Listas

Os carros que se abastecem com energia solar

por

Senhor Carros

Publicado em

Já imaginou um carro que somente um abastecimento faz durar semanas? E ainda salvar o planeta terra? Pois é, o futuro chegou, aprendemos a usar a energia solar para locomoção, e hoje, o Senhor Carros preparou para você os carros que se abastecem com energia solar.

carros energia solar
carros energia solar
ANÚNCIOS

25 – JAC iEV20

A Jac Motors vem trazendo grandes propostas mais notáveis de carros elétricos que chegam no mercado com moda autoridade e autonomia. Em suma, apresentado em setembro de 2019, o Jac iEV20 é o carro elétrico mais barato do brasil. 

Enfim, com autonomia máxima de 4000 km e 68 cv de potência. O Jac iEV20 custa R$119.990. 

carros energia solar
Jac iEV20
ANÚNCIOS

24 – Renault Zoe

A Renault também não fica para trás, devido ao fato de que mesmo perdendo a posição de “carro elétrico mais barato” para o Jac iEV20, o preço atual dele continua valendo muito a pena.

De antemão, possui um carregador domestico que deve ser instalado, ainda mais, ele tem velocidade máxima de 135km/h e uma autonomia de 300km. Incrível não é? Acima de tudo, isso saí por apenas R$149.990.

Renault Zoe

23 – JAC iEV40

Antecipadamente, outro da Jac Motors que também é um grande destaque entre os carros elétricos é o Jac iEV40. À primeira vista, dos que são comercializados no Brasil, o Jac iEV40 em suma é um dos mais baratos. Desenvolvido com parceria da Volkswagen na China, onde foi importado para cá em 2019. 

Para carregá-lo, logo basta uma tomada de 220 volts, com uma potência de 115 cv, assim o Jac iEV40 tem autonomia de 300km, saindo a R$ 153.500. 

carros energia solar
Jac iEV40
ANÚNCIOS

22 – Chery Arrizo 5e

A China continua dominando nossa lista, desta vez com o modelo da montadora Chery. Conhecida por alguns brasileiros por fabricar o famoso “carro mais barato do Brasil”, o tal Chery QQ. 

Mas com a produção do Arrizo 5e a Chery arrebentou, entre os equipamentos, o sedã conta com DRL (luz diurna para rodagem), controle de tração e estabilidade. Da pra levar uma máquina dessa por R$159.990, contando com uma autonomia de 322km.

Chery Arrizo 5e

21 – Chevrolet Bolt

A GM também entra na briga dos carros que se abastecem com energia solar, e eles trazem o Bolt com várias inovações. O modelo possui um sistema semelhante ao e-Pedal da Nissan. Quando o motorista solta o acelerador, o veículo freia. Assim, é possível controlá-lo com apenas um pedal quando este modo de condução está ativado.

carros energia solar
GM Bolt
ANÚNCIOS

20 – Nissan Leaf

A Nissan sabe fazer carro de qualidade, e quando o assunto é fazer carro movido a energia solar de qualidade ela apresenta o Leaf com altas tecnologias, onde o motorista usa somente um pedal, como foi dito no modelo anterior. Além disso, entre os equipamentos do carro elétrico, estão alerta de tráfego cruzado; alerta de ponto cego; assistente de mudança de faixa; e assistente de partida em rampa.

Leaf

19 – BMW i3

Outra marca que não poderia faltar era a BMW, que com o seu i3 já mostra que sabe fazer um carro movido a energia solar com qualidade e eficiência. O BMW i3 é o segundo carro mais caro entre os elétricos, com preço superior a R$2000.000, mas ele tem uma potência de 170 cv, sua recarga é rápida e ele tem autonomia de 335 km elétrico e 440 km com extensor.

carros energia solar
BMW i3

18 – Jaguar I-Pace

A Jaguar fabrica excelentes carros a décadas, por isso se tornou uma grande referência superior internacional de produção de veículos de qualidade. E com o I-Pace, a Jaguar entra no jogo dos carros movido a energia solar com segurança e autonomia. O Carro mais caro entre os carros elétricos, com um design espetacular, custando R$437.000. Preço que paga por seus 400 cavalos de potência, recarga rápida de 40 minutos, velocidade máxima de 300 km/h e autonomia de 470km. 

