Artigos

As 20 melhores rodovias do Brasil

por

Senhor Carros

Publicado em

O Brasil é um dos países mais extensos do mundo, com uma imensa área rural rica em agricultura e um grande monopólio urbano, isso faz o país ter ligações interestaduais de milhares de metros de comprimentos, as rodovias do Brasil tem ligações importantes como do sudeste ao norte. De todas as rodovias que iremos mostrar aqui, o estado de São Paulo fica em grande destaque, contendo as melhores rodovias do Brasil. 

Quer saber mais? Continue lendo e confira!

ANÚNCIOS

20 – Ligação São Paulo – Curitiba – BR-116 – Rodovia Federal

A BR-116 é uma rodovia longitudinal brasileira que tem início no município de Fortaleza, no estado do Ceará, e termina em Jaguarão, no Rio Grande do Sul, na fronteira com o Uruguai.

Entre o km zero e a Marginal Tietê é a continuação da Rodovia Presidente Dutra. A partir do município de São Paulo em direção a Curitiba, é a rodovia Régis Bittencourt, onde passa por grandes trechos de Mata Atlântica preservada.

Ela passa por dez estados, ligando cidades importantes como Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza. A via é duplicada nas áreas metropolitanas, é a principal rodovia do Brasil.

Ligação São Paulo – Curitiba – BR-116 – Rodovia Federal

19 – Sistema Anchieta-Imigrantes

O Sistema Anchieta-Imigrantes, ou simplesmente SAI, é um sistema formado principalmente pelas rodovias SP-160 (Imigrantes), SP-150 (Anchieta), além das rodovias SP-41, SP-55, SP-248 e SP-59.

Classificado como ótimo, atualmente, é administrado pela concessionária Ecovias, e há um pedágio em cada uma das entradas do Sistema. Assim, por quaisquer das duas rodovias, o usuário paga as mesmas tarifas de pedágio (com exceção dos pedágios de bloqueio da Imigrantes), tem direito aos mesmos serviços de apoio e acessos intercalados à rodovia congruente.

Sistema Anchieta-Imigrantes

18 – SP-127 – Ligação Rio Claro

A SP-127 faz parte da lista de rodovias estaduais de São Paulo, trata dos cerca de 22 mil quilômetros do sistema rodoviário estadual de São Paulo, um dos estados brasileiros. Com tal dimensão, é o maior sistema estadual de transporte rodoviário do Brasil.

SP-127 faz ligação a Rio Claro, passando pela Rod. Antônio Romano Schincariol, Rod. Fausto Santomauro e Rod. Cornélio Pires. Classificado como ótimo, o trecho é administrado pelas concessionárias Colinas e SPvias.

SP-127 – Ligação Rio Claro

17 – Ligação Limeira – SP-310/ SP-330 – Rod. dos bandeirantes

Durante anos foi eleita a melhor rodovia do Brasil, passando por rodovias como Washinton Luís e Rod. Anhanguera, a SP-310/SP-330 é uma das principais rodovias de São Paulo.

Classificado como ótimo, o trecho é administrado pelas concessionárias Autoban, Triângulo do Sol e Centrovias, A via é administrada pela mesma empresa há 19 anos e nesse período já foram investidos 3 bilhões de reais em melhorias e manutenção da rodovia.

Ligação Limeira – SP-310/ SP-330 – Rod. dos bandeirantes

16 – Ligação Belo Horizonte – São Paulo – BR 381; Rodovia federal

A BR-381 é uma rodovia federal brasileira que inicia na cidade de São Mateus, Espírito Santo, no entroncamento com a BR-101, chegando até a cidade de São Paulo. O trecho compreendido entre Belo Horizonte e São Paulo é denominado Rodovia Fernão Dias.

Ela corta municípios como Guarulhos, Atibaia, Bragança Paulista do estado de São Paulo, Itaguara, Belo horizonte entre outros no estado de Minas Gerais e Barra de São Francisco, nova Venécia e São Mateus no estado do Espirito Santo.

