaciar o motor?

Normalmente, o amaciamento deve ser feito até que o veículo atinja de 1000 a 1500 quilômetros rodados. 

Durante esse período, o ideal é dirigir em velocidades máximas que não ultrapassem os 130 km/h. 

Além disso, o recomendado é que as trocas de marchas ocorram em um nível de rotação entre 3000 a 3500 rpm. 

É comum que um veículo atinja o ápice de seu desempenho, apenas depois dos 3.000 km rodados. 

Mesmo com os avanços tecnológicos, os atuais projetos de motores à combustão ainda levam em conta esse “período de amaciamento”.

E nada disso vai mudar em futuro próximo. 

1. Troque os pneus na data correta

E a última das nossas dicas para fazer seu carro durar mais é voltada aos pneus. 

Da mesma maneira que o óleo não deve ser trocado apenas levando em consideração a quilometragem rodada, os pneus também não. 

Como ocorre com o óleo lubrificante, os pneus também possuem prazo de validade.

O prazo de validade dos pneus ficam gravados em suas laterais. 

Trocar os pneus levando em consideração apenas os desgastes é um erro comum que a maioria das pessoas cometem.

Contudo, pneus cujos prazos de validade já expiraram trazem grandes danos ao veículo.

Pneus velhos aumentam o consumo de combustível, desgastam pastilhas e discos de freios e afetam a suspensão e os amortecedores.

Além do mais, pneus velhos são perigosos à segurança. 

Por isso, além de calibrar os pneus semanalmente, não esqueça de conferir seus prazos de validade. 

Não seja enganado na oficina

Agora que você já conhece as principais dicas para fazer seu carro durar mais e que ajudam a economizar na manutenção, a gente quer te perguntar uma coisa muito importante:

Você entende de mecânica? Já sentiu que foi enganado na oficina?

Então…

Muita gente ainda passa apertado na mão de mecânicos de má índole.

Contudo, esse é um problema que pode ser facilmente superado. 

Pensando em te ajudar também nessa questão, nossos especialistas produziram um artigo especial. 

Nesse artigo, eles mostram uma série de dicas e ações que você deve tomar para não ser enganado em oficinas mecânicas. 

Quer pagar o preço honesto e justo pela manutenção no seu veículo? 

Então, você só precisa clicar no botão abaixo! 

Dicas para não ser enganado na oficina

Confira dicas simples e pra lá de úteis para não cair na lábia de mecânicos que agem de má fé e assim não ser enganado na oficina.

Sobre o autor

Murilo C.

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Em Alta

content

Chevrolet S10 2021: Renovada para bater de frente com a concorrência

Saiba tudo sobre a Chevrolet S10 2021 que passou por uma série de alterações para bater de frente com a concorrência

Continue lendo
content

Os benefícios de comprar um Chevrolet Trailblazer

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Os benefícios de comprar um Chevrolet Trailblazer

Continue lendo

Listas

Fiat Cronos: Conheça os detalhes do modelo

Conheça todas as especificações do Fiat Cronos e o que o modelo tem a oferecer!

Fiat Cronos é um bom carro

Lançado em 2018 e com apenas dois anos de idade o Fiat Cronos é um sedã que veio com a missão de ocupar o lugar deixado por antecessores como Siena, Linea e Grand Siena. Em termos de design o modelo se saiu bem mas não fez muito mais do que isso. 

Como se sabe o mercado de sedãs está um tanto quanto empacado. Hoje os brasileiros acabam dando preferência para veículos menores como os hatches ou as grandiosas SUVs. Assim é natural que o Cronos patine quando o assunto são as vendas. 

  • Categoria: sedan
  • Preço médio novo: R$ 69 mil
  • Preço médio usado: R$ 50 mil
  • Versão recomendada: Cronos Drive 1.8 AT: R$ 69.990
  • Consumo médio cidade: 9 km/L
  • Consumo médio estrada: 13 km/L

Mesmo assim o modelo chama atenção e está longe de ser ruim. No artigo de hoje nosso time de especialistas entra em campo para te mostrar tudo e mais um pouco sobre o sedã. Bora conferir?

Principal aposta do Fiat Cronos é no visual

Executivos da Fiat afirmam que a principal missão do sedã é mudar a percepção que as pessoas possuem da marca e é preciso concordar isso. 

Há tempos que a montadora só oferecia ao mercado modelos com visual ultrapassado e antiquado e isso só começou a mudar em meados de 2016 com a chegada da Toro. 

No ano seguinte o Argo deixou essa estratégia ainda evidente e no momento a cereja do bolo é o próprio Cronos e a mudança do visual da Fiat Strada

Com linhas harmoniosas e modernas o Cronos tem o intuito de ser um sedã compacto e funcional ao mesmo tempo mas sem ser careta. Nesse ponto é possível afirmar que os projetistas e designers fizeram um bom trabalho. 

Montado sob a mesma plataforma do Argo a MP-S o sedã possui apenas 36 centímetros a mais de comprimento do que o hatch.

Espaço interno é ponto positivo

O espaço interno do veículo é um ponto pra lá de positivo. 