Jaguar I-Pace

17 – Tesla Model 3

A Tesla tem especialidade em fabricar carros altamente tecnológicos e futuristas, bem como, inclusive ter um dos carros mais velozes do mundo, você pode conferir isto clicando aqui. O Model 3 é um dos melhores carros movido a energia solar desta lista, devido ao fato de que é um sedã de 4,69 metros de comprimento que é o carro de entrada da marca e ainda mais, tem preço de cerca de R$ 290 mil em nosso mercado. Tem autonomia de 360 km e pode chegar a 500 km com baterias de longo alcance.

carros energia solar
Model 3

16 – Tesla Model S

Prosseguindo igualmente com os belos modelos elétrios da Tesla, falaremos do Model S, o sedã atrativo que é oferecido sob encomenda com preços que variam de R$ 560 mil a R$ 950 mil, nas versões 75D, 100D e P100D, oferece uma bateria de 75 kWh, autonomia de 416 km, vai de 0 a 100 km/h em 4,2 s e alcança máxima de 225 km/h.

Model S

15 – Tesla Model X

Outro carro elétrico da tesla que acima de tudo sabe usar bem a energia solar é o Model X, um crossover elétrico da marca, simultaneamente consegue alcançar os 100 km/h em apenas 2,9 segundos. Um dos principais diferenciais do carro, consequentemente. são as portas traseiras conhecidas como “falcon wings” (asas de falcão, em inglês), que se abrem para cima. A gama de equipamentos do Model X também segue o mesmo padrão do Model S.

Model X

14 – Kia Soul EV

O Kia Soul EV tem autonomia de 212 km. Ele tem o mesmo peso que qualquer outro Kia Soul, com comrpimento de 4,14 m e largura de 1,80. De acordo com a Kia, ele tem 200 Wh / kg, e utiliza células de polímeros de lítio com cátodos de níquel cobalto manganês que são desenvolvidas na Coréia do Sul.

carros energia solar
Kia Soul EV

13 – Volkswagen e-Golf

Pra quem pensou que o renomado Golf morreu, a Volkswagen trouxe uma proposta inovadora do modelo. Um carro movido a energia solar, que tem um carregamento simples e rápido, com potência de 136 cavalos, o Volkswagen e-Golf tem autonomia de 231 km.

VW e-Golf

12 – Citroen C4 elétrico

Essa é uma novidade da Citroën para 2020, o seu gradiente carro Citroën C4 recebe agora uma inovação para um novo modelo movido a energia solar. O Citroën C4 elétrico terá autonomia de 400 km no ciclo WLTP, homologado no uso real do veículo.

C4 eletric

11 – Kia e-Niro

Kia e-Niro chega surpreendendo a todos com incríveis 485 km de autonomia. Equipado com a versão mais potente da bateria de polímeros de lítio de alta capacidade, de 64 kWh, o novo Kia e-Niro promete 485 km de autonomia, porém, em ciclo urbano impressiona mais: 615 km de autonomia eles garantem, ou seja, mais do que muitos carros com combustível normal.

carros energia solar
Kia e-Niro

10 – Hyundai Kauai Elétrico 204 CV

É um carro elétrico que está gerando grandes rumomres, muito devido ao seu preço, que ronda os R$186.188, considerado como uma excelente opção no mercado dos carros elétricos.

