Listas

Saiba quais são os 20 carros mais raros do mundo

Descubra agora quais são 20 caros mais raros do mundo!

Por

Murilo C. 

| Publicado em

carros mais raros do mundo

Quando se fala de carros mais raros do mundo é importante ter em mente que não estamos abordando apenas preços e valores. Embora alguns desses veículos possam valer milhões outra coisa que os torna valiosos é que apenas poucas unidades foram produzidas. 

Carros raros na maioria das vezes também são exclusivos e isso os torna quase que místicos. Assim pensando em todo esse universo apaixonante que envolve esses veículos, separamos hoje modelos de veículos incomuns de serem visto rodando em ruas e estradas.

Se você é um apaixonado por carros como nós não pode deixar de conferir esse artigo mais do que especial. Vamos lá?

ANÚNCIOS

Os 20 carros mais raros do mundo

Conheça agora os 20 carros mais raros do mundo

ANÚNCIOS

20. Ferrari 250 GT 1962

A Ferrari 250 GT foi produzida entre os anos de 1962 e 1964. Apenas 36 exemplares foram feitos e destes só 33 restaram no mundo. 

Trata-se de um veículo rápido e potente, embora seu exterior seja delicado. Sob a capô há um V12 168/82, conhecido motor da montadora na época.

Ferrari 250 GT 1962
Ferrari 250 GT 1962

O modelo foi projetado para  o segmento de Grand Touring Car da montadora na época. A G50 GT corrida no Grupo de competição FIA 3 no campeonato mundial. Entre todos os modelos produzidos, três foram destruídos em acidentes. 

A Ferrari 250 GT tem 296 cavalos e o último exemplar comercializado foi arrematado por incríveis US$ 48 milhões. 

ANÚNCIOS

19. Koenigsegg CCXR Trevita 2009 

O Koenigsegg CCXR da Trevita é uma edição limitada do CCXR da marca. É um modelo raro pelo fato de apenas 9 exemplares terem sido construídos. O modelo que custa US$ 4,8 milhões é para poucos. 

O Boxeador Floyd Mayweather é uma das 9 pessoas do mundo que tem um Koenigsegg CCXR Trevita na garagem e chegou a exibi-lo em seu Instagram em algumas oportunidades. 

Koenigsegg CCXR Trevita 2009
Koenigsegg CCXR Trevita 2009 

Em sueco, Trevita significa triplo branco. O modelo patenteado pela montadora que reveste o bólido com fibras de carbono tem acabamentos de diamante. Por isso, a nomenclatura Trevita. E aí, é raro ou não é?

ANÚNCIOS

18. Hemi Cuda Conversível 1971

Somente 13 unidades do conversível Hemi Cuda foram produzidas, o que faz dele um dos carros mais raros do mundo. 

Embora especialistas apostassem que o modelo poderia atingir cifras superiores a US$ 5 milhões o modelo hoje é avaliado somente em US$ 3,5 milhões. Hoje o Hemi Cuda é um dos muscle cars mais caros do planeta. 

Hemi Cuda Conversível 1971
Hemi Cuda Conversível 1971

O último exemplar foi vendido em um Leilão Mecum em Seattle em 2014 e o nome do comprador não foi revelado. 

ANÚNCIOS

17. Talbot Lago Grand Sport 1954

O Talbot Lago é um desconhecido de muita gente no Brasil e isso é natural. A empresa por trás desse veículo a Automobiles Talbot SA só funcionou entre os anos de 1916 a 1959. 

Localizada em Suresnes, Hauts de Seine uma região francesa próxima a Paris a empresa se tornou popular apenas após a segunda guerra mundial. 

Talbot Lago Grand Sport 1954
Talbot Lago Grand Sport 1954

O Talbot Lago Grand Sport 1954 era famoso por sua velocidade que era algo raro na época. O motor contava com 170 cavalos e mais tarde passou por adaptações para ganhar mais 20 cavalos. 

O carro foi derivado de um carro de corrida da empresa, o T26C Grand Prix. Ao todo apenas 12 exemplares foram construídos e seu valor é estipulado em US$ 500 mil. 

ANÚNCIOS

16. McLaren F1 LM 1995

É praticamente impossível fazer uma lista de carros raros e rápidos sem citar a McLaren. 

O McLaren F1 LM 1995 é uma variação dos carros de F1 com o foco para pistas. A sigla LM significa Le Mans. O carro é um tributo em homenagem aos cincos GTRs da marca que competiram e terminaram as 24 Horas de Le Mans no ano de 1995. 

