Leilão de Carros

Financiamento de moto para negativado: 5 Formas de conseguir

Conheça quais são as formas de conseguir financiamento de moto para negativado e garanta o seu exemplar ainda essa semana!

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

ANÚNCIOS

Financiamento de moto para negativado é uma realidade

Da mesma forma que os brasileiros gostam de carros, as motos também são grande paixão do povo. Por isso, sempre recebemos questões como: é possível fazer financiamento de moto para negativado? E para a surpresa de muita gente, a resposta é: sim, é possível. 

Conteúdo Recomendado
Melhores motos para comprar em leilão

As melhores opções de motos de leilão

Saiba quais são as melhores motos que você pode comprar em um leilão!

Entretanto, a compra sempre fica mais complicada de ser realizada quando a pessoa tem o nome negativado. 

Isso porque concessionárias, bancos e financeiras têm medo de que o cliente não consiga pagar pela moto recém-adquirida. 

Antes de seguirmos com o artigo de hoje de como financiar moto com nome negativado, é importante que você saiba que embora seja possível, a tarefa é um pouco mais difícil. 

Isso acontece pelo simples fato de que todas as instituições financeiras realizam consultas aos órgãos de proteção ao crédito antes do financiamento ser aprovado. 

Essa medida tem como objetivo principal checar se a pessoa interessada em comprar a moto possui algum tipo de pendência com Serasa ou SPC, por exemplo. 

De maneira geral, quando há algum tipo de pendência com esses órgãos, fica mais difícil conseguir comprar a sua moto. 

No entanto, existem algumas alternativas para conseguir fazer financiamento de moto para negativo, é sobre isso que vamos falar no artigo de hoje.

Se você está com o nome negativo e quer financiar uma moto, a leitura do artigo de hoje é mais do que obrigatória! 

Bora conferir?

Formas de conseguir financiamento de moto para negativado

Existem uma série de motivos e situações que podem levar uma pessoa a ter o nome negativo nas instituições de crédito. 

E isso acaba sendo um dos principais impedimentos para realizar sonhos que requerem algum tipo de financiamento, como comprar carro, motos ou casas, por exemplo. 

Entretanto, é preciso dizer que embora isso seja sim uma dificuldade, não se trata de uma situação 100% impeditiva. 

Se você está realmente determinado a conseguir um financiamento de moto com o nome negativado fique frio, que hoje nós vamos te ajudar. 

Confira agora as formas que realmente funcionam e liberam o financiamento de moto para negativado. 

5. Financie a moto em nome de terceiros 

Essa é sem sombra de dúvidas uma das melhores formas de conseguir financiamento de moto para negativado, embora possa ser um pouco difícil. 

Isso porque para escolher um terceiro para financiar a sua moto é preciso que seja uma pessoa de confiança. 

Além disso, é preciso que a pessoa concorde com esse tipo de negócio, o que nem sempre pode acontecer. 

Aqui é importante dizer que até que você termine de pagar o financiamento da moto, ela vai ficar alienada no nome do terceiro que topou fazer negócio com você.

Embora seja uma forma possível, é preciso tomar cuidado na hora de fazer esse tipo de negócio. 

O ideal é que um parente, cônjuge, filhos ou até mesmo um amigo em que você confie muito seja escolhido para esse tipo de negociação, afinal, está havendo um verdadeiro empréstimo de nome. 

Uma dica importante aqui pro negócio não desandar, é realizar um contrato de compra e venda registrado em cartório. 

No contrato, é importante deixar claro que você está comprando a moto e que ela será passada para o seu nome assim que você terminar de pagar o financiamento. 

4. Busque instituições financeiras menores

Buscar instituições financeiras menores e pouco conhecidas para conseguir financiamento de moto para negativado é outra forma que funciona. 

Se você tiver uma boa renda e ela for fixa e estável, é possível e as chances nesse caso são muito grandes de que você consiga fazer o financiamento da sua moto por uma financeira menor. 

Mas para que essa jogada tenha êxito, é preciso que as prestações da moto representem menos do que 30% do que toda a sua renda mensal bruta!

Buscar instituições financeiras menores é ótima opção para financiar moto!

Entretanto, precisamos avisar uma coisa muita importante:

São grandes as chances de que você tenha que insistir e procurar por várias instituições financeiras até encontrar uma que aceite financiar a sua moto. 

Normalmente, são as empresas menores e conhecidas que podem acabar aceitando o seu financiamento. 

Mas isso só vai ocorrer se vê conseguir provar na real que tem condições de pagar todas as parcelas. 