Com o nome original Kona Eletric, em Portugal chama-se Hyundai Kauai, e tem uma autonomia de 470 km na versão mais cara (potência de 64 kWh) e 30 km da versão mais barata (potência 39,2 kWh).

carros energia solar
Kauai 204 CV

9 – Mercedes-Benz EQC

A Mercedes-bens também fabrica bons carros para o mercado, ainda mais, não é uma surpresa o EQC ser um excelente carro movido a energia solar. O Mercedes Benz EQC é o elétrico de topo da gigante alemã, um excelente SUV com cerca de 415 km de autonomia, por isso, para adquirir este modelo elétrico da Mercedes Benz, terá de desembolsar cerca de R$325.850.

carros energia solar
Mercedes-bens EQC

8 – Audi e-Tron

O primeiro modelo elétrico da Audi é repleto de tecnologia. Logo o motor dianteiro rende 125 kW. São cerca de 362 cv. O conjunto garante autonomia de mais de 400 km. Um dos diferenciais à primeira vista deste carro movido a energia solar foi a retirada dos retrovisores convencionais por um sistema com câmeras externas, dessa forma, são controladas por telas sensíveis ao toque.

e-Tron

7 – Caoa Chery Tiggo2e

Outro veículo de grande sucesso chinês que vai ter um sucessor movido a energia solar é o Tiggo. a versão é uma parceria italiana com a Caoa Chery, chamado de DR3 EV. Movido por baterias de 24 módulos com peso de 385 kg e produz 54,3 kWh de energia. A autonomia é de mais de 400 km.

carros energia solar
Tiggo2e

6 – Mitsubishi i-MiEV

O Mitsubishi i-MiEV é o primeiro modelo elétrico fabricado pela montadora de alta escala. O motor elétrico do i-Miev tem um bom desempenho, são 64 cavalos de potência. Outra característica do carrinho é a economia no consumo de eletricidade. De acordo com a fabricante, em média, uma pessoa gastaria R$ 0,03 centavos para rodar um quilômetro com o carro.

i-MiEV

5 – Caoa Chery eQ1

O eQ1 é uma excelente sulução para as cidades. Com apenas 3,2 metros de comprimento o subcompacto leva quatro pessoas com bom nível de conforto para um modelo desse tamanho. A autonomia chega a 410 km e, para recarregar 80% da bateria, são necessários apenas 30 minutos. O motor, de cerca de 41 cv e 12,2 mkgf, deixa o carrinho bastante esperto e gostoso de dirigir.

Chery eQ1

4 – Fiat 500e

A Fiat também tentou entrar na onda dos carros movidos a energia solar e foi duramente criticada por isso. O modelo será alimentado unicamente por um powertrain do tipo. A estreia acontecerá dentro do prazo de exatamente um ano, mais precisamente no Salão de Genebra de 2020. Haverá uma nova plataforma, projetada especificamente para eletrificação. Isso tornará o carro radicalmente diferente.

Fiat 500e

3 –  Citroën C-Zero

O C-zero possui quatro lugares e uma silhueta característica que transmite uma aparência oval. Para se mover, o C-Zero necessita-se de um motor eléctrico de 64cv e tracção às rodas traseiras, o que lhe permite performances equivalentes a um carro a gasolina do mesmo segmento. Possui autonomia de 160km e para recarregar totalmente a bateria numa tomada comum de 220V são necessárias cerca de seis horas.

Citroën C-Zero

2 – Hyundai Ioniq

O Novo Hyundai IONIQ Electric produz zero emissões de CO2, o que proporciona uma experiência de condução emocionante e uma autonomia totalmente elétrica de 311 km com um único carregamento. A performance plena de binário do motor elétrico de 100 kW agora é alimentada por uma bateria incrivelmente eficaz de polímero de iões de lítio de 38,3 kWh.

carros energia solar
Hyundai Ioniq

1 – Volkswagen e-Up

Em síntese, muitos conhecem o querido carro brasileiro Volkswagen Up! Do mesmo modo, agora ele ganha uma nova versão elétrica, o Volkswagen e-Up, com previsão de lançamento ainda esse ano. O e-Up! mostrado agora no Salão de Frankfurt agradou não só os jornalistas, mas o presidente e CEO da Volkswagen América Latina.

e-Up

——————- Você também vai gostar ——————- 
Os carros mais rápidos do mundo
Os 19 melhores carros elétricos de 2019

Artigos

Os 22 piores carros já produzidos no Brasil

por

Murilo C.