McLaren F1 LM 1995
McLaren F1 LM 1995

Apenas 6 modelos foram construídos e isso inclui o protótipo. O McLaren F1 LM 1995 tinha como designers Gordon Murray e Peter Stevens que trabalhavam na Fórmula 1 e foi produzido na fábrica onde os modelos da F1 são construídos.  

O superesportivo raro é avaliado em US$ 19,8 milhões. 

ANÚNCIOS

15. Phantom Corsair 1938

O Phantom Corsair é extremamente raro, já que apenas uma unidade – que era o protótipo do carro foi construído e acabou não sendo destinado para produção em massa. 

Fabricado por Rust Heinz conhecido pela fortuna do catchup Heinz e Maurice Schwartz o sedã de duas portas usava a plataforma Cord 810 como base e tinha um motor em V8 de 4,7 litros. 

Phantom Corsair 1938
Phantom Corsair 1938

A produção do Corsair em 1938 custava inimagináveis US$ 24 mil o equivalente a US$ 370 mil nos dias de hoje. O modelo era considerado à frente do seu tempo por conta de seu visual futurista, que envolve principalmente o pára-lamas de perfil baixo e carenagem diferenciada. 

Hoje o Phantom Corsair é avaliado em US$ 500 mil. 

ANÚNCIOS

14. Icona Vulcano Titanium 2013

O Icona Vulcano Titanium entra na lista dos carros mais raros do mundo pelo fato de ser um exemplar único. Ou seja apenas uma unidade foi produzida. 

A marca Italiana Icona de Turim é conhecida pela fabricação de carros velozes e exclusivos. O Vulcano Titanium possui carroceria de titânio e é capaz de atingir os 350 km/h. 

Icona Vulcano Titanium 2013
Icona Vulcano Titanium 2013

Sob o capô, o modelo possui um motor V8 de 6.2 litros “emprestado” do Corvette C6. Essa verdadeira obra de arte sobre rodas é avaliada em US$ 2,78 milhões. 

ANÚNCIOS

13. Oldsmobile F-88 1954

Harley Earl entrará para a história como um dos designer de automóveis mais criativos e influentes do século XX. Earl tinha vários projetos favoritos e um deles era chamado de XP-20 e apelidado de F-88 embora ninguém saiba ao certo o motivo. 

O F-88 usou o chassi de um Chevy Corvette. Seu corpo foi todo moldado em fibra de vidro e pintado com um tinta dourada lustrosa para lhe conferir uma aparência etérea e cintilante. 

Oldsmobile F-88 1954
Oldsmobile F-88 1954

É mais um caso de veículo com apenas uma unidade produzida. Por conta de sua exclusividade e história o modelo é avaliado em US$ 3,3 milhões. 

ANÚNCIOS

12. Delahaye 175 S Saoutchik Roadster 1949

O Delahaye 175 S Saoutchik Roadster 1949 é um veículo de luxo que fez história por conta de sua silhueta inconfundível. Embora fosse grande o modelo era capaz de carregar apenas duas pessoas. 

A estrela de cinema da época Diana Dors tinha um exemplar do Delahaye 175 S Saoutchik Roadster em sua garagem, o que aumentou o apelo exclusivo do modelo. 

Delahaye 175 S Saoutchik Roadster 1949
Delahaye 175 S Saoutchik Roadster 1949

O Saoutchik foi projetado para competir nos circuitos de concours depois da Segunda Guerra Mundial e ganhou algumas corridas como o Grand Castle du Bois de Boulogne, o Coupe de I´l Automobile e o Monte Carlos Concours. 

Ao todo 511 exemplares foram construídos e seu valor está estimado na faixa dos US$ 3 milhões. 

ANÚNCIOS

11. Mercedes 300SL “Asa de gaivota” 1955

O Mercedes 300 SL apelidado de asa de gaivota por conta de suas portas que abrem para cima foi baseado no projeto piloto da montadora alemã chamado W194. 

O modelo tinha injeção mecânica direta de combustível que aumentava sua potência em até 50% quando comparados a outros carros da linha, além disso, o 300SL contava com um motor suspenso para ajustar seu centro de gravidade. 

Mercedes 300SL Asa de gaivota 1955
Mercedes 300SL Asa de gaivota 1955

Na época, o 300SL conseguia atingir velocidades na faixa dos 260 km/h um verdadeiro absurdo para a década de 50. A sigla SL significa “Super Light” ou Super Leve em português.

