Carro

Carros voadores: os modelos que já são realidade

Conheça os carros voadores que já são realidade, como eles irão mudar o mundo como conhecemos hoje e quanto vai custar para ter um exemplar para chamar de seu e voar por aí!

Anúncios

Saiba tudo sobre carros voadores e modelos que já existem

O carro voador já é realidade. Fonte: Youtube KleinVision.
O carro voador já é realidade. Fonte: Youtube KleinVision.

Carros voadores faziam parte de uma ficção científica ou de desenho animado até pouco tempo atrás.

Contudo, com a evolução tecnológica e investimento cada vez maiores, empresas prometem entregar carros voadores ainda nesta década.

Ou seja, antes de 2030 as chances de você ver um carro voador passando sobre sua cabeça são grandes. 

Além disso, é assim que o nosso futuro será.

Afinal, empresas áreas, como é o caso de Gol e Azul, por exemplo e empresas de transporte e locomoção, como a UBER, já encomendaram muitos carros voadores. 

Mas muitas pessoas se questionam da seguinte maneira:

Afinal, como serão os carros voadores? Qual vai ser a regularização? Se eu comprar precisarei decolar de um aeroporto?

Embora pareçam questões malucas, elas são verdadeiras e precisam ser respondidas. 

Assim, pensando em trazer informação de qualidade sobre esse divertido e curioso tema, nossos especialistas resolveram criar o artigo de hoje.

Se você deseja saber mais sobre carro voador, como eles serão e se já existe algum modelo voando por aí é simples.

Você precisa apenas continuar a ler o artigo de hoje. 

Então, bora lá?

Citroen Ami, um carro diferente de tudo!

Conheça o Citroem Ami, um carro 100% elétrico, mas diferente de tudo o que você já viu!

Anúncios

O que são carros voadores?

Embora essa pergunta pareça lógica, é importante pensar e se questionar:

Afinal, o que são carros voadores?

Quando a gente fala de carros voadores, muita gente imagina um veículo como conhecemos hoje, mas com asas. 

Mas, ainda mais do que isso.

Muitas pessoas se imaginam pilotando veículos voadores capazes de transportá-las entre cidades, estados e até mesmo países. 

Se você tem esse tipo de pensamento, a gente lamenta dizer que infelizmente não é assim que um carro voador vai ser.

Carros voadores não vão desbancar os aviões, mas certamente irão ajudar na mobilidade urbana e até mesmo reduzir congestionamentos. 

Contudo, os carros voadores também não terão asas, como muita gente imagina.

O que a gente pode afirmar para você é que um carro voador vai ser muito semelhante com um helicóptero e até mesmo com drones.

Tanto que as principais produtoras de carros voadores hoje são empresas que produzem aviões e helicópteros. 

Hoje os principais compradores dos carros que voam são empresas de táxis aéreos e de compartilhamento de aeronaves. 

Assim, se você ainda tem o sonho de ter um carro voador, a gente já adianta para você:

Isso só vai ser possível se você for um milionário. 

Carros voadores realmente já existem?

Outro questionamento muito comum sobre carros voadores é se eles realmente já existem.

Afinal, muito se divulga por aí que determinado modelo de carro voador tem sido testado e que muitos exemplares já foram comprados.

Contudo, ninguém ainda se deparou com esses modelos sendo testados. 

Mas nossos especialistas garantem para vocês, que sim, os carros que voam já existem e muitos deles estarão entre nós 

De acordo com empresas de consultoria em transporte aéreo, a perspectiva é que cerca de 50 mil veículos estejam nos céus até 2035. 

Mas a meta é começar a lançar os modelos ainda nessa década. 

Inclusive, há empresas que planejam entregar os seus modelos a partir de 2025. 

Entretanto, uma série de dúvidas ainda pairam no ar com relação à funcionalidade dos carros voadores. 

Pouco se sabe ainda sobre a infraestrutura necessária para que os carros voadores possam operar.

Enquanto alguns modelos ainda precisam de pistas para pousar e decolar, assim como ocorre com aviões, outros podem levantar vôo de forma vertical, como fazem os helicópteros. 

Uma das perspectivas é a de que condomínios do futuro construam áreas para pouso, decolagem e estacionamento de carros elétricos.

A ideia é de que pontos de pouso, decolagem e garagem funcionem como uma marina para barcos, mas nesse caso, seria em terra e para carros voadores. 

Mas se os carros já existem, quais são os modelos e os preços deste tipo de veículo?

A resposta, você confere a seguir!