Publicado em

| Atualizado em

Poucos sabem, mas muitos carros já foram fabricados no Brasil e nem sempre o resultado foi um dos melhores, uma boa parte dos modelos produzidos nacionalmente recebeu duras criticas e alguns até já saíram de linha.

Então, preparamos para você uma lista bem dinâmica dos 22 piores carros já fabricados no BrasilAcompanhe abaixo — tem até carro brasileiro  — e vamos ver juntos quais foram os piores carros fabricados no país.

Gurgel

22 - Fiat Marea

Iniciamos nossa lista com o deteriorado Fiat Marea, carro nada econômico e que fazia seus donos terem dor de cabeça. O veículo da Fiat saiu de linha há mais de uma década, não obteve sucesso e nem um bom retorno de vendas desde seu lançamento. Alguns o chamavam de “carro problemático”, já que tinha que trocar completamente o seu motor se a sua correia dentada rompesse. Sem sombra de dúvidas, o Fiat Marea foi um dos piores carros fabricados no Brasil.

Fiat Marea

21 - Seat Córdoba

O Córdoba da espanhola Seat entra em nossa lista por fatores que envolvem estrutura e desempenho. Alguns dos principais problemas do Seat Córdoba que o faz ser um dos piores carros fabricado no Brasil era o preço de suas peças e a sua assistência técnica, que tornava o custo de manutenção proibitivo.

Seat Cordoba

20 - Volkswagen Jetta

Este veículo da Volkswagen perde sem muito esforço no mercado. O Jetta 2.0 tem o mesmo valor de carros de alto nível como o Honda Civic. Pouco econômico, fazendo apenas 7 km/litro na cidade e mesmo sendo 2.0, tem uma potência de 120 cv, que é inferior a muitos carros com motor 1.6 ou até mesmo 1.0.

Volkswagen Jetta
Volkswagen Jetta

19 - Fiat Freemont

O Fiat Freemont de início tinha uma proposta muito boa, mas o carro tem um péssimo custo benefício e um baixo desempenho. Com câmbio automático, o Freemont conta com somente 4 marchas, a potência entrega uma rotação muito alta com uma performance muito fraca. Por isso o Fiat Freemont é um dos piores carros fabricados no Brasil.

Fiat Freemont

18 - Gurgel

A Gurgel Motors S/A era uma montadora de veículos 100% brasileira, mas faliu devido à falta de incentivo do governo e tributação alta. Teve bons resultados com o modelo BR-800, ganhando até prêmio europeu e batendo de frente com concorrentes do mesmo segmento, como o Fiat Uno da época. Porém, os outros modelos da Gurgel deixaram muito a desejar. O Jipe Tocantis tinha máxima de 117 km/hr e um péssimo desempenho, demorava 25 segundos para fazer 100 km/hr e tinha uma sofrida potência de apenas 50 cv. Levando em conta os modelos da Gurgel e seu fracasso no mercado, seus carros acabam entrando para a lista dos piores carros fabricados no Brasil.

Gurgel

17 - Citroën Xantia

Sempre ressaltamos aqui que a montadora francesa Citroën tem a tecnologia como um dos seus pontos fortes no mercado. Mesmo nas décadas passadas, o Xantia era um carro muito sofisticado para época, e até barato. Mas, o que o torna um dos piores carros fabricados no Brasil é sua manutenção difícil e curiosamente cara, deixava muitos condutores com dores de cabeça.