Dá para entender o porquê da  Mercedes dominar a Fórmula 1 nos dias de hoje. Sua busca por performance é histórica, como podemos ver no Asa de gaivota.

Ao todo somente 29 modelos foram produzidos e os valores do Mercedes SL ficam entre US$ 2,5 e 3 milhões. 

ANÚNCIOS

10. Pagani Huayra BC 2017

O Próprio Pagani Huayra já é raro por si só uma vez que há apenas 100 destes exemplares fabricados. No entanto o Huayra BC é ainda mais raro. 

O Huayra BC é a variação focada para as pistas e apareceu pela primeira vez no salão de Genebra em 2016. BC significa Benny Caiola, que era o melhor amigo do fundador da marca: Horácio Pagani. Caiola foi o primeiro cliente da marca. 

Pagani Huayra BC 2017
Pagani Huayra BC 2017

O modelo possui um motor V12 biturbo de 6.0 L de 745 cavalos sob o capô e um seu chassis é todo feito em fibra de carbono. Ao todo 20 unidades foram produzidas e o valor estimado de cada uma delas é de US$ 3,5 milhões. 

ANÚNCIOS

9. Bugatti Royale 1930

Como o nome já sugere o Bugatti Royale foi lançado em 1930 e na época custava US$ 30 mil algo equivalente a US$ 463 mil nos dias de hoje. 

Mas como muitos sabem a crise de 1929 fez a economia mundial despencar em 1930. Assim o Royalle não chegou a ser vendido pois não havia compradores que pudessem gastar tanto dinheiro depois da grande depressão financeira. 

Bugatti Royale 1930
Bugatti Royale 1930

O Royalle era o projeto favorito de Ettore Bugatti e foi considerado o seu veículo luxuoso. A montadora o projetou com a intenção de transportar chefes de estados e grandes autoridades. 

Restam apenas 9 exemplares pelo mundo e o valor pode alcançar as cifras de US$ 10 milhões. 

ANÚNCIOS

8. Lamborghini Aventador 2013

Mais um entre os exemplares raros é o Lamborghini Aventador 2013. O modelo montado em Bolonha na Itália e desenhado por Filippo Perini conta com apenas 14 exemplares produzidos. 

O Aventador 2013 foi produzido para comemorar o 50º aniversário da montadora de luxo. Como muitos outros, o carro foi apresentado em 2013 no Salão do Automóvel de Genebra. Na época era o carro de produção mais caro que existia. 

Lamborghini Aventador 2013
Lamborghini Aventador 2013

O Lamborghini aventador conta com um motor V12 de 6,5 litros e uma transmissão semiautomática de sete velocidade e é capaz de alcançar os 350 km/h. Hoje é avaliado em US$ 4,5 milhões. 

ANÚNCIOS

7. W Motors Lykan HyperSport 2012

O Lykan HyperSport é um supercarro diferenciado até pelo sua origem. Esse veículo raro vem direto de Dubai e é uma criação oriunda de uma parceria entre engenheiros italianos e libaneses sendo considerado o primeiro esportivo produzido em um país do Oriente Médio.

W Motors Lykan HyperSport 2012
W Motors Lykan HyperSport 2012

Ao todo apenas 7 exemplares foram fabricados, mas apenas 6 podem ser comprados pelos. Isso porque a polícia de Abu Dhabi exigiu um exemplar. 

O Motor é um biturbo 3,7 de 6 cilindros com 780 cavalos de potência o que faz o HyperSport alcançar velocidade máxima de 390 km/h.

ANÚNCIOS

6. Bugatti Veyron Linea Vivere 2005

O Bugatti Veyron Linea Vivere 2005 é mais um entre os carros mais raros do mundo. Na época de seu lançamento era considerado o carro mais poderoso do mundo, tendo na época um motor W16 de 8 litros de 110 cavalos de potência sob o capô. 

Bugatti Veyron Linea Vivere 2005
Bugatti Veyron Linea Vivere 2005

Em testes privados da montadora, o Veyron Linea Vivere ultrapassou os 400 km/h. Ao todo apenas dois exemplares foram produzidos e hoje cada um deles custa US$ 3,5 milhões. 

O Packard Panther 1954 se tornou um carro sem intenção. O modelo foi criado para ser um carro-modelo. Ou seja, apenas para expor os recursos da montadora Packard que na época incluía esquemas de cor e componentes elétricos. 