Anúncios

Confira alguns modelos de carros voadores e seus preços

Embora existam MUITOS projetos de carros voadores, são poucos os modelos que já estão à venda.

Assim, depois de uma pesquisa, nossos especialistas encontraram os principais modelos e vão mostrar as peculiaridades de cada um deles agora especialmente para você. 

Então, bora conferir!

Liberty Pal-V

O primeiro carro voador a ser vendido é o Liberty Pal-V. Fonte: Pal-V.
O primeiro carro voador a ser vendido é o Liberty Pal-V. Fonte: Pal-V.

O Liberty Pal-V é o primeiro carro voador que será vendido. 

Foi em fevereiro deste ano que a EASA – Agência Europeia de Segurança Aeroviária concedeu certificação ao primeiro carro voador. 

Trata-se do holandês Pal-V que foi homologado pela Liberty. 

Importante mencionar que sua venda só foi liberado depois da empresa ter cumprido mais de 1.500 requisitos. 

O Liberty Pal-V não é exatamente um carro que voa, mas sim o contrário.

Ou seja, ele é um giroplano, capaz de rodar nas ruas e estradas. 

Capaz de levar somente dois passageiros em voos desengonçados, que estão longe de serem impressionantes e confortáveis, o preço sugerido é de US$ 600 mil, algo na faixa dos R$ 3,5 milhões.

Contudo, ele não será um sucesso de vendas. 

Isso porque a própria empresa afirmou que espera vender apenas 90 unidades do modelo. 

Klein Vision AirCar

Em junho deste ano o AirCar, um protótipo desenvolvido pela Klein Vision, empresa Eslovaca, chamou atenção de quem busca informações por carros voadores. 

O carro concluiu um voo de 35 minutos entre os aeroportos de Nitra e Bratislava. 

As asas são os pontos que mais chamam atenção no modelo.

Quando o carro precisa rodar nas ruas elas são recolhidas, mas quando é hora de voar elas são abertas. 

O modelo possui linhas esportivas e conta com um motor BMW sob o capô com 300 cavalos de potência. 

De acordo com a empresa o modelo possui autonomia de 1000 quilômetros, teto de operação de 2.500 metros e velocidade de cruzeiro de 170 km/h. 

Embora o voo tenha sido um feito importante, o AirCar ainda espera certificação. 

Assim, sem obter certificado é impossível falar em preços e data inicial de vendas. 

Isso porque atender as exigências dos órgãos reguladores rodoviários e aeroviários ao mesmo tempo é algo muito difícil. 

VA-X4

Primeiro carro a voar no Brasil será o VA-X4. Fonte: Vertical Aerospace.
Primeiro carro a voar no Brasil será o VA-X4. Fonte: Vertical Aerospace.

Outra opção de carros voadores, inclusive, que é a primeira que vamos ver por aqui é o VA-X4. 

O modelo em questão é projetado pela Vertical Aerospace e já teve 250 unidades encomendadas pela GOL.

O veículo em questão não vai rodar nas ruas junto a outros veículos, mas sim vai tomar o lugar dos helicópteros como táxis aéreos.

O VA-X4 possui capacidade para transportar quatro passageiros e um piloto.

Seu powertrain foi desenvolvido pela Rolls Royce e dá a ele uma autonomia de até 160 km com uma velocidade máxima de 320 km/h. 

Com essa potência e autonomia, é possível, por exemplo, ir de São Paulo até Campinas-SP em 16 minutos. 

Além disso, outro grande destaque do VA-X4 é o seu silêncio a bordo. 

Afinal, o modelo foi projetado para ser 100 vezes mais silencioso que um helicóptero durante o voo de cruzeiro e 30 vezes durante decolagens e pousos. 

De acordo com a montadora, uma das peculiaridades do projeto é reduzir ruídos justamente para diminuição da poluição sonora de grandes centros. 

Ao todo o modelo conta com 450 kg de capacidade útil, 15 metros de envergadura e 13 metros de comprimento.

O fato de pousar e decolar de maneira vertical permite pousos e decolagens em helipontos sem nenhuma necessidade de mudança de estrutura.

Hoje, o preço do VA-X4 é de R$ 4 milhões por unidade. 

Joby’s Série C

O Joby’s Série C é mais um modelo entre os carros voadores. 

Criado pela Startup californiana Joby Aviation o modelo tem a Toyota como patrocinadora. 

Ele está sendo desenvolvido para serviços de transporte aéreos rápidos e é capaz de levar até quatro pessoas. 

100% elétrico ele pode voar até 240 km a cada recarga e atinge velocidade máxima de 320 km/h.

