Artigos

Os 30 Carros com menor consumo na estrada. Confira!

por

Senhor Carros

Publicado em

| Atualizado em

A melhor parte de viajar com a família é pegar a estrada? Ficar parando toda hora para abastecer nem chega a ser uma viagem de verdade. É por isso que o Senhor Carros separou para você a lista dos 30 carros de menor consumo na estrada, você não pode perder! 

Acompanhe essa leitura comigo e descubra coisas sobre consumo de combustível que nunca lhe disseram. 

Carros com menor consumo na estrada
ANÚNCIOS

30 – Mercedez C180

A Mercedes-benz é conhecida por fabricar modelos de alta qualidade e puro luxo. Para manter alguns recursos é preciso de muito trabalho e esforço, é por isso que seus modelos se tornam destaques em alguns aspectos como o consumo de combustível. O que não é surpresa.

Em síntese, com motor 1.6-16v, mais bancos dianteiros com rebatimento parcialmente elétrico, efeito memória, quatro lugares e janelas traseiras elétricas, o consumo do C180 na estrada é de  14,4K/l. Ele é um dos 30 carros com menor consumo de combustível na estrada.

Carros com menor consumo
Mercedes C180
ANÚNCIOS

29 – Audi A5 Sportback 

Outro modelo de uma montadora conhecida mundialmente pelos seus belíssimos carros que muitos artistas internacionais optam em tê-lo na garagem. (veja nosso artigo sobre). 

O Audi A5 Sportback, de motor 2.0 TFSI com versões de 190 e 252 CV, alinhado ao câmbio se encaixa entre os carros de menor consumo na estrada pois ele consome somente 13,4 km/l. 

Audi A5 Sportback

28 – Chevrolet Spin

Muitos conhecem a Spin por diversos fatores, ela é um dos principais modelos escolhidos pela Polícia Militar para formar os famosos “camburões”, escolhida com razão e motivo, já que ela tem uma boa qualidade de consumo, na rua e na estrada. 

Da versão MT LTZ, a Spin possui um consumo de 11,4 km/l na cidade enquanto consome 13,2 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,80MJ/Km.

GM Spin
ANÚNCIOS

27 – Chevrolet Cruze Sport6

Este modelo da Chevrolet possui inúmeros recursos que fazem dele um dos carros com menor consumo na estrada. Com injeção eletrônica multiponto e um excelente consumo energético fazem do Cruze Sport6 um carro de alta potência, fazendo 13,6 km/l na estrada.

Cruze Sport6

26 – Mercedes-benz CLA180

Já dito acima, a Mercedes-benz é excelente em fabricar carros de qualidade, e não é diferente com o CLA180. Ele vem com um brilhante motor 1.6 Turbo de 122 cv e 20,4 kgfm entre 1.250 e 4.000 rpm que faz ele ter menor consumo na estrada, de apenas 13,7 km/l na estrada, com um consumo energético de 1,78MJ/Km.

CLA180
ANÚNCIOS

26 – Mini Cabrio

Um modelo bem pequeno, assim já diz o nome, então o consumo dele é completamente relativo. Seu tanque é de 44Litros de combustível e seu porta-malas é de 215Litros. 

Ele consome ótimos 13,7 km/l na estrada, mas a relatividade pode vir do peso inserido no veículo, tais como bagagem e passageiro, mas de forma geral, o Mini Cabrio ainda é um dos carros de menor consumo na estrada.

Mini Cabrio

25 – Audi A4 Sedan

Este Sedan da Audi é um veículo muito atraente e chamativo. Seu motor 2.0 turbo de 180 cavalos de potência é ótimo, e casa muito bem com o veículo. Mais belo que suas especificações e sua carroceria é o seu incrível consumo de 14,3 km/l na estrada. Um consumo totalmente adequado deste automóvel que faz dele um dos carros de menor consumo do mercado. 