Lembre-se, sua renda precisa ser considerada boa e fixa e os valores das parcelas não podem ser maiores do que 30% do seu orçamento.

Como citamos, é possível, mas um pouco mais difícil. 

3. Use um CNPJ ao invés de um CPF

Usar um CNPJ ao invés de usar um CPF é uma maneira mais do que funcional de conseguir financiamento de moto para negativado. 

Se você tiver uma empresa, mesmo que seja uma MEI é uma ótima opção comprar a moto no CNPJ dela, ao invés de usar o seu CPF. 

Entretanto, é importante ressaltar que o financiamento só vai ser aprovado e a comprar só será possível se a sua empresa não tiver nenhum tipo de pendência com a Receita Federal. 

Para esse tipo de situação, você pode comprar a moto como patrimônio da empresa e como você é dono dela, poderá utilizar o veículo da maneira que preferir. 

2. Economize por um tempo e dê uma boa entrada

Economizar e dar uma boa entrada é outra forma do financiamento de moto para negativado ser aprovado. 

Um dos principais motivos pelos quais bancos e financeiras ficam desconfiados em uma venda para pessoas com nome negativo é o fato dela ter um histórico de não honrar com as dívidas assumidas. 

Mas existe uma maneira de mudar essa desconfiança: 

Apresentando uma bela entrada! Quando isso acontece, a mudança do cenário passa por uma modificação que vai da água pro vinho!

Isso acontece pelo fato de que a instituição irá perceber que você está disposto a entrar nessa negociação e eles vão ter a garantia de que não ficarão sem receber. 

Dessa maneira, o aconselhável é que você junte dinheiro até conseguir uma boa quantia para que ela possa ser vista com bons olhos como uma boa entrada para garantir a sua moto. 

O ideal aqui é conseguir dar uma entrada de pelo menos 30% a 50% do valor da moto que você está querendo comprar. 

Se você achar necessário, é possível ainda buscar ajuda de um especialista em finanças, ou de amigos próximos que sejam experientes nesse tipo de negociação, ou até mesmo falar com o seu gerente bancário. 

É sempre bom falar com quem conhece para se sentir mais seguro e dessa forma passar confiança ao credor. 

1. Limpe seu nome para comprar a moto H2 

Tudo o que acabamos de mostrar são ótimas opções para que um financiamento de moto para negativado seja aprovado. 

Mas dentro de todas as opções que te mostramos, a melhor de todas elas é sem sombra de dúvidas, limpar o seu nome antes de tentar comprar a sua moto. 

Isso porque com o nome limpo, vai ser sempre mais fácil conseguir um financiamento com ótimas condições, inclusive. 

Limpar o nome ajuda!

Sendo assim, tentar renegociar a dívida que fez com que seu nome ficasse sujo é uma ótima opção para que você consiga um sinal verde por parte da financeira. 

Tentar fazer um acordo com o credor para que o pagamento caiba dentro do seu orçamento é uma ótima forma de abrir caminho para a aprovação de um financiamento. 

Além do mais, é possível ainda esperar que a dívida prescreva, o que pode levar cinco anos ou até mesmo contestá-la na justiça, é algo que demora, mas que funciona. 

E como limpar o nome para financiar uma moto, afinal?

Ter o nome limpo é o desejo de muita gente, uma vez que isso ajuda em uma série de fatores e situações do dia a dia. 

Não ter nenhum tipo de dívida é hoje a melhor maneira de poder comprar  a sua moto, casa, além de ter acesso a serviços e produtos, como a abertura de créditos em bancos e demais instituições de créditos. 

Se você está em busca de financiar uma moto, mas ainda tem o nome limpo para realizar o processo legal e burocrático, os passos para limpar seu nome são simples.

Um exemplo clássico de como conseguir limpar seu nome é feito por meio do site do Procon. 

Se você está interessado em limpar seu nome para comprar a sua moto, buscar a central do Procon com seu número de CPF e RG em mãos para pedir andamento na negociação de limpeza do seu nome é o passo inicial da limpeza. 

Além do mais é possível solicitar uma consulta por meio de procuração ou fazer uso de alguns sites para saber se o nome está incluso no registro negativo e solicitar a renegociação da dívida. 

É simples, rápido e funcional e te ajuda a ter o financiamento da moto aprovado. 

Conclusão

Agora que você já aprendeu as diferentes maneiras de conseguir financiamento de moto para negativado não perca mais nenhum minuto. 

Coloque em prática a medida que você mais gostou e realize o sonho de ter  a sua moto nova, mesmo com o nome negativado! 

Além disso, outra forma de comprar uma moto mesmo com o nome sujo é por meio de leilões. 

Por conta dos nomes negativos e dos altos preços praticados, muita gente tem buscado comprar veículos em um leilão. 

Para te ajudar a conquistar sua moto fizemos um artigo com as melhores opções de motos que você deve buscar em um leilão. 

Ficou interessado? Quer saber mais? Então clique abaixo!

Conteúdo Recomendado
Melhores motos para comprar em leilão

As melhores opções de motos de leilão

Saiba quais são as melhores motos que você pode comprar em um leilão!

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Listas

Não feche negócio: 10 Carros 0km que você deve evitar

Não feche negócio antes de ler esse artigo com os 10 carros 0km que você deve evitar de comprar!

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Você já parou para pensar que existem carros 0km que você deve evitar? Parece louco, mas é a pura verdade. Existe uma série de modelos que não devem ser comprados por uma série de motivos.

Pensando em te manter informado nós do Senhor carros separamos 10 modelos de carros 0km que você não deve comprar. As razões são as mais distintas e vão desde incerteza de continuidade até o preço em si. 

Carros 0km que você deve evitar

Se você está prestes a comprar um carro aqui vai um aviso: Não feche negócio antes de ler o artigo de hoje. Ele pode salvar o seu bolso! 

10 carros 0km que você deve evitar

Conheça agora quais são os 10 carros 0km que você deve evitar. 

10. Mitsubishi ASX

O Mitsubishi ASX é um carro legal que muita gente gosta, mas é preciso dizer que ele parou no tempo. 

O modelo é produzido há dez anos sobre a mesma plataforma e mesmo com reestilizações, ainda tem um design ultrapassado perante aos seus rivais e até mesmo quando comparados a outros modelos da marca. 

Mitsubishi ASX
Mitsubishi ASX

O acabamento é um tanto quanto simples para o seu valor. Além do mais, proprietários afirmam que o motor 2.0 Flex deixa a desejar e o pós-venda tem fama de complicado.Por fim, o preço também um tanto quanto salgado.

Existem outras opções no mercado que são mais espaçosas e mais acessíveis em termos financeiros como é o caso do Jeep Compass e o Volkswagen Tiguan Allspace. 

9. Chery New QQ

O New QQ já não pode mais nem se valer de ser o carro mais barato do país, já que o Moby é agora o detentor desse título. 

O New QQ tem uma estrutura frágil, motor fraco e sua manutenção tem fama de ser complicada. Além disso a montadora já confirmou que 2020 é o fim da linha para o modelo. 

Chery New QQ
Chery New QQ

Tão ruim quanto comprar um New QQ 0km é ter que vendê-lo no futuro. Por isso, se você tem amor ao seu dinheiro não compre os modelos remanescentes nas concessionárias por mais que isso possa parecer um bom negócio. 

8. Volkswagen Fox

Você deve estar pensando: Essa galera do Senhor Carros está louca. O Fox é um carrão! Sim… Não há dúvidas quanto a isso e vamos mostrar porque o modelo está nessa lista. 

O Volkswagen Fox ficou um pouco deslocado na linha da marca depois da chegada do Up e do Polo. O Fox hoje é vendido em três versões que vão de  R$ 51 mi a R$ 56 mil. 

Volkswagen Fox
Volkswagen Fox

Só que o Polo que é muito mais moderno e mais prazeroso de pilotar, tem preço inicial na faixa dos R$ 53 mil.  

Mesmo a versão 1.6 MSI do Polo que sai por R$ 61 mil acaba tendo melhor custo benefício por conta da tecnologia e segurança e novidades estruturais. Além disso, há rumores fortes que o Fox saia de linha já em 2021.

Ter nas mãos um carro obsoleto e fora de linha é prejuízo na certa. Por isso, o ideal é evitá-lo. 

7. Nissan March

Aqui temos um motivo direto para você evitar o Nissan March 0km: 2020 é o último ano do modelo. A Nissan já confirmou que ele sai de linha. 

O modelo já vinha meio esquecido pela Nissan há algum tempo. Além do mais seu preço era um tanto quanto salgado com valores entre R$ 51 mil e R$ 56 mil. 

Nissan March
Nissan March

Seria um negócio muito melhor comprar o sedã que usa a mesma plataforma e tem ainda um porta-malas maior e amplo espaço interno. Isso sem contar que é uma versão com menos desvalorização. 

6. Renault Duster

A reestilização do Renault Duster foi uma verdadeira vergonha e não apenas por isso que ele é mais um dos carros 0km que você deve evitar.

A montadora que estava prometendo mudanças drásticas à SUV fez apenas uma maquiagem no exterior e pouco mexeu no interior e na mecânica, tirando ainda uma das versões mais vendidas que era a 4x4. 

Renault Duster
Renault Duster

A nova versão conta apenas com um tipo de motor o antigo e defasado 1.6. Para o futuro se espera o 1.3 t turboflex que entrega um ótimo custo x benefício em termos de desempenho e consumo. 

5. Citroen

A exemplo do que ocorre com o Nissan March, o Citroen C3 parece ter sido abandonado pela montadora francesa. 

O modelo que é repleto de itens de série e preços relativamente acessíveis era um chamariz para diferentes perfis de consumidores. Mas seu futuro no Brasil ainda é incerto. 

Citroen
Citroen

Seguindo o padrão atual do mercado automotivo de crossover, o C4 Cactus deve ganhar as ruas ano que vem e com isso modelos mais antigos tendem a cair no esquecimento ou até mesmo saírem de linha.

Embora a Citroen não confirme há fortes rumores de que o C3 está próximo de ser descontinuado. 

4. Fiat Grand Siena

O Fiat Grand Siena é mais um entre os carros 0km que você deve evitar. 

O modelo possui valor de entrada na faixa dos R$ 50 mil equipado com motor 1.0 e custa cerca de R$ 56 mil com motorização 1.6. No entanto existe outro sedã da mesma marca e com custo X benefício muito mais atrativo.

Fiat Grand Siena
Fiat Grand Siena

 Estamos falando do Cronos. Que embora parta de valores na faixa de R$ 58 mil vem equipado com o moderno motor 1.3 FireFly muito mais econômico e com melhor dirigibilidade sem contar os diversos itens de série. 

O Siena é um modelo ultrapassado que dificilmente vai passar por um processo de renovação. Por isso deve ser evitado. 

3. Lifan X60

O Lifan X60 tem um custo x benefício melhor que muitos outros veículos que são concorrentes. Além disso parte de uma faixa de R$ 70 mil, muito mais em conta que seus concorrentes EcoSport e Tracker por exemplo.

Lifan X60
Lifan X60

O Lifan X60 também vem recheado de opcionais de série. Mas então por que ele é um carro a ser evitado?

Simples: Existem poucas concessionárias e o modelo tem fama manutenção cara e complicada. Além do mais o modelo tem uma liquidez ruim o que o desvaloriza muito mais do que seus rivais. Triste não é mesmo?

2. Fiat Doblò

o Fiat Doblò é mais um caso de carros que não devem ser comprados 0km. 

Na verdade, modelo é uma verdadeira incógnita. Trata-se de um projeto antigo e sem nenhum tipo de renovação com um motor antigo e pouco eficiente. Além do mais o modelo só possui opção de câmbio manual e acabamento extremamente simplório.

Fiat Doblò
Fiat Doblò

O Doblò é um carro que serve para trabalhar e também para famílias que tenham algum ente portador de necessidades especiais. O modelo é muito mal visto no mercado automotivo e tem grande desvalorização.

Além do mais anualmente o Doblò é colocado na lista dos carros que podem deixar de ser produzidos. Por isso não recomendamos. 

1. Chevrolet Tracker

O Tracker vem sendo amplamente elogiado e isso é correto, afinal o modelo é muito bom e tem muita qualidade. Entretanto não se trata de um modelo que deve ser comprado 0km. 

A justificativa são: preço, plataforma e comparação com um veículo da mesma marca.A versão de entrada do Tracker parte de R$ 85 mil. Já a versão top de linha do Onix Plus custa R$ 80 mil.

Chevrolet Tracker
Chevrolet Tracker

O Tracker e o Onix Plus usam a mesma plataforma e o mesmo motor. Enquanto o Tracker vem pelado, por R$ 5 mil a menos o Onix Plus vem completão.

Assim, se você está pensando em comprar um Tracker 0km reveja com calma e dê valor ao seu suado dinheiro. 

Conclusão

E na sua opinião? Além dos modelos que mostramos aqui tem mais algum modelo que não deve ser comprado 0km? Se sim, deixe um comentário pra gente contando qual é o modelo.

Depois de conhecer os modelos de carros 0km que você deve evitar, que tal conhecer modelos baratos que são exemplos de segurança? Para isso, é só clicar no botão abaixo!

Continuar Lendo

Em Alta