Dicas

Qual a diferença entre seguro auto e proteção veicular

Saiba qual é a diferença entre seguro auto e proteção veicular e proteja o seu veículo da maneira mais apropriada possível contra diversos tipos de problemas!

Anúncios

por Murilo C.

Publicado em 12/11/2021

Descubra o que são e qual a diferença entre um seguro auto e a proteção veicular

Conheça a diferença entre proteção veicular e seguro auto. Fonte: Unsplash.
Conheça a diferença entre proteção veicular e seguro auto. Fonte: Unsplash.

Você certamente já se questionou sobre qual a diferença entre seguro auto e proteção veicular. 

Essa é uma pergunta muito importante.

Afinal, o Brasil possui hoje mais de 80 milhões de veículos registrados.

No entanto, apenas 25% possui algum tipo de seguro auto ou proteção veicular. 

E a contratação desse tipo de serviço costuma gerar muitas dúvidas e questionamentos nos proprietários veiculares.

Afinal, é grande o número de pessoas que não conhece a diferença entre proteção veicular e seguro.

Assim, é relativamente comum que um serviço cuja intenção é proporcionar tranquilidade às pessoas acabe se tornando uma dor de cabeça.

Embora pareçam semelhantes em um primeiro momento, seguro auto e proteção veicular possuem muitas diferenças entre si.

Dessa forma, com o objetivo de te mostrar a diferença entre os dois tipos de proteção ao seu carro, nossos especialistas criaram um artigo especial.

Nele, você vai saber de uma vez por todas a diferença entre seguro auto e proteção veicular. 

E aí? Bora conferir? 

Então, vamos lá! 

Sedãs usados até 80 mil: Conheça 6 modelos

Conheça 6 modelos de sedãs usados até R$ 80 mil que são excelentes opções para os mais variados tipos de uso!

Anúncios

O que é proteção veicular?

Para começar a falar da diferença entre seguro auto e proteção veicular, vamos começar falando da segunda opção. 

A proteção veicular é um produto vendido por associações e que oferece algumas coberturas protetoras para veículos. 

Pessoas que contratam esse tipo de serviço compartilham riscos de um grupo inteiro.

Ou seja, isso significa que elas pagam um valor mensal para ter as coberturas contratadas e, caso algum sinistro ocorra, o dinheiro para cobrir os prejuízos sai de um fundo mútuo. 

Quando o fundo não possui valores suficientes, então, todos do grupo devem arcar com os custos. 

Imagine, então, a seguinte situação:

Você contrata uma proteção veicular contra colisão, sofre um acidente e o custo para o conserto é de R$ 2 mil. 

Caso você esteja com as mensalidades em dia, a associação resgatará o dinheiro do fundo comum de quem contratou a proteção veicular. 

Esse dinheiro, então, será usado para quitar o seu prejuízo. 

Contudo, se não houver valores no fundo, o valor é repartido entre todos os associados. 

Caso uma proteção tenha 20 associados, cada um vai arcar com R$ 100 do seu prejuízo. 

Assim, o reparo é feito. 

O que é seguro auto?

Dando continuidade no artigo sobre a diferença entre seguro auto e proteção veicular, agora é hora de falarmos sobre o seguro auto. 

O seguro auto é um produto comercializado por seguradoras que precisam estar vinculadas à SUSEP – Superintendência de Seguros Privados. 

Quem contrata um seguro auto, se torna automaticamente um cliente da empresa.

Assim, a seguradora assume os riscos envolvidos nas coberturas contratadas. 

Com esse tipo de proteção quando um sinistro previsto na apólice ocorre, o segurado tem o seu prejuízo coberto pela seguradora. 

Caso o sinistro seja pequeno, a seguradora cobra apenas uma franquia para consertar o veículo. 

A franquia nada mais é do que o custo de responsabilidade do cliente para que o veículo seja consertado.

Ela está prevista em contrato, como um valor fixo ou percentual.

Assim, se a sua franquia for de R$ 1 mil, e o conserto fique em R$ 3 mil, você paga apenas R$ 1 mil e o reparo é feito. 

Os outros R$ 2 mil quem paga é a seguradora. 

Além disso, é possível também contar com indenização por perda integral no seguro auto. 

Ou seja, a perda integral quando os danos ao carro superam 75% do seu valor de tabela. 

Assim, nessa situação, o segurado recebe o valor total do veículo para a compra de um veículo novo.

A indenização integral também é paga quando o veículo é furtado ou roubado e não é recuperado.

Anúncios

Qual a diferença entre seguro auto e proteção veicular?

Como acabamos de te mostrar, existe uma grande diferença entre seguro auto e proteção veicular. 

Contudo, agora nossos especialistas vão se aprofundar mais em pontos importantes sobre a diferença entre esses dois produtos. 

Adesão

A primeira diferença entre seguro auto e proteção veicular é a adesão.

A adesão da proteção veicular é mais rápida e menos burocrática. 

Nesse caso, é realizada apenas uma inspeção no veículo. 

Depois, há o pagamento da taxa de adesão e pronto: a proteção já está vigorando. 

Contudo, no seguro auto a adesão é diferente.

Além da inspeção, é necessário aguardar que a seguradora faça a liberação do seguro e a partir daí, a primeira parcela é paga e a proteção começa a vigorar. 

Análise de risco

A análise de risco é outra questão que mostra a grande diferença entre seguro auto e proteção veicular. 

De maneira geral, todos podem contratar uma proteção veicular. 

Isso porque não há análise do perfil de risco do condutor nem do carro.

Contudo, na contratação do seguro auto, a seguradora analisa o perfil inteiro do segurado e do carro.

Ou seja, é considerada a idade do motorista, experiência no trânsito, onde o veículo permanece estacionado, além do tipo de uso do carro.