ANÚNCIOS

5. Packard Panther 1954

Embora tenha um visual despojado a parte mecânica não era tão boa. O modelo possuía sob o capô um motor 5.4L supercharged de 8 cilindros e uma transmissão Ultramatic. 

Packard Panther 1954
Packard Panther 1954

A montadora supostamente não quis produzir o Panther em massa porque queria direcionar os compradores aos estoques de veículos que estavam encalhados. 

Ao todo apenas 4 modelos foram produzidos e somente dois estão em circulação. Hoje o Panther 1954 é avaliado na faixa dos US$ 900 mil. 

ANÚNCIOS

4. Ferrari F50 1996

A Ferrari F50 1996 tem a aparência literal de um carro de corrida. O modelo de luxo vermelho brilhante foi projetado para competir contra rivais clássicos, como Porsche 911 GT e McLaren F1 GTR.

Ferrari F50 1996
Ferrari F50 1996

A F50 foi projetado pela Pininfarina e montado na fábrica da montadora em Maranello e vai de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos. Comum motor de 740 cavalos, o modelo supera com tranquilidade a faixa dos 300 km/h. 

Ao todo 349 exemplares foram feitos e custam na faixa dos US$ 1,5 milhões. 

ANÚNCIOS

3. Jaguar XKSS 1957

Inicialmente o Jaguar XKSS foi construído em 1957. Mas o projeto foi abandonado pela montadora. Muito tempo depois mais precisamente no ano de 2016 a montadora inglesa voltou e fez mais nove exemplares que originalmente deveriam ter sido feitos nos anos 50.

Jaguar XKSS 1957
Jaguar XKSS 1957

Assim temos apena sum exemplar do XKSS realmente produzido em 1957. O carro era originalmente um carro de corrida e foi retirado das pistas no final de 1956, quando Sir William Lyons decidiu retirá-lo das pistas e transformá-lo em um modelo para estradas. 

Hoje esse modelo único que é um dos carros mais raros do mundo é avaliado em incríveis US$ 21 milhões. 

ANÚNCIOS

2. Rolls-Royce 15 HP 1904

O 15HP foi projetado pela Rolls-Royce em 1904 e apenas um exemplar foi produzido. O carro surgiu como resultado entre um acordo entre Henry Royce e Charles Rolls para formarem juntos a empresa Rolls-Royce. 

O modelo era vendido na concessionária por um preço de US$ 645. Mais cinco modelos d0 15HP se juntaram à linha, mas não em 1904. 

Rolls-Royce 15 HP 1904
Rolls-Royce 15 HP 1904

O 15HP 1904 era uma espécie de carro conceito se juntando aos modelos 10, 20 e 30 HP em uma espécie de linha histórica.

O raro 15HP de 1904 era equipado com um motor de 3 cilindros de 3000 cc e hoje vale a bagatela de US$ 4,5 milhões. 

ANÚNCIOS

1. Porsche 550 Spyder

Somente noventa exemplares desse carro de corrida prateado e elegante foram produzidos. 

O Porsche 550 foi produzido durante os anos de 1953 e 1956 e todos os 90 exemplares foram montados na fábrica da montadora em Stuttgart na Alemanha.O modelo esportivo de duas portas é considerado por uns um cupê e por outros um Spyder.

Sob o capô o 550 tinha um motor 1.5L DOHC Flat Four e na época os compradores podiam escolher entre uma transmissão manual de quatro ou cinco velocidades.

Porsche 550 Spyder
Porsche 550 Spyder

Produzido inicialmente para as pistas, o 550 dominou e venceu sua corrida de estreia: A Nurburgring Eiffel. Depois disso todas as corridas que disputou o modelo sempre acabou entre os 3 primeiros. 

O Porsche 550 é uma inspiração para muitos carros de corridas até os dias de hoje. Embora 90 exemplares tenham sido produzidos é sem sombra de dúvidas um dos carros mais raros do mundo. Seu valor é mensurado em US$ 3,6 milhões. 

ANÚNCIOS

Conclusão

Você conhecia algum desses carros raros? De todos os modelos apresentados, qual é o seu favorito? Deixe um comentário contando pra gente. Sua participação é muito importante para Nós do Senhor Carros. 

E aproveitando que estamos falando de carros raros que tal conhecer modelos nacionais que são considerados raridades? Para saber quais são eles é só clicar no botão abaixo! 