A4 Sedan

24 – Chevrolet Cruze

O Cruze é um veículo muito resistente, possui resistência de durabilidade, excelência e resistência ao mercado. Tudo isso devido as amplas qualidades que ele possui. Possuindo uma injeção eletrônica direta de combustível o Cruze se equilibra em sua mecânica e economiza bastante combustível, fazendo o veículo durar muito, com um bom cuidado do condutor. Sendo um dos carros de menor consumo na estrada do mercado, o Chevrolet Cruze consume 14,6 km/l, o maior da nossa lista até agora.

carros com menor consumo
GM Cruze

23 – Audi A3 Sedan

Mais um brilhante da Audi que em contraste tem ótimo consumo e durabilidade. O modelo tem mecanismo moderno, com motor 1.4 turbo e também gera 122 cv de potência, disponíveis entre 1.400 e 4.000 rpm. Portanto, o Audi A3 Sedan faz 14,2 km/l na estrada sem muito esforço. 

A3 Sedan

22 – Mini Cooper

O Mini Cooper faz parte da série B de motores da BMW, outro modelo de alta qualidade da Mini que não deixou a desejar e possui diversos detalhes primorosos engrandecendo a sua qualidade. Mesmo de tamanho relativamente mediano, o Cooper faz 14,4 km/l na estrada e com 1,68MJ/Km de consumo energético.

Mini Cooper

21 – Honda Civic

Um modelo que já é bastante conhecido no mercado nacional e por diversos brasileiros. Toda esta ascensão porque o Civic, desde sua estreia ele tem ganhado força no mercado automotivo, inclusive, já levou o prêmio de carro de ano, dado pela revista autoesporte.

Dessa forma, da versão TOURING, o Civic possui um consumo de 14,4 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,68MJ/Km.

carros com menor consumo
Civic Touring

20 – Nissan New March

A princípio, este é um modelo simples e moderno da montadora Nissan, o New March é um dos carros com menor consumo pela sua simplicidade e seu fiel motor 1.0 16V e 1.6 16V. O motor beneficia a economia do consumo de combustivel, se torno um dos allvos principais do New March economizar tanto na estrada, quando na cidade. Da versão 10 Conforto, o New March possui um consumo15,0 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,57MJ/Km, o maior da nossa lista até então.

New March

19 – Volkswagen Gol

O brasileiro conhece o Volkswagen Gol na palma da mão. Este veículo conquistou a nação e encontrou o espaço perfeito no mercado de automóveis. O principal fator que faz o Gol ser um carro com baixo consumo de combustível é e sempre será, sua simplicidade, com seu Leal motor 1.0, todas as versões possui alta durabilidade e  desempenho adequado para qualquer coisa. Pois, o Volkswagen Gol consome 14,4 km/l na estrada. 

VW Gol

18 – Chevrolet Onix

O carro do momento que não poderia faltar. Assim como o Hyundai HB20, o Onix entrou no mercado com  motor 1.0 (alguns 1.6) pra ficar e fazer história, que começa devido a sua mecânica simples ué roda perfeitamente bem e faz desse carro um dos que consome menos na estrada. Pois, em vias longas, como avenidas e rodovias, o Chevrolet Onix consome 15,3 km/l na estrada.

Onix

17 – Ford Ka

Com aquele designer que todos já conhecem, o Ford Ka pode se dizer um carro totalmente autêntico. Além de ser bem durável. Ambos (Hatch e Sedan) tem um consumo primoroso é muito econômico. Com direção elétrica muito leve, bom ajuste de suspensão, ambos modelos consomem 15,5 km/l na estrada, uma grande economia de consumo.

Ford Ka

16 – Chevrolet Prisma

Um carro que está muito presente nos mercados de venda e troca devido a sua boa durabilidade. Inclusive temos um artigo sobre os carros usados mais vendidos (dê uma olhada).

O Chevrolet Prisma é um dos carros com menor consumo na estrada por causa da simplicidade da sua estrutura, tais como a potência do motor, litros no porta-malas, entre outros, que fazem dele um excelente economista de gasolina, e na estrada, este veículo da GM consome 15,8 km/l, nada mal para quem quer viajar.

GM Prisma

15 – Fiat Argo

Argo é uma proposta não tão recente da Fiat, que mesmo não bombando nas vendas e ter reconhecimento social após alguns anos. Ele é um exemplo de carro que sabe economizar combústivel. 