Citroën Xantia

16 - Chevrolet Blazer

O Chevrolet Blazer é uma proposta bem diferente do que estamos acostumados a ver da GM. Um dos principais motivos que o torna este modelo um dos piores carros fabricados no Brasil é seu baixo consumo de combustível e também o seu preço, que comparando a outros modelos do mesmo preço vale muito mais a pena pensar na concorrência.

Chevrolet Blazer

15 - Troller Pantanal

Este veículo é tão ruim que já passou por um dos piores recalls da história. -  Veja Os 21 piores recalls de carros da história - O Troller Pantanal foi lançado no Brasil em 2006 e teve sua produção ao fim em 2008 quando a Ford comprou a Troller. Em dois anos, foram vendidos apenas 77 unidades. Além de passar por um recall por causa de danos inadmissíveis com o veículo, ele tinha péssimas especificações. Por isso chegou ao fim e se tornou um dos piores carros fabricados no Brasil dos últimos tempos.

Troller Pantanal

14 - Hyundai Veloster

O Veloster, modelo esportivo da Hyundai, já sofreu fortes e severas críticas. O carro é bonito, de fato tem um belo acabamento externo, mas quando falamos em carro esportivo, é difícil pensar que seu motor tem 108 cavalos. Um motor inferior a muitos carros populares por aí, e mesmo sendo um carro chamativo, ele ainda é um dos piores carros fabricados no Brasil.

Hyundai Veloster

13 - Ford Mondeo 

O Mondeo foi uma ótima proposta da Ford, tinha chances de bater de frente com os principais concorrentes da época, como o Gol da Volkswagen, que ganhou a graça do povo. O Mondeo tinha recursos que o faziam ser um carro excelente, mas a Ford fixou o veículo em uma classe de compradores mais alta, encarecendo o carro e tentando encarar os fortes da época, como o GM Ômega. Mas o resultado foi um fracasso de vendas e o carro acabou entrando em extinção.

Ford Mondeo

12 - Kia Carnival

O Kia Carnival é uma porposta boa, mas não boa para o Brasil. O comprimento do veículo não é adequado para as vias nacionais, mas um dos principais pilares que fazem o Kia Carnival ser um dos piores carros fabricados no Brasil é seu custo geral, que é bem caro, e se uma peça quebrar, além da desvalorização imediata, o custo será muito alto, ácima do normal.

Kia Carnival

11 - Dodge Polara

Quando um assunto vai da boca de um a outro, uma vez chega a todos, e se o tema for algo negativo, as hipóteses de recuperar-se são praticamente nulas. E foi o que ocorreu com o pobre Dodge Polara no Brasil, o carro, lançado em 1976, tinha câmbio fraco, motor ruim, manutenção ineficiente e falha nos freios. O brasileiro não perdoa, uma vez que o povo negativou não tem como voltar atrás, durou pouco tempo até que a Chrysler se retirou do Brasil.

Dodge Polara
Dodge Polara

10 - Lada Laika

A proposta do Lada Laika era muito boa, mas não foi bem adaptada no Brasil. Passou por um mico nacional devido a não adaptação para o combustível de gasolina nacional, que tem 25% de álcool diluído. Outro fator que faz o Lada Laika ser um dos piores carros fabricados no Brasil era sua manutenção financeira muito alta, mesmo o carro sendo relativamente barato.

Lada Laika

9 - Fiat Brava

O Fiat Brava é um derivado do Marea, que tem uma péssima fama no mercado. O que justifica um dos motivos de ser um dos piores carros já fabricado no Brasil, que é a sua desvalorização devido a sua má fama com sua linhagem anterior. A suspensão também é outro fator que gera reclamações, motor fraco e dificuldades de encontrar peças, por isso é bem incomum ver um Brava nas vias nacionais hoje em dia.

Fiat Brava

8 - Daewoo Espero

Uma das primeiras marcas coreanas a tentar emplacar no mercado brasileiro foi a Daewoo, que tinha como principal proposta o veículo Espero. A concorrência era muito grande, com carros como Omega e Vectra, o resultado foi um fracasso nas vendas, se tornando um dos piores carros fabricados no Brasil.