Contudo, ainda não há data de lançamento, tampouco valor estipulado. 

Terrafugia TF-X

Ainda em 2006 a empresa norte americana Terrafugia apresentou o seu primeiro modelo de carreiro voador, o Transition.

Na época ele era literalmente um carro voador, que inclusive podia ser guardado na garagem, mas que precisava de pista para decolar e pousar. 

Em 2017, a empresa foi comprada pela Geely, marcha chinesa que também é dona da Volvo e que já mostrava indícios de querer entrar no mercado de carros voadores. 

O Terrafugia TF-X é um modelo que pode rodar nas ruas e voar, que conta com dois motores elétricos e capacidade para quatro pessoas. 

A expectativa é que as vendas comecem em 2025, mas seu preço ainda não foi revelado. 

Hyundai promete Uber voador

Um dos principais projetos em andamento de carros voadores mais comentados é fruto de uma parceria entre a Hyundai e a UBER. 

Batizado de S-A1, o modelo transporta cinco pessoas, sendo quatro passageiros. 

De acordo com a montadora sul coreana, o S-A1 é capaz de atingir até 290 km/h e voar em uma altitude de até 600 metros. Além disso, possui autonomia de até 100 km.

100% elétrico, o carro voador é alimentado por vários rotores e hélices ao seu redor.

Segundo a Hyundai, esse é o melhor modelo em termos de segurança. 

Em um primeiro momento o S-A1 será piloto, mas o objetivo é que no futuro próximo ele seja um veículo autônomo.

A parceria entre Hyundai e Uber tem como objetivo levar a fabricação do veículo a linhas de montagem e permitirá a produção atingir uma escala automotiva.

Após muitos anos no mercado, a expectativa é de que uma corrida com o S-A1 tenha o mesmo valor de uma corrida de Uber X. 

Eletricidade vai dominar setor dos carros voadores

A maioria dos carros voadores serão elétricos. 

Essa é uma tendência natural que vai migrar do uso rodoviário para o uso aéreo. 

Assim a tendência é que tenhamos carros voadores sustentáveis e silenciosos pelo fato de serem movidos com energia elétrica!

E já que falamos de carros voadores e eletricidade, você sabe qual é o carro elétrico mais barato do Brasil?

Depois de muitas pesquisas, nossos especialistas chegaram a uma lista com os cinco carros elétricos mais baratos do Brasil.

Assim, para conhecer o modelo mais barato, é só clicar no botão abaixo.

O carro elétrico mais barato do Brasil!

Descubra qual é o carro elétrico mais barato do Brasil, quanto ele custa e o que é preciso levar em conta antes de comprar o seu exemplar!

Sobre o autor

Murilo C.

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Em Alta

content

Fiat Strada 2021 mostra que esperar valeu a pena: Saiba tudo sobre ela

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Fiat Strada 2021 mostra que esperar valeu a pena: Saiba tudo sobre ela

Continue lendo
content

Como solicitar seguro na Pier Digital

Descubra quais são os passos necessários para solicitar seguro na pier digital facilmente e manter seu carro protegido de maneira prática!

Continue lendo
content

Fiat Cronos: Conheça os detalhes do modelo

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Fiat Cronos: Saiba tudo sobre o sedã que não tem nada de esportivo

Continue lendo

Dicas

Motorista barbeiro: descubra se você é um

Confira as principais gafes cometidas por motoristas barbeiros e descubra se você faz parte desse seleto e indesejado grupo!

Saiba o que evitar para não ser um motorista barbeiro ao volante

Existe muito motorista barbeiro por aí que mal sabe que dirige mal. 

Contudo, é preciso dirigir para ser classificado como um bom ou mau motorista.

Assim, é relativamente comum que no início algumas gafes e erros sejam cometidos.

Entretanto, com o passar do tempo, vícios ao volante devem ser diminuídos e falhas amenizadas.

Dirigir no trânsito pesado das cidades é hoje um mal necessário para quem precisa levar crianças na escola, ir ao trabalho, assim como outros afazeres diários.

E no trânsito, é muito importante dirigir de maneira segura e estar sempre atento para não levar aquela buzinada na orelha e o famoso grito em seguida: Barbeiro!

Dirigir com atenção e segurança seja nas cidades ou nas rodovias também vai além da segurança.

É uma forma de poupar o carro de esforços desnecessários que levam ao seu desgaste prematuro. 

Agora responde pra gente: Você é um motorista barbeiro?

No artigo de hoje vamos mostrar dicas do que não fazer para não ser enquadrado como um barbeiro.

Bora começar?