No banco traseiro dois adultos e uma criança conseguem viajar de maneira confortável com espaço de sobra para a cabeça e as pernas. Além de ser amplo, o compartimento de bagagem é de fácil acesso e grande volume com 525 litros de capacidade. 

O conforto interno também é proporcionado pela suspensão que é do tipo McPherson na parte dianteira e semi-independente com barras estabilizadora atrás. 

O único ponto baixo no interior do veículo diz respeito ao ajuste do banco do motorista que mesmo sendo adaptável fica muito elevado o que pode não agradar os condutores mais altos. 

Novidades

A principal novidade do Cronos foi a chegada da versão HGT que é equipado com motor 1.8 e câmbio automático de seis marchas que traz alguns equipamentos de série a mais como quadro de instrumentos de 7 polegadas, ar-condicionado digital e interior com detalhes em preto. 

Por fora as novidades também só estão disponíveis no HGT que conta rodas aro 17’’, spoiler e retrovisores em preto, grade frontal escurecida, maçanetas na cor do veículo e logotipos da marca escurecidas. 

Motorização 1.3 e 1.8

O Fiat Cronos é comercializado com duas opções de motor um 1.3 e um 1.8. 

O motor 1.3 é um Firefly turbo de 8V capaz de entregar 101 cavalos na gasolina e 109 cavalos com etanol. 

Já o motor 1.8 é o E.torQ Evo de 16V capaz de render 135 cavalos com gasolina e 139 cavalos no etanol. 

Junto a ambos os motores o cronos dispõe de câmbio manual ou então duas opções diferentes de câmbio automático. O primeiro um GSR-Comfort de cinco marchas e o automático Aisin de seis marchas presente apenas na versão HGT. 

Consumo

O consumo do Cronos na cidade é o seguinte;

  • Motor 1.3 manual: 8,5 km/litro com etanol e 12,4 km/litro com gasolina
  • Motor 1.3 com câmbio GSR: 8,8 km/litro com etanol e 12,7 km/litro com gasolina
  • Motor 1.8 com câmbio GSR: 8,0 km/litro com etanol e 11,6 km/litro com gasolina
  • Motor 1.8 com câmbio Aisin: 7,2 km/litro com etanol e 10,3 km/litro com gasolina

Já na estrada esse é o consumo médio do Fiat Cronos

  • Motor 1.3 manual: 10,3 km/litro com etanol e 14,8 km/litro com gasolina
  • Motor 1.3 com câmbio GSR: 10,4 km/litro com etanol e 14,8 km/litro com gasolina
  • Motor 1.8 com câmbio GSR: 9,6 km/litro com etanol e 13,8 km/litro com gasolina
  • Motor 1.8 com câmbio Aisin: 9,6 km/litro com etanol e 13,3 km/litro com gasolina

Versões e preços

O modelo é comercializado nas seguintes versões e preços:

  • Cronos 1.3: R$ 58.900;
  • Cronos Drive 1.3 MT: R$ 61.990
  • Cronos Drive 1.3 GSR: R$ 66.690
  • Cronos Drive 1.8 AT: R$ 69.990
  • Cronos Precision 1.8 AT: R$ 75.490
  • Cronos HGT 1.8 AT6: R$ 78.490

Fiat Cronos HGT e a discórdia da esportividade

E aqui temos a verdadeira semente da discórdia a versão HGT do sedã que é comercializada sob a alcunha de esportivo. 

Na verdade ela pode sim ser chamada de versão esportiva mas apena no design e vamos te explicar o porquê disso. 

O desempenho do motor 1.8 quando abastecido com etanol é bom mas está longe de ser considerado esportivo. 

Existe uma boa oferta de torque em baixas rotações o que garante agilidade no uso diário. Além disso o câmbio Aisin de 6 marchas proporciona trocas rápidas e precisas e fica nisso. 

Quando se pisa com força no pedal do acelerador o sedã não responde tão rápido. De acordo com a Fiat o modelo acelera de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos e atinge velocidade máxima de 196 km/h. 

Mudança sutil para 2021

De acordo com a montadora o modelo não deve receber nenhuma mudança drástica para 2021. 

Especulações dão conta de que toda a linha de veículos da Fiat vai sofrer uma mudança na grade dianteira com o intuito de acomodar o novo logotipo da marca que já se faz presente na nova Fiat Strada. 

Conclusão

Agora que você já sabe tudo sobre o Fiat Cronos que tal descobrir como é ter um exemplar na garagem?

Para isso basta clicar no botão a sequir!

Você também pode gostar

content

Porto Seguro Carro Fácil: passo a passo para assinar

Saiba os passos para contratar o Porto Seguro Carro Fácil e saia dirigindo um exemplar hoje mesmo, sem se preocupar com seguro e IPVA!

Continue lendo
content

Por que a gasolina não para de subir e como economizar

Afinal, por que a gasolina não para de subir? Descubra o real motivo e confira formas funcionais para driblar a alta dos preços!

Continue lendo
content

Carros mais gastões do Brasil: Se surpreenda com a lista

Está pensando em comprar um carro mas não quer gastar muito com combustível? Então Confira a nossa lista com os carros mais gastões do Brasil!

Continue lendo