ANÚNCIOS

Listas

Conheça todas as mudanças da nova gasolina do Brasil

Por

Murilo C. 

| Publicado em

Nova gasolina do Brasil

A partir de agosto, o brasileiro terá à disposição um novo tipo de gasolina, com maior qualidade e mais semelhante com combustíveis que são comercializados na Europa e Estados Unidos, mas ainda há muitas dúvidas com relação a ela. Por isso, o time de especialistas do Senhor Carros traz agora para você tudo sobre a nova gasolina do Brasil. E aí? Bora ficar por dentro do assunto?

Saiba tudo sobre a nova gasolina do Brasil

Para falarmos sobre a nova gasolina do Brasil precisamos voltar um pouco no tempo e entender porque o nosso combustível era (e ainda é) tão criticado. 

A má qualidade da gasolina brasileira é algo antigo.

Na década de 80, ela era tão ruim, que os carros importados precisavam passar por uma alteração mecânica para reduzir a taxa de compressão do motor, para que o carro pudesse funcionar com a “sua baixa octanagem”. 

Até 1994 a gasolina do Brasil ainda era conhecida por sua toxicidade, pois havia em sua composição chumbo tetra-etila, que foi substituida pelo etanol anidro, o que a tornou mais limpa e ainda aumentou sua octanagem.

No ano de 2014, mais uma mudança para aumentar a qualidade da nossa gasolina: a redução do teor de enxofre de 200 para 50 ppm – parte por milhão.

Com essa medida e a elevada octanagem, nosso combustível passou ser considerado um dos melhores do mundo. Mas ainda havia espaço para melhorias. 

Densidade: A principal mudança da nova gasolina do Brasil

Para nosso combustível ter padrão internacional, faltava uma regulamentação específica para sua densidade. 

A atual densidade da gasolina brasileira gira em torno de 700 kg por m³ enquanto a do etanol gira ao redor de 750 kg por m³. Apenas para efeito de comparação a da água é de 1kg por m³ ou seja, 1 kg por litro. 

Densidade
Densidade da nova gasolina do Brasil vai mudar

A eficiência de um motor, depende da densidade do combustível. Quanto mais densidade, mais potência e menos consumo.

No entanto, por conta de uma ausência de regulamentação, a gasolina brasileira podia variar de densidade, embora quase todas sejam refinadas e fornecidas pela petrobrás. 

Mas com a possibilidade de ser importada e reformulada por outras refinarias, parte da gasolina comercializada nos postos brasileiros poderia ser reformulada com densidade inferior, o que interfere na potência e no consumo. 

Resolução da ANP eleva qualidade da nova gasolina do Brasil

Em janeiro, a ANP – Agência Nacional do Petróleo, órgão responsável pela regulamentação dos combustíveis no país, estabeleceu novos padrões para a nossa gasolina, incluindo a densidade mínima. 

A resolução 807 de 23 de janeiro de 2020 reclassifica a octanagem, que é seu poder de resistir à compreensão do motor antes e durante a combustão. 

A octanagem possui dois padrões de medicação: O método de pesquisas – RON e o método do motor – MON.

Qualidade
Gasolina brasileira terá mais qualidade

O método RON é o utilizado na Europa. No Brasil, hoje se adota a mesma metodologia utilizada nos EUA, que é a média entre RON e MON, chamado de índice antidetonante – IAD. 

A gasolina comum do Brasil, por exemplo, tem uma octanagem de 82 pelo método MON e 93 pelo método RON.

A média entre as duas: MON 82 + RON 93 dividido por dois é de 87, o que corresponde a 87 IAD, que é o índice utilizado aqui e nos EUA, conforme mencionamos. 

Entendendo na prática as alterações da nova gasolina do Brasil

Em relação à octanagem, muda o padrão de classificação da gasolina do IAD que utilizamos atualmente para o Europeu RON.

A especificação da nova gasolina do Brasil, determina então, que a gasolina comum, seja ela fabricada no Brasil ou importada tenha uma massa de densidade mínima de 715 kg por m³ e octanagem de pelo menos 92 octanas seguindo o padrão RON. 

Importante destacar que existem gasolinas especiais no mercado brasileiro com octanagem superior às 92 octanas não padronizadas pela ANP,são exemplos a Podium da Petrobrás, a Octapro da Ipiranga e a Shell Racing da Shell, mas não são encontradas em todos os postos. 

Com relação a adição do etanol anidro em sua composição, não houve alteração. Manteve-se os níveis de 27% para gasolinas comum e aditivada e 25% para a gasolina premium. 

A nova gasolina do Brasil já está disponível nos postos?

A resolução estabelecida ainda em janeiro entrou em vigor no dia 03 de agosto e terá de ser oferecida em 100% dos postos do país em até 90 dias.