Da versão DRIVE, o Argo possui um consumo 15,1 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,45MJ/Km.

carros com menor consumo
Fiat Argo

14 – Ford Fusion

Um veículo estupendo da Ford, com uma excelente carroceria. O Fusion tem uma grande durabilidade e resistência nas vias. Ele também é um grande economista de gasolina quando o assunto é pegar na estrada.

Da versão Hybrid, o Fusion possui um consumo de 15,1 km/l na estrada e por mais incrível que pareça, essa máquina da Ford faz 16,8 km/l na cidade  com um consumo energético de 1,31MJ/Km. Este sim é um carro perfeito para quem gosta de viajar para lugares urbanos.

Fusion

13 – Citroën C3

Modelo bastante eficaz e altamente econômico, o Citroën C3 é um dos carros com menor consumo na estrada. Integrado com um câmbio automático de 6 marchas que garante viagens mais suaves e econômicas, o Citroën C3 é um carro bom para cidade também, fazendo 13,2 km/l . Mas na estrada, esse modelo da Citroën faz 14,8 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,53MJ/Km.

Carros com menor consumo
Citroën C3

12 – Peugeot 208

Um veículo resistente e adequado a normalidade das necessidades da forma geral. O Peugeot 208 é bastante econômico. Com o etanol fornecido pela Peugeot no tanque, ele desenvolve bem nas saídas e tem retomadas adequadas para sua proposta. O 208 se faz um dos carros com menor consumo na estrada com 15,5 km/l e com um consumo energético de 1,46MJ/Km. 

208 GT Line

11 – Fiat Mobi

Uma proposta recente da Fiat, que deu o que falar. O Mobi não teve grande ascensão como a Fiat esperava, mas encantou o coração de quem gosta de conforto e economia. 

Da versão DRIVE GSR, o Mobi possui um consumo de 15,9 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,43MJ/Km.

Fiat Mobi

10 – Volkswagen Up! TSI

Talvez este seja a melhor versão de todos os Up! já lançados pela Volkswagen, o TSI é tecnológico, tem uma grande suspensão com um magnífico acabamento interno e é muito econômico. 

Da versão (Rodas aro 14), o Up! TSI possui um consumo de 16,3 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,40MJ/Km, uma beleza para quem gosta dos veículos da Volks.

Carros com menor consumo
Up! TSI

9 – Renault Kwid

Um dos melhores hatchs lançados pela Renault, conseguiu conquistar o seu espaço adequado no mercado e se colocar como carro de altos benefícios, como segurança, bom desempenho e alta economia de consumo.

Da versão Intense, o Kwid possui um consumo de 15,6 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,39MJ/Km, com um bom motor 1.0 resistente, o Kwid é um dos carros com menor consumo na estrada.

Kwid

8 – Lexus ES300H

O único da marca em nossa lista, a Lexus é conhecida por fazer carros de luxo executivos com ampla qualidade. Normalmente um dos principais pontos fortes da Lexus é a sua durabilidade, mas o Lexus ES300H tem uma excelente economia de combustível que deveríamos apresentar aqui. 

O LEXUS ES300H possui um consumo de 15,5 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,32MJ/Km. Porém, o detalhe surpreendente que faz o Lexus ser excelente em economia é que ele faz 16,,3 km/l na cidade.

Lexus ES300H

7 – Volvo XC90

A Volvo é uma grande montadora de carros internacionais, que vai dos mais seguros até os com menor consumo, na estrada e na rua. O Volvo XC90 é um modelo bastante conhecido da montadora que tem como principal atrativo o conforto e seu consumo.

Da versão T8 Excellen, o XC90 possui um consumo de16,9 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,26MJ/Km. É, não era de se esperar menos da Volvo.

Carros com menor consumo
Volvo XC90

6 – Volvo S90

Prosseguindo a falar desta incrível montadora de veículos de grande porte, o modelo S90 da Volvo é um carro que já não tem aquela pegada de família que estamos acostumados a ver. Acima de tudo, o S90 é um sedan de 407 cv de uma grande potência.  Ainda mais, o sistema de frenagem recupera força cinética para o motor e proporciona 15% de economia de combustível. 