Além disso, o carro também é avaliado, principalmente para saber se o veículo é visado para roubos.

Assim, com esses fatores, a seguradora consegue definir as chances do veículo sofrer um sinistro.

O custo da franquia é definido de forma assertiva.

Apólice

O seguro auto conta com uma apólice detalhada, com direitos e deveres do cliente e da seguradora. 

Porém, na proteção veicular a apólice não existe. 

O que existe é um contrato de responsabilidade mútua, onde estão estabelecidos que os riscos sejam divididos entre os associados. 

Cobertura

Cobertura do seguro auto é muito superior a da proteção veicular. Fonte: Unsplash.
Cobertura do seguro auto é muito superior a da proteção veicular. Fonte: Unsplash.

A cobertura é um item que literalmente escancara a diferença entre seguro auto e proteção veicular. 

Neste quesito, as coberturas básicas do seguro auto, são semelhantes às da proteção veicular. 

Contudo, coberturas extras, como a proteção para vidros, lanternas, faróis ou carta verde são encontradas apenas no seguro auto. 

Custos

A proteção veicular costuma ser vantajosa em relação ao valor pago mensalmente. 

Isso porque, o custo da contratação é menor do que o seguro auto. 

Contudo, sua proteção é menor. 

Já no seguro auto, as mensalidades são fixadas e com base no perfil do condutor e do veículo. 

Indenização

No seguro auto, a regra determina que o segurado receba a indenização no período máximo de 30 dias, como estabelece a lei.

Já no caso da proteção veicular, o consumidor é indenizado de acordo com o fluxo de caixa existente. 

Assim, o prazo de espera pelos valores normalmente é mais longo. 

Além disso, a indenização integral do seguro segue o valor de mercado do veículo.

Ou seja, para garantia de ressarcimento as seguradoras utilizam a Tabela Fipe. 

Na proteção veicular, os pagamentos são abaixo do valor de mercado.

Afinal, os valores dependem do fluxo de caixa da associação. 

Bônus

Aqui a gente tem uma grande diferença entre seguro auto e proteção veicular!

Quem possui seguro auto e não aciona a seguradora, acumula pontos anualmente. 

Esses pontos anuais se tornam descontos no momento da renovação.

Mas na proteção veicular isso não acontece. 

Dessa forma, mesmo que não haja sinistros, o consumidor não obtém nenhuma vantagem na hora de assinar um novo contrato. 

Cancelamento

No seguro auto, o segurado pode pedir o cancelamento do produto a qualquer momento. 

Assim, é preciso pagar apenas o valor proporcional ao período de uso do serviço.

Contudo, na proteção veicular, os contratos normalmente listam permanência mínima de 180 dias. 

Quando o contrato é cancelado antes do prazo, o usuário paga uma multa. 

Seguro auto ou proteção veicular: qual vale a pena?

Então, qual a melhor opção? Fonte: Unsplash.
Então, qual a melhor opção? Fonte: Unsplash.

Assim, depois de descobrir a diferença entre seguro auto e proteção veicular você certamente está se questionando:

O que vale mais a pena? Um seguro auto ou proteção veicular?

A resposta aqui é bastante óbvia.

A proteção veicular é uma proteção paliativa e que facilmente se torna pouco funcional.

Embora seja mais barato, é comum que clientes que contratam esse tipo de proteção para o carro acabem ficando na mão

Assim, a gente afirma sem sombra de dúvidas: na hora de proteger seu carro, busque uma seguradora.

Contudo, antes de buscar uma seguradora faça pesquisas e busque por uma seguradora que esteja na SUSEP – Superintendência de Seguros Privados. 

Isso garante segurança para ambos os lados em termos de pagamento e oferta de serviços. 

Quando o assunto é proteger seu veículo, o ideal é contar com uma seguradora. 

Pier Seguro Auto: proteção acessível para você e seu carro

Tão importante quanto contratar um seguro auto é buscar uma opção que seja acessível e funcional.

Então, agora que você já sabe a diferença entre seguro auto e proteção veicular, e qual dos dois vale a pena, nossos especialistas continuam a te ajudar.

O Pier Seguro Auto é um dos seguros mais funcionais nos dias de hoje.

Com valores acessíveis que cabem no bolso e uma série de coberturas ele tem conquistado muita gente Brasil afora.

Assim, para conhecer essa opção mais a fundo e saber como contratar, você só precisa clicar no link abaixo! 

fundo roxo com a frase pier seguros é bom

Conheça a Pier Seguro Auto

Pier Seguro Auto é uma das seguradoras mais amadas do Brasil pelos segurados, saiba tudo sobre ela e contrate hoje mesmo!

Sobre o autor

Murilo C.

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Revisado por

Luiza Lamas

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Carro antigo de leilão é ótima oportunidade, mas requer cuidados!

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Carro antigo de leilão é ótima oportunidade, mas requer cuidados!

Continue lendo
content

Comprar carro online vale a pena e é seguro?

Comprar um carro online pode facilitar muito sua vida ao concentrar buscas, preços e marcas. Confira aqui se vale pena e se é mesmo seguro!

Continue lendo
content

Comprar Toyota Hilux: Saiba como fazer um bom negócio

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Comprar Toyota Hilux: Saiba como fazer um bom negócio

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Ranking das marcas mais vendidas: Top 20 de vendas no Brasil em 2020

Você sabe qual foi a marca que mais vendeu carros até agora em 2020? Confira o nosso ranking das marcas mais vendidas no Brasil esse ano!

Continue lendo
content

Comprar Sedã em leilão: Descubra como garantir o seu

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Comprar Sedã em leilão: Descubra como garantir o seu %

Continue lendo