Por isso, só haverá certeza de que você irá abastecer seu carro com a nova gasolina do Brasil a partir do dia 3 de novembro. 

Entretanto, de acordo com a Petrobrás (responsável pela refinaria de 90% da gasolina brasileira) o combustível com maior qualidade já está sendo produzido desde o início do ano. 

Gasolina
Você poe ter rodado com a nova gasolina e nem saber disso

Muita gente não sabe, mas já pode ter ou estar rodando com a nova gasolina brasileira há algum tempo.

É importante destacar que não é possível identificar o novo combustível na bomba, ela não traz nomenclatura específica, e é visualmente idêntica à antiga. 

A ANP informou que empresas e postos que forem flagrados vendendo gasolina antiga após o prazo de 90 dias poderá ser multada em valores que variam de R$ 20 mil a R$ 5 milhões. 

Potência e economia

ao contrário do que muita gente acredita, a nova gasolina do brasil não proporciona potência ou torque acima dos valores informados pelas montadoras aos diversos modelos de carros. 

Entretanto, especialmente no caso dos carros flex, a potência e o torque com o novo combustível podem sentir.

Sabemos que muitos automóveis bicombustíveis possuem maior desempenho quando abastecidos com etanol, porém, com a nova gasolina, essa diferença deve cair, especialmente em motores mais modernos, dotados de turbo e injeção direta. 

Com relação a questão da economia e eficiência, a nova gasolina do Brasil tem a promessa de maior eficiência energética, e redução de consumo de até 6%.

Valores da nova gasolina do Brasil

E como era de se esperar, a nova gasolina, por dispor de mais qualidade será mais cara. No entanto, a Petrobras não informa uma estimativa de quanto o valor médio aumentou ou ainda irá aumentar. 

Atualmente o valor do combustível no Brasil é definido por cotação no mercado internacional e outros tipos de variáveis, como o valor do barril de petróleo, câmbio e até mesmo o frete. 

Por isso, esses fatores podem variar tanto para mais, quanto para menos e são mais influentes no preço do que o custo adicional da nova especificação. 

É importante mencionar que a Petrobras acrescenta que é responsável somente por 30% do preço final da gasolina aos postos de combustíveis.

Petrobras e preço
Petrobras é responsável por apenas 30% do valor da gasolina

Os demais percentuais que compõem o valor final da gasolina são compostos por tributos, preço do etanol adicionado e as margens de lucro de distribuidoras e revendedores. 

Agora que você já sabe tudo sobre a nova gasolina do Brasil, se for abastecer questione o frentista ou gerente se a gasolina que está sendo colocada no seu carro já está com os novos parâmetros.

Se a resposta for positiva, atente-se às respostas do motor, assim como o consumo e deixe um comentário aqui em nosso post. 

É sempre legal quando nossos leitores participam dando opiniões e mostrando fatos que ocorrem no dia a dia. 

E já que estamos falando de combustível que tal conferir uma lista com aqueles que são os 30 carros com menor consumo na estrada?

Para conhecê-los, é só clicar no botão abaixo! 

Continuar Lendo

Em Alta


Siga nas Redes Sociais

AVISO LEGAL

O Senhor Carros não solicita em nenhuma situação quantias em dinheiro para liberação de qualquer tipo de produto financeiro, seja cartão de crédito, financiamento ou empréstimo. Caso isto aconteça, nos avise imediatamente.

Trabalhamos para manter todas informações o mais atualizadas possível. Porém, vale ressaltar que essas informações podem divergir das informações encontradas nos sites de instituições financeiras e/ou de provedores de serviços de um site específico. Com relação a instituições com as quais não temos parceria: não garantimos a precisão e atualidade das informações. Lembre-se sempre de ler as condições de uso e termos de aquisição das instituições financeiras que você escolher. Recebemos uma pequena quantia das publicidades em nosso site e dos nossos parceiros quando indicamos um usuário que solicita algum produto ou proposta. Tudo que publicamos é baseado em avaliações quantitativas e qualitativas de cada produto. Vale ressaltar que nossos parceiros podem influenciar diretamente os produtos sobre os quais escrevemos e revisamos, e também sobre a ordem dos "melhores" artigos e posicionamento de produtos no Senhor Carros. Dada a quantidade de informações em nosso site, não fornecemos nenhum tipo de garantia sobre a qualidade e atualidade das informações; por isso, priorizamos informações de nossos parceiros.