O Volvo S90 registrou a média de 25,6 km/L de consumo rodoviário, em contraste com um consumo energético de 0,88MJ/Km. Sem dúvidas irá se tornar um grande destaque em 2020.

Volvo S90

5 – Toyota Prius

A Toyota fabrica carros de qualidades, alguns com alta beleza, outros com alto desempenho, alta potência, mas o Prius é o modelo de alta economia de combustível, principalmente na estrada. 

Desde já, este é um veículo movido a gasolina e eletricidade, bem como, o Toyota Prius possui um consumo de 17,0 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,15MJ/Km. Definitivamente este é um belo carro de rua altamente acessível, que vale muito ainda mais a pena para quem deseja economizar combustível,

Carros com menor consumo
Toyota Prius

4 – Volvo XC60

A Volvo preza por segurança, por isso é o famoso “carro da família”. E bom, da mesma forma, famílias viajam, certo? O Volvo XC60 é um utilitário esportivo que une tudo que uma família que está prestes a viajar precisa, – inclusive, você pode ver Os 18 Melhores Carros Para Viajar! – igualmente, como conforto, segurança, acomodação e uma grandiosa economia de combustível, de antemão, é só aproveitar sua longa viagem sem precisar fazer inúmeras paradas para abastecer.

Em suma, da versão T8 Insciption, o XC60 possui um consumo de 20,0 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,05MJ/Km.

Volvo XC60

3 – Porsche Panamera

À princípio, este é o único da Porsche em nossa lista. Já que a Porsche é especialista em fazer carros grandiosos de luxo e alto nível. Não que o Panamera não seja, pelo contrário, este é um veículo que é acessível para alguns e pode satisfazer de forma segura e com grande economia na estrada.

Da versão 4EHYB, o Panamera possui um consumo de 25,7 km/l na estrada e com um consumo energético de 1,00MJ/Km, por isso essa bela máquina da Porsche faz do Panamera um dos carros com menor consumo na estrada.

Carros com menor consumo
Panamera

2 – BMW i3

Primeiramente, este modelo da BMW é bastante conhecido na Europa, todos os seus recursos unidos formam uma excelente máquina de rua com ótimo desempenho e altíssima economia.

Da versão Rex94H, o I3 possui um consumo de 21,5 km/l na estrada e bem como um consumo energético de 0,86MJ/Km, se vocês estavam pensando em um carro da BMW para viajar e por na garagem, este é o modelo.

BMW i3

1 – Renault Zoe Nr

A princípio, talvez este seja o carro de rua mais econômico do mundo. Bem como, o Renult Zoe Nr tem uma bateria autônoma de mais de 300 km* e tecnologia de recarga regenerativa na hora da frenagem, além de ser fácil e rápido recarregá-la. À primeira vista, a moda dos carros elétricos já começou, e com o Zoe, a Renault tem autoridade. 

Da versão Intense, o Zoe Nr possui um consumo de 26,7 km/l na estrada e com um consumo energético de 0,65MJ/Km.

Carros com menor consumo
Zoe Nr

—————————- Você também vai gostar —————————-
Os 42 carros mais econômicos no Brasil. Confira!
Os carros populares mais econômicos do Brasil!
Os 50 veículos de menor custo na hora de fazer a manutenção!

Listas

Nacionais que não fazem falta: Os 10 piores carros produzidos no Brasil

Conheça os piores carros produzidos no Brasil e evite-os a todo custo!

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Automóveis despertam uma paixão natural em muita gente e isso pode ser um problema, pois leva muita gente a pensar com a emoção e não com a razão. O fato de ser passional já fez muita gente comprar os piores carros produzidos no Brasil.

Embora passional, o consumidor brasileiro também é exigente. Uma matéria da revista Exame mostrou há anos que as montadoras se preparam para atender clientes cada vez mais exigentes. 

Piores carros produzidos no Brasil

Em tempos de crise muita gente pode acabar vendendo seu carro e comprando um carro usado como forma de manter as contas em dia, mas para isso alguns cuidados devem ser tomados. 

Como forma de refrescar a memória de muita gente e evitar trocas ruins, nós do Senhor Carros fizemos uma lista com aqueles que são os 10 piores carros nacionais já produzidos. 