Descubra se a quilometragem foi adulterada

Confira 8 dicas valiosas para conferir se o carro já teve a quilometragem adulterada e se livre de uma furada!

O que é um motorista barbeiro?

Quando a gente fala de direção segura e funcional, muita gente se questiona:

Afinal, o que é ser barbeiro?

O motorista barbeiro não é apenas aquele que dirige mal em termos de pilotagem mecânica.

Ou seja, que deixa o carro morrer, que bate as rodas que não sabe trocar a marcha no tempo certo.

Na verdade, esses são erros comuns que com a prática vão sendo contornados.

Assim, o motorista barbeiro é aquele que não respeita as regras de trânsito, não é educado com pedestres ou outros motoristas, e acima de tudo não cuida do próprio carro.

Dito isso, é hora de seguirmos adiante.

A seguir vamos mostrar 10 dicas para você não dirigir como um motorista barbeiro.

10 dicas para não dirigir como um motorista barbeiro

Agora que você já sabe o que é ser um barbeiro, nós vamos mais além.

Nossos especialistas separaram 10 dicas de direção para você não ser um barbeiro! 

Vamos começar?

10. Dirigir com suavidade

Essa é uma dica fenomenal. 

Afinal, ser suave é primordial na hora de dirigir. 

Assim que o sinal abrir arranque de maneira suave.

Acelerar de forma brusca só serve para gastar combustível e desgastar peças como pneus e embreagem. 

Viu que o sinal está fechando? Solte o acelerador e deixe o carro rolar freando de maneira leve.

Para contar as curvas, faça movimentos suaves e graduais.

Dirigir de maneira suave, é econômico, além de passar segurança para os ocupantes. 

Um motorista barbeiro dirige de forma agressiva e pouco confortável para si mesmo, os ocupantes do veículo e para todos que estão à sua volta.

Por isso, seja suave, não seja barbeiro.

9. Não pisar fundo com o motor frio

Muita gente não sabe, mas o motor dos carros possuem uma temperatura ideal de funcionamento.

Dessa forma, quando está frio, o óleo lubrificante não consegue chegar até todas as supas partes.

Assim, até que o motor aqueça, o ideal é pegar leve com o acelerador e não subir as rotações. 

Os motores modernos que usam óleos mais finos aquecem mais rapidamente. 

Carros mais antigos, sem termômetro, trazem o que chamamos de luz espia, que fica acesa enquanto o motor está frio.

Em carros com termômetro, o ideal é esperar que a temperatura chegue até o meio da escola para acelerar mais fundo sem dó. 

Apenas um motorista barbeiro pisa fundo com o motor frio.

8. Não segure o carro na descida apenas com o freio

A maioria dos carros usam discos de freio nas rodas da frente e tambores de aço nas rodas de trás.

O uso contínuo e forçado pode superaquecer o sistema, fazendo com que o carro perca o poder de frear.

Assim, em descidas, principalmente as mais íngremes, o ideal é usar o freio motor como forma de aliviar o sistema de freio. 

Isso garante que o freio vai funcionar em caso de emergência. 

Em veículos manuais, basta reduzir para uma marcha mais forte, mas prestando para não “estourar” o limite de rotações. 

Já em carros automáticos, existem posições no trilho do seletor do câmbio, como: 3, 2 e L.

Caso o carro tenha câmbio sequencial é só reduzir uma ou duas posições. 

E por fim, no CVT sem simulação, é só colocar a alavanca na posição L.

Então, agora você já sabe: segurar o carro só no freio, é coisa de barbeiro. Não faça isso.

7. Evite segurar o carro na embreagem nas subidas

Embora isso seja pedido nos exames para tirar CHN, segurar o carro na embreagem nas subidas não é algo aconselhado. 

Saber controlar bem a embreagem e uma habilidade útil na hora de arrancar.

Contudo, quando estiver na subida, o ideal é usar apenas o freio de mão para segurar o carro.

E aqui cabe um ponto importante: Segurar o carro não demérito algum.

Afinal, segurar o carro na embreagem, aumenta muito o desgaste do sistema.

Além disso, a necessidade de manter o carro acelerando enquanto se segura na embreagem aumenta o desgaste de combustível.

Ou seja, isso é coisa de motorista barbeiro. 

6. Não vire para trás para dar ré

Aqui temos uma dica polêmica.

Afinal, isso é o que se pede em alguns exames para tirar a CNH.

Assim, se essa for a solicitação na sua região, faça isso apenas no exame, e depois siga o que nossos especialistas dizem:

A forma mais segura de dar ré é virado para frente, olhando para os três retrovisores. 