Ligação Belo Horizonte – São Paulo – BR 381; Rodovia federal

15 – SP-330/SP-333 – Rod. Carlos Tonani e Rod. Laurentino Mascari

SP-330/SP-333 é trecho bastante movimentado do estado de São Paulo, com grandes obras no caminho, como  Ponte sobre o córrego três Lagoas ou Água da Fortuna, ou água da Formiga km356+487 m e Viaduto Faculdades SP-333/SP-294 – Marília km 333 + 937 m.

Faz ligação a Ribeirão Preto, passando pelas rodovias Carlos Tonani e Laurentino Mascari. Classificado como ótimo, o trecho é administrado pela concessionária Triângulo do Sol.

SP-330/SP-333 – Rod. Carlos Tonani e Rod. Laurentino Mascari

14 – SP-215/SP-350 Rod. Vicente Botta e Rod. Dep. Eduardo Vicente Nasser

Outra rodovia do estado de São Paulo, que recebe denominações em seu trajeto como Januário Mantelli Neto, Deputado, Rodovia – até: SP-342 – São Roque da Fartura, Hélio Moreira Salles, Rodovia – até: Vargem Grande do Sul – Casa Branca e João Batista de Souza Andrade, Rodovia até: São Roque da Fartura – Vargem Grande do Sul.

Com Ligação a São Carlos, a trajeto é classificado como ótimo, o trecho é administrado pelas concessionárias Renovias e Intervias.

SP-215/SP-350 Rod. Vicente Botta e Rod. Dep. Eduardo Vicente Nasser

13 – SP-209/SP-300 Rod. Marechal Rondon, Rod. Prof. João Hipólito Martins

A Rodovia Marechal Rondon é uma rodovia do estado de São Paulo, Brasil. Também recebe a denominação de Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, de Jundiaí até Itu. O trajeto da Rodovia Marechal Rondon cruza alguns municípios como Itú, Tietê, Lins, Bauru, Botucatu, Araçatuba, etc. Todos do estado de São Paulo.

O início da rodovia Marechal Rondon é em Itu; saída para Salto (12 km); Indaiatuba (30 km); Campinas (52 km) via Rodovia Dep. Archimedes Lammoglia (SP-075). Classificado como ótimo, o trecho é administrado pelas concessionárias Rodovias do Tietê e Via Rondon.

SP-209/SP-300 Rod. Marechal Rondon, Rod. Prof. João Hipólito Martins

12 – SP-318 – Rod. Antônio Machado Sant´Anna

SP-318 é uma rodovia do estado de São Paulo. Está localizada em São Carlos, começando na Rodovia Washington Luís no km 235,8 no sentido sul para norte, ligando a cidade a Rodovia Antonio Machado Sant’Anna (SP-255) e a Ribeirão Preto entre outras.

Ela liga as cidades de Ribeirão Preto até Rifaina na divisa com Minas Gerais, passando pelos municípios de Jardinópolis, Brodowski, Batatais, Restinga, Franca, Cristais Paulista, Pedregulho e Rifaina. Classificado como ótimo, o trecho é administrado pela concessionária Autovias.

SP-318 – Rod. Antônio Machado Sant´Anna

11 – SP-075 – Rod. José Ermínio de Moraes

A SP-75 é uma rodovia do estado de São Paulo, que liga os municípios de Sorocaba (Km 0), Itu, Salto, Indaiatuba (Km 50, 53, 55 e 57) e Campinas (Km 77). O trecho da rodovia que corta a cidade de Campinas até o trevo de acesso ao Aeroporto Internacional de Viracopos recebe a nomenclatura de Rodovia Santos Dumont, sendo esta a principal ligação de Campinas ao aeroporto. O nome da rodovia foi escolhido em homenagem ao grande aviador brasileiro Alberto Santos Dumont que estudou na cidade de Campinas e que é considerado o Pai da aviação.

Classificado como ótimo, o trecho é administrado pelas concessionárias Renovias, ViaOeste e Colinas.