Para saber quais são eles é só continuar a leitura do artigo de hoje!

Os 10 piores carros produzidos no Brasil

Conheça agora quais são os 10 piores carros produzidos no Brasil.

10. Fiat Marea

Sim! O Marea vai estar em toda lista de carros ruins. O modelo é uma unanimidade quando o assunto é carro problemático e infelizmente o modelo justifica essa horrorosa fama. 

A principal discrepância de qualidade é a necessidade de se tirar o motor por completo para para trocar uma simples correia dentada. Mas os problemas não param por aí.

Fiat Marea
Fiat Marea

Os modelos e versões do Marea tinham alguns erros inaceitáveis de projetos. Ou seja, a FIAT o tratava com um verdadeiro Frankenstein. 

Um exemplo clássico disso é o modelo 2005 que tinha um motor 2.4 de 160 cavalos e um câmbio automático de apenas 4 marchas. Além disso, o Marea é conhecido por explosões e fogo sob o capô. 

Sem sombra de dúvidas é um modelo que merece estar presente em nossa lista. 

9. Fiat Tipo

Na nona posição temos mais um veículo da montadora italiana que ficou famoso pela sua má qualidade. 

Assim como o Marea o Tipo teve a imagem manchada por casos de incêndio. Um problema nas mangueiras do sistema hidráulico da direção, fazia com que um líquido inflamável fosse despejado no motor. 

O Resultado: Fogo! Já pensou estar dirigindo e o carro começar a pegar fogo? Não dá, né?

Fiat Tipo
Fiat Tipo

O Tipo foi lançado em 1988 e até 1991 contava com uma série de opções de motor e potência. Teve até modelo movido a diesel. 

Em 1993 o Tipo passou por uma renovação e ganhou até mesmo uma versão com três portas (muito antes do Veloster). Em 1994 o modelo recebeu melhorias de segurança, até sair de linha em 1995, sendo substituído pelo Bravo. 

Até hoje o Tipo é visto como um dos piores carros produzidos por aqui. Sendo assim você deve evitá-lo a todo custo.

8. Fiat Freemont

Não. Essa lista não tem apenas carros da Fiat. Mas o Freemont é mais um caso que precisa ser citado. Principalmente os modelos mais antigos. 

Embora seja um carro amplo e com bastante espaço sendo uma ótima opção para famílias é mais um exemplar dentre os piores carros brasileiros. 

Fiat Freemont
Fiat Freemont

Muito semelhante ao Dodge Journey quando lançado contava com uma opção de câmbio automático com apenas 4 marchas. Algo que acabava com seu desempenho e aumentava o já alto consumo de combustível.

Se você gosta muito do design e o espaço do Fiat Freemont é um atrativo para você nossa sugestão é que busque as versões mais novas que passaram por melhorias no câmbio, consumo e potência. 

Caso contrário as chances de você passar raiva e virar sócio dos postos de gasolina são grandes.

7. Troller Pantanal

Além de ruim, o Troller Pantanal é um desconhecido de muita gente por conta do seu baixo número de vendas. Apenas 77 unidades foram vendidas, uma verdadeira vergonha. 

Troller Pantanal
Troller Pantanal

O Modelo foi produzido durante os anos de 2006 e 2008 e passou por um recall pelo simples fato de que sua estrutura poderia se desfazer de uma hora para outra enquanto estivesse andando. 

Hoje os modelos são comercializados são vendidos a preços MUITO baratos, mas não caia em tentação. Se você se deparar com um Troller Pantanal à venda você só deve fugir. 

6. Hyundai Veloster

Aqui temos um exemplar que causou muita confusão e sofreu com críticas pesadas da mídia especializada na época em que ainda era vendido. 

O Veloster era bonito e contava com bom acabamento interno e externo. Porém era chamado pela montadora de esportivo. 

Hyundai Veloster
Hyundai Veloster

A Hyundai anunciou que o motor dispunha de 140 cavalos quando na verdade possuía “somente” 128. Muitos proprietários se sentiram lesados e processaram a montadora que precisou pagar multa por propaganda enganosa. 