Isso porque, ao virar para trás, a sua visão fica limitada apenas à traseira e perde a referência lateral.

O ato de se virar para trás acaba confundindo o motorista, levando-o a esterçar o volante para o lado errado.

Mesmo em carros com câmera de ré, o ideal é usar os retrovisores como auxílio. 

A forma de dirigir evolui, e apenas os barbeiros teimosos se mantêm no passado.

5. Não use o pisca alerta sem necessidade

O Código Brasileiro de Trânsito é explícito: 

Use o pisca-alerta apenas quando tiver que parar o carro em caso de emergência ou quando a sinalização exigir.

Usar o pisca alerta para parar em uma via de mão dupla, em vagas reservadas ou em movimento é coisa de motorista barbeiro folgado. 

O uso inadequado do pisca-alerta acaba por assustar motoristas que vêm atrás, podendo inclusive causar algum acidente.

Assim, só ligue o pisca-alerta quando realmente precisar. 

4. Não dirija colado no carro da frente

Manter uma distância segura do veículo que vai à frente é fundamental, pois te dá tempo para reagir em caso de acidente ou freada repentina.

Quando se está na estrada, o recomendado é buscar um ponto de referência e contar de 4 a 5 segundos entre o carro que vai à frente e você passar por ele. 

Nas cidades essa dica também é válida, mesmo com a velocidade menor.

Afinal, as chances de imprevistos são ainda maiores. 

Por isso a dica aqui é clara: 

não seja um motorista barbeiro que anda colado no carro à frente, as chances de um acidente são grandes.

3. Evite ficar na faixa da esquerda

Em vias com faixas duplas ou múltiplas faixas, a da extremidade esquerda deve ser utilizada apenas para ultrapassagens.

E não importa se você esteja trafegando no limite máximo da via ou acredite que está com pressa.

A faixa da esquerda deve ser usada apenas para ultrapassagem.

A pressa de outro motorista pode ser maior que a sua.

Além disso, você não é policial rodoviário para cuidar da forma com que os outros dirigem.

Rodar na faixa da esquerda e se negar a dar passagem para quem vem atrás é muita barbeiragem.

2. Não dar a seta

Aqui temos um verdadeiro clássico entre os motoristas barbeiros. 

Sinalizar para onde vai é algo óbvio e o óbvio também precisa ser dito.

Motoristas e motociclistas que vêm atrás, assim como pedestres não conhecem suas intenções.

Além disso, tão ruim quanto não dar seta, é dar seta apenas em cima da hora e acabar pegando muita gente de surpresa.

Por isso, dê seta e com antecedência. 

1. Jamais dirija com o celular na mão

E aqui temos o que há de pior quando falamos de motoristas barbeiros.

Afinal, quando se roda a uma velocidade de 40 km/h, o carro percorre 11 metros em um segundo.

Ou seja, aquele momento em que você pega o celular, ou muda a rota do GPS pode ser fatal.

Por isso, quando chegar uma mensagem importante ou precisar mudar a rota do GPS, pare o carro.

Isso é mais seguro para você e para todos que vão em volta. 

Somente barbeiros e inconsequentes dirigem mexendo no celular. 

Motoristas de aplicativos também erram: conheça os principais erros

E já que você acabou de conferir dicas preciosas para não ser um motorista barbeiro, que tal falar de motoristas por aplicativos?

Afinal, para ganhar a vida atrás do volante é importante saber dirigir bem.

Assim, a gente preparou um conteúdo especial para quem está começando como motorista de app ou já dirige há algum.

Para conhecer e evitar os principais erros e levantar uma grana certeira, já sabe, né?

É só clicar abaixo! 

Principais erros cometidos por motoristas de app

Conheça os principais erros cometidos pelos motoristas de app, evite-os e potencialize seu lucro na direção!

Você também pode gostar

content

Comprar Caoa Chery Tiggo 8: Saiba como fazer um bom negócio

Senhor Carros | Os melhores artigos sobre carros da internet! Comprar Caoa Chery Tiggo 8: Saiba como fazer um bom negócio

Continue lendo
content

Saiba qual a melhor cidade para comprar carros no Brasil!

Descubra de uma vez por todas qual é a melhor cidade para comprar carros no Brasil e faça negócios ainda mais atraentes!

Continue lendo
content

Esportivos acessíveis: modelos para acelerar gastando pouco!

Muitos brasileiros gostam de carros e de velocidade, mas há muitos modelos são caros. Por isso, criamos uma lista dos Esportivos acessíveis, confira!

Continue lendo