SP-075 – Rod. José Ermínio de Moraes

10 – Ligação Rio de Janeiro (RJ) – São Paulo – BR 116 – Rodovia federal

A BR-116 é a maior rodovia do Brasil com 4.660 km de estrada pavimentada. Além disso, tem início em Fortaleza, no Ceará, a rodovia percorre por 10 estados brasileiros, com final no Rio Grande do Sul.

Ela passa por dez estados, ligando cidades importantes como Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza. A via é duplicada nas áreas metropolitanas, além de ter sido totalmente duplicada entre Curitiba e o Rio de Janeiro, após a conclusão do trecho da Serra do Cafezal, na Rodovia Régis Bittencourt.

Ligação Rio de Janeiro (RJ) – São Paulo – BR 116 – Rodovia federal

9 – SP 326 – Rod. Brig. Faria Lima

A Rodovia Brigadeiro Faria Lima é uma rodovia do estado de São Paulo, Brasil. Começa na Rodovia Washington Luís, no Municipio de Matão, e termina na divisa com o Estado de Minas Gerais, na ponte sobre o rio Grande, no municipio de Colômbia.

A rodovia é a mais importante ligação da região, com a Região Central do Estado, interligando cidades como; Araraquara, São Carlos e sucessivamente a Capital do estado. Classificado como ótimo, o trecho é administrado pelas concessionárias Triângulo do Sol e Tebe.

SP-326, Rodovia Faria Lima

8 – SP 330 – Rod. Anhanguera

A Rodovia Anhanguera (SP-330) é uma rodovia brasileira do estado de São Paulo, considerada uma das mais bem conservadas rodovias do país, classificando-se na segunda posição do ranking elaborado através de pesquisa rodoviária de 2013, realizada pela Confederação Nacional do Transporte. Faz parte do sistema BR-050, que liga Brasília a Santos.

Inicia-se no km 10 na Rua Monte Pascal, ainda no bairro da Lapa, na capital paulista e vai até o km 453, em Igarapava, junto à ponte sobre o Rio Grande, divisa natural com o estado de Minas Gerais. Classificado como ótimo, o trecho é administrado pelas concessionárias Autoban, Autovias, Intervias e Entrevias.

SP 330 – Rod. Anhanguera

7 – SP-147 – Rod. Engenheiro João Tosello

SP-147 é uma rodovia do estado de São Paulo. No trecho do km 41, em Itapira, até a ligação com a Rodovia SP-340 é duplicado.

Liga: Socorro a Bofete. No Km 87 passa pela obra Passarela km 85,500 município Engenheiro Coelho

Algumas denominações no seu trajeto são Octavio de Oliveira Santos, Rodovia até: Socorro – Lindóia, Clodoaldo de Paiva, Monsenhor, Rodovia até: Lindóia – Mogi-Mirim. Classificado como ótimo, o trecho é administrado pela concessionária Intervias.

SP-147 – Rod. Engenheiro João Tosello

6 – SP-191/SP-352 Rod. Wilson Finardi e Rod. Comendador Virgolino de Oliveira

SP-191(Rodovia Wilson Finardi) é uma rodovia do estado de São Paulo, Brasil. Com ligação a Campo roxo, pega Mogi Mirim, Araras e Rio Claro. Traçando a SP-352 (Rodovia Comendador Virgolino de Oliveira), pega Itapira e Jacutinga, Minas Gerais.

Classificado como ótimo, o trecho é administrado pela concessionária Intervias e pelo DER-SP (Departamento de Estradas de Rodagem de São Paulo).

SP-191/SP-352 Rod. Wilson Finardi e Rod. Comendador Virgolino de Oliveira

5 – SP-280/SP-255 – Rod. Castelo Branco e Rod. João Mellão

A Rodovia Presidente Castelo Branco (SP-280)  é a principal ligação entre a Região Metropolitana de São Paulo e o Centro-Oeste Paulista, iniciando-se no Complexo Viário Heróis de 1932, conhecido popularmente como “Cebolão”, no acesso às vias marginais Tietê e Pinheiros, em São Paulo, com término no entroncamento com a SP-225, entre Espirito Santo do Turvo e Santa Cruz do Rio Pardo.