A falta de potência do motor aliada ao escândalo fez o modelo se tornar um dos piores carros produzidos no Brasil. Afinal ninguém gosta de ser enganado.

5. Lada Laika

O Laika chegou ao Brasil no início da década de 1990 e tinha na confiabilidade mecânica o seu ponto alto. Além disso a tração traseira fazia do modelo uma opção interessante e divertida de dirigir.

Lada Laika
Lada Laika

Entretanto embora fosse produzido no Brasil o modelo foi desenvolvido com tecnologia para rodar com gasolina pura, assim como era na Rússia seu país de origem. Por aqui a gasolina era diluída com etanol e isso acabou com o desempenho do Laika. 

4. Peugeot Hoggar

A Peugeot Hoggar é outro exemplo crônico de carro ruim fabricado em solo nacional. 

A pequena picape foi produzida para brigar com Montana, Saveiro e Strada. Sendo as duas últimas líderes de no segmento. 

Peugeot Hoggar
Peugeot Hoggar

Sem nenhum tipo de experiência anterior no segmento de pequenas picapes a Hoggar se mostrou fraca e com alto consumo de combustível quando estava com a caçamba carregada. 

Além disso muitos exemplares sofrem um desgaste precoce na suspensão. O que aumenta os gastos dos proprietários com manutenção muito antes do considerado ideal. Por isso é um modelo com lugar cativo em nossa lista. 

3. Citroen Xantia

Muito do receio que os brasileiros possuem com os carros da Citroen é proveniente de tempos antigos e o Xantia tem sua parcela de culpa nisso. 

O Xantia era considerado um carro à frente do seu tempo quando foi produzido. Com uma ampla gama de itens de série até agradava em um primeiro momento. Mas se seus proprietários precisassem de mão de obra especializada estavam literalmente perdidos.

Citroen Xantia
Citroen Xantia

Com tecnologia alta para a época e com componentes sofisticados eram poucos o que sabiam mexer nos seus sistemas elétricos e hidráulicos. E isso fazia qualquer tipo de reparo se tornar uma fortuna! 

Além do mais seus motores eram fracos para época quando comparados aos concorrentes nacionais já consolidados como era o caso do Volkswagen e Chevrolet, por exemplo. 

2. Simca Chambord

A Simca era uma montadora francesa que produziu carros no Brasil entre as décadas de 50 e 60. 

A montadora quis trazer aos brasileiros veículos com linhas americanas e conseguiu! Pelo menos em teremos de visual. 

Simca Chambord
Simca Chambord

O Simca Chambord que ganhou até música era bonito e espaçoso mas não andava nada. O modelo que era pesado possuía sob o capô um motor V8 com míseros 80 cavalos que era insuficiente para empurrar nas ruas e estradas. 

Nos dias atuais até mesmo os colecionadores fogem do Simca Chambord e o consideram um dos piores carros já produzidos em terras nacionais 

1. Gurgel BR 800

E como não poderia faltar temos também o Gurgel. 

Lançado em 1987 o Gurgel BR 800 tinha uma proposta louvável: ser um modelo barato, popular e 100% nacional. 

Na época o objetivo era fazer com que o modelo não custasse mais de 3 mil dólares. Mas por conta de uma série de problemas fiscais o modelo acabou sendo lançado na média dos 7 mil dólares. 

Gurgel BR 800
Gurgel BR 800

Apelidado de feinho até hoje, o modelo rodava incríveis 25 km por litro, não tinha correias e dispunha de refrigeração à água. No entanto não deslanchou em vendas. 

Sua performance era ruim e seu preço ficou muito semelhante aos de concorrentes da época, como é o caso do Uno Mille. Assim, o BR 800 é considerado por muitos até hoje como um dos piores carros produzidos no Brasil. 

Conclusão

Agora queremos saber a sua opinião. Concorda ou discorda com a nossa lista? Deixe um comentário contando quais são os seus motivos. 

Depois de conhecer os piores carros produzidos no Brasil, que tal conhecer modelos raros produzidos aqui que você nem sabia que existiam? Para saber quais são eles é só clicar no botão abaixo.

Continuar Lendo

Em Alta