Daewoo Espero

7 - Ford Courier

A Courier era uma proposta de picape muito boa da Ford, que era mais um Fiesta com caçamba. Bastante pequena para comportar pesos elevados, como as outras picapes fazem. Design pouco chamativo que atrapalharam nas vendas. A Courier teve grande fracasso e se tornou bem raro vê-la nas vias hoje em dia, tornou-se um dos piores carros fabricados no Brasil.

Ford Courier
Ford Courier

6 - Chevrolet Veraneio

Quando chegou no mercado brasileiro, os consumidores ficaram com o pé atrás, era uma SUV grande, robusta, boa para famílias e trabalhos pesados. Mas, o público que a Veraneio conquistou foi os militares, se tornando camburão e logo depois ambulância. Era bem difícil ver um consumidor comum com uma Veraneio, gradualmente ela foi sumindo e se tornou um dos piores carros fabricados no Brasil.

Chevrolet Veraneio

5 - Autolatina

Este é um dos poucos modelos que é uma parceria de duas montadoras. No caso, Ford e Volkswagen, que era para aumentar seu patamar e crescer a cima da concorrência. O Autolatina pegou fama de “carro-de-oficina” e o povo todo já via o modelo como uma piada. O que prejudicou a imagem da Volkswagen no Brasil, por isso se tornou um dos piores carros fabricados no Brasil.

Autolatina

4 - Peugeot Hoggar

É difícil competir no segmento de pequenas caminhonetes quando há Chevrolet Montana, Volkswagen Saveiro e Fiat Strada como líderes do mercado. A montadora francesa tentou emplacar neste segmento com o modelo Hoggar, com motor 1.4 que muitos diziam ser bastante fraco, consumindo muito combustível e não rendendo nem em estrada vazia. Normalmente estas caminhonetes pequenas servem para trabalho, mas o Peugeot Hoggar carregado piora ainda mais o seu desempenho. Consome mais do que o normal, que já é muito, deixando o condutor com muita dor de cabeça, por isso se tornou um dos piores carro já fabricados no Brasil.

Peugeot Hoggar

3 - Volkswagen Variant II

O Variant II não fez o sucesso que esperava com o público brasileiro, um dos piores carros já fabricados. Produzido pela Volkswagen, tinha um motor bem ruim e um desempenho péssimo, não era de se surpreender que no Brasil este veículo não teria grande reconhecimento, nem com o público geral, muito menos com as vendas, que foram um fracasso total.

Volkswagen Variant II

2 - Fiat Oggi

Em termos como de evolução, o Oggi ficou para trás e travou no tempo, se tornando um dos piores carros já produzidos no Brasil. O câmbio do veículo é uma das principais reclamações de donos ou ex-donos que já tiveram o Oggi. Também dizem que o barulho do escape é insuportável. O carro tem um comprimento interno muito ruim para quem tem uma família, por exemplo. Mesmo tendo uma economia razoável, o veículo tem um péssimo desempenho e desestabiliza qualquer condutor, causando grandes dores de cabeça para seu dono.

Fiat Oggi

1 - Volkswagen 1600 

A princípio, este veículo da Volkswagen rapidamente se tornou uma piada nacional ganhando o apelido de “zé do caixão”. Ainda mais, o Volkswagen 1600 não fez sucesso no Brasil e hoje se tornou um dos piores carros fabricados no Brasil. Sua mecânica é similar ao do fusca, com motor traseiro de 1.6 litro refrigerado a ar, com 50 cv e 11 kgfm associado ao câmbio manual de quatro marchas. Em suma, seu desempenho era terrível, se tornou somente mais uma figurinha do museu de carros que não deram certo no mercado nacional.

Volkswagen 1600

————————- Você também vai gostar ————————-
Os 23 carros populares mais duráveis!
Os 30 Carros Para Evitar De Qualquer Maneira

Continuar Lendo

Em Alta