Rodovia João Mellão (SP-255) é a denominação de um trecho desta rodovia do estado de São Paulo. Trecho que liga a Rodovia Raposo Tavares no município de Itaí a São Manuel, passando por Avaré e Pratânia, Classificado como ótimo, o trecho é administrado pelas concessionárias ViaOeste, Rodovias das Colinas e SPVias.

SP-280/SP-255 – Rod. Castelo Branco e Rod. João Mellão

4 – SP 225 – Rod. Comte. João Ribeiro de Barros e Rod. Eng. Paulo Nilo Romano

SP-225 é uma rodovia do estado de São Paulo, Brasil. Ligação Bauru – Itirapina. Passando pela Rodovia Engenheiro Paulo Nilo Romano liga Itirapina a Jaú. E passando pela  Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, liga Jaú até Bauru.

É uma grande rodovia no estado de São Paulo, trecho classificado como ótimo, o trecho é administrado pela concessionária Centrovias.

SP 225 – Rod. Comte. João Ribeiro de Barros e Rod. Eng. Paulo Nilo Romano

3 – SP 070 – Sistema Ayrton Senna/Carvalho Pinto 

Sistema Ayrton Senna é uma rodovia do estado de São Paulo. Foi chamada de Via Leste durante a sua construção e os seus primeiros anos de funcionamento. Seu nome atual é em homenagem ao histórico piloto brasileiro de fórmula 1, Ayrton Senna.

Inicia-se ao final da Marginal Tietê, no bairro da Penha, zona leste da cidade de São Paulo e termina no município de Guararema na confluência para a Rodovia Presidente Dutra. A rodovia Possui o SAU–Sistema de Ajuda ao Usuário, em toda sua extensão, com disponibilidade dos serviços de Primeiros Socorros e Guincho. Classificado como ótimo o trecho é administrado pela Ecopistas.

SP 070 – Sistema Ayrton Senna/Carvalho Pinto.

2 – Ligação São Paulo – Limeira; SP-310 / SP-348 Rod. dos Bandeirantes 

A Rod. dos Bandeirantes é uma rodoia do estado de São Paulo, Brasil. Possui grande importância comercial, pois, atua como elo entre dois dos maiores polos de importação e exportação do país: o Aeroporto Internacional de Viracopos e o Porto de Santos.

Ela liga São Paulo aos municípios de Rio Claro, São Carlos, Araraquara, Matão, Catanduva, São José do Rio Preto, entre outros. O nome da rodovia é uma homenagem a Washington Luís Pereira de Sousa (1869-1957), ex-presidente do Brasil. Classificado como ótimo, o trecho é administrado e operado pela concessionária Autoban.

Ligação São Paulo – Limeira; SP-310 / SP-348 Rod. dos Bandeirantes 

1 – SP 065 – Rod. D. Pedro I e SP 340 Rod. Gov. Adhemar Pereira de Barros 

A Rodovia Dom Pedro I é responsável por ligar o Vale do Paraíba e a Região Metropolitana de Campinas, e termina no acesso ao KM 104 da Rodovia Anhanguera. Recebeu esse nome por ter sido inaugurada em 25 de novembro de 1972, ano do sesquicentenário da Independência do Brasil.Possui três praças de pedágio em seu traçado: uma em Itatiba, outra em Atibaia e mais uma em Igaratá, tendo sido desativado o antigo pedágio existente em Nazaré Paulista. Classificado como ótimo, o trecho é administrado pelas concessionárias Rota das Bandeiras e Renovias.

SP 065 – Rod. D. Pedro I e SP 340 Rod. Gov. Adhemar Pereira de Barros

————— Você também vai gostar —————
Os 20 carros de menor custo na hora de fazer manutenção
30 Carros para evitar de qualquer maneira

Listas

Carros seguros e baratos: Conheça 7 modelos que valem a pena

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Carros seguros e baratos

Carros seguros e baratos se tornaram uma verdadeira obsessão dos brasileiros, principalmente diante de cenário de crise como o atual que foi colocado pela pandemia de coronavírus. 

Desde que os carros se tornaram itens de desejo e até mesmo necessidade, a busca pela segurança passou a ser algo contínuo. Isso é tão verdadeiro que carros que não se dão bem em testes de colisão acabam não tendo bons números de vendas. 

Com o passar dos anos itens que só estavam em carros de luxo, como airbags, sistema de freio ABS e até mesmo controles de tração e estabilidade já podem ser facilmente encontrados em modelos mais simples. 

Como o mercado de modelos 0km foge da realidade de muita gente, nós do Senhor Carros separamos ótimas opções de veículos que são ao mesmo tempo baratos e seguros. Bora conferir? 

Conheça opções de carros seguros e baratos

Vamos mostrar agora as melhores opções de carros acessíveis e repletos de segurança. 

7. Ford Fiesta SE 

Conhecido e consequentemente apelidado de New Fiesta o Hatch da Ford chegou ao Brasil como um modelo importado ainda em 2011, com apenas a versão SE disponível embora contasse com três pacotes adicionais. 

Como estamos falando de carros seguros e baratos, o terceiro pacote é o que mais nos interessa. 

Ford Fiesta SE
Ford Fiesta SE 

Afinal, o modelo era equipado com 7 airbags, freio ABS, controles de tração e estabilidade e tinha um preço salgado para a época. Nos dias de hoje é possível encontrar exemplares custando na faixa dos R$ 30 mil.

Uma dica para facilitar sua busca é se atentar às rodas e pára-choques. Os modelos mais completos contam com rodas de 16 polegadas e leds diurnos nos pára-choques dianteiros.

6. Chevrolet Cruze LTZ

O chevrolet Cruze sempre foi conhecido por ser um dos carros mais seguros de sua categoria. Isso porque todas as versões eram oferecidas com 4 bolsas de airbag, freios ABS e controles de tração e estabilidade. 

Chevrolet Cruze LTZ
Chevrolet Cruze LTZ

Mas a versão LTZ consegue ser ainda mais completa em termos de segurança, pois contém também airbags no formato de cortinas e outros itens de série que enchem os olhos dos proprietários. 

Os valores do Cruze LTZ mais antigo, tanto na versão hatch quanto na sedã estão na faixa dos R$ 40 mil. Para os puristas é possível encontrar modelos com câmbio manual. 

5. Mitsubishi ASX AWD

Para quem gosta de SUV também é simples encontrar opções baratas e seguras, como é o caso do ASX da mitsubishi. 

O modelo é na verdade um veterano que sofreu poucas alterações desde sua chegada no longínquo ano de 2010 e já contava com itens de de segurança como freios ABS, controles de tração e estabilidade e 7 airbags. 

Embora muitos especialistas afirmam que o modelo tem 7 airbags, a montadora diz que o ASX AWD possui na verdade nove. Isso porque ela conta quatro airbags no formato de cortina quando na verdade muitos contam apenas dois. 

Mitsubishi ASX AWD
Mitsubishi ASX AWD

Fora os itens que citamos o ASX AWD oferece ainda tração nas quatros rodas. Ideal para estradas de terra ou pisos escorregadios e com pouca aderência. 

Se você utilizar a tabela FIPE para realizar pesquisas irá se deparar com preços um pouco acima dos R$ 40 mil para os primeiros exemplares do modelo. 

4. Fiat Freemont Precision

Para quem tem família e precisa levar muita gente e não abre mão da segurança, é possível encontrar modelos mais antigos da Fiat Freemont Precision. 

A perua é muito maior, mais segura e barata do que opções que possam parecer óbvias, como é o caso da Chevrolet Spin ou da Fiat Doblò. 

A versão Precision dispunha de dois bancos extras. Com isso o modelo era capaz de transportar até sete passageiros e ainda ter um pouco de porta-malas de sobra. 

iat Freemont Precision
Fiat Freemont Precision

Quando falamos da segurança, o pacote é completo e conta com seis airbags, freios ABS, controle de estabilidade de tração.

Em sites de vendas de carros online e até mesmo na tabela FIPE o preço de uma perua Fiat Freemont Precision ano 2012 começa na faixa dos R$ 43 mil. 

Mas se você quer aliar segurança a economia de combustível nossa dica é buscar modelos a partir de 2014. Foi nesse ano que o câmbio passou a ter seis marchas e se tornou mais funcional e econômico. 

3. Hyundai Azera

Nos primeiros anos de venda no Brasil o Azera teve bons números de vendas graças ao marketing agressivo da Hyundai e ao seu preço que era extremamente competitivo. 

O modelo era grande e tinha valores próximos de carros médios e batia de frente com Civic e Corolla nos números de venda. No entanto o Azera também se destacava por sua segurança. 

O sedan possui um pacote de segurança completo com airbags frontais e laterais até mesmo nos bancos traseiros. Além disso, Freio ABS, controle de tração e estabilidade também são itens de série do gigante esquecido. 

Hyundai Azera
Hyundai Azera

Se você está em busca de um carro grande, seguro e barato o Azera é uma ótima opção pra você. Afinal, os preços começam na faixa dos R$ 25 a R$ 27 mil. 

O único problema é ter uma vaga de garagem grande e manter o tanque abastecido, afinal são seis cilindros que gostam de beber uma gasolina danada. 

2. Renault Fluence Privilege

Outro carro que sempre foi repleto de segurança mas que poucos lembram é o Renault Fluence Privilege. 

Suas vendas foram tão fracas que o modelo saiu de linha sem nenhum tipo de aviso por parte da montadora. 

Sem querer fazer, mas já fazendo um trocadilho barato desde o seu lançamento em 2010 o Renault Fluence Privilege privilegiou seus proprietários com 6 airbags, freio ABS e controles de estabilidade e tração. 

Renault Fluence Privilege
Renault Fluence Privilege

Na época de seu lançamento seus principais concorrentes que eram Civic e Corolla ainda não dispunha de tantos itens de segurança. 

Por ser um modelo que quase ninguém se lembra, o Fluence Privilege é um tanto quanto barato. Exemplares do ano 2011 podem ser encontrados por valores na faixa dos R$ 32 mil

1. Fiat 500

E para fechar a nossa lista de carros seguros e baratos, temos o famoso e porque não charmoso? Fiat 500!

O modelo chegou ao Brasil no ano de 2009 e só agradou pelo visual. Seu tamanho e preço acabou afastando muita gente e por isso vendeu pouco nos primeiros anos por aqui, principalmente por ser importado da Polônia. 

Ao todo apenas 2200 unidades do Fiat 500 polonês foram trazidas para o Brasil recheadas de itens de segurança que na época eram 7 airbags, freios ABS e controles de tração e de estabilidade. Todos esses eram itens de série. 

Fiat 500
Fiat 500

Depois que a Fiat notou que importar o 500 da Polônia não era uma boa ideia, o modelo passou a vir do México com valores mais acessíveis e atrativos. Assim suas vendas deslancharam, mas alguns itens de segurança passaram a ser opcionais.

Por isso nossa sugestão é que se você tiver paciência, procure por modelos de Fiat 500 de meados dos anos 2009. Eles são mais seguros e ainda não têm equipado o problemático câmbio Dualogic.

Hoje é possível encontrar um Fiat 500 em bom estado na faixa dos R$ 25 mil. 

Conclusão

Diferente do que muita gente acredita é possível encontrar carros que sejam seguros e baratos ao mesmo. Mas é preciso dispor de um pouco de tempo e energia para que a busca seja bem sucedida. 

Na sua opinião ficou faltando algum modelo? Se sim deixe um comentário contando qual o modelo nós deixamos para trás nessa lista de carros seguros e baratos!

Agora, te convidamos a conferir uma lista cheia de polêmica que mostra carros que não valem o que custam. Para saber quais são eles é só clicar no botão abaixo!

Continuar Lendo

Em Alta