Listas

Fiat Argo 2021: Modelo ganha mudanças pontuais e aumento de preço

Fiat argo ganha DNA da Strada, perdeu uma de suas versões, ganhou alguns equipamentos e como não poderia deixar de ser ficou mais caro. Descubra o que há de novo no hatch que é o carro chefe da montadora italiana.

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

ANÚNCIOS

Tapa no visual é principal atrativo do Fiat Argo 2021

Depois que a Strada estreou o novo logotipo da Fiat, a marca pretende levar a nova identidade para todos os seus modelos e o Fiat Argo 2021 que já pode ser encontrado em algumas concessionárias será o primeiro a contar com o logotipo com nome da montadora escrito por extenso. 

O logo também conta três linhas nas cores da bandeira da Itália posicionadas na grade frontal. Trata-se de uma mudança bem pequena já que de acordo com fontes internas as grandes mudanças tanto para o Argo quanto para o Cronos deve ocorrer apenas em 2022.

Fiat Argo 2021

Embora a maioria das mudanças tenham sido estéticas o Argo 2021 traz algumas variáveis específicas que precisam de um pouco atenção para serem notadas.  

Para conferir o que há de novo no modelo que tem sido o menino dos olhos da Fiat é só continuar a leitura desse artigo que está mais do que especial!

As principais novidades do Fiat Argo 2021

Além das modificações frontais, a Fiat aproveitou para realizar modificações tanto nos equipamentos quanto nas versões do Argo e isso é uma notícia que deve ser comemorada por quem está pensando em comprar o Hatch.

Central multimídia

Um ponto alto no modelo 2021 é que a criticada central multimídia de 9 polegadas que faz parte do conjunto desde 2018 foi substituída pela de Uconnect de 7 polegadas. 

Multimídia Argo 2021
Central multimídia é a principal mudança no Argo 2021

Essa alteração já era solicitada por muita gente afinal a tela de 9’’ não tinha compartilhamento com Android Auto ou Apple CarPlay além de outras limitações que faziam da vida do motorista e do carona um inferno em termos de conexão e sincronização com celulares. 

Maquiagem nas versões

A versão 1.0 básica e sem nome ganhou apenas novas calotas e manteve todos os seus opcionais que já vinham embutidos em 2020. Ela contará apenas com um pacote opcional que envolve sistema de som, desembaçador e limpador traseiro. 

A versão Drive  1.0 é a primeira versão a contar com a nova central multimídia além de volante multifuncional. Porta USB traseira e novas calotas também vêm de fábrica. 

Além disso essa versão terá à disposição um pacote plus que conta com retrovisores e vidros traseiros elétricos e sensor de estacionamento traseiro. Outro opcional para essa versão é a possibilidade de fazer uso do pacote visual S-Design que conta com itens do pacotes Plus que envolve sensor de pressão dos pneus e pintura bicolor. 

Pulando dos modelos equipados com motor 1.0 para os 1.3 as mudanças praticamente não existem. 

O Argo Drive 1.3 ganhou as mesmas novidades do Drive 1.0 além de sensor de estacionamento traseiros, vidros elétricos traseiros e retrovisores com ajuste elétrico. Os únicos opcionais são o pacote S-Design e a pintura bicolor. 

Versão aventureira foi a que mais “mudou”

Dentre todas as versões a Trekking foi a que mais ganhou novidades. 

Oferecida com motores 1.3 e 1.8 o Argo Trekking 2021 passa a ter controles de tração e estabilidade a alguns itens de série como assistente de partida em rampas e modificações visuais nos adesivos. 

O 1.3 terá dois opcionais. O primeiro o pacote Plus com rodas de liga leve 15’’ e câmera de ré. O segundo o pacote Full com todos os itens do Plus mais ar-condicionado digital automático e chave presencial 

Trekking
Argo Trekking foi o que mais mudou

Já o Trekking com motor 1.8 já vem com as rodas de 15’’ de série e altera os opcionais. 

Nele o Kit Plus tem câmera de ré, ar-condicionado digital e automático e chave presencial. Enquanto o Full dispõe de computador de bordo com tela de 7 polegadas, banco de couro, apoio de braço central, sensor de chuva e crepúsculo, retrovisor eletrocrômico e rebatimento elétrico para espelhos laterais. 

HGT é falso Esportivo, mas agrada

E por fim temos o Argo HGT 1.8 erroneamente chamado de esportivo a exemplo do que ocorre com a versão Sedã Cronos. 

O Argo HGT possui tela TFT para o painel de instrumentos, volante em couro e apoio de braço central de série. 

HGT
Argo HGT é esportivo de mentirinha

Os opcionais do pacote Plus são: banco de couro, airbags laterais e pintura bicolor. Já os opcionais do pacote Full são os mesmos do pacote Plus mais piloto automático, sobretapetes e paddle-shifts para as trocas de marchas. 

Uma versão a menos para 2021

O Fiat Argo 2021 não tem mais a versão 1.8 Precision que saiu de linha de vez. Isso já era algo esperado pois ela era vendida por R$ 68.990 apenas R$ 1.000 a menos que a versão Trekking que também era equipada com o mesmo motor 1.8 de 139 cavalos e câmbio automático de 6 marchas. 

Motor novo, mas só em 2022

Assim como design a mecânica do Fiat Argo 2021 foi mantida e segue sem novidades. 

As versões de entrada possuem sob o capô o motor 1.0 de três cilindros capaz de render até 77 cavalos ou o 1.3 de quatro cilindros de até 109 cavalos. Ambos com tecnologia Flex. Para as duas versões só há opção do câmbio manual manual de cinco marchas.

Acima deles temos o veterano e já ultrapassado 1.8 Flex de 4 cilindros capaz de render até 139 cavalos chamado erroneamente de motor esportivo. Nesse caso só é possível optar pelo câmbio automático de 6 velocidades. 

Motor Argo
Motorização vai mudar, mas só em 2022

A notícia de manutenção dos motores é um pouco frustrante para quem esperava renovação mecânica. Mas a boa notícia é que há uma luz no fim do túnel. 

A Fiat já avisou que está na fase final de desenvolvimento dos motores turbo da família Firefly. As versões turbinadas do 1.0 de três cilindros e do 1.3 de quatro cilindros serão lançadas nos próximos meses e deverão ganhar as ruas primeiro sob o capô da linha Jeep.

O Argo terá os dois propulsores em sua primeira reestilização que de acordo com a Fiat está prevista para acontecer em 2022.

Além disso a Fiat já divulgou que está desenvolvendo uma nova transmissão do tipo CVT para trabalhar associada aos dois pequenos motores turbos. 

Essa é uma ótima notícia pois os câmbios dos veículos das montadora eram muito criticados por conta de seguirem uma linha de relação única para todos os modelos o que não proporciona um aproveitamento do motor como um todo. 

Espera-se que essa nova caixa de câmbio já faça sua estreia junto com os propulsores e chegue às concessionárias já no primeiro semestre de 2021. 

Preços e versões

Chegamos agora à parte que interessa a maioria das pessoas os valores. Ao todo o Fiat Argo 2021 terá 6 versões disponíveis seus preços estão descritos a seguir:

  • Argo 1.0 MT5 R$ 53.990,00;
  • Argo Drive 1.0 MT5 R$ 58.990,00;
  • Argo Drive 1.3 MT5 R$ 61.990,00;
  • Argo Trekking 1.3 MT5 R$ 64.990,00;
  • Argo Trekking 1.8 AT6 R$ 69.990,00;
  • Argo HGT 1.8 AT6 R$ 74.990,00.

Conclusão

O Argo é um dos melhores hatches do Brasil, mas tem pela frente alguns adversários difíceis de serem batidos em termos de mercado como é o caso do líder de vendas Onix. Considerado hoje seu principal concorrente. 

Como mostramos as mudanças do Fiat Argo 2021 foram muito sutis. E como nós do Senhor Carros prezamos pela sinceridade nossa recomendação é a de que se você está pensando em comprar o modelo espere pela versão 2022.

Fiat Argo 2021 vermelho
Nova grade frontal do Argo 2021

Além de reestilizada em termos visuais essa nova leva vai vir com importantes mudanças mecânicas e os modelos até 2021 sofrerão grande impacto na questão de desvalorização

Na sua opinião as maquiagens do Fiat Argo 2021 ficaram bonitas ou são simplesmente mais do mesmo? Deixe um comentário contando quais são suas impressões. Sua opinião tem muito valor pra gente. 

E já que estamos falando de um modelo Hatch que tal descobrir quais são os veículos mais econômicos dessa categoria? Para isso é clicar no botão abaixo e aumentar seu conhecimento no segmento. 

Redator especialista em carros, se identifica com conteúdos relacionados a lançamentos e análises de veículos e acredita que compartilhar conhecimento na área ajuda todos a tomarem melhores decisões em busca do veículo ideal para cada tipo de perfil.

Listas

Hatches fracassos de vendas no Brasil em 2020: Conheça o top 10

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Hatches fracassos de vendas

Com início da pandemia de coronavírus, alguns setores comerciais foram afetados, e o automotivo foi um deles, o que talvez contribua para o resultado do nosso levantamento que mostra quais foram os hatches fracassos de vendas no Brasil até agora. 

Embora modelos hatches sejam a preferência da maioria dos brasileiros, como ocorre em diferentes setores, existem os modelos preferidos e aqueles que são renegados. 

Mostraremos agora aqueles que são considerados os 10 hatches fracassos de vendas no Brasil em 2020 até agora. Será que você consegue adivinhar quais são eles? 

Confira na leitura desse artigo mais do que imperdível que os especialistas do Senhor Carros prepararam exclusivamente para você!

10 hatches fracassos de vendas no Brasil em 2020

Mostraremos agora a lista com aqueles que são considerados os 10 hatches fracassos de vendas no Brasil em 2020. 

10. Volkswagen Fox

O Volkswagen Fox é o primeiro dos 10 hatches fracassos de vendas no Brasil em 2020. 

O modelo que inclusive está na lista de dispensas da Volkswagen para deixar de ser produzido ainda agrada bastante os público brasileiro. 

Volkswagen Fox
Volkswagen Fox

O Hatch “alemão” possui apenas motorização 1.6 e está disponível atualmente em duas versões: Connect e Extreme. 

Se compararmos com números antigos, as vendas do modelo não deixam de ser um fracasso. Apenas 10.097 unidades foram comercializadas até agora em 2020.

9. Fiat uno

Aqui temos outro hatch que embora seja muito apreciado pelos brasileiros, tanto por conta de sua compactabilidade quanto por sua economia. 

Fiat uno
Fiat uno

O modelo que já foi o chefe de vendas da Fiat, hoje não é a mais a estrela principal, mas não deixa de ser uma boa opção para famílias pequenas ou então para os solteiros. 

Até agora em 2020, apenas 7.274 unidades do Fiat uno foram emplacadas. 

8. Toyota Etios

O Toyota Etios é mais um entre os hatches fracassos de vendas em 2020. O modelo que conta com duas opções de motor e câmbios automático e manual é um bom veículo, tanto para usos urbanos, quanto para deslocamentos em rodovias. 

A potência do motor agrada e ainda existe a baixa visibilidade de roubos, o que faz com que seu seguro seja mais barato do que muitos outros modelos. 

Toyota Etios
Toyota Etios

Entretanto o Etios realmente não caiu nas graças dos brasileiros e seus números de vendas deixam isso ainda mais explícito, afinal, foram apenas 5.562 unidades vendidas. 

7. Nissan March

O Nissan March é hoje considerado o modelo de entrada da montadora nipônica no mercado automotivo brasileiro. 

O Hatch é mais um dos compactos repletos de qualidade. Equipado com um motor 1.0 de 3 cilindros, o March conta com bastante tecnologia embarcada, o que o torna, na opinião dos especialistas um modelo que praticamente não apresenta problemas.

Nissan March
Nissan March

O modelo ainda possui opções de câmbio automático e manual, capaz de render bem em estradas e cidades com bastante economia. Mas seus números, demonstram o fracasso: Apenas 2.208 unidades comercializadas. 

6. Peugeot 208

Os carros da Peugeot geram dois sentimentos nos motoristas: Ou você ama ou você odeia. A tecnologia francesa é pouca aberta, o que torna reparos mecânicos muito caros quando necessários. 

O Peugeot 208 conta atualmente com duas opções de motor, um 1.2 Puretech Flex de três cilindros capaz de gerar 90 cavalos com etanol, com boa força e torque em baixa rotação.

Peugeot 208
Peugeot 208

O outro é um 1.6 flex de quatro cilindros, atualizado, capaz de gerar 118 cavalos com etanol. O motor 1.2 é equipado com câmbio manual, enquanto no 1.6 só há opção de câmbio automático.

O atual fracasso de vendas do Peugeot 208 já era esperado, pois uma nova versão, totalmente renovada é esperada ainda esse ano por aqui. Ao todo, o modelo vendeu apenas 1140 unidades em 2020. 

5. Citroen C3

Na quinta posição, temos mais um carro de origem francesa que causa receio em muita gente por conta do surgimento de possíveis problemas que não são nada baratos de resolver. 

Na parte de motorização, o modelo dispõe duas opções de motor, uma 1.2 flex de três cilindros, capaz de render 90 cavalos com etanol e outra 1.6 também flex, mas com quatro cilindros, capaz de render até 118 cavalos. 

O Citroen C3 conta ainda com 3 versões distintas: Attraction 1.2 com câmbio manual; Attraction 1.6 com câmbio automático e Urban Trail 1.6 com câmbio automático.

Citroen C3
Citroen C3

Não é de hoje que as vendas do hatch francês não são boas. Na Europa, o veículo passou por uma profunda alteração visual, tornando-o bastante atrativo, mas de acordo com a montadora, a mudança não vai chegar ao Brasil. 

Os números de venda do modelo são vergonhosos. Até agora, apenas 583 unidades foram vendidas em 2020.

4. Mini Cooper

O Mini Cooper é um dos carros mais emblemáticos à venda no Brasil e realmente chama atenção por onde passa. 

O modelo é conhecido por uma ótima relação de peso X potência, pois é leve e potente ao mesmo tempo. 

Compacto e valente ele é uma ótima opção para uso urbano esporádico, pois sua potência, distância entre-eixos e controles de estabilidade e tração tornam seu uso em rodovias muito mais divertido. 

Mini Cooper
Mini Cooper

O Mini Cooper possui atualmente duas opções de motor. um 1.5 turbo de três cilindros e um 2.0 turbo de quatro cilindros. Ambos são movidos somente à gasolina e geram 136 e 192 cavalos respectivamente.

Entretanto, por conta de seu elevado preço, o Mini Cooper é um carro para poucos, o que diante do cenário de crise, o torna mais um fracasso de vendas. Até agora, apenas 335 unidades foram vendidas. 

3. Kia Rio

O Kia Rio é um desconhecido de muita gente. 

O modelo que é produzido no México e importado pra cá, foi lançado em janeiro, mas realmente não caiu nas graças dos brasileiros. 

Equipado com muitos itens de série, o Kia Rio tem sob o capô um motor 1.6 16V de quatro cilindros, flex capaz de gerar até 130 cavalos quando abastecido com etanol. O câmbio é automático de seis marchas. 

Kia Rio

Entretanto, a pouca confiança do brasileiro na marca e o alto preço do modelo, fizeram as vendas empacarem. Ao todo, somente 172 unidades do Kia Rio foram comercializadas. 

2. Audi A3

O Audi A3 já foi um modelo um tanto quanto popular anos atrás e disputava de maneira ferrenha a mesma classe de motoristas que gostava do Golf.

Com o passar dos anos, o hatch da marca alemã foi evoluindo em termos de mecânica e tecnologia embarcada, o que fez com que seus valores ficassem muito mais elevados do que o modelo da Volkswagen. 

Audi A3
Audi A3

O modelo é equipado com um motor 1.4 TFSI Flex de 150 cavalos, tanto com etanol, quanto gasolina. O câmbio é um tiptronic automático de seis velocidades. 

Embora salte aos olhos em termos de beleza, seja potente e recheado de tecnologia, o preço realmente é um impeditivo. Tanto que o A3 é mais um entre os hatches fracassos de vendas, com apenas 119 unidades vendidas. 

1. Fiat Palio

E na primeira posição dos hatches fracassos de vendas no Brasil em 2020 temos o Fiat Palio. 

Embora o modelo tenha sido descontinuado, ainda é possível encontrar algumas unidades à venda em concessionárias espalhadas pelo Brasil, e foi exatamente isso que aconteceu. 

Fiat Palio
Fiat Palio

Com uma histórico de bons números de vendas, o modelo que pode ser uma boa opção para o momento de crise pelo qual estamos passando registrou em 2020 o número de apenas uma unidade vendida, e por isso levou medalha de ouro em nossa lista. 

Conclusão

A exemplo do mercado de SUVs, o mercado dos hatches é um tanto quanto competitivo. Enquanto uns modelos se destacam, outros são totalmente jogados ao esquecimento. 

Depois de conferir a nossa lista daqueles que são os hatches fracassos de vendas no Brasil em 2020 que tal descobrir quais são os modelos chineses que os brasileiros mais gostam?

Para conferir, é só clicar no botão abaixo:

Continuar Lendo